Sou gay e me apaixonei por um amigo hétero


Por que os gays costumam se apaixonar por amigos heterossexuais?

Antes de pensar o que fazer, quando um gay se apaixona por um amigo hétero, é interessante entender por que isso é tão comum.

O gay costuma ter o ideal do homem assim como as mulheres: príncipe gentil, cavalheiro, educado, belo, de voz firme, charmoso, inteligente e, se possível, bem de vida. A figura masculina heterossexual e idealizada transmite segurança, força, cuidado, atenção, atitude na cama, gentileza e “pegada”. São esses os valores adolescentes que muitas vezes se estendem a vida adulta de um homem gay.

Pode ter certeza que, se você está apaixonado por um amigo hétero, ele te inspira uma ou mais das características comentadas acima. E é isso que encanta, afinal, paixão tem uma boa parcela de encantamento! Que bom que é assim.

Agora, se você está sofrendo com essa realidade, o mais bacana é chamar o amigo hétero para uma boa conversa. A gente costuma pecar muito pela falta de comunicação, por deixar as verdades escondidas e acaba vivendo somente o idealizado da paixão, muitas vezes platônica. Sofremos por uma coisa que nem é real, que é difícil de se realizar ou até impossível. Paixão platônica é isso: ficar fermentando, vivendo e curtindo um envolvimento que não é real, mas está dentro da cabeça.

amigo-hetero

O platonismo é algo romântico, tão romântico como a linha literária que a gente aprendeu ou vai aprender na escola. Resolve parte da gente, algo como migalhas, mas não se realiza, não vira, não acontece! E tem muita gente, gay ou não, que fica viciada nesse modelo. Atitudes românticas valem muito a pena mas sofrer não.

E aí, quando a gente resolve abrir o jogo, eleva a história para o real e palpável: o príncipe encantado, o amigo hétero, passa a ser de carne e osso. Assumimos as reações esperadas e nem sempre esperadas assim. Mas, o que é melhor, assumimos!

Entendo que conversar sobre a paixão seja difícil pois além da exposição, da revelação que pode não ser correspondida, tem a parte do seu amigo descobrir que você é gay e reagir de maneira não desejada. O receio triplica!

Daí, se você opta por viver oculto, o que costuma a acontecer é que, em um determinado momento, o amigo hétero começa a namorar uma menina! Esse namoro pode ser uma facada no peito! Você se sente traído, trocado, magoado. Uns preferem atrapalhar o relacionamento, outros preferem sumir sem deixar mensagem, mas independentemente da reação, é ruim de qualquer jeito.

Então, o amigo está namorando. Você resolve dar “uma de louco” e sai pra vida para esquecer, ou prefere ficar quietinho, vivendo uma depressão! Nada disso é muito bom, mas a vida é sua e você, cada vez mais, precisa saber o que fazer com ela. Gays ou não, humanos, quando crescemos, passamos a ser autônomos de nós mesmos.

Saber o que fazer com a vida

Saber dividir as coisas, saber conversar, aprender a se conhecer. As vezes, essas coisas não se explicam nem dentro de casa, nem na escola. A maioria das vezes a gente aprende com a própria vida.

Esse post pode ser um começo dessa reflexão. Levar a sério ou não é opção sua.

Se você é gay e está apaixonado por um amigo hétero, a melhor dica que posso dar é que respire fundo, tome coragem e converse com o amigo. A base das boas relações humanas está no diálogo. E esse diálogo tende a trazer o esclarecimento, a honestidade dos sentimentos, fora a expressão aberta da sua realidade homossexual. A mesma dica serve para o hétero que desconfia de sentimentos do amigo gay.

Se não tem como conversar, se é difícil, saiba que a vida, naturalmente, vai acertar as coisas, com ou sem cabeçadas. Viva a vida, mas também reflita as vezes sobre ela. Viva nas estrelas, mas tenha os pés no chão. Do contrário, você pode chegar aos 40 achando que aquele outro amigo hétero tem tudo para ser gay! E ser o gay que você sempre esperou.

Tornar-se adulto e ainda cobiçar heterossexuais não costuma ser muito bacana.

297 thoughts on “Sou gay e me apaixonei por um amigo hétero

      • ola tudo bem eu tambem sou gay e queria uma ajudinha eu ja apaixonei por heteros e agora estou afim da minha amiga que fiz amizades em 2012 ela ate sabe que sou gay mais la no fundo eu acho que estou afim dela e por cima ela namora ainda oque eu faço tou confuso demais

      • Esta resposta é para Diogo Ferreira pois não achei campo para escrever, por isso escrevo aqui!
        Bom, pelo que vc escreveu, seu caso é do tipo bissexual podendo ser ativo e passivo com os 2 generos!
        Sinceramente, se eu fosse vc eu me abriria com ela e veria o que ela diz, mas deixo claro que se ela tem namorado provavelmente vc ja sabe o que vai ouvir dela, somente se ela for infeliz com o namorado acho que talvez possa te ouvir, mas estou falando de sentimentos verdadeiros onde numa relação o amor existe mesmo tanto de sua parte como dela, agora se for so sexo, quem sabe….

    • Olá Mvg, preciso muito de um um conselho, tenho 18 anos e sou um gay ñ assumido desde sempre, nesse meio tempo sempre fui apaixonado pelo meu primo, ele casado etve um filho com sua mulher agora popouco, sua idade deve ser no máximo 28 anos, nossa amizade é um pouco diferente ser for comparar com as que ele mantem com seus amigos, ele mantem uma amizade comigo como se eu fosse uma mulher, as vezes eu penso que ele sabe que eu sou gay, ou se ele só me respeita por que eu faço tudo que ele me pede, bom a verdade éue eu o amo, quando eu estou com ele meu coração bate mais rápido ñ sei explicar, meu coração diz que é para eu me declarar, mas minha cabeça diz que ñ, e se ele ñ sentir nada por mim, ese se quando eu me declarar para ele eu perder sua amizade, enfim eu ñ sei o que fazer, será que ele me senti algo por mim ou apenas me trata com utra forma pq sabe que sempre fai preciasr de mim?
      Me ajuda?

      • Amigo,
        tudo bem?

        Ele é seu PRIMO. A classificação já diz tudo, primo, parente. Não tem como desconectar e buscar algo mais sadio, principalmente com alguém não casado? Desculpe a rudez, mas não há como incentivar um relacionamento sério entre primo, ainda mais um deles sendo heterossexualmente casado e com filho.

        Valeu,
        MVG

      • Pensando bem, vc está certo não iria ter como acontecer, mas ñ é assim que se esquece um amor, eu só qeria saber pq ele age diferente comigo? ai meu deus acho que vou chegar até ele e falar tudo mais antes me fa que vc pensa.

  1. Pingback: Compilação para o gay enrustido | minhavidagay

  2. Estou passando por esse problema agora em minha vida. gostei do seu texto e é exatamente assim, eu nem consigo mais viver minha vida por causa desse amor que está na minha cabeça. eu durmo, acordo, trabalho pensando nele, tento esqueçer, mas é impossivel…

    • Puxa vida, VBMK!
      Complicada a situação, não é? Mas são fases que as vezes precisamos passar. Importante é tentar trazer a situação para o real, quebrar com o “sonho” que até nos alimenta mas não se realiza. Boa sorte com seu caso e espero que dê tudo certo!

      Abraço!

    • eu tb estou passando por essa situação vbmk!! E é EXATAMENTE como vc disse: a gente dorme, acorda, almoça, trabalha e até vai tentar se divertir com os amigos pensando no amigo hétero. Chega até a dar uma dor no peito!! Mas sejamos fortes, meu querido!!

      • O pior é que ee ainda trabalha comigo, daí o vejo direto, mas infelizmente ele pediu conta e essa vai ser sua ultima semana lá, depois vai sumir… daí hoje finalmente ele vai saber quem mandava mensagens pra ele e que gosta dele. espero que ele entenda e não saia por aí espalhando pro mundo, mas vamos nessa e ver o que acontece. preciso trazer pro real essa situação acho que só assim pra me livrar dela… eu contarei o que aconteceu mais tarde…

      • Bacana sua postura VBMK. Trazer a situação para o real é importante. Mesmo que venha uma desilusão. Viver de fantasia dá uma falsa sensação de nos suprir, mas não nos alimenta… BOA SORTE! ;)

    • Eu pensei q fosse apenas eu q estivesse passando por isso, mas to enganado. Me apaixonei por um amigo do trabalho, sou louco por ele ate ja me declarei ele me deu esperanças mas eu pisei na bola e tive algumas crises de ciumes, a ultima eu dei um shouw quando vi ele ficando com a minha prima, ai eu não aguentei fiz a louca joguei a bolsa dele e o celular dela no chão, chinguei os dois de nojentos, foi um horror, claro q a gente tinha bebido, depois cheguei a me ajoelhar e pedi perdao a ele! um horror! Mas ele não sai da minha cabeça.

  3. Bem uma amiga dele falou pra ele sobre quem tinha gostado dele. Ele ficou surpreso e disse que a amizade continua a mesma, mas que ele não é. ele não contou pra ninguém, e ainda continuamos amigos. mesmo que eu ainda goste dele e que ele vá embora esses proximos dias vao ser bem dificeis pra min, pois já estou com saudades, mas estou bem melhor, não fico mais alimentando aquela estranha sensação… estou bem melhor e não tenho mais medo do que os outros possam pesar ao meu respeito. a vida é minha e quem vive ela sou eu. entao as criticas dos outros pouco me importa. em breve farei uma viagem a alemanha e até lá quero que minha mãe saiba… ela uma vez me disse: se eu tivesse um filho gay, não seria mais meu filho. eu tive que concordar com ela, aff, a gente estava brigado havia 1 ano, mas nos entendemos, não sei o que pode acontecer agora. … mas (????) eu ainda gosto de vc, quando a gente se apaixona é impossivel esquecer, mas assim como vc me repeitou irei te respeitar porque cada um escolhe o seu caminho e não temo pq discordar ou atrapalhar.
    vou seguir em frente e a todos que venham a sofrer com uma situação dessas saibam que o melhor a fazer é por pra fora o que sentem. a dor pode ser ruim na hora, mas dá pra superar, agora guardar em sim só vai aumentar o sofrimento a cada dia que passa. valeu…………

  4. E não é só no trabalho não, VBMK! Eu passo por essa mesma situação na escola (cursando ensino médio) e posso dizer que o menino do qual eu gosto é extremamente hétero. É uma pena, um desperdício, porque ele mexeu comigo… Mas acho que é inevitável, da mesma maneira como mulheres se apaixonam por gays! É um ciclo vicioso onde o amor acaba quase sempre não correspondido, pois a vida não é feita só de paixão… O sexo também interfere na ordem das coisas… Se fosse só a paixão que determinasse a união de dois indivíduos as coisas seriam mais simples…

  5. Oi, o post foi bem bacana , e é bem o que está acontecendo comigo. No meu caso é bem platônico mesmo, é um menino da minha escola, eu nunca nem falei com ele sabe? Mas fico imaginando coisas e você já sabe como é! Bom, não sou assumido, e já falei dele com uma amiga minha, porém não adiantou. Então, o que fazer?

    • Oi Bruno!
      Tudo bem?

      A melhor sugestão que posso dar é fazer como o nosso amigo VBMK, que deixou seu relato aqui: buscar alguma forma da informação chegar definitivamente até o menino! Isso ajuda a gente a trocar o mito/fantasia pela verdade, nos coloca de pé no chão e partimos para outra. Não vale a pena ficar idealizando homens heterossexuais.
      Bem, desculpe ser bem objetivo, mas esse tipo de situação nos deixa amarrado e, amarrados, não desenvolvemos a vida, não nos damos oportunidades reais de relacionamento.

      Ok?

      Abraço! :)

  6. O meu caso já tem uns 1 ano e meio eu contei pro meu melhor amigo q eu gostava dele em dezembro de 2010 em nosso ultimo dia de aula, contei no ultimo dia pq, eu ia ficar muito temp sem ver ele, mas nao contei pessoalmente contei no msn, mas ele sabia q eu era gay, pq eu tinha contado e ele quando eu disse pra ele , ele começou a brincar pedindo pra ficar comigo depois dizia q estava brincando, mas só q depois ele dizia q era mentira, mas a reação dele nao foi nada boa pq eu não estava com com ele na hora.
    Eu falei assim com ele: G******* lembra quando vc pedia pra ficar comigo e depois dizia q estava brincando? Então eu comecei a gostar de vc.
    E ele só disse: “flw depois dess” E SAIU.
    Depois entrou, me ligou 2 vezes eu com medo dele me xingar não atendir (burro eu)
    Mas no outro ano, q foi ano passado mandei minhas amigas chegar até ele , diz elas q ele ficou vermelho com vergonha e não dizia nada só ria
    mas mandei muitas pessoas até ele até eu cheguei nele mas ele começou a me chamar de viadinho aí eu sair. Mas o pior é q ele era meu melhor amigo/ e apesar de tudo eu sei q o coração dele ficou movido com tudo isso. E depois de tudo isso a escola q eu e ele estudava nao tinha ensino médio , aí transferiram todo mundo pra escola diferente isso foi no fim do ano passado.
    E vcs acreditam q eu e ele fomos para a mesma escola? e minhas melhores amigas tbm rsrsr
    Mas agora eu mudei de escola devido a meu curso de cabeleireiro.
    Mas eu ainda amo ele, não sei pq mas acho q vou amar a vida toda.
    Pena q ele nao corresponde.
    Mas as vezes desconfio q ele gosta de mim, mas ainda nao se descobriu e tem medo dos pais sei lá algo assim.
    Mas ja q ele nao gostava pq ele nao chegou em mim ne, e falava nao gosto pq se fosse eu no lugar dele eu chegaria.
    Um abraço a todos !!!
    E essa é minha desilusão com o bendito Ger**nio

    • Já me apaixonei por dois amigos héteros e recentemente me apaixonei por um terceiro. A diferença é que para os dois anteriores eu não falei, pois “eu não aceitava ser gay”, mas para o terceiro eu contei. Só que eu só resolvi aceitar isso agora (tenho mais de 30 anos). Eu tinha certeza que o terceiro iria corresponder, mas isso não aconteceu. A gente vivia se abraçando, se fazia carinho, falava coisas bonitas um para o outro. A gente dizia que se amava… Mas quando eu finalmente resolvi assumir e contar, ele ficou meio assustado, não aceitou e se afastou. Era o meu melhor amigo e isso doeu muito. Eu só me abri porque eu sei que ele é! Ele é igual a mim quando eu era mais novo, auto-preconceituoso.
      Amigo Bruno, você fez a coisa certa. Não esperou chegar aos 30 para aceitar. E semelhante ao teu caso, o meu amigo também não disse que não gostava, ou ficou zangado. Ele só se calou. Nós plantamos a semente, só temos que esperar amadurecer. Só não devemos colocar água de mais e nem abafar esta semente. Deixe o tempo cuidar dela e enquanto isso, vá passear pelo jardim. Não fique preso numa incerteza. Cultive outros amigos.

      • eu me apaixonei pelo meu amigo hetoro e ate hj agente fica escondido amo ele e ele me ama e agente tem apenas 17 aninhos .. ele é lindo estilo bandidinho . ♥

  7. Eu estou vivendo uma situação parecida. Um garoto pediu meu numero pra um amigo que temos em comum e esse amigo passou o meu numero. O A**** começou a me mandar msg, como eu já conhecia ele, comecei a responder numa boa, amigos nunca são demais, sendo héteros ou gays, ate ai tudo ok. Só que agora eu não consigo parar de pensar nele, acordo pensando nele e vou dormir pensando nele. Nós conversamos o dia inteiro, seja por msg ou facebook.. de alguma forma a gente passa o dia inteiro conversando. Eu sinto que ele é gay, por que pra começar um hétero não vai pedir o telefone de um gay e começa a mandar msg, ele é muito sensível e eu sinto muito medo nele. Ele diz que pra ele não tem nada demais em ter amigos gays, mas que a familia dele não pode nem imaginar isso. Essa semana nós fizemos um passeio, só nós dois, fomos a um lugar muito lindo que tem aqui onde moramos e o lugar é deserto, pensei que ele fosse se revelar ou tentar alguma coisa, mas nós apenas conversamos por algumas horas…. me senti muito frustrado por que eu sinto que ele gosta de mim, mas mesmo assim ele toca no assunto garotas, toda vez que ele fala sobre isso é como se eu levasse um murro na cara. Não sei o que eu faço, eu sinto que amo ele, mas não tenho coragem de falar isso abertamente, estou muito confuso… Penso nele o dia inteiro…. Queria muito me abrir mas tenho medo da reação dele… É uma situação sufocante. Não sei como agir, se dou a cara a tapa e me abro logo, ou se espero mais um pouco pra ver se ele se abre…. Só sei que eu estou sofrendo com essa situação.

    • Luis Ricardo, acho complicado sofrer por um amigo hétero. Mas também acho que você deveria abrir o jogo e contar tudo para ele, afinal, você é gay e ele sabe disso. A reação dele pode não ser das melhores, mas se ele pegou seu telefone, vocês se falam o dia inteiro e já se encontraram pessoalmente e sozinhos, é porque ele provavelmente quer algo com você ou está te testando. Na minha opinião, há a possibilidade de que ele esteja se sentindo sozinho e queira alguém para compartilhar tudo, uma amizade, basicamente. Mas o ideal é que o diálogo seja estabelecido. Abra o jogo com ele, acho a melhor coisa a se fazer. Você não tem culpa sobre isso. Ele provocou a sua paixão, sabendo que você era gay, era evidente que isso acabasse acontecendo. Não seria justo se ele se afastasse. Mas se você conseguir provas concretas de que ele é realmente hétero, não caia dentro. Muito pelo contrário. Caia fora. Se apaixonar por um hétero é a maior roubada para um gay. Mesmo que esse hétero dê corda, nunca vai rolar. Boa sorte.

      • Obrigado pelo conselho Dark! Por enquanto eu continuo na mesma….. ainda estou tentando juntar coragem pra me abrir pra ele. A unica coisa que mudou, foi que nessa semana ele criou um perfil fake no facebook e me adicionou… pelo perfil fake ele fica me perguntando o que eu acho dele, se eu gosto de alguem em especial….mas quando eu percebi eu desconversei e disse que ele é so um grande amigo… Um cara que faz isso só pode estar interessado, não tem como eu me enganar tanto… Eu odeio esteriótipos, mas o gosto musical dele é totalmente gay… kkk
        No proximo sabado agt vai se ver.. se eu tiver coragem vou falar com ele pq é o melhor que eu faço! Mas uma vez, obrigado pelos conselhos!

  8. Olha , sabe eu já me apaixonei uma vez , por um menino da minha sala há 2 anos, ele não era meu amigo nem nada, só colega. Enfim, nesse mesmo ano eu tinha me ”assumido” , tipo só alguns sabiam. Ele era meio babaca, então eu me fez uma pergunta idiota, eu não tava com paciência dei uma resposta rude, mas ele calou a boca. Nem notava, mas depois toda vez eu tava perto dele ele queria chamar minha atenção, dá primeira vez foi tudo muito ridículo, eu tava sentado perto dele, ele tava em pé, ele me abraça por trás, diz que eu era macio, dei um berro pra ele me largar, mas nem liguei me esqueci, ai percebi que ele ficava me olhando quando não tava vendo, e tipo tentando me provocar, mas eu nem ligava. Chega um dia que eu sento perto dele, ele tenta puxar conversar, eu prestei mais ou menos atenção, me disse que eu era bonito e namoraria comigo se fosse gay, tipo ele não falou tipo zoando, mas eu mandei ele passear, depois desse eu me apaixonei, ele ainda tentava chamar minha atenção, me olhava mas eu comecei a notar tudo e olhar de volta, e tipo fiquei louco queira conversar com ele pelo msn, mas todas minhas amigas me aconselharam para que nao. Visitava ele no face, ele me adicionou mas nunca entrava. Até que uma das minhas colegas sacanas tentaram zoar com ele, tipo tentando avisar que eu gostava dele, quando descobri fiquei puto, mas não magoado, mas desculpei. Ai não sabia se ele sabia ou não. Ele continuava mas agora só me olhava. No outro ano, ele saiu da minha sala ficou popular, ficava com as meninas mais jovens. Nesse eu ainda tava tentando esquecer ele. Uma amiga solta a bomba que ele tava afim de uma amiga minha, elas sabiam que eu era afim tentaram esconder , mais a minha melhor não se conteve e me contou, e disse que tava tudo bem e nesse meio ponto, eu não tava magoado mas surpreso. Depois disso, ele estava diferente com olhar tipo te detesto, mas eu também fazia o mesmo, eu percebi que ele sabia que eu tinha gostado. E chega nesse ano, eu finalmente superei, mas ele ainda não tinha percebido. E esse ano estou diferente, tou ficando popular, a partir do aniversario de 15 da minha amiga que ele ta ou tava, não sei, ele notou. Hoje, ele não me intimida, eu falo com um monte de gente da turma dele ele tem ciume sei la, já algum tempo ele me nota mais, e percebeu que nem ligo se ele tah afim da minha amiga ou não, quer chamar minha atenção. Eu voltei a intimidar ele muhhaaaaaa. kkkkkkkkk. Não me sinto mais envergonhado por ter gostado dele, olho na cara dele nao sinto nadaaaa, agora ele até parece mais feio. Mas me diz qual a situação de fato? Qual é a dele? bj responde o mais rapido que puder. Preciso que alguem me diga as minhas amigas não sabem o que eh ser gay, sabe.

    • João vitor, isso é bem estranho na verdade ele ficar chamando a sua atenção, mas pela descrição provavelmente ele não é hétero, talvez seja bi ou gay mesmo, a diferença entre vocês é que ele não aceita essa condição e tenta descontar em você que tem um pensamento mais firme à respeito da sua sexualidade, eu digo isso porque já aconteceu comigo quase que igual só que ele era um amigo próximo e que inclusive tinha ficado com uma amiga minha, porém depois que acabou ele começou a me importunar coisa que para mim era irritante já que eu era apaixonado por ele fazia um bom tempo, parecia que quanto mais ele me importunava mais eu me afastava, no fim nem penso mais nele da mesma forma, voltei a falar com ele e a ser amigos e o engraçado que recentemente ele começou a namorar um outro menino que era apaixonado por ele, mas ainda diz que é hétero rs. Em ambos os casos vejo que são duas pessoas que são confusas à respeito da própria sexualidade e vem incomodar quem não tem essa dúvida, se ele gosta ou não de você você só saberá se ele se declarar, o importante é que você o superou e que se ele quiser algo com você ele que corra atrás.

      • Eu tbm espero ele não má pessoa, acho que só tá confuso. Antes, eu ficava triste por eu ter deixado isso me envolver, mas hoje eu vejo como uma lição para dá próxima não fazer mais. Obrigado, por ter me respondido essa sua resposta me ajudou a firma um pensamento que eu já tinha.

  9. Minha vida é marcada por “Platonismos”, mas pela primeira vez eu revelei meus sentimentos a um amigo hétero.
    Nos tempos de 1ª série que surgiu os meus primeiros sentimentos de paixão por outro garoto.
    Ele era meu melhor amigo, e eramos muito chegados.Entretanto, como eu era muito ingênuo nessa época, não me surgia nada mais na cabeça além do fato de ficar ao lado dele e passar meu tempo junto a ele, e isso já era suprido. Fiquei triste quando ele partiu da minha cidade no meio da 2ª série, e hoje percebo que isso marcou muito mais a mim que aos nossos outros amigos em comum.
    Depois dele passei os anos sem ter ninguém em especial: uma garota a quem jurava amor platônico; algumas colegas de classe que me direcionaram a atenção durante um mês ou um pouco mais; e uns cinco ou seis garotos (amigos e conhecidos) que sentia certo interesse. Em relação a esse último fato, o interesse não chegava a ser mais profundo que uma ansiedade por auto-conhecimento: Será que eles partilham desse mesmo interesse por garotos? Será que eles topariam essa ou aquela brincadeira que envolvia algo um pouquinho obsceno?
    Ocorreu quanto a isso nada mais que algumas brincadeiras de nudez, sem contato ou algo explicitamente homossexual.
    No meio do primeiro colegial comecei a namorar, com uma garota. O namoro perdurou por um ano, e nesse tempo descobri o que era uma relação intensa com outra pessoa. O toque, a intimidade, a paixão, me dominaram, e nisso descobri que também realmente gostava de mulheres. Mas nem o namoro me privou de uma ou outra noite entretido em conteúdos homossexuais. Eu a amava, minha paixão finalmente realizada e transformada em amor, e isso me era indubitável.
    Sofri por vários meses depois que ela terminou comigo. Como era de se esperar, as noites começaram a me distrair, só que desta vez com mídias e conversas homossexuais cada vez mais explícitas com desconhecidos na internet. Com o tempo me acostumei a isso, e é uma prática que carrego até hoje.
    Uma terceira paixão, novamente platônica, surgiu no cursinho pré-vestibular, por um garoto que conhecia apenas de vista. Minha vontade de aproximar-me mais dele perdurou arduamente durante todo um ano, e consegui me tornar seu amigo e aumentar ainda mais minhas fantasias com ele.
    Mas o vestibular, e a consequente aprovação de nós dois em universidades muito distantes uma da outra acabou apagando meu sentimento (pro meu próprio bem).
    Finalmente, minha última paixão surgiu ano passado, em meu segundo ano na universidade, competindo humildemente com a anterior até o instante em que tomou completamente o controle.
    Meu colega de república, então calouro na época, me despertou certo interesse desde a primeira vista. Ele me conquistou de uma forma repentina, e com certeza, de modo completo, imbatível, tão profundo quanto minha ex-namorada alcançou nos melhores momentos de meu namoro (senão mais), e, por que não, de um modo selvagem.
    Sua aparência, suas ideias, ideais, inteligência, cultura, disposição, extroversão, carisma, audácia,sem contar várias habilidades musicais, de dança, nos esportes… Já dá pra imaginar que isso me hipnotizou fortemente.
    Tão fortemente que os dias, as semanas, os meses, eram voltados à sua atenção. Tão fortemente que quebrou todos os paradigmas e regras próprias que eu mesmo criei para me proteger de um desejo que não julgava o melhor pra mim. Tão fortemente que a alguns meses atrás, durante uma semana movimentada, minha coragem foi posta à prova pelo meu coração, e revelei meus sentimentos para ele.
    Eu já sabia que ele era hétero, mas não aguentava mais segurar isso apenas comigo. Novamente, o modo tranquilo e descontraído com que ele recebeu a notícia me fez sentir mais apaixonado. Ele me disse que nada ia acontecer entre nós, mas que nada iria mudar em nossa amizade por conta disso, e que ninguém mais saberia sobre o meu sentimento.
    Ele começou a namorar uma garota muito bonita semanas após nossa conversa, e eu torço para que ele seja feliz com ela. E que além disso, torço para esquecê-lo, amenizar essa paixão que nunca senti por ninguém, e aproveitar mais da minha vida.

    Só que uma questão tomou conta da minha mente de uns tempos pra cá. Minhas ´auto-descobertas´ me mostraram que sou bissexual, mais voltado para homens que mulheres. As situações em que estive presente na minha vida demostraram que estou sujeito a gostar de uma pessoa sem me importar muito com seu “sexo” e sim com a pessoa por inteiro. Foi assim com minha primeira namorada, foi assim com meu primeiro melhor amigo, meu colega de cursinho, e está sendo assim com meu colega de república. Isso só me leva a pensar que a opção sexual de uma pessoa nunca é permanente, e sim fortemente censurada por inúmeras questões, como religião, sociedade, cultura, etc… E que qualquer pessoa está sujeita a se interessar por outro sexo diferente de seu “habitual”. Seria loucura, partindo disso, imaginar que eu poderia me tornar uma exceção ao meu amigo heterossexual? Será mesmo que minha conclusão é verdade, pelo menos para uma pessoa como ele?

    Obrigado pela atenção a esse longo texto, ficarei feliz em receber uma resposta! =]

    Abraços,
    Jonas

    • Oi Jonas!

      Muito interessante seu questionamento. Realmente acredito que a bissexualidade seja uma tendência muito em breve. No momento que a sociedade se torna mais esclarecida, mais autêntica e menos apegada a doutrinas antigas ou rígidas mais nos entendemos como seres dotados a ter interesse por, como você mesmo disse, pessoas independentemente do gênero.

      Por outro lado, não quero trazer esperança a você com o seu amigo, alegando que ele possa se envolver por você algum dia. Essas escolhas são bastante íntimas e, sim, ainda muito impostas pela maneira que a sociedade está moldada.
      Os moldes estão mudando, as pessoas sentem-se mais livres para experimentar, mas a heterossexualidade é ainda predominante. As doutrinas estão muito firmes entre famílias e amigos.

      Outro ponto é que para mim a bissexualidade é transição ou processo. Tem a ver com o modelo que normalmente o gay se estabelece enquanto se conhece. O assumir e o se aceitar está bastante em nosso inconsciente e, “sem querer” atuamos para termos um sentimento maior de segurança.

      O fato é que sexualidade não tem regras. A heterossexualidade também foi construída porque, de certa maneira, foi mais conveniente para a sociedade mediante as necessidades de sobrevivência como apresento nas minhas reflexões do post “Gays e Trans-Homens”.

      Nossas necessidades são diferentes hoje e podemos exercer a homossexualidade, a bissexualidade, a transexualidade, a transgeneridade com menos bloqueios. Mas para isso, precisamos exercer o nosso auto-conhecimento, que depende menos dos movimentos externos e mais de uma clareza de quem somos.

      Abraços,
      MVG

    • Muito bonito o seu comentário.

      Mas discordo na parte em que você “acha” que nenhuma sexualidade é permanente.
      Esse tipo de afirmação da margem a muitas controvérsias e também legitima o fato de haverem ex-gays!
      Tire essas conclusões pra si mesmo,devido suas experiências,VOCÊ se descobriu bissexual.Agora você não pode generalizar e dizer que TODOS são bissexuais e podem passar pelas mesmas experiências que você passou em sua vida.

      Homossexual é aquele indivíduo que sente atração sexual e afetiva APENAS por pessoas do mesmo sexo,Heterossexual é a mesma coisa só que com pessoas do sexo oposto,Bissexualidade idem,só que com ambos os sexos.

      PONTO,o significado e a verdadeira essência da sexualidade humana é isso aí.

      Quem acha que pessoas gostam de pessoas,sem levar em consideração o sexo…

      1-Tudo bem você pensar assim,nada contra,mas por acaso você chama favela de “comunidade”?! Chama algum gay de “Homoafetivo”?!
      O fato de pessoas gostarem de pessoas não altera a viadagem,o machismo e muito menos altera as 3 definições que eu coloquei ali em cima.

      2-A Revolução Sexual dos anos 60,deu uma pancada muito forte na sua cabeça e agora você acha que pode sair transando e namorando com qualquer um, e vender essas imagem de “eu amo todos e todos me amam”.
      Vá namorar um skinhead hetero,se ele gostar de “pessoas” ele via te corresponder numa boa,mas caso contrário,ele vai mandar você tomar no c@#$%, além de te dar uma bela surra.

      Desculpa,mas eu sou bem ácido e frio com relação ao “Relativismo Sexual” que eu não apoio nem um pouco,e o seu comentário deixou isso bem evidente.

      Penso que a bissexualidade não é uma tendência,bissexuais sempre existiram e vão continuar existindo,assim como homo e heterossexuais também.
      A diferença,no meu ponto de vista,é que no futuro as pessoas vão lidar com mais naturalidade com relação a outras formas de relações e práticas sexuais,e a homossexualidade vai se beneficiar muito com isso.

      No futuro as pessoas vão estar mais abertas a “experimentar” e dialogar com as sexualidades diferentes da sua,SÓ ISSO!!!
      Não tem a ver com bissexualidade latente de acada um,e pegação generalizada e blá blá blá rsrs.

      Por que a gente sabe e é consenso quase geral,que sexualidade não se aprende e nem se ensina,se nasce com essa condição.
      Então porque ficar fazendo generalizando a bissexualidade???

      Abraços!

      • Concordo com você Ali. Não é atoa que muitos bissexuais acham que todos são assim como eles. Não sei o porque dessa necessidade de tentar mostrar que todos são assim, que quem é monossexual é limitado, que isso é imposto, que não é o adequado. Eu sou homossexual, mulheres para mim não têm sabor nenhum, e não gosto de comer nada que não tenha sabor rsrs. Acho sim que a heteronormatividade propagou muito e ainda assim o faz na sociedade o modelo ideal da heterossexualidade, mas isso não quer dizer que naturalmente desde os primórdios todos eram bissexuais e que depois com o advento das religiões o mundo se fechou em monossexualidades. Não, sempre houveram os monossexuais por natureza tanto de um lado como do outro e sempre vão existir. Pode ser que agora que o globo esta mais tolerante os que já eram bissexuais comecem a se manifestar mais, mas não quer dizer que todos vão aderir á “moda”. Então, cuidado ao dizer algo para não dar furos.

  10. carioca
    comigo ocorreu o mesmo passei noite e mais noites,procurando uma forma de contar pra meu melhor amigo,dormia-mos juntos diverssas vzs,sempre mim controlava uma certa noite estava na casa desse amigo hétero e contei que o amava,ele mim disse q a dele nao era essa,chorei bastante e pedi que nao se afastasse de mim pelo ocorrido,no começo ele mudou ficamos meses sem se ver ate paramos de sair,porq sempre q saiamos durmiamos juntos mas nunca rolavana.depois de muito tempo recuperamos a amizade ele passou a mim entender melhor,e aceitava as minhas caricias,e uma certa vez aconteceu uma tranza,quando voltavamos de um show bebemos muito ao deitar ele mim abraçou e beijou minhas costas depois fingiu ta dormindo eu acarriciei ele todo e acabei penetrando nele.O outro dia nem tocamos no assunto e ele mim tratou super bem.nunca falamos sobre isso mas outras vzs rola ainda e sempre ele finge ta dormindo,ele tem diverssas mulheres mas sempre mim procura e eu mais ainda,amo ate hoje esse meu amigo mas ele insiste em nao aceitar nosso relacionamento q pra mim existe mesmo q seja devez em quando o q devo fazer ele nao quer aceitar essa realidade eu ja tenho uma outra pessoa q é meu caso a dois anos moro essa outra pessoa mas continuo amando meu melhor amigo e ainda saimos e dormimos juntos.

  11. Estou passando por isso nesse exato momento e queria a opinião de vocês, Sou gay assumido a 7 anos e recentemente aconteceu algumas coisas em minha vida envolvendo minha família então resolvi sair de casa, conheci no lugar em que eu fui morar um cara novinh0, 20 anos, de familia humilde, que veio de uma cidade pequena para conseguir a vida em uma maior, foi paixão a 1º vista, fiquei um tempo nesse lugar e voltei a morar na casa que eu morava só que sem minha família ( A historia é complicada para contar aqui ), Aconteceu um acidente com o menino e ele teve que abandonar serviço e tudo mais, como não dava para ele se manter mais no lugar que ele morava, chamei ele para morar em casa comigo, e assim ele fez! Como estava parado acabei bancando, só que nada de exagero, apenas o básico e logico quando vamos a baladas, shows, lugares isso tudo por minha conta, aos poucos ele percebeu a minha paixão por ele, desde a época que morávamos juntos em outro lugar, ele namorava, mais terminou, mais pelo fato dele ser muito simpático e lindo tem um monte de meninas no pé, fico com ciumes claro, mais ele sabe pq já falei que tenho ciumes de outros gay, de meninas nem tanto pelo fato q eu sei que não vai passar daquilo, não sei se tenho chance, eu acho que ele já ficou com outro cara mais na cidade dele, só não tenho certeza disso, sabe cidades pequenas com aqueles meninos suspeitos, então os amigos dele são tudo desse tipo.
    Já tentei deixar ele pra lá,não dar atenção, mais o cara mora na minha casa, assisto filme deitado com ele, faço carinho nele, e ele em mim, ele morde, me pega, ele usa minhas coisas, e eu a dele, tem tudo na mão, tudo mesmo, mesmo que eu não queira, não consigo desapegar dele, parecemos um casal, quem olha acha, não creio que um cara desse HÉTERO mesmo faça essas coisas comigo, que homem que morde outro homem, que homem sabendo q um gay ama ele, faz carinho, deixa ser acariciado, eu acho o que impede de acontecer algo é o fato dele morar comigo, não sei o que mais faço, não sei como desapegar dele, penso nele direto, chega a atrapalhar minha vida, o que vocês acha??

    • Oi Léo!
      Tentou conversar? Abrir o jogo? Falar do que vocês estão passando e ver o que ele pensa a respeito?
      Na realidade, não sei se você tem muito o que fazer porque vocês já vivem um relacionamento! E casados ainda!
      Uma coisa é um relacionamento afetivo que vocês já vivem. Outra coisa são assuntos de fidelidade.
      20 anos é bastante cedo para uma pessoa ter a sexualidade amadurecida. Assim, o que se deve fazer é conversar e, pelo visto, é uma conversa de casal mesmo pois para mim, da maneira que você conta, é assim que se configura a sua relação!

      Só não se esqueça que ele não é sua posse! Você deve ter ajudado o rapaz mais pelo desejo do que uma situação humanitária! Quis ele por perto e conseguiu. E até tem um “casamento”. Mas e ele? O que ele pensa de tudo isso? O que ele quer com você? O que ele entende dessa relação?
      Talvez esteja na hora de você perguntar e descobrir!

      Abraço! ;)

      • obrigado por responder, ele já disse varias vezes para os outros que não temos nada, não passa de uma amizade, ele diz q sou mais que um amigo pra ele, um irmão, um anjo …
        Eu falo que eu só quero cuidar dele, ele diz que eu já cuido e vou continuar cuidando, como podemos ser um casal se não rola nada? Ele diz ser bem resolvido, diz ser Hetero, mais eu acho que uma hora ele vai colocar na balança tudo isso e ver o que eu fiz pra ele não foi em vão, ele fala que um dia vai retribuir por tudo o que eu fiz pra ele, Não sei o que acontece, mais os amigos dele da cidade dele não sabe que ele mora comigo na minha casa,ele esconde, agora por que motivo? Ultimamente saiu uma conversa que ele tinha “CASADO” com um gay, ele ficou chateado porque cidade pequena tudo se comenta, mais logo passou e ele falou q logo vai arrumar uma namorada para calar a boca dos amigos dele, porque uma pessoa precisa tanto provar sua heterossexualidade?, e ele não quer comentar mais esse assunto, creio também que uma hora vai rolar pelo fato de eu ter passado por situação semelhantes com “HETEROS” e depois de anos a pessoa negando, rolou! Ele já pegou meus pontos fracos, sabe como conseguir as coisas comigo, eu só queria desapegar, só isso que eu queria, obrigado mais uma vez pelas palavras ;*

      • Oi Léo,
        tudo bem?

        Relacionamento afetivo entre dois heterossexuais e um gay e um heterossexual é também possível. Falo isso por experiência própria. Só que o sexo não se concebe, o que caracteriza um heterossexual e um gay.

        Ele deve se incomodar com os comentários dos amigos porque, primeiro, ele é novo. Segundo porque está se colocando a conteste a masculinidade dele por viver junto com você. Claro que a sociedade comenta, cria fantasias e gera fofoca.

        Sei que você tem uma tendência a criar uma esperança com ele. Pode até acontecer alguma coisa, mas a realidade tende a ser diferente pelo que você esclareceu.

        Espero que desapegue sim. Mas isso vai levar tempo e com vocês dois morando juntos ficará mais difícil! Boa sorte e tudo de bom! :)

      • Oi Léo! bom…eu conheçi um cara em Março desse ano e me apaixonei…ele me chama de irmão…somos muito amigos…tentei duas vezes me afastar dele pois sofria demais por causa dessa paixão por ele mas não conseguia falar nada…agora a gente se afastou de vez,no ultimo domingo eu consegui criar coragem de dizer que estava gostando muito dele…ele se fez de desentendido…ontem vi ele e conversando com outros amigos falei que conheçi outra pessoa…dai depois que fui embora ele mandou uma mensagem dizendo que não era mais pra eu falar com ele…o que será isso? ciúmes? quero sim desapegar….parar de sofrer….bjo no coração! Junio

    • Voltei aqui, é 2 meses se passaram , o amor aumentou, mais de uma hora para outra cansei, perdi o encanto e percebi que o cara so me usava, cansei de bancar e cansei de tudo, hoje estou em outra luta, quero que ele saia de casa …
      obrigado pela atenção aqui no blog, e para os que estao passando por essa situação, sempre AME VC primeiro ! bjos

  12. Imaginem o Que é Ter 18 Anos, Estudar No Último Ano Do Ensino Médio e Estar Sentindo Algo Maior Que Amizade Pelo Seu Amigo Hétero? É Obvio Que Vocês Sabem Afinal De Contas, Foi Isso Que Trouxe Vocês (Assim Como Eu) a Este Site.

    Pois é, Acontece Que No Ano Passado (Quando Entrei Nesse Colégio Atual), Conheci Muitas Pessoas e Entre Elas, Esse Amigo Que Por Questões De Ética Não Vou Divulgar o Nome Aqui e Também Para Não Ter Mais Problemas Do Que Tenho.

    Bem, Inicialmente, Nós Nos Conhecemos De Vista, Eu o Olhava e o Achava Bonito (Ele Realmente é) Mas Não Nos Falávamos Pois Ele Sentava Lá No Fundão Da Sala (Apesar De Não Fazer Bagunça) e Eu Na Frente Com Meus Amigos Que Já Conheciam Ele Do 1º Ano Em 2010. Em Junho Do Ano Passado, Começamos a Nos Falar e Foi Questão De Momento, Em Menos De Um Mês, Tinhamos Trocado Orkut, Facebook e Tudo Mais. Eu Com o Passar Do Tempo, Comecei a Reparar Nele, Mas Sentia Somente Tesão Sabem, Coisa Que Uma Só Masturbação Resolvia. Mas Com o Passar Do Tempo, Tudo Piorou.

    A Partir Desse Ano, Comecei a Ver Ele Com Outros Olhos, Sei Lá, Fico Pensando Nele a Todo Momento, No Facebook, De 10 Atuvudades Que Faço, 20 São De Olhar o Perfil e As Fotos Dele (Belíssimas Por Sinal, Já Que Ele Como é Malhado e Tem Um Abdomê Definido, Posta Fotos Só De Sunga e Cueca e Isso Me Excita e Muito).

    Antes Como Falei Achava Que Era Só Tesão Mas Ultimamente, Desde Abril, Venho Sentindo Ciúmes Dele, é Só Vê-lo Com Uma Garota Que Fico Meio Preocupado Sei Lá, (Já Cheguei Até a Chorar Por Esse e Por Outros Motivos), é Um Verdadeiro Inferno Que Vivo, Se Ele Vai a Escola, Fico Ancioso, Eufórico e Ao Mesmo Tempo, Torcendo Para Que Ele Não Vá, Mas Se Ele Falta, Fico Triste (Apesar De Conseguir Disfarçar) . Ele é Evangélico e Eu Sou Católico Mas Ele Não é Aqueles Evangélicos Fervorosos Sabem, Não é Tão Comportado Assim e Tem Um Jeito Mega Despojado Enfim…

    Ainda Tenho Um Outro Problema. Ao Mesmo Tempo Que Penso Nele, Gosto De Mulheres, Na Verdade, Desde Os 12 Anos, Tenho Atração Por Homens Mas Nunca Me Apaixonei Por Nenhum, Em Compensação Por Mulheres Já Me Apaixonei e Muito Mas Nunca Senti Tesão Por Elas. Aí Fico Nessa Dúvida, e Para Piorar, Minha Mãe Me Pressiona o Tempo Todo Para Namorar.

    E Aí? O Que Vocês Podem Me Falar? Sou Gay? Bi? Sinto Amor, Paixonite Ou Apenas Tesão Pelo Meu Amigo?O Que Faço Para Me Livrar Desse Problema? Desde Já, Grato Pela Resposta.

    • Oi “Linq”!

      O que você sente por ele é paixão certamente. Platônica, distante e não revelada.
      Com 18 anos provavelmente você esteja ainda definindo sua sexualidade. Como comentei em algum post por aí, a nova juventude que entra cada vez mais precocemente no universo sexual não representa necessariamente jovens resolvidos e definidos sexualmente. As vezes a gente leva a vida toda para definir e ter uma paz de espírito como que somos.

      Para se livrar dessa situação, dou boas dicas no post “Gay! Será que ele é?“.

      Venho notado que muitos jovens sofrem bastante por conviver com amigos da escola, do colegial e da faculdade e se sentem presos para revelar o sentimento que tem por outros amigos justamente porque ser gay e por ficarem com a eterna dúvida se o amigo é gay ou não.

      Na realidade, tudo isso que vocês passam já é uma tendência de problemas modernos, do que gay que não é mais repreendido como na década de 70 ou 80, que adquirem uma consciência maior da própria sexualidade mais cedo e que ao mesmo tempo se sente atraídos por outros do mesmo sexo mas ficam com aquela eterna dúvida se dá para chegar no pretendente.

      Nesse novo cenário, a minha dica é que você e todos que passam pela mesma situação, puxem essa pessoa para o diálogo. Aqueles que são bem amigos e tem proximidade com a pessoa de interesse deve partir para a conversa, íntima, de sentar e usar algumas horas de papo franco. Aqueles que tem um contato remoto, idealizado, distante ou platônico ou desencanam de vez ou fazem o mesmo.

      Sei que é bastante difícil puxar para conversa porque é uma situação que nos expõe, abre espaço para críticas, possível afastamento e preconceito. Mas acaba sendo o mais maduro a se fazer. Diálogo é um santo remédio para 99% dos problemas de relacionamento. Do contrário ficamos vivendo de fantasias de um romance idealizado que nuca será real. O real, de uma conversa e cujas consequências possam trazer o afastamento para mim se soa mais objetivo. Por mais que a verdade possa afastar, é a oportunidade que temos de nos tornarmos mais espertos e livres para viver o real.

      Abraço!

  13. Muito bom a forma com que você expôs os fatos. É exatamente isto que ocorre,mas falo por experiencia própria, Eu também sofri por paixões assim,porem,foi procurando me conhecer melhor e analisando a vida que minha dor diminuiu.

  14. Estou vivendo algo muito parecido com tudo isso. Trabalho em uma empresa fora da cidade e todos os colaboradores moram nos alojamentos da empresa (iss já faz quase 02 anos) e eu também moro, apesar de o lugar ser mais reservado e ter mais lazer que outros setores. Assim, a um ano e meio começou a trabalhar na minha empresa (no qual trabalho na administração) um rapaz moreno de 22 anos no setor de limpeza da empresa como zelador. Logo de cara, quando eu ví ele na loja de conveniência gostei muito dele, então a partir daí não parava de olhar para ele. Eu passei a saber a hora que ele almoçava e jantava no refeitório e passei a fazer minhas refeições neste horário para poder vê-lo. Com o tempo, ele percebeu que eu sempre estava a olhar para ele, então ele passou a me olhar também, as vezes disfarçadamente, as vezes escancarado. Mas ele não mudou a rotina dele por causa disso não…..como sempre eu esperava ele sair da janta no bar de sinunca pois sabia que ele ficaria algumas horas por ali……e sempre rolava de ele me olhar “talvez para conferir se eu estava olhando para ele”. Enfim, passou mais algum tempo deste mesmo geito (neste meio tempo algumas pessoas já comentavam sobre eu ser “gay”, eu sabia por outros que me contavam, pois na verdade sempre lidei muito abertamente com o tema, apesar de nunca dizer “eu sou gay” apesar de me achar bissexual. Apesar de tudo isso o meu “amor” passou a tentar se aproximar de mim……entre uma conversa ou outra sobre serviço ele me convidava as vezes para malhar com ele e os amigos deles…..mas eu sempre recusava (motivo: tinha medo de enlouquecer de paixão….pensa que corpo que ele tem). De uma coisa sei, ele sabe que sou gay (ou gilete) e que eu olho muito para ele.
    Passado mais um tempo comecei a namorar uma menina que trabalha na empresa também (aqui não existe restrição quanto a isso) e ela era amiga do meu “amor”. Segundo a minha “então” namorada, o meu “amor” sempre falava muito bem de mim (apesar de ele ter dito a ela que achava que eu não ia com a cara dele, engano heinn!). Achei isso muito estranho pois ele deu o maior apoio a ela para começar a me namorar (e quando soube que ela gostava de mim, veio até mim quando eu estava sozinho em frente ao bebedor me contar, eu disse a ele que já sabia).
    A partir do início do meu namoro, atraves da minha namorada ele se aproximou de mim e passamos a nos falar mais. Ele sempre indagava a minha namorada como estavamos (o engraçado é que ele nunca falou a ela que algumas pessoas dizia que eu era gay). Um mês depois de eu começar a namorar ele também começou a namorar uma menina, então ficamos um quarteto e passamos a nos divertir juntos. Minha namorada encanou que eu estava gostando da namorada dele pois eu perguntava muito dos dois, começou a brigar comigo. Isso tudo ele sabia e não fazia caso, como se soubesse que na verdade gosto dele. Minha dúvida é: porque ele se aproximou de mim sabendo de tudo isso, que olho para ele, que posso ser gay e que ainda….possso gostar dele? Sérá que ele pode ser bissexual também.

  15. Bom, ta acontecendo isso comigo tbm. Eu tenho 15 e nao sou assumido, na verdade nem sei se eu sou realmente gay, mas enfim, tem esse cara na minha turma, do ensino médio, ele agr tem 17, e ele realmente me chama mt atenção, eu nunca senti isso por nenhum cara, mas o corpo sarado dele, os labios, o olhar, o cabelo, tudo, tudo nele me atrai e ate me da tesão kkk, ele ta sempre me olhando, e os nossos olhares vivem se cruzando, ele sempre puxa assunto comigo e eu com ele, ele fala de carros, motos e garotas, mas tbm fala de roupas de grife, cortes de cabelo, pegar bronzeado, falando de coisas meio q gays, e dando algumas suspeitas, ele adora ficar mexendo na minha orelha, e falando da capa do meu iphone entre outras coisas q me deixam louco, e nisso, eu acabei me apaixonando por ele, eu penso nele 24hrs por dia, serio mesmo, o tempo todo, ate me assusto, eu acabo pensando em relações sexuais entre nos, e ate em namoro, mas eu nao tenho certeza, e eu tenho mt medo de conversar com ele, e ele mudar completamente o seu comportamento comigo, eu nao quero perder a amizade dele, já q ele é um grande amigo…
    Queria saber se poderiam me ajudar, por favor =)))

    • Oi Vinicius!
      Tudo bem?

      Já leu o post “Adolescência gay – Meu amigo é gay?! Como saber?! Estou surtando! =O”? Foi recém publicado e fala bastante dos jovens de 14 a 16 anos que estão passando por esse sentimento por outro da escola.

      Assim como comento no post, o fato dele ter assuntos de afinidade com você, ou até mesmo assuntos variados que não os exclusivos do homem esteriotipado machista, como carros, mulheres e futebol, não o caracterizam como gay.

      Lembre-se que faz poucos anos que nasceu um novo perfil de homem heterossexual que a mídia chamou de metrossexual. É aquele que, além dos temas comuns do “homem antigo”, também se sentem abertos e tranquilos para falar de assuntos menos enlatados ao homem, como grife, corte de cabelo, estética, entre outros.

      Dê uma lida nesse post e qualquer coisas estamos aí!

      Abs,
      MVG

      • Oi gente to passando por uma situacao que ta me enloquecendo to gostando de um garoto hetero da minha escola mais eu nao conheso ele direito nos nao somos amigos mais me apaixonei de um jeito que nunca imaginei e nunca senti isso por ninguem ja tive minhas paixonites mais este e diferente penso dia e noite nele so falta eu sonhar com ele (o que ainda nao aconteceu) pelo amor de deus me ajudem estou desesperado quero saber como me aprosimar dele comesando com amisade depois algo mais comprometedor se e que me entende por favor mande uma solucao o mais rapido posivel detalhe sou amigo dele no facebook temtei falar com ele mais ele nao respode
        Obrigado

  16. *
    *
    *
    Oi gente to passando por uma situacao que ta me enloquecendo to gostando de um garoto hetero da minha escola mais eu nao conheso ele direito nos nao somos amigos mais me apaixonei de um jeito que nunca imaginei e nunca senti isso por ninguem ja tive minhas paixonites mais este e diferente penso dia e noite nele so falta eu sonhar com ele (o que ainda nao aconteceu) pelo amor de deus me ajudem estou desesperado quero saber como me aprosimar dele comesando com amisade depois algo mais comprometedor se e que me entende por favor mande uma solucao o mais rapido posivel detalhe sou amigo dele no facebook temtei falar com ele mais ele nao respode
    Obrigado

  17. oi tudo bem eu sou gay desde aos 12 anos e tenho um amigo hetero que gosto muito dele e nao sei se ele e gay toda vez que a gente ta perto eu fico apaixonado nele e nao sei o que devo fazer me ajudem to desesperado

  18. Contei pra um amigo meu que sou gay agente ja tinha uma amizade legal e ele sempre perguntava de eu era e sr eu fosse nao iria mudar. Aí contei pra ele a nossa amizade ficou muito mais forte ele te namorada mais tbm é metrossexual so contei pra ele porque eu tava apaixonado por ele mais ele nao sabe disso depois disso eu tentei sair do cursinho mais ele implorou que Eu continuasse estudando lá aí eu acabei focando e nossa amizade ta bem melhor toda vez que eu falto uns 2 ou 3 dias ele Me liga pra saber porque e cobra pra eu voltar sabe eu nao sei o que eu faco To louco por ele Iai sera que eu To confundindo as coisas….

    • oi celo
      olha eu acho q ele deve gostar de vc pois
      se ele cobra tanto pra vc aparecer no caso deve ser pq ele qer ficar junto de vc !!
      eu acho q ele sente algo por vc !
      espero ter ajudado kk

      • Oi valeu cara mais tenho contar outra coisa esses dias ele Me viu dirigindo indo pra uma festa ele tava a pé perto da casa dele.no outro dia ele ficou puto comigo porque eu disse pra ele que eu fui ver um broder meu que eu tava afim.. Ele ficou puto comigo sabe ficou nervoso queria ate saber de eu tinha ficado com o cara e tal sabe… Fucou tipo com ciúmes e Me pediu pra eu nao faltar mais o curso disse muito bravo comigo pra eu nao fazer mais isso e atras de homem.ele ate ficoue perguntando se eu fiquei dando em cima do cara. Iai o que eu faco sera que ele ta apaixonado por mim Me ajuda cara…abracos

      • oi celo
        com certeza ele deve estar apaixonado por vc
        nenhuma outra pessoa estaria perguntando tantas coisas a nao ser se estivesse com ciumes !
        ele com certeza teve ciumes de vc dai ele ficou naquela “sera q ele fico com outra pessoa , sera q ele ja esta com alguem” e como ele cobra de vc esta mais do que obvio q ele esta realmente apaixonado por vc
        ele apenas nao falou pra vc mas ja demonstrou de diversas formas !

        espero ter ajudado
        abrass Celo

  19. ola ^^, preciso muito de ajuda com uma coisa.Bem, tenho um amigo desde criança q eu amo muito, mas ele é hetero e fala de mulheres o tempo todo, só q quando a gente fica sozinho, ele fica excitado, mas nao fala nada, e eu nao faço nada, sera q ele faz isso pra chama atenção?
    E tem mais, eu ja assisti filme abraçado com ele, e ha uma semana nos dormimos na casa de um amigo e ficamos na mesma cama (tinha q ser neh xD) e uma hora ele me encochou.Ele ta com uma namoradinha e fica falando q vai “come” ela,so q quando eu falo pra ele nao faze isso, ele fala q nao vai.
    Eu to muito em duvida pq ele me trata muito diferente dos outros, ele sempre fica me tocando e ele me dexa abraça ele, nao sei oq fazer i.i

    Uma outra pergunta q eu tenho é: porque q hetero faz sexo com gay, eu ja tive relações assim com meninos q ficam com garotas e nao entendo, alguem me explica? xD

    • Oi Bruno!
      Sobre o seu casinho com seu amigo, não tenho muito que dizer, fora o que você pode encontrar nos posts dedicados aos adolescentes gays, aqui no Blog!
      Vocês estão vivendo uma fase ainda são crianças e estão adquirindo os primeiros jeitos de um adulto. E nesse momento rola muitas coisas, como hormônios, primeiros sintomas da paixão, desejos, sonhos e fantasias. E assim vai…

      Sobre a sua pergunta de porque alguns héteros fazem sexo com gays, héteros que inclusive tem relações com garotas te respondo que eu acredito numa teoria: a medida que a sociedade está evoluindo, com mais acesso a informações como o exemplo da Internet e mais desapegada de valores tradicionais, os jovens estão se permitindo testar mais a própria sexualidade, sem o medo de ser taxados como bichas, por exemplo. Assim, na minha teoria, existe a possibilidade dos adolescentes, não todos, mas alguns, terem uma possibilidade de serem bissexuais, com uma possibilidade de experimentar melhor o que gostam, com menos limitações e repressões. Para mim, essa naturalidade em lidar com meninos e meninas é muito positivo. Mostra uma sociedade mais desprendida de valores rígidos do “machão” e da “fêmea”, e dá mais abertura para que os jovens experimentem sem rótulos.

      É isso que eu penso. Claro que essa minha colocação é polêmica e não é um afirmação absoluta. São possibilidades de um campo (sexo) que é um grande tabu ainda.

      Abs,
      MVG

  20. Contei pra um amigo meu que sou gay agente ja tinha uma amizade legal e ele sempre perguntava de eu era e sr eu fosse nao iria mudar. Aí contei pra ele a nossa amizade ficou muito mais forte ele te namorada mais tbm é metrossexual so contei pra ele porque eu tava apaixonado por ele mais ele nao sabe disso depois disso eu tentei sair do cursinho mais ele implorou que Eu continuasse estudando lá aí eu acabei focando e nossa amizade ta bem melhor toda vez que eu falto uns 2 ou 3 dias ele Me liga pra saber porque e cobra pra eu voltar sabe eu nao sei o que eu faco To louco por ele Iai sera que eu To confundindo as coisas….Me ajudem por favor….

    Comentar ↓

    • Oi Celo!
      Difícil dizer se ele é… é totalmente possível existir carinho entre homens. Por seu relato fica difícil saber se ele é gay. Ele se preocupa com você, cultiva uma ótima amizade, mas não quer dizer que seja gay…

      Acho que tem grandes chances de você estar confundindo as coisas…

      Abs,
      MVG!

  21. Ola meu nome e Gleyson
    Eu gosto de um garoto q e hetero e ele sempre foi um grande amigo pra mim nesses ultimos 3 anos
    ano passado eu falei pra ele q gostava dele mas mesmo assim ele continuou uma amizade comigo
    ate hj sou apaixonado por ele
    e esses tempos acho q faz uns 4 ou 5 meses uma amiga minha disse q ele me olhava diferente de outras pessoas e agora eu estou confuso ele me olha diferente pq sabe q gosto dele ou pq gosta de mim ??
    por favor me ajude
    bjss

  22. Preciso de ajuda urgente, eu tou passando por esse mesmo problema, me apaixonei por um garoto hétero, tenho 22 anos e ele tem 18, a gente se conheceu essa semana, tipo assim semana passada a gente foi marcar a segunda fase do alistamento militar e eu ví ele só que não rolou nada agir normal só olhei e ficou naquilo mesmo achei ele bonito mais até ai ficou por isso. só que nessa semana dia 25/09 terça feira tava marcado pra todos que se alistaram comparecer a junta militar e chegamos lá todos fizeram os teste ai tem uma hora que eles pedem pra gente aguardar um bom tempo nesse tempo a gente se falou nunca tinha falado com ele eu era o numero 9 ele era o 11 parecia que eu não tinha visto ele semana passada sabe despertou uma coisa que eu não sei explicar eu olhava ele a todo momento olhava desfaçadamente pra ele. ele olhou pra mim , não sei se ele realmente ele é hétero não eu digo pelo motivo das suas atitudes ele tem 18 com cara de bbzão bem alto legal a voz dele é lindo, dai conversamos ele perguntava se eu ia querer servir eu disse que queria mais na hora desistir perguntei a ele tambem ele disse que não ia ficar, depois ele fez um comentário desagradavel disendo assim o paia da aeronáltica é que só tem viado, dei um sorriso meio sem graça mais fiquei na minha a gente ficou bem intimo, dei uns conselhos a ele que se ele não ia querer servir mais fosse se profissionalizar em alguns cursos pq ele era novo ainda , ai marcamos de ver uns cursos juntos ele se ofereceu pra gente ir, nos deslocamos para ir buscar nossa reservista em outro luga um pouco distante de lá, fomos pra outro lugar pagar a multa que foram cobrados lá. tudo ele fazia comigo aquelas atitudes foi me ganhando sei que não deveria ter misturados as coisas mais ele me chamou muito a atenção eu não sei dizer muito sobre paixão a primeira vista mais eu estou louco por ele não paro de pensar nele acordo pensando nele, no mesmo dia do alistamento trocamos numero pq comentamos de ir atraz de curso junto ele tava querendo tambem liguei pra ele como foi o combinado 26/09 passei as informações de alguns cursos e tal e disse que ia pesquisar mais no outro dia seguinte acabei não ligando no dia 27/09 , bom Hoje 28/09 ele deu um toque pro meu celular, retornei pra ele fiquei todo desconsertado ouvindo a voz dele e marcamos de segunda feira dia 01/10 ir em um colégio que ele tá muito afim de saber sobre o tal curso. eu não sei oque fazer tou perdido tenho medo de perder essa amizade que construimos agora. quero ter ele por perto nem que eu goste dele sem ele saber só não quero perder ele quero ser amigo me aproximar queria que ele gostasse de mim, mais intendo que nada é como a gente quer eu tou apaixonado por ele ele é super gente boa Lindo atencioso será que tenho alguma chance de ter esse garoto pra mim não quero brincar com ele quero ter ele pra toda vida se depender de mim! Me ajudem. eu sou bi, tenho sou boa pinta me visto bem tenho atitudes de homem super discreto não dou pinta, qoeu eu faço eu devo dizer a ele que tou gostando dele?

    • Oi Felipe,
      tudo bem?

      Primeiramente, digo para você ir com calma! Está com muita sede ao pote! Você mal conheceu a pessoa e já está a achando perfeita? Ninguém é perfeito, a não ser a imagem idealizada que você tem essa pessoa.

      É bestante precipitado você dizer que se depender de você você o terá para a vida toda! O que vem fácil, vai fácil e acho bom você conhece-lo antes com calma, sem desespero e aflição. As coisas não funcionam assim.

      Abs,
      MVG

      • Obrigado Vou te falar uma coisa, depois que vc me deu esse conselho, penssei bastante e vou seguir, Cbrigado Mesmo, tava muito aflito, muito ansioso, mais suas palavras me fizeram pensar melhor e ir com calma Deus te abençõe!

  23. Bom, eu vivi e ainda vivo essa situação. Primeiramente, eu contei para ele que eu era gay; Ele quis saber com quantos caras que eu já havia ficado, logo depois, como moramos na mesma república, ele entrou no meu quarto e ficou tocando violão. Fiquei num tempo esperando, nesse vai-e-vem de idealizações e platonismo, eu fui me consumindo aos poucos até que criei coragem e contei tudo. Ele disse que nada iria mudar e que as coisas iriam continuar da mesma forma… E continuam. A implicância, as ofensas, a tensão…
    Sério, eu estou há mais de seis meses nessa situação e não consigo me desvincular dela. Fiquei com outros caras, porém é só ele que vem na minha cabeça.
    Ele fica me instigando, sabe?! Provocando-me o tempo inteiro. Se ainda tivesse sido somente eu a pessoa que reparou na situação, mas não foi. Uma dúzia de pessoas já repararam que parece ter alguma coisa entre nós dois, o problema é que ou ele é muito liberal e realmente me adora, ou ele ainda tem problemas para aceitar o que ele é ou o que sente.
    Minha cabeça explode, parece que meu cérebro vai derreter. Depois da conversa em que eu contei pra ele, o assunto nunca mais entrou em pauta. Virou proibido sabe?!
    Teve uma vez em que estávamos estudando, um de frente pro outro na mesa, e ele tombou a cabeça sobre o braço e suspirou e disse: “Cara, eu não consigo estudar contigo na minha frente…”
    Tem muitas coisas que aconteceram durante esses meses que me levam a crer que ele possa sentir algum carinho especial por mim, o problema é que parece que ele não aceita isso… E o pior: eu não consigo me desgrudar ou não rir e ficar junto dele, e vice-versa. É tenso!!!

  24. Em primeiro lugar, nao sei o que fazer. rs Eu vi ele pela primeira vez na rodoviária, nos olhamos nos olhos.. passou um tempo e vi ele no colégio, mas nao havia acontecido nada de mais, apenas achei bonito. Esse ano, acabei repetindo de ano e sou colega dele..(ironia do destino) e ai no começo do ano, eu nem falava com ele, apenas dava uma olhada ali e outra lá.. como fazia com todos, porque não conhecia ninguém. A primeira vez que vi ele me olhando, foi quando eu estava mexendo no meu celular e ai olhei pra frente e ele estava me olhando e quando percebeu que eu vi, ele desviou o olhar.. e assim foi indo durante alguns meses, um olhava, o outro notava e assim seguia. Até que um dia conversamos e viramos amigos. Eu tinha uma queda por ele, mas como nao sabia se ele era ou nao, nunca falei nada.. medo, muito medo. Um dia, minha amiga pediu para ficar com ele e ele nao quis. Achei estranho, mas tudo bem né.. todo mundo pode dizer nao, mesmo ela sendo muito bonita. Em uma outra ocasião, tinhamos a janta da turma, sentei quase de frente pra ele, olhava bem pouco, disfarçando o máximo possivel.. e notei que ele me olhava e me encarava descaradamente. achei estranho. Depois disso, três amigas minhas, sendo que apenas uma sabia sobre mim e sobre eu estar interessado nele.. vieram me falar que viram ele me olhando na janta. e não era olhar rápido, era olhar mesmo.. e eu fiquei surpreso, não achei que tinha sido tanto. Fomos para uma festa juntos.. e não parávamos de nos olhar, fiz ele pagar uma bebida para mim haha, mas foi só isso. Ele com os amigos dele e eu com os meus, uma hora e outra eu olhava e notei quee ele me olhava também.. e mais uma vez em dúvida sobre ele ser, ou não. Até que chegou num ponto que acabei me apaixonando por ele, por conhecer ele, por estar sempre com ele.. ele me chama realmente a atenção. Numa festa, minha amiga disse pra ele que tinha alguém ali que gostava dele e queria muito ficar com ele.. mas que se fosse uma não. não era para ser ”grosso”. não falamos quem era, ele disse todos os nomes de pessoas que estavam na roda e ela dizia: não, não, não.. e ele n se tocava.
    Chegou na segunda-feira na aula.. e entrei na sala e ele olhou pra mim e olhou pra minha colega e ela me olhou e eu fiquei sem entender nada, sentei na cadeira e ele disse: agora eu sei quem é! e ai foi que parecia que ia ter um ataque do coração, olhei pra minha colega e ela disse: Ele sabe! e ai ele ficou quieto e depois ficou normal.. eu mandei bilhete pra minha colega e ele disse: esses bilhetes, eu quero ler e eu não sabia o que fazer. Para completar o maravilhoso dia, chegou na segunda de noite, e fiquei sabendo que tinham inventado uma fofoca sobre mim e ele.. coisa que seria impossível, por que poucas pessoas sabiam que eu gostava dele.. e nunca dei motivos em público para que isso ficasse obvio. Nao sei como surgiu isso.. e ai expliquei que não tinha falado nada e ele disse que tava tudo bem. Depois disso, dois dias, eu fiquei triste, por ter levado um fora de certa forma.. (ele não disse que ia ficar comigo, não disse nada.. ) Fui conversar com ele, e pedi se tava tudo bem, e ele disse que sim e pedi pra ele não romper essa amizade, porque eu tinha medo disso. e ai foi seguindo os dias, eu ali, olhando pra ele e sabendo que não daria certo.. e ele sabendo e sendo a pessoa mais querida do mundo comigo. Como se nada tivesse acontecido, como se um guri gostar do outro fosse totalmente normal( é normal, mas de outra forma, espero que tenham entendido).. passou os dias e dias.. e ai fomos numa festa juntos e ele pediu para ficar com uma amiga minha e eu fiquei super triste, tanto que não me aguentei de todo esse tempo e chorei tanto e ele viu.Mandei um texto todo preocupado por ele estar doente e dizendo que ele podia confiar em mim e não me respondeu. Hoje, nos falamos normal, mas gosto dele ainda.. realmente gosto dele e queria tanto saber o que ele pensa sobre mim, sobre a vida. sobre tudo. porque serio, eu faria de tudo s’o pra ter um beijo dele. Um misero beijo. e as vezes parece que isso ‘e muito, sabe? Ser’a que tenho algum tipo de chance? Porque hétero ele não pode ser.

    • ola Diego
      Assim eu acho q ele deve gostar de vc
      sinceramente nenhum cara encara o outro sem estar com alguma coisa na cabeça , cmo vc disse era uma olhada mesmo
      se for assim ele deve gostar de vc ou esta afim de vc
      mas eu acho q ele tem medo q outros descubram e zuem dele ou façam fofocas dele
      eu tambem sou assim eu gosto de um garoto a 2 anos e ate hj eu tenho uma amizade muito legal com ele, ee sabe q eu gosto dele e mesmo assim ele continuou a amizade cmigo , e esses tempos uma amiga minha me chegou e disse pra mim q ele me olhava diferente das outras pessoas , ate hj nao sei se ele gosta de mim
      minhas amigas dizem q acham q sim mas eu nao tenho certeza , bom
      voltando q eu saiba ,um cara nao ola pro outro a nao ser q esteja afim , mas talvez ele nao qeira assumir por vergonha ou medo do que os outro vao pensar ,
      espero ter ajudado

      • Oi Gleyson!

        Pois, várias pessoas já vieram me dizer que talvez ele nao fale nada por medo do que os outros vao pensar.. já pedi pro melhor amigo dele se ele desconfiava que ele fosse gay. Ele disse que sim.. mas n tinha certeza. O Eduardo sempre foi muito fechado.. acho que com todo mundo. SE ele for, queria muito poder ajudar ele.. ainda mais que ele nao tem ninguém para conversar.. é o que me parece pelo menos. Uma coisa que ele faz, me encomoda muito e me deixa sempre com mais dúvidas.. sempre fala de guria. Que quer pegar essa, aquela e bla bla.. mas n pega. Juro que nao entendo… to pensando em até desistir de vez e deu. e Obrigado pelo comentário… toda ajuda é bem-vinda. :)

      • vou deixar uma dica tenta conversar com ele vai indo com calma
        aposto q ele fala a vou catar essa ,e essa tal … mas nun cata pq ele qer disfarçar por isso ele fala
        tenta ir conversando com ele ate chegar um ponto q vc sabera oq fazer depois tenta ficar o mais proximo possivel dele
        pelo q vc descreveu nun cata nenhuma q ele fala , uma hora ele vai seder a vc dependendo do seu companheirismo ,
        bom eu acho q vai dar certo todo amor tem q ser vivido
        ahh me passa seu MSN se tiver qem sabe nao nos ajudamos né kkk
        abç

  25. Ola pessoal.Estou muito apaixonado pelo meu professor de nataçao,ele é mais velho q eu e me trata muito bem apaesar de nos conhecermos a pouco tempo.O problema é que sofro muito toda vez que estou com ele,machuca saber q vc nao pode estar o tempo todo com o pessoa amada.Decidi parar de ir pra academia pra nao ver ele mais,ver se consigo esquecer.Aceito sugestoes.Abraços!

  26. Bom… Eu sou gay não assumido e estou apaixonado por um menino hetero do meu colegio, ele estar no segundo ano e eu no primeiro. Ele estar namorando com uma menina, uns dizem que ele tem pinta de ser gay. O problema é que eu nunca falei com ele, a unica coisa que eu sei é que ele sabe que eu existo. Esse amor platonico ja tem um ano. Não sei mais o que fazer, penso nele todos os dias. Quando passo ao lado dele fico nervoso, minhas pernas ficam bambas. Não sei se é amor de verdade por que eu nunca senti isso por ninguem. As vezes eu penso em ter coragem e falar toda a verdade pra ele. Sempre quis namorar serio e sonho com isso!
    Sera que alguem pelo menos pode me aconselhar??

    • ola wanderley
      bom eu acho q todo amor semrpe começa de uma amizade entre 2 pessoas
      no caso tente se aproximar dele, construir uma amizade com ele para ficar maus proximo e com um tempinho vai ficando mais intimo ate dizer oq vc sente por ele
      espero ter ajudado !

  27. Minha situação é um pouco diferente das demais que li acima, porém foca o mesmo assunto, paixão pelo amigo hétero.
    Tenho 30 anos, sou gay discreto e conheci à um ano e meio atrás um menino hétero de 20 anos no chat de minha cidade. No momento em que começamos a conversar no chat já deixamos claro o que cada um de nós procurava ali, mesmo assim começamos uma linda amizade.
    Nos tornamos grandes amigos, confidentes, quase irmãos. Mas sempre com muito respeito um pela sexualidade do outro. Ele sempre deixou claro que jamais aconteceria algo entre nós dois.
    No entanto quanto mais vivíamos juntos tanto mais eu me apaixonava por ele. Era o menino dos meus sonhos, perfeito até nas imperfeições.
    Fazíamos muitos programas juntos com outros amigos nossos. Tenho outros amigos héteros, gosto muito da amizade deles, são sinceros e respeitosos.
    Como nunca conseguiria mudar a sexualidade de meu amigo, sempre torci pra ele encontrar uma moça de quem gostasse muito e fosse muito feliz, falava sempre isso a ele.
    Porém chegou esse dia, ele começou a namorar recentemente uma moça, e aí começa meu dilema.
    Sinto que ele já não me dá mais tanta atenção como antes, e comecei cobrar isso dele. Comecei a ter crises de ciúmes, e ele deixou claro que se eu continuar assim acabarei perdendo inclusive a amizade dele. Chorei muito por causa disso e pedi pra ele não me abandonar como amigo. Ele garantiu que isso jamais passou pela sua cabeça, mas que só depende de mim a nossa amizade continuar normal. Minha vida tem sido um desgosto só nesta última semana. O que eu faço pra parar de sofrer, inclusive pra não sofrer com o distanciamento dele?

    • Hey, Alex!
      Tudo bem?

      Para você ver que as coisas das emoções a gente não controla.
      Minha sugestão é que você dê um tempo com esse amigo! Enquanto as coisas estiverem confusas ou misturadas na sua cabeça é o melhor a se fazer.

      Amizades temos a vida toda para construir com outras pessoas. Mas ficar encanado em um amigo heterossexual não é digno com você!

      Abs,
      MVG

  28. Esta acontecendo a mesma coisa comigo,mais é uma paixão ou sei la o que,no dia em que fui assinar contrato na empresa em que eu consegui emprego eu o vi,ele sentou na minha frente e fiquei olhando ele pelas costas,ou seja,minha função ali não foi mais assinar contrato,foi ficar apreciando ele. Ate ali foi só uma coisa de olhar mesmo,no dia seguinte por coincidência chegamos no mesmo horário no banco do Brasil,onde fomos abrir uma conta,mais nem nos falamos,ai na terça-feira agora (16/10/2012) começamos a trabalhar,ai tivemos que nos apresentar na sala,quando ele disse o nome dele eu nem disfarcei,peguei papel e caneta e anotei no caderno,foi o primeiro nome que eu gravei na mente mesmo sem nunca nos falarmos,mais nesta terça-feira não nos falamos,e o pior é que comecei a ficar paranoico,ciumes de alguém que eu nunca tinha conversado,o máximo que fiz para ele foi um sinal de “positivo” com o polegar,por que eu estava tao nervoso de ir falar com ele,fiquei com medo de apenas dizer “Oi” e ele desconfiasse que eu estava curtindo ele. Cheguei em casa muito mau,com raiva de mim mesmo por ser tão “frouxo”,mais me decidi a falar com ele na quarta-feira,mais uma vez não consegui,eu tentei dizer algumas coisas,entrei em algumas conversas em grupo em que ele estava,mais ele nem me respondeu,soo no final do dia eu tive uma surpresa,eu estava indo para o ponto de ônibus e vi ele la,rapaz meu coração foi a mil fiquei me perguntando “o que vou falar ? preciso puxar assunto”,ai eu cheguei comecei a falar coisas com sentido,mais ai não tínhamos mais assuntos e acabei ficando calado e ele tambem,a voz dele parece musica,cada letra que saia da boca dele me deu uma sensação tao gostosa. Ontem (quinta-feira) foi o melhor dia,como eu tinha visto ele no ponto de ônibus na quarta-feira eu tomei a decisão de que tínhamos que sair juntos do trabalho na quinta-feira,ai cheguei perto dele e falei “ai cara, já que vai para aquele lado podemos ir juntos ? fiquei com medo de passar ali sozinho”…quando eu falei o “fiquei com medo” eu me senti tao idiota,ai cortei logo e sai,quando terminou o dia fomos juntos para o ponto de ônibus,conversamos tanto,eu tentei não deixar a voz tremula mais fiquei tao nervoso em estar ali do lado dele,as pernas não estavam respondendo muito bem e quando fico nervoso a minha memoria fica falhando,acho que ele me achou um idiota.Bom,mais nesta quinta feira eu vi que ele é aparentemente um bom rapaz,doce, amigável e o principal,desde que eu o vi ate o dia em que ele falou pela primeira vez na sala eu desconfio que ele é GAY. Mais a coisa é,e se não for ? e se for e tiver namorado ou e se for não tiver namorado mais não me curtir ? são tantas coisas que se envolvem nisso ai.

  29. Eu já me apaixoneI por um amigo na escola. Na verdade ele foi o primeiro e o melhor amigo que eu tive. Eu tinha 14 anos quando eu o conheci e ele 15, mas quando eu o encontrei eu senti que minha vida havia começado . Ele era gentil, brincava comigo, e ao contrário de outros meninos que me xingava por ser diferente , ele não me rejeitava , e até o fato de ele trabalhar em uma oficina me fascinava. Cada dia que passava eu sentia uma coisa forte por ele, ele me cativou por completo. Eu não parava de pensar nele, só queria estar perto dele. Houve um momento que nós brigamos e ficamos sem se falar por um tempo, desde então, fiquei doente, mas depois voltamos a se falar . Mas tudo mudou quando ele começou a namorar com uma menina e ai ele se afastou de mim e eu me afastei dele, eu superei a dor, mas até hoje tenho lembranças vivas dos momentos que passamos juntos.

  30. Estou vivendo exatamente isso , eu me apaixonei pelo meu melhor amigo =(
    eu tento esquecer ele mais não consigo ,fiquei um tempo sem conversar com ele pra tentar esquecer ele mais não conseguia , a cada dia que passa amo ele mais e mais ,não tenho coragem de chegar e falar pra ele tudo que sinto ,tenho medo da reação dele ,queria poder esquecer ele para não sofre mais ,mas acho que não consigo ,enquanto isso vou sofrendo calado =(

  31. Oiii…..gostaria de ajuda
    Sou apaixonado por um amigo meu desde o ensino medio, fazia +/- uns 2 anos que a gente não se falava pq ele começou a namorar uma menina no terceiro colegial, acabamos a escola tomamos cada um um rumo e alguns meses atras me reaproximei dele, ele estava namorando porem ja largou, e ele não para de me mandar msg. (ex lindo, bjo na boca, bonitão) porem ele não sabe que sou gay, talvez desconfia do meu jeito mas nunca contei a ele!
    Quando estudavamos juntos tinhamos mta intimidade e ja fizemos mtas brincadeiras que não sei se garotos heteros fazem uns com os outros!
    Gostaria de saber se ele é gay ou se ta só brincando comigo!!
    todas as pessoas ao meu redor que sabem das coisas que ele fala pra mim e ja viram ele dizem que ele é gay mas na minha cabeça ele só gosta mto de mim mas como amigo!
    Amigos meus que nem sabem que sou gay ja falaram que ele me olha de um jeito mto estranho como de admiração, e eu ja percebi que ele gosta mto de relembrar historias do nosso passado, coisas que vivemos juntos na nossa adolescencia!!!
    Alguem pode me dar uma opnião???

    • ola Feh
      eu acho q ele deve ser pois se ele te olha com admiração ele deve gostar de vc
      tenta ir vendo isso com calma com ele pois as vezes pode ser brincadera de amigo , mas pelo q vc contou ai acho q de alguma maneira ele gosta nao so como amigo , mas tbm pra algo mais !!

  32. Eu estou amando de verdade msm meu amigo hetero, tanto que prefiro esconder e telo apenas como amigo. Pelo que eu sei ele tem um certo grau de preconceito contra homossexuais, porem um outro amigo em comum as vezes acha que ele e gay. Em resumo, eu nao posso contar nada pra ele pois perderei a sua amizade que é muito importante pra mim. Nao sei o que fazer pois esta doendo muito nao podr toca lo, abraca lo, beija lo, e assim ficar bem proximo dele. So queria uma orientacao, pois nao tenho com quem conversar sobre isso, e sozinho nao chego a uma conclusao. Obrigado e você faz um ótimo trabalho aqui :)

    • Oi Rafael!
      Tudo bem?

      Bem, costumo indicar as pessoas para que conheçam melhor os “pretendentes”. Não sei qual a sua idade, mas quando se é adolescente, entre os 12 aos 18 anos fica bastante complicado aconselhar pois as pessoas ainda estão entendendo e descobrindo as relações sexuais. De qualquer forma, tente conhecer bem a pessoa, trocar ideias, para ver o quanto é aberta a cabeça. Uma coisa é se assumir gay, outra coisa é dizer que está apaixonado. Poderia, por exemplo, depois que ganhar confiança falar da sua sexualidade antes de mais nada.

      Mas é bastante complexo se envolver por homens heterossexuais. Se ele for realmente heterossexual, melhor partir para outra. Quando assumimos e a coisa não vem normalmente rola um desencanto.

      Abs,
      MVG

  33. Diante de tantos depoimentos, resolvi contar o meu tbm, tenho 48 anos sou homossexual mais nunca me assumi por medo do que os outros iriam pensar, pura ignorância minha, hoje aos 48 anos sou uma pessoa frustada, que passei a vida apenas cuidando dos outros e nunca me deixei viver o que realmente sou, mas a dois anos me apaixonei por um amigo que é casado, e que trabalha comigo, a princípio guardei esse sentimento comigo, mas depois conversei com ele, disse que embora o tivesse como amigo (ainda o tenho), me apaixonei por ele, disse que meus pensamentos eram só dele, tipo, o que esta fazendo agora, com quem esta conversando, sera que esta pensando em mim, etc, enfim ele ouviu, e a princípio ficou calado, depois veio conversar, disse que gosta muito de estar comigo, mas como amigo, que se importa, que sente minha falta, que não gosta de me ver triste, enfim foi sincero, mas doeu muito, mesmo assim alimentei essa história, mandava sms dizendo que o amava, que ele sempre vai ser o meu russinho (ele é louro), sempre comprava algum coisa para ele, acho que no fundo era uma maneira que eu usava pra ele ver que eu me importava e me importo com ele, mas junto com o amor veio o ciúme, não consigo ver ele com outras pessoas, fico chateado, e ele percebe pois mudo logo a maneira de trata-lo, e é nesse ponto que me perco, pois ele tenta de todas as maneiras fazer como que eu volte a ser a mesma pessoa, diz que eu esqueci dele, que não o chamo mais de meu russinho, que não digo que eu o amo, o que faço, ja tentei me distanciar, de exclui-lo da minha vida, mais não consigo, sei que esse amor nunca vai se realizar, tbm não quero fazer a esposa dele sofrer por minha causa, na verdade queria ter alguns momentos com ele, por algumas horas acreditar que ele era só meu, tudo na maior discrição, enfim esse sou eu. Então amigos, não façam como fiz da minha vida, se assumam, sejam felizes, se respeitem, pois apesar de eu ser uma pessoa integra, honesta, trabalhador, me julguei inferior aos outros por causa de minha orientação sexual.

    • Marcelo, boa noite! Me chamo Alisson, sou transexual em transição MTF aos 37 anos!
      Bem, li seu depoimento e não pude passar sem lhe falar.
      Amigo, nunca pense que ja é tarde, pois não é, se vc não se assumiu ainda, pense melhor no assunto pois ainda dá tempo de vc ser muito feliz, veja meu caso, resolvi fazer minha transição a pouco tempo, estou tomando hormonios tem 07 meses e esta acontecendo mudanças incriveis no meu corpo, eu pensava que pela idade eu jamais me tornaria uma mulher como eu sempre quis, e não é isso que esta acontecendo, veja que sou uma pessoa com muitos pelos no corpo, e estão caindo muito, meus cabelos estão enorme agora, grandes e lisos, a barba ainda é um inferno mas ela esta começando a parar, estou com uma pele linda, clara, parece que entrei na fonte da juventude e muitas outras coisas boas que eu tanto queria estão acontecendo. Pense melhor em vc mesmo e viva sua vida lindamente!
      Bem, quanto a questão do BOFE HETERO, saiba de uma coisa, eu nunca gostei de sair com homens mais novos, sempre homens mais velhos, muito mais velhos, e todos eles eram e são HETEROS, sempre casados, mas ai mora o mal, eu tive e ainda tenho um relacionamento com um homem hetero que me fez sofrer muito, muito mesmo, com ctz ele não estaria comigo se eu não fosse muito feminina, pois é isso que os heteros querem, querem que sejamos o mais feminina possivel, acho que eles procuram nagente, aquela feminilidade que não encontram em suas mulheres e desejos sexuais que não possuem com elas, no seu caso, eu diria o seguinte, se este cara for mais novo que vc, abra seu olho, se for mais velho tb, ele vai usar o charme dele para lhe provocar sempre, para lhe atiçar e ver se vc toma iniciativa, pode ser que ele não queira nada, mas pode ser dependendo da idade dele que ele tenha muita curiosidade, afinal sabemos que os heteros vivem a vida inteira comendo suas mulheres e quando aparece uma coisa diferente eles vão logo atras para ver o que acontece, falo isto por experiencia propria, eu sempre sai com homens HETERO e por incrivel que seja, so consigo me relacionar com este tipo de homem, neste momento eu estou com 3 que não querem me deixar em paz, acho que vc tem de “provar o biscoito”, se vc ver que não é isso que vc procura, dê um tchauzinho e mande o bofe passear pois ele vai SEMPRE lhe provocar, eu conheço este tipo de homem e sei o que estou lhe falando, jamais queira sofrer por alguém assim, eles não meressem, se ele gostar do babado tenha ctz que ele não vai largar do seu pé, tenho ctz disso, portanto faça tudo que vc puder para ver o que este BOFE realmente quer, se vc ver que ele não quer nada, bye bye
      Detalhe, não se esqueça que bofes assim, HETEROS, jamais vão largar a mulher por nós mesmo se vc fosse outra mulher, jamais, eles teriam a nós sempre para fazermos exatamente o que a mulher deles não faz na cama ou em qualquer outro assunto que caiba vcs 2 , posso estar errada, mas em 100% eu te dou ctz que 99,5% estou certa em tudo, pense nisso! Espero que vc seja muito feliz pois vc merece, tenho ctz disso, vc deve ter um coração enorme, parabéns a vc! Beijos!

      • Amigo,obrigado por suas palavras, pelo seu carinho em se dispor do seu tempo para me mandar palavras positivas,tbm desejo que vc seja muito feliz,juro que cheguei a me emocionar com suas palavras,é difícil hj em dia encontrar pessoas assim como vc, que Deus ilumine sempre seus caminhos,beijos, e mais uma vez obrigado pelo seu carinho e sua atenção.

  34. Bem eu também me apaixonei por um amigo hétero meu, mas eu o contei o meu sentimento depois de 3 anos o conhecendo e tendo algumas experiencias com ele, mas na hora que contei ele se afastou de mim, as vezes não fala comigo e até ri de meus sentimentos, para ele o “ser gay” é só fazer sexo com pessoas do mesmo sexo pegar aids e morrer, ele nem suspeita que meus sentimentos são verdadeiros, já enviei varias mensagens dizendo “eu te amo, durma bem” e ele sempre ria disso e mostrava aos outros amigos dele e até hoje gosto dele mas não tenho coragem de conversar mais com ele.

    • Sei que é difícil, mas tente esquecer pois esta pessoa não é seu amigo, nem te respeita, se ele tivesse algum respeito por vc, não mostraria sms para ninguem, e nem ficaria rindo.

  35. Tenho um fato um tanto engraçado, conheci ele no dia do meu aniversário neste ano (em maio), teclávamos pela internet a um bom tempo e ele sempre querendo me conhecer, até que o certo dia o convidei justo para o “meu” dia. Ele estava com uma menina que se dizia “ficante” realmente era, até hoje eu e ele temos amizade com ela, é super tranquilo.
    Logo depois de nos conhecermos, já se tornamos amigos, se via todos os dias nas horas de lanche do trabalho, marcávamos um cinema após expediente e assim por diante, com todo respeito por ele, sentia algo de vez em quando, mas não demonstrava porque naquele momento, pra mim, queria mesmo era a amizade dele. Era mais fácil por brincadeira (com um fundo de verdade) ele me abraçar, fazer carinho e dizer que me adorava do que eu fazer isso com ele, que seria natural da minha parte por ser gay.
    O tempo passou um pouco, mesmo assim estávamos se vendo ainda, se encontrando, todos já começaram a comentar com reciproco preconceito tanto da família dele e uns amigos. Mesmo assim, o que foi me encantando e me fazer me apegar mais ainda é que um certo dia, de uma conversa sentimental, me olhou nos olhos e disse que nunca me abandonaria, que não estava nem aí para que os pais deles iriam falar ou os amigos, ele queria apenas ficar ao meu lado.
    E sempre nessas ocasiões ele sempre contornava, sempre achava um jeito pro problema, e pra nós ficar bem, naquela sinceridade e sem malícias.
    Mas isso foi alimentando ainda mais o meu sentimento por ele, das atitudes, do comportamento franco e inocente.
    Quando me vi totalmente apaixonado por ele, me afastei um pouco. Não por muito tempo porque ele me procurava, todos os dias, me ligava e era o único a me fazer rir conversando pela internet.

    Não me contive e contei que estava apaixonado.

    Ele viu aquilo de uma forma tão natural que parecia que da parte dele também seria isso, mas no fundo, após nos vermos novamente, ele foi sincero a me olhar nos olhos a me falar, que seria o homem mais feliz do mundo se fosse gay e ficasse comigo, mas infelizmente ele não era. Me pediu desculpas e se levantou.
    Sofri um pouco com a situação, na mesma noite ele me ligou falando que estava a caminho da minha casa, lá ele ficou e dormimos juntos, na mesma cama. Não aconteceu nada, se é o que estão pensando, mas a noite inteira ele ficou exitado, mas em nenhum momento eu quis “aquilo” estava totalmente respeitando a escolha dele, “eu” não queria apenas sexo, eu queria amor, por isso no fundo, acabou não acontecendo.
    Ficou por isso, só estávamos um pouco afastado “envergonhado” pode ser a palavra certa, por não ter acontecido o que ele queria.

    Nesta terça-feira, dia 06 de novembro de 2012, tivemos o primeiro contato sexual. Foi legal, divertido, até conversamos depois de tudo, achei super tranquilo.
    Mas aquela “chama” lá no início, não se acendeu. Pra mim, não consigo mais ver ele como homem, não consigo ter “amor” como homem por ele.
    Gosto apenas, na mais pura e verdadeira amizade.
    Tenho medo de magoa-lo por isso, ele demonstrou ter gostado bastante, me elogiou, me acordou na mesma noite fazendo carinho em meu cabelo e cantando música inglês (tudo errado, mas cantou rsrs) já me mandou mil mensagens dizendo que esta com saudade, não sei realmente o que fazer se ele se apaixonar.

    Aguardo uma saída. Obrigado leitores.

    • Ola Jr
      entao eu gostaria de lhe dizer q eu acho q vc deveria começar a olhar pra ele de um jeito de modo amigavel , mas eu acho q vc deveria tentar alguma coisa com ele pq ele ja demontrou e muito q gosta de vc , ele dizendo so , nao vai adiantar e ele desenvolveu um sentimento grande sobre vc , a decisao e sua obvio , mas eu so quis deixar a dica pq hj em dia , ta dificil achar alguem pra ter um amor de verdade !

  36. Estou eu voltando aqui para dividir mais duvidas da minha parte!!
    Meu amigo continua me olhando de uma maneira diferente, mandando msg chamando de lindo, vai jantar comigo as vezes no trabalho, me leva pra casa quando n posso pegar o carro ou durmo na casa dele e ele na minha, porem outro dia estávamos em um churrasco com algumas amigas minhas e uns 2 amigos dele e 2 amigas dele porem eu conheço todos eles e ele tbm conhece minha amigas, fui pra um local mais afastado das outras pessoas com ele e uma das minha amigas, ela pra me ajudar falou que ia buscar algo para beber só pra deixar a gente a sós, bom ele veio tao perto de mim que achei que iria me beijar, mas não beijou, ai resolvi dar uma leve investida, me aproximei dele bem de leve só dei uma encostadinha nele e ele vira e fala assim: para de me encoxar!
    Ele disse num tom mto de boa nd serio, aii dei uma retraída e fiquei na minha, mas ele insistia em me dar leves provocadas como uma passadinha de pé na minha perna por baixo da mesa, olhares com ternura e admiração, bom isso foi uma das coisas que me deixou em duvida sobre a encoxada!!(risos) a outra coisa que me deixou na duvida foi a gente no carro com os amigos dele ai estávamos comentando sobre pessoas que bebem e perdem a noção sobre essas coisas de gays e lésbicas, ai ele vira e fala assim: eu nunca dei em cima de nenhum homem quando eu estou bebado.. ok, fomos pra balada o amigo dele pegou uma menina e ele foi dançar com uma amiga da menina que o amigo dele estava ficando, no final ele acabou n pegando ela só que antes deu saber disso a gente estava passando e uma menina me agarrou e me beijou e eu fiquei com ela, sem querer mas tbm pra dar uma leve provocada e ele vendo tudo, ai hj ele esta todo carinhoso comigo, me mandu msg assim: eai GATO em casa?
    e me tratando super lindinho me deu uma boa noite lindo!!!
    Alguém poderia me ajudar mais uma vez?!?!?!
    Não aguento essa duvida, todo mundo fala que ele esta afim de mim, mas quem não esta vivendo isso não sabe direito queria a opinião de alguém que vive o mesmo drama que o meu!

    • OLA FEH

      MEU AMIGO ALGUMA COISA , NAO MUITAS PESSOAS JA VEM E VC NAO
      O GAROTO ESTA AFIM DE VC !! , olha ele manda mensagens carinhosas , ele te trata bem , nessa tal festa qando vc tava com outra pessoa ele nao parava de olhar pra vc (CIUMES NO CASO) e te trata com o maior carinho.

      olha eu nun sei mas eu acho q pra vc ter uma certeza definitiva vc vai ter q dar um beijo nele
      me desculpa mais e o jeito , ou se nao tenta conversar com ele , mas sinceramente eu nao qero parecer chato ou entrometido ou coisa parecida mas ja ta na hora de vc dar um beijo nele e tirar as suas duvidas pois ja ta na hora de perder tempo e ficar com o garoto kkk

      ou isso ou se aproxima mais dele mas bem pessoal mesmo (nao o sexo , e conversa ta)

      ESPERO TER AJUDADO
      ABRASS

  37. Eu sei que sou gay, mas não assumido, e ninguém nem desconfia que sou. um atual amigo, veio morar na minha cidade dois anos atras, ele é do meu grupo de amigos, mas nunca fui muito amigo dele, só falava com ele quando estávamos em grupo, na verdade, alguma coisa nele me incomodava, eu detestava ele, e sempre quis que ele voltasse de onde ele veio, detestava ele, e todos no meu grupo de amigos sabem, mas uns 6 meses atras percebi que eu não tinha raiva dele só gostava dele e de algum modo não queria aceitar, pois a dois anos atras eu ainda estava confuso desse negocio de ser gay, e não acreditava muito em relacionamentos homo afetivos, até assistir uma série de tv alemã que me mostrou quão puro e bonito é o amor entre dois homens, então eu me dei conta que estou caidinho por ele quando saímos pro circo com nossos amigos, ele estava tão radiante e me chamava atenção, todo lugar que vamos em grupo ele é oque me chama mais atenção, como se eu tivesse lá apenas por ele. Todo dia penso nele, todo dia mesmo sem exagero, eu tratava ele com friesa mas agora o trato com alegria, estamos nos falando mais, e nos achegando mais, e ele não sai da minha cabeça, tentei esquecer mas não dá… não sinto apenas atração sexual por ele, muito mais sentimental, quero ele do meu lado, o sexo é o extra pra mim não tem tenta importância com ele… só quero ele comigo, e não sei oque fazer.

  38. Estou passando por essa situação so que o maldito hétero que eu me apaixonei é da minha sala de aula do ensino medio eo pior é que ele é desses tipos de cara que se acha. ele é jogador de futebol,basquete tem mo corpão :s a maioria das meninas da minha sala ficam suspirando por ele. eo pior é que as vezes na sala ele fica olhando pra mim de um jeito estranho que as vezes me faz duvidar dele. so que por algumas coisas que ele fala e faz parece ser muito machista,chato etc so que não tenho coragem de chegar nele pois ele é do tipo de cara que gosta de zoar fica tirando com a cara dos outros . eo ruim é que eu amoo esse desgraçado ja faz a 3 anos. é minha familia não sabe que eu so gay. um dia eles falaram que preferia ter um filho morto do que um filho gay por isso não me assumi.
    Não consigo tira esse maldito da minha cabeça não sei mais o que eu faço.

    • ola eu sou danielson tavares , sou de cabo verde , eu ja passei por o mesmo sintuacao, mas eu nao foi longe , eu deixe essa pessoa a vontade, depois ele me perguntou ja era tarde , eu contei para minha familia eles nao aceitou nunca , mas eu como mimha familia continuamos com a mesma relacao , que eu mundei de lugar mais longe para viver a minha vida , ate hoje ainda estou so, estou a procura de um pessoa de confiar para me fazer feliz., para mi eu espera que vc continu a carregar a que maldita coisa , mas confia em ti mesmo , vais que consegui otropassar .

    • ola gabriel
      primeiramente vc deveria caso nao tenha começar uma amizade com ele pois a aproximação e o primeiro passo
      vc deveria ir conhecendo ele melhor
      se vc o ja conhece no caso a paixao ta durando 3 anos meu qerido
      ta na hora de tomar uma atitude e alias se ele fica te olhando na sala e pq alguma coisa por vc ele tem , so nao sei definir pq eu nao sei cmo exatamente ele te olhou , mas tente se aproximar ou coisa assim , eu tbm sofro por causa disso , e o pior e q o menino sabe , hj ainda ele me olhs diferente dos outros , agora nao sei se e pq ele sabe q gosto dele ou coisa assim
      mas eu acho q vc deveria tentar
      afinal qem arrisca nao petisca kkk !

      ESPERO TER AJUDADO
      ABRASS

    • ola gabriel sou gildevan sou seu amigo vil. eu nao sei esplica gabriel o que que nos tem que nos so si apaixona por minino da nossa classe eu estou com este mesmo problema com gostoso que estuda com migo ele olha deferente pra min eu sinto que e romantismo uma ves ele me chamou de meu bem mas depois fiquei triste porque eu vie ele beijando o diabo de uma menina. gabriel nossa situacao e toda parecida eu tambem sou gay 6 anos mas minha familha nao saber eles ja falarao que se tiverse auguem da familha gay, viado, homaxexual ou qualquer coisa assim eles podia ater matar porisso que eu nao me assumie ainda ta vendo como nosso caso e bem parecido mas vamos continuar na luta gabriel beijos ………..com abracos………te amor thial.

  39. Passei a tarde toda lento e relendo os comentários de vocês galeras ! Peguei todos como conselho, afinal sou novo ainda, 15 anos , mas essas coisas acontece, não importa a idade. E se isso chegar acontecer comigo, pode ter certeza que usarei todos esses conselhos (: Amo o Blog MVG !

    • oi nino voce leu tudo e voce tem esperiencia me ajude eu tou apaixonado por meu amigo pedro e nao sei se ele me quer ele me olha deferente e me trata com carinho mas nao da demostracaqo que realmente me quer voce pode me ajuda …………………..thial abraco

  40. eu estou passando por este mesmo problema no conmerco deste ano de 2012 eu comercei a estudar e na minha clarce tinha um menino lindo que quando vie ele pela prinmeira ves eu ja sentie algo estranho entre ele e eu a gente comerco a converssa e tudo ia dando certo mas pra o lado xexual a gente nao tocava em assunto depois eu estava na porta e ele ia passando e falor oi meu bem vamos tomar agua a ir pronto ele tinha um silme das minhas coisa ele nao permitia niguem falar de min e nao deixava ai eu sinto que ele queria auguma coisa comigo mas agora eu sinto que ele nao dar mas liganca pra min so divesnquando ele olha muinto pra min mas nao sei ne eu ainda nao esquecie ele e aicho que nem ele me esquerceu os maigos nosso eles disem conmigo cader o nanmorado ai eu falo que eles desem pedim como e que tu saber disso ou sabendo ue mas ele nunca demostrou pra min que e gay mas os colegas disem que ele gosta de min mas tenho medo de chega a falar com ele e perder a minha amizade com ele
    e ai me ajudem nesse momento deficio por favor

    • Gildevan, boa noite!
      Não pude deixar de ler seu pedido de ajuda pois recebi em meu site de email uma notificação do seu pedido de ajuda!
      Bem, eu tenho muita experiencia no que diz respeito a homens heteros e falo com plena convicção para vc, só tem 2 possibilidades, veja em qual vc se encaixa. 1) Vc é um gay afeminado e por consequencia o seu amigo hetero se apaixonou por vc, esta situação acontece muito, aprenda, se o rapaz é verdadeiramente hetero ele quer que vc seja feminino e ai começam os seus problemas, vc tem de assumir esta situação para que ele siga adiante em seu caminho, mesmo que ele seja hetero ele pode gostar de vc sem ter de assumir publicamente isto, mas tenha ctz se ele é hetero ou não! 2) So podem haver duas condições aqui, ele pode ser Bissexual ou homossexual, depende como vc encherga ele, e isto não faz diferença se vc é gay afeminado ou não, depende do gosto dele, para que role alguma coisa é necessario uma longa conversa entre vcs, vc precisa ver isto!
      Andei dando alguns conselhos a outro amigo la em cima o Marcelo, depois leia o que escrevi para ele e vc entendera melhor!
      Aprenda o seguinte, para vc falar de heterossexual implicitamente vc tem necessariamente de ser gay afeminado, caso não seja, não vai rolar nunca, e se rolar, ele não é hetero pode ter ctz, saiba, os heterossexuais buscam algo feminino nunca masculino! Falo isto com plena convicção!
      Espero ter lhe ajudado!
      Beijos!

  41. Oi,

    A minha situação coaduna-se à lançada no texto; o diferente
    é que ele é cristão, filho de pais Missionários… Talvez eu percebi
    algum olhar diferente dele a meu respeito, mas não sei se devo,
    já, conversar com ele sobre isso. Trabalhamos na mesma empresa,
    e, graças a isso, não tenho me concentrado no trabalho e meu rendimento
    caiu drasticamente…
    Ajuda-me! “/

    • Gabriel, bom dia!
      A situação é muito dificil esta sua, ainda mais se ele tem algum traço ligado a religião! De qualquer forma não é impossivel pois eu ja tive um pequeno “namorico” com um evangelico, mas acabou por ai mesmo devido nossas diferenças religiosas! Gabriel vc é gay afeminado? entenda, se esta pessoa for hetero de verdade vc vai precisar ser totalmente feminino com ele, para que talvez ele possa corresponder a vc, caso vc não seja, esqueça, pois um hetero jamais vai querer saber de sua masculinidade! Tenho ctz

  42. ola pessoal alguem me diz qualauer coisa, eu tb apaixonei por um heter no meu local de trabalho mas ele nao sabe de nada e ninguem no meu local de trabalho sabe se eu sou gay ou nao. estou na duvida se eu posso falar para ele ou nao; pq sempre que estamos a trabalhar junto ele fica sempre a me olhar com os olhos bem fundo nos meus; eu nao sei o que fazer . alguem me diz algo que eu posso fazer

    • Dani, sua situação não se difere das demais que tenho visto, vc precisa entender que, se vc pretende ter um relacionamento com um hetero, logo, vc precisa ser gay afeminado e assumido, pq do contrario, ele jamais vai se interessar por vc, entenda a sua situação, se vc não é este tipo de gay, logo vc jamais tera algum envolvimento com homens heteros, pode ter sim, mas com alguns homens bissexuais e homens homo

  43. Eu me apaixonei pelo meu amigo que é hetero, ele é da minha sala e sabe que eu gosto dele. Sofro muito por isso, até penso em me matar, pois, minha vida sem ele não é nada. Eu faço tudo por ele, tudo mesmo. Ajudo ele muito e ano passado ele passou de ano pq eu que passava respostas pra ele. Ele sabia que eu amava ele ano passado e mesmo assim dizia que era meu melhor amigo ( não sei se era pelas respostas, mas eu não penso assim) e até na viagem de formatura, quis andar no parque comigo, eu tenho 17 anos e ele 15. Ele sabe que eu gosto dele,pois, perguntam na ask: o que vc sente pelo paulo? pq vc nao se distancia?: e ele sempre responde, cara pare com isso, só pq uma pessoas é homossexual que vc tem que parar de falar com ela, eu não sou gay, mas repeito. Não sei se ele sabe que eu amo ele demais ainda, mas eu faço tudo por ele ,pra ver ele feliz, e quando eu digo tudo, é tudo mesmo. Ele nunca vai encontar alguem que ame ele igual eu, eu amo demais ele. Sofro muito, fico vendo fotos dele no meu celular toda noite. Ele é skatista, religioso….. mais ele é o amor da minha vida, eu preciso que ele me compreenda, me ajude, estou enlouquecendo.

    obs: esses dias ele veio falar pra mim no face que antes gostava da minha melhor amiga, ele falou pra mim pois agente é bem amigo, só que eu fiquei 3 dias sem ir pra escola, e ele percebeu, eu acho. me ajude o que eu faço.

    • oi paulo boa tarde meu nome e gildevan tenho 18 anos e nao porco ficar sem the ajuda cara olha so. voce vai chamar seu amigo pra ir tomar um refrigerante em algum lugar se posivel for ai voces tao la ne ai passa uma menina ai voce fala o que menina linda voce quer ficar com ela ai ele vai the falar auguma coisa ai voce entra no assunto voce pega o celular dele e olha as fotos que tem se e de mulher ou de homen ai voce pode ficar mas informado voce pergunta se ele tem namorada se ja namorou comoe tal. olha paulo presta ATENCAO nao pesse bestera nao pense em se matar nao pesse bestera vil sega em frente amanhar sera um novo dia e quem saber com mas portas abertas pra voce eu estou com este mesmo problema na classe estou apaixonado por meu amigo e estou lutando ne porque ele e o homen da minha vida e ete colega seu tambem pode ser o homen da sua vida busca luta que tudo nos comseque mas lutou jesus por nos e ele venceu voce e forte e vai vencer vil thial beijinhosssssse um abraco no teu coracao…ther amor paulo…..g…….p……..

  44. Oi meu nome é Robson tenho 17 e to apaixonado pelo meu melhor amigo Hetero, esse post foi bem legal aprendi varias coisas, mas oque eu tenho pra falar é bem estranho, pode parecer que eu e ele somos mais que amigos so que nao somos, Todos os dias ele me liga me chamando pra casa dele e todos os dias a gente fica juntos assistindo filmes, fazendo esportes, saindo pra festas, ele é popular e “pegador” so que o curioso é que nunca vi ele com uma garota pessoalmente, ele so fala que tem namorada mais eu nunca vi ela e olha que eu o conheco faz 2 anos, de uns tempos pra ca tenho dormindo na casa dele e ele na minha e sempre rola de ele me abracar, fazer um carinho na minha cabeca e me chamar de Maninho ou Moh, nao sei o que aconteceu mas me apaixonei pelo jeito que ele me trata so que ta confuso por que nao sei se falando a verdade nossa amizade vai continuar assim. As vezes eu acho que isso pode ser so lezeira da minha mente mas tem vezes que eu me perco e fico bobo so de estar com ele, ele ja falou e fala todos os dias a frase que me incomoda e que me faz ficar confuso que é a seguinte ” Mano Eu amo tanto voce” e sempre em seguida me abraca nossos amigos falam ate que somos namorados mas so na bagunca. Nao sei o que fazer hoje dormi na casa dele e passamos a noite acordados vendo filme e baguncando e sempre nas horas de terror e nas partes de de medo ele me abracava e era um abraco de quem queria ser protegido, eu nao assumi que sou homo ninguem sabe nem ele. Ele é mais novo tem 16 anos, me ajuda ai. ABRACOS

  45. Bom, esta acontecendo algo parecido comigo !
    Meu nome é lucas, tenho 16 anos, meu amigo tem 17 ! Eu ja conhecia ele aqui do bairro onde moramos, mas só de vista e nunca tinha sentido nada por ele ! No ensino médio nós começamos a estudar junto, e eu fiquei muito amigo dos amigos dele ! e acabei, acho que me apaixonando ! Se ele faltava aula eu ficava ligando pra ele pra saber o por que, quando elee ficava com uma menina, eu ficava triste, e ninguem sabia por que (uma época passaram a notar que sempre que ele ficava com alguem eu agia estranho), e ainda, quando eu vou dormir na casa dele, dormimos junto ! Tipo assim, eu nunca tentei nada, ele é extrovertido, as vezes quando a gente ta deitado conversando (somente quando tem mais amigos nossos juntos, sozinho ele nunca fez) , ele me abraça, fica me encoxando e me alisando, ja me deu mordidinhas na orelha e no pescoço entre outras varias coisas, só que eu acho estranho que ele só faz isso comigo e com os nossos outros amigos nao ! Um dia no cinema, mega escuro, ele botou a mao na minha perna e ficou me alisando, e depois deu umas risadinhas e disse que era brincadeira ! ele faz muitas coisas estranhas ! Esses tempos, briguei com ele, por uns outroos motivos, e nós ficamos 2 meses sem se falar, e eu meio quie esqueci, depois voltamos a ser amigos , mas eu aprendi a nao por ele na frente dos meus outros amigos, sempre deixo os outros por causa dele, em tuudoo o que eu faço me lembro dele, só que nessas ultimas semanas to tendo meio que uma “recaida” , mas nao sei o que pensar, as vezes acho que ele é gay, outras vezes me parece improvavel, nao sei, =S

  46. Tenho um problema nessa questão e preciso de ajuda. É o seguinte, meus pais são crentes e eu também, a maioria dos meus amigos são da minha religião faixa etária de 16/17 anos. Alguns anos descobri que sou gay, e não consegui aceitar muito isso. Mas já aceitei, voltando. Um atual amigo, veio morar na minha cidade dois anos atras, ele é do meu grupo de amigos, mas nunca fui muito amigo dele, só falava com ele quando estávamos em grupo, na verdade, alguma coisa nele me incomodava, eu detestava ele, e sempre quis que ele voltasse de onde ele veio, detestava ele, e todos no meu grupo de amigos sabem, mas uns 6 meses atras percebi que eu não tinha raiva dele só gostava dele e de algum modo não queria aceitar, pois a dois anos atras eu ainda estava confuso desse negocio de ser gay, e não acreditava muito em relacionamentos homo afetivos, até assistir uma série de tv alemã que me mostrou quão puro e bonito é o amor entre dois homens, então eu me dei conta que estou caidinho por ele quando saímos pro circo com nossos amigos, ele estava tão radiante e me chamava atenção, todo lugar que vamos em grupo ele é oque me chama mais atenção, como se eu tivesse lá apenas por ele. Todo dia penso nele, todo dia mesmo sem exagero, eu tratava ele com friesa mas agora o trato com alegria, estamos nos falando mais, e nos achegando mais, e ele não sai da minha cabeça, tentei esquecer mas não dá… não sinto apenas atração sexual por ele, muito mais sentimental, quero ele do meu lado, o sexo é o extra pra mim não tem tenta importância com ele… só quero ele comigo, e não sei oque fazer. Podem me ajudar?

  47. oii meu problema e quase o mesmo tenho 18 anos e meu melhor amigo, realmente o melhor amigo tb tem 18 ,nos já tivemos um caso quando eramos pequenos tipo 10 anos e tal só que depois disso nos afastamos muito pois me mudei para uma cidade diferente e tal .dai no fim do ano passado a avó dele ,com quem ele morava morreu dai ele passou a morar na minha casa (eu sempre gostei dele ) só que ele agia como se nunca tivesse acontecido nada entre nos ..
    nesse tempo que ele ficou na minha casa que foram quase 8 meses eu fui mais que um irmão para ele ..sempre fiz tudo por ele dai um dia agente começou uma briga dai joguei ele no chão e subi em cima dele e tal só que fiquei parado olhando pra ele serio e ele pra min dai ele disse: sai que to ficando exitado
    dai eu criei coragem a noite e cheguei nele e disse tudo o que eu sentia dai ele ficava falando :para com isso ,esquece ,dai ele se virou para o canto da cama dele para dormir dai eu fui pra cama dele kkkk e abracei ele e ele não fez nada e dormi la com ele (imagina se meu pai chega no quarto nem pensei na hora)no outro dia ele ficou completamente diferente sabe ele começa a fazer ou falar algo e logo parava eu encostava nele e ele tremia todo …dai eu sempre dando em cima dele teve uma hora que eu cheguei mesmo para dar um beijo nele dai ele me segurou pela cintura e disse assim: não faz mais isso eu não sou gay
    ..aquilo pra min foi um choque
    dai um tempo depois ele se mudou para outra cidade .
    mais não entendo o que aconteceu sera que ele realmente não era gay ou era gay e não queria assumir ou era gay e só não gostava mais de min

    mais o pior e que ainda gosto dele o que sera que houve ??

    • Bom dia!
      Bem, pelo que vc disse, acredito que ele seja homo ou Bi, mas tem seus medos ou simplesmente ser um hetero mesmo e tentar se afastar de vc para tentar conhecer outra forma de vida, isto é muito relativo e pode variar muito, lembre-se que a vida muda muito, muito mesmo.
      O fato de vc ter ficado em cima dele e ele falar que estava ficando excitado não quer dizer muita coisa não, mas com ctz isto pertence somente a um homo ativo, bi ativo ou hetero, pois o contato da sua bunda com o pau dele faria isso, se ele fosse passivo acredito que não ficaria excitado deste jeito não com vc em cima do pau dele, lembre-se , muito relativo isto! Mas e vc? o que vc se considera? que tipo de gay vc é?
      Vejo muitas reportagens falando que não temos que ter emblemas para isso, mas acredito que isto não seja verdade, pois sempre sentimos isto em algum momento, em algum momento sempre iremos ou querer dar ou querer comer, sempre, e nestas horas é que agente sabe que os emblemas existem sim! Pois numa cama, estando vc e ele, so 2 chances, vc é ativo e ele passivo ou vc passivo e ele ativo, por este motivo acredito em “rotulos” sim em alguns momentos. Mas pense nisto, que tipo de gay vc é? Beijos

  48. O de verdade (os antigos) pelo menos para eu que sou mulher assumidamente heterossexual é melhor. Mesmo com celulite, barrigas, estrias, gordos, com cáries nos dentes, espinhas e até caspas e piolhos para nós do mundo heteressexual achamos bonito. Porque nada perfeito demais é normal para nós.

    Agora, uma coisa precisa ser esclarecida com relação ao mundo heterossexual. Não é porque a gente gosta de pessoas diferentes é que a gente é depravado, não.

    Eu sou heterossexual assumida e não sou imoral, não sou tarada. Sou heterossexual, mas nunca consumei nada. Eu não entendo porque as pessoas acham tão difícil a existência da figura do heterossexualismo Vouyeur.

    Como é que vocês acham que heterossexuais ficam inspirados para compõr belas canções, belos romances e histórias, belos Hqs, belos quadros e belas esculturas. Tem que sonhar, né? Tem que ter um muso inspirador. Daí, que surgiu a inteligente ideia dos Sims, Second Life e chatter bot (robôs e inteligencia artificial) para as pessoas verem os pretendentes antes de compromissos sérios.

    Daí, no chatter bot a pessoa vê o tipo físico se é aquele mesmo, porque depois de casar não pode trocar de par, pelo menos não se deve. Vê o tom de voz apropriado, tal, porque casamento é coisa séria. Lembrando que é um rito. Casamento é um rito de passagem em todas sociedades humanas simbolizada por um anel.

    Ou seja, é repleto de simbologia. E claro que do fruto desse matrimônio haverá vidas, crianças e que em caso de divórcio eles ficam completamente sem amparo, confusos. Filhos de pais divorciados tendem mais ao suicidio, depressão, ao refúgio nas drogas, etc… A culpa? Sim, dos pais que escolheram as pressas.

    Agora, com o chatter bot de inteligência artificial, a pessoa pode simular com antecedência e programar o tipo de par que deseja. Seja do mundo hetero, seja do mundo homo, enfim, escolhe.

    Daí, depois com certeza absoluta depois de no mínimo uns 10 anos de análise, a pessoa pode se casar com uma margem de segurança.

    Nesses tipos de relacionamento, antes a pessoa com robô e depois o namoro, as chances de dar certo o matrimônio são maiores.

    Mas, a pessoa que entra num troço desses tem que ter CONSCIÊNCIA que está teclando e falando com robô.

    Agora, sobre o fato de dizerem por aí que é a Xuxa que fez esse site, acho impossível. Veja bem, a Xuxa poderia até ter tido a ideia, ou ser eficaz na ajuda da escolha dos bonecos, tal.

    AGORA, isso tudo é um trabalho grande e árduo que envolve centena de engenheiros (tem que saber linguagem de computação, analise de sistema num troço desses), matemáticos, precisa de psicólogos ou escritores para criar os possíveis diálogos e tal. A Xuxa sozinha não iria criar um negócio desse, né? Ela não é engenheira. Não que eu saiba.

    É claro que são engenheiros que fazem. A Xuxa deve ajudar na parte do design dos robôs, sugerir penteados, roupas, essas coisas para tentar o diálogo com a pessoa. Agora, a base, os engenheiros, são homens, claro. E do mundo heterossexual, pois apenas os heterossexuais conhecem a realidade do mundo heterosseuxal. Os homossexuais não conhecem o mundo heterossexual DE VERDADE.

    Não existe risco de se pegar doenças por esse método e nem de casamentos mal sucedidos. Pois a pessoa depois de muito tempo conversando com os robôs (altamente inteligente) vão poder escolher com calma seu tipo.

  49. Muito bom o blog, quero pedir um conselho a vocês também.
    Trabalho em uma agencia que faz gerenciamento de carreira e lá surgiu um ator novo que comecei a ajudar. Até o momento eu estava levando na curtição, eu ajudava ele porque tinha interesse (sexual) nele, estava levando na curtição. Certa vez tivemos relação sexual e foi ai que eu perdi o controle da situação, porque acabei me encantando profundamente por ele, eu sabia que ele estava ali por interesse também. Acabei envolvendo meu trabalho nesse relação e acabei por um tempo vivendo mais a vida dele do que a minha (mesmo tendo transado apenas uma vez com ele). Ele ficava de charminho, dizendo que iriamos sair outras vezes, aproveitando da situação claro, até que coloquei ele na parede, disse o que estava sentindo, e que a maneira que ele estava me tratando carinhosamente estava começando a me fazer mal, porque eu não sabia o que ele estava sentindo, ele disse que não era gay (sei), que nunca poderia corresponder aos meus sentimentos que me tinha com um membro da família dele (quis morrer, parecia que tinha levado uma facada, me vinguei na mesma semana, fazendo ele perder tudo o que tinha conseguido nesse tempo que fiquei ajudando, liguei para meus amigos produtores que tinham recebido ele a pedido meu, inventei uma historinha e fiz com que ninguém mais o recebesse, não me arrependo de nada). Depois disso, precisei dar um tempo para minha mente, fui viajar para descansar, lá conheci gente nova e interessante, já tinha cortado os vínculos com ele e eu o tratada friamente (ele sempre percebia, dizia que eu não tratava ele como antes) voltei renovado. Começou então meu drama de novo, depois de meses o evitando, acabei dando abertura, não consegui esquecer, ele mexe muito comigo, e o cara, sempre tratando docemente, frequentando o mesmo ambiente que o meu, falando de seus planos para o próximo ano, compartilhando alegria e tristeza e eu (besta) fazendo o mesmo, falei de pretendia viajar para Minas Gerais no ano novo, ficar em uma cidade do interior que seja calma e aconchegante (romântica), mas que eu não queria ir sozinho (tudo de caso pensando), ele logo se convidou, disse que vai junto e toda aquela historinha e lábia de sempre. Me pergunto agora e peço a sua ajuda. Qual é a desse cara? Ou ele é muito inocente e realmente leva isso na maior amizade, ou ele é muito esperto e esta me levando na conversinha novamente com a intenção de voltar a ajuda-lo. Que hétero no seu 25 anos vai deixar de sair no ano novo para viajar com um gay? Estou colocando expectativas nessa viagem (que acontece essa semana), e estou com medo de me machucar de novo, de estar vivendo uma coisa que não existe. Please # Conselho.
    … Tenho 24 anos!

  50. Voo tentar fazer issu que li MUito Obrigado vo ler issu todos os dias Mais de noite >.<
    AJudoo Muito Muito Muito MUito MUito MUito Muito Muito Muito Obg *–*

    Sz sz sz ..

  51. Comigo, no ano de 2009 passei por algo parecido, sofri bastante, por fim, acabei fazendo um vídeo anônimo contando minha história e até postei no You Tube, caso queiram olhar deixarei o link: http://www.youtube.com/watch?v=RnyFtFZITsA

    Passou 2009, 2010, 2011 e grande parte de 2012 e ele nunca mais falou comigo. Fui embora da minha cidade nesse ano, certo dia voltei para passar o fim de semana e fui em uma festa. Quase infartei quando ele veio em minha direção querendo conversar comigo, mas não falou nada sobre “nós” mas sim algumas bobagens para eu não beber muito, coisa e tal.

    Ainda acho que um dia ele irá vir esclarecer a história. Espero.

  52. Bem, eu sou uma pessoa muito difícil de se apaixonar por alguém, mas eu simplesmente não sei o que aconteceu em 2010, (nessa epoca eu tinha acabado de terminar meu relacionamento com uma menina por motivos de ciumes de mais da parte dela) eu tinha 15 anos e cursava o 1º ano do ensino médio. Estava eu e meu primo meio que perdidos na escola sem saber para qual sala iriamos, um colega do meu primo chamado Rodrigo (mesma idade que eu na época) chegou perto da gente para cumprimentar, mas eu não o cumprimentei por motivo de ” não estava afim de cumprimenta-lo mesmo” ele disse que nós três seriamos da mesma sala, então deixei eles conversando e me dirigi a sala de aula, algumas semanas se passaram o garoto no qual não cumprimentei ficava me encarando, e eu não sabia qual era o motivo, estava achando que ele estava com raiva por eu não o ter cumprimentado naquele dia. Os meses se passaram e as encaradas continuavam até que um dia ele me mandou um bilhete em formato de bola de papel, o que me fez rir porque em pleno 2010 quem conversava por bolinhas de papel? . A bolinha continha a seguinte mensagem: “Oi, tudo bem? nunca te vi nessa escola, a quantos anos estuda aqui?” respondi, e depois dessa voaram mais 15 bolinhas de mensagem na minha direção. Fomos ficando mais próximos, íamos a parques juntos, festas e etc tudo que amigos fazem, mas eu não o via como amigo e sim como um qualquer que faz amizade comigo e depois se manda, trocamos telefone, facebook, msn e etc, tínhamos muitos amigos em comum. Um dia ele me mandou uma msg (sem ser por bolinha de papel e sim no meu celular) dizendo que estava afim de uma colega minha que não conversava com ele. Apoiei ele com essa minha colega mas ele vivia levando fora, e sempre reclamava comigo, até que em uma noite ele veio até minha casa chorando, pedi para ele ficar lá embaixo pois eu estava descendo (minha casa tem dois andares). Quando desci, sentamos na rua e ele me contou que não conseguiu pegar a menina e que ninguém nunca vai gostar dele de verdade, nessa hora eu senti alguma coisa que não sei explicar era uma vontade meio louca de perguntar ele se ele também tinha sentido aquilo que eu senti mas apenas falei com ele a vida é assim e com certeza ele encontrará alguém que goste muito dele de verdade, ficamos ali na rua por horas olhando as estrelas e conversando sobre diversos assuntos, já era mais de meia noite e minha mãe já havia me mandado entrar 3 vezes, me levantei do chão e disse que estava indo dormir porque se não minha mãe iria achar que eu estava namorando com um menino, ele se levantou e ficou me encarando com os olhos vermelhos e não sei o que deu na gente aquela hora que eu fui pra frente e ele também, ficamos nos encarando de perto, eu não me excitei, mas me veio uma vontade enorme de beijar ele mas quando eu menos esperava ele me deu um beijo demorado e eu sem entender o que estava acontecendo, até que ele me empurrou e saiu chorando novamente pela rua em direção a sua casa e eu ali sem entender nada mas gostei do beijo, fui deitar pensando no que tinha acontecido, no dia seguinte na sala de aula fui cumprimenta-lo e ele me ignorou completamente e eu fiquei pensando “ele se aproximou de mim, me beijou só pra me dar o troco do primeiro dia de aula?” na hora do intervalo fui até ele e ele tentou fugir pra dentro da sala, o que foi uma cena bem feia, cheguei na sala e ele estava sentando em uma carteira rindo e começou a falar ” o que aconteceu ontem…(riu novamente) eu não sei como…” e eu disse: “cara, sem problemas, já me acostumei com essas pessoas que me beijam e depois saem correndo como se nada tivesse acontecido, bem típico” ele ficou ali me encarando com um sorriso no rosto e eu sério já saindo da sala, indo comer alguma coisa, quando estava na metade do caminho ele me mandou a seguinte mensagem “desculpa, quer fazer alguma coisa hoje a noite na sua casa?” e eu respondi “quem é? se for o tal hétero que me beijou ontem, desculpa, apaguei seu numero na noite anterior e não estou afim de transar com você se é o que quer, vou passar a noite pensando em quem será o próximo ou a próxima, pela qual eu terei a proeza de beijar e ignorar depois”. Em quase todas as minha ficadas nesta época eu ficava com meninos e com meninas sem me comprometer e sempre os ignorava depois do beijo mas com esse cara aí da bolinha de papel foi diferente, porque ele me ignorou e por isso eu gostei, mas parei de gostar dele no fim de 2010. Eu não me dou rótulos como gay, bi, hétero ou qualquer coisa, pois no mundo em que vivemos hoje os rótulos tem validade, digamos que minha orientação sexual seja: gosto de quem gosta de mim, faço sexo as vezes até sem gostar da pessoa porque o amor de hoje mudou de significado, hoje significa: foder com outros!
    Abraços a todos do site =)

  53. Me apaixonei por meu vizinho, ele tem um filho mais nenhuma namorada não vejo ele com nenhuma mulher…comecei me aproximar dele uns dias desses ainda não converso muito com ele…mais quando eu ficar mais aproximado, vou tentar ter uma conversa com ele…eu tenho 17 anos ele tem 28 mais eu amo ele. AMOR A PRIMEIRA VISTA. valeu adorei esse texto.

  54. Eu tenho 45 anos, e me apaixonei a primeira vista ha 4 anos por meu colega que hj tem 30 anos, ele é hetero uma pessoa discreta e tem namorada. vivo sempre com ele , saimos juntos, e eu fico alimentando uma esperança de que um dia a gente vai ter uma relação. ( isso só na minha cabeça) pois pelo que eu o conheço isso nunca acontecerá. gosto muito dele sinto muita falta dele quando nao o vejo. Nao tenho coragem de me abrir pois acho que o perderei se caso o fizer. sofro muito penso nele todos os dias. enfim preciso tirar essa pessoa da minha cabeça. me ajude o que faço. estou parecendo um adolescente kkk.

    • Oi Marcos!
      E realmente, seguindo os depoimentos nesse post, os sentimentos e os casos se assemelham! :)

      Bem, assim como sugiro para todos, não sei o quanto é valido ficar vivendo de idealizações, sonhos e expectativas. Temos que ter “força” e até coragem para conceber relacionamentos reais, palpáveis e completos. Digo até que, quando alimentamos fantasias desse tipo, algo não está muito bem com a nossa auto estima pois nos parece melhor viver um sonho, onde fazemos do jeito que queremos a viver a realidade que virão reações esperadas e não esperadas.

      Assim, o seu caso se repete dentre a maioria que aqui – nesse post – se manifesta. Sugiro sempre que o leitor saia do “mito”, abra o jogo e lide com as consequências. Na pior (ou melhor) das hipóteses o afastamento é o ideal pois aí sim, não temos saída, e precisamos correr atrás de algo que efetivamente nos complete. Isso, quando nosso ego não quer se sustentar apenas por “migalhas”.

      Abs,
      MVG

    • Olha, eu acho que não vale apena ficar sofrendo por uma coisa que deixa vc muito triste pensando na solução de ir ou não, é muito complicado pensar nisto deste jeito pois vc coloca uma situação bem parecida com o que ja temos aqui no post, bom, se fosse eu, eu agiria com tamanha coragem e me abriria com ele, mesmo sabendo que ele pode se afastar, pois do que adianta viver a vida inteira esperando uma coisa se ela não vai acontecer nunca? Se ele se afastar, é muito simples, bola para frente e pensar que vc ainda vai arrumar outro…pense nisto e não fique sofrendo!
      Vale mais a pena se arrepender de ter tentando do que se arrepender de nunca ter tentado! Pense nisso!
      Beijos!

  55. Sou gay tenho 30 anos e me apaixnei por um homem casado que de 49 anos abandonou a familia para ficar comigo no momento estamos vivendo muito bem mais a familia dele não sabe só fico confuso pois ele é hetero e diz que me ama, mais como devo agir sse ele esconde da familia e ja moramos juntos a 1 ano e a familia dele nem imagina. e tem 4 filhos sendo 2 menores
    obg
    Marcos

    • Marcos, sua situação é bem complexa, ainda mais pq ele é um homem casado e tem filhos , 2 menores de idade ainda por cima, tenho muita experiencia com situções como a sua pois vivi muito isto em minha vida, mas falo para vc com plena ctz, não importa o que ele é, se ele é hetero, homo ou bi, converse com este homem e diga para ele assumir a responsabilidade que ele ainda tem com a familia dele, familia dele não é a mulher e sim os filhos que ele possue, digo isto pois ajudei meu ex companheiro a cuidar do filho dele de 4 anos de idade na epoca e hoje o rapaz esta com 21 anos e me respeita muito! Faça isto para que sua atitude seja reconhecida por eles no futuro, se este homem não tiver condições como o meu não tinha, ajude-o se vc gosta dele, faça isto para que as crianças quando crescerem respeitarem vc se a relação com este homem prosperar!
      Digo isto por exepriencia propria!
      Se cuida, beijos

  56. Sou gay, mas não assumido, e estou apaixonado pelo meu amigo hétero, trabalhamos juntos, mas não queria falar abertamente sobre isso com ele, pos tenho medo da rejeição, e posso perder meu emprego pos ele e meu gerente, não sei se devo dar em cima dele discretamente para que ele demostre alguma reação para eu saber como agir?

    • Vc tem ctz que ele é hetero mesmo? Ctz absoluta? se sim vc esta numa situação dificil, sera que ele sabera apreciar esta situção? Se vc tem duvidas é melhor vc deixar rolar e ver se algo acontece da parte dele para vc, pois lembre-se, alem dele ser um hetero, ele ainda é seu superior hierarquico, não sei como acontecem as contratações no seu trabalho, mas em minha epoca eu seria demitida se estivesse em seu lugar!
      Pense nisto, acho que mais vale a pena manter o emprego do que arriscar algo que vc provavelmente não saiba!
      E lembre-se, todo heterossexual de verdade que gostar de gays, gostam de afeminadas pois esta mais perto do ser “feminina”!

  57. Bom, minha história é exatamente igual a de vários dos comentários acima. Me apaixonei pelo meu amigo hétero, que conheci no começo da faculdade. Sempre tive uma visão muito romântica da amizade, idealizada, o que me fazia ser sempre obssessivo com os meus amigos, Nada porém tão forte como esse último. Sempre fomos muito próximos durante a faculdade, tanto não existia na sala a imagem de nós separados, sempre a de um par. Fiz vários sacrifícios em nome da nossa “amizade” e agora me sinto no direito tolo de “exigir” que ele tenha algo comigo, nem que seja uma única vez. Ele demonstra ser um heterossexual convicto e, a despeito das minhas fantasias, não acredito que ele vá ter alguma coisa comigo. Tenho certeza que ele se sente bastante grato pelas coisas que eu fiz por ele, e fico pensando até que ponto alé aceitaria ir, não sei, ultrapassando até suas barreiras quanto a sua sexualidade, para recompensar o meu altruísmo. Não sei mais o que fazer, e me entristeço com um futuro onde ele não estaria ao meu lado. Tanto que às vezes, penso em desistir de tudo. Gostaria muito de receber a opinião se alguém sobre essa situação que me destroe a cada dia.

    • Desistir de tudo, Pedro?
      Calma aí!

      Reconheço esse “altruismo” e a falta da retribuição. Mas desistir de tudo é não querer aceitar que quem se excedeu foi você. Creio que seu amigo não tenha pedido por isso, não?

      De qualquer forma, tire o foco, mude de ares, busque outras referências. A vida não se resume a uma pessoa e sei que é difícil querer lutar contra esse sentimento de desejar tanto um tal “pré-destinado”.

      Não existem pessoas ideais. Existem ideais próprios que nos tornam outras pessoas.

      Resumidamente.

      Abs,
      MVG

    • Bem, li seu comentario e penso o seguinte:
      Que direito vc tem de exigir que ele tenha algo com vc? Vc acha que realmente é certo pensar que se pode exigir algo de outra pessoa como sentimento em resposta a algo feito por pura amizade? Pense muito bem sobre isso!
      Isso não lhe da o direito de “exigir” nada do seu amigo, nada mesmo, seja adulta para este sentimento pois vc esta agindo como criança!
      Se ele fizer algo com vc sera pq ele realmente gosta de vc, não por que vc esta exigindo, eu acho que se vc conversar com ele sobre isso vc sabera o que ele pensa, não tenha medo, o maximo que vc pode receber é um NÂO!
      Nunca pense que vc pode forçar outra pessoa a gostar de vc, pq isto não funciona assim!
      Pense muito nisso!

  58. Então… Tenho 17 anos, e sou apaixonado pelo meu melhor amigo a um tempo já.. Nunca estudei com ele, já gostei de garotos da minha sala, mas mesmo assim nunca consegui esquece-lo! Não sou assumido e a maioria dos meus amigos são heterossexuais… Convivo quase todo dia com ele, jogamos bola, saímos… Ele fica com mulheres e ele é apaixonado por uma garota, ele sempre fala dela para mim… Mas o estranho é que a gente troca sms o dia todo, ele diz que me ama, que eu sou mais que um irmão para ele… Claro que eu digo o mesmo! Mando corações, digo que amo ele, e ele sempre corresponde meus sms… E quando nos encontramos na rua, ele me abraça, me beija [menos na boca], me morde, diz que me ama e se ficamos um dia sem se falar ele já diz que está com saudades! Quando assistimos filme na casa de alguma amiga ou amigo, ele sempre quer deitar do meu lado e adora quando eu faço carinho nele e adora fazer carinho em mim… segurar minha mão, meu braço… Só que de um tempo pra cá estou ficando louco, estou trocando muitas sms que estão me enchendo de esperanças e depois me decepcionando quando me toco que é tudo ilusão. Ele diz que eu sou especial, que eu sou sempre o ultimo que ele fala pois o meu abraço é especial… Sempre me chama de amor, amore, bb, mozão, mas ele também chama outros amigos de amor, então me confunde muito! As vezes manda msg dizendo que tá louco para beijar minha boca, mas depois fala que é brincadeira.. Ele não sabe que eu sou gay, mas muitos boatos rolam que eu seja e ele sabe disso! Ele foi o único que viu eu ficando com uma garota, e ele NUNCA ficou com nenhuma garota perto de mim, sempre evita isso… E comparando aos outros garotos, ele é bem diferente comigo! Não gosta que eu saiba de algumas coisas que ele é totalmente aberto com seus amigos héteros e é muito atencioso comigo, muito mais que com seus amigos héteros… Estou totalmente apaixonado e queria dizer tudo para ele mas não sei como ele irá reagir… Eu sou um amigo muito especial para ele, será que se eu contar tudo vai acabar com nossa amizade? E se não, como eu deveria contar para ele? Dizendo que eu gosto dele ou que eu curto garotos ?

    • Igor, na minha opinião você deveria contar que você é gay primeiramente, e isso não deve mudar nada na relação de vocês se esta amizade é tão forte quanto me pareceu. Já contar que você gosta dele é diferente, pode mudar muita coisa (ou não), por isso você tem que aceitar os riscos, tomar uma decisão e arcar com as consequências. Tem casos que a pessoa contou pra outra que estava apaixonada e não terminou nenhuma amizade (mas também não rolou nada). Eu, por exemplo, contaria, mas não no mesmo dia de se assumir para ele, é muita coisa para uma pessoa só. E também eu contaria de noite ou de madrugada (chame ele para dormir na sua casa) pois eu acho que as pessoas na madrugada são mais compreensivas e francas, não sei se é impressão, mas eu acredito que elas realmente são.
      Boa Sorte! Rafael

  59. Sou bi e sou apaixonado pelo meu amigo, ele se diz hétero, tem tudo para ser, mas ainda fico em dúvida as vezes! Ele já me viu ficando com uma menina, eu já vi ele ficando com uma menina, mas o jeito que ele me trata.. Nós trocamos sms muitas vezes, e todas as sms dele tem amor, bb, mozão, te amo, algo do tipo… Eu tenho muito ciumes dele e ele sabe disso, e ele sempre gostou disso, sempre que eu olho para ele com uma cara de raiva e viro ele vem falar comigo, me abraça, me beija, não só quando estou com raiva, mas ele sempre me abraça e me beija, me aperta, me morde, gosta de segurar minhas mãos… Ele é meu melhor amigo e sempre tive vontade de contar para ele, não dando em cima dele, mas para ser sincero com ele e poder conversar do que eu realmente sinto a respeito dos garotos… Será que é uma boa ou nossa amizade vai diminuir? Ele diz que não tem nojo da minha boca, fica brincando dizendo que tá louco pra me dar um beijo na boca, fica cheirando meu cabelo… E em relação aos amigos héteros que ele tem, ele me trata MUITO diferente! é mais atencioso, mais carinhoso, sempre deixa pra me cumprimentar por ultimo porque diz que eu sou especial, e ele só aperta a mão de todos, mas comigo ele me abraça! Teve um tempo em que ele até pedia beijo! hahah, acreditem, ele fica com garotas!!! O que eu devo fazer?? E se ele for hétero de verdade, como eu deveria contar para ele sem interferir na nossa amizade? Dizendo que gosto dele ou que sou bi e queria me abrir com ele porqe ele é meu amigo…
    Na minha opinião se eu for contar, primeiro quero tirar da cabeça dele qualquer tipo de preconceito em relação aos gays, aos paradigmas criados pela sociedade e mostrar para ele que os gays e bissexuais embora gostem de pessoas do mesmo sexo também gostam de fazer as coisas que héteros fazem, esportes, conversar sobre futebol, beber, se divertir… E não essa fama de que todo Homossexual é VIADO e tem que rebolar como mulher e conversar sobre homem gostoso… Mas o difícil é como dizer isso sem surpreender ele, e deixar a surpresa de que sou bissexual por último, para que ele possa falar o que ele acha e qual a reação dele sem que eu tenha que interromper ele e continuar explicando… Quero deixar tudo bem claro para depois contar a verdade! O que acham?

    • Igor, bom dia!
      É uma situação um tanto diferente, pois nenhum hetero de verdade vai sair beijando ou acariciando um outro amigo assim como vc!
      Veja, a situação dele se da por infinitas razões, ele pode “ficar” com garotas apenas por faixada ou para disfarçar, vc ja percebeu nele tirando estes “gestos” que ele tem com vc outras coisas de gay? Ao que parece, ele é um gay no armario, esta é a unica explicação ou ele pode ser um “hetero afeminado”, existem muitos sim por ai, eu não posso lhe dar plena afirmação pois não conheço ele, mas parece ser uma destas coisas, em todo caso, sendo uma destas coisas acho que vc tem sorte, pois geralmente estas pessoas são muito sensiveis e abertas ao mesmo tempo, procure conversar com ele antes de falar alguma coisa e sentir se realmente vale a pena, pois as vezes a cabeça de certos gays ainda esta muito fehada, é preciso uma marretada para abrir!
      Beijos

  60. Mesmo esse texto sendo enorme,queria muito que alguém me ajudasse,é o seguinte:

    Em 2006 na 6° série no 1° dia de aula assim que entrei na sala eu olhei para um garoto e ele retribuiu o olhar,e eu juro que foi amor a 1° vista,sabe quando seu coração gela,seu corpo formiga rsrs.
    Bom no 1° dia o professor deu um trabalho em grupo sentou ele,uma garota e eu.
    Eu e essa menina, nos tornamos melhores amigos,já eu e ele eramos só colega de oi e tchau,e tipo eu e essa minha amiga vivia zoando ele porque ele era muito nerd.
    Depois de um tempo eu contei a ela que gostava de homens,mas não dele,mas ela vivia desconfiando que eu gostava dele e eu sempre negava,fora que a minha relação e a dele era meio que cão e gato.
    Depois de um tempo descobri que essa minha amiga era afim dele,o fato era que por causa de eu e ela zoar ele,ele meio que não ia com a cara da gente,mas enfim ficou com ela,e é claro que sofri,mas fiquei na minha,depois ela começou a namorar com outro cara isso na 7° série ele começou a namorar também,e nessa época a gente era digamos mais colegas a gente se falava eu emprestava uns filmes para ele,as vezes ele e um amigo ia em casa,mas era só isso.
    No fim de 2007 ele se separou dessa menina,e ficou muito mal,mas como as férias chegaram ele foi em casa jogar vídeo-game.
    E tipo foi bem legal,eu sabia que ele era louco por games fui em uma loja e comprei uns jogos,dei os jogos a ele,ele aceitou ficou sem graça,minha mãe tinha ido viajar e ele foi dormir lá.
    Tudo tava legal,nossa amizade ia aumentando,mas eramos só amigos.
    No começo de 2008 nos vimos de novo nas volta as aulas.
    E foi nessa época que me aproximei mais dele,porque ele tava mal por causa do fim do namoro.e resumindo em 2008,ficamos mais amigos,e minha melhor amiga foi embora,mas nessa época tinha muito mais amigas claro,mas fiquei bem triste a gente passou por tantas juntos.
    Em 2009,a gente poderia se considerar grandes amigos,e foi em julho desse ano que bom rolou a 1° coisa estranha.
    Ele tinha ido em casa a noite,ele ia lá as vezes,mas só tinha ido dormir lá uma vez,quando minha mãe foi viajar.
    E bom minha mãe tava dormindo,e a gente tava na sala vendo filme e tinha começado a chover muito dai,ele disse que não sabia como iria embora e eu disse que se quisesse poderia dormir em casa,e ele aceitou.
    Estávamos vendo filme e tipo do nada comecei a passar a mão no cabelo dele tipo fazendo carinho,meu coração parecia que ia sair pela boca,ele não fez nada,dai o filme acabou e eu disse.
    _ Olha a minha cama é de casal,e bom eu durmo no chão e você na cama ok?
    _ ele me disse porque,nada haver a gente é amigo e a gente dorme na cama de casal junto ok.
    _ Eu disse tá bom.
    Dai fomos dormir e eu tava muito sem graça,eu tava de pijama e e emprestei um shorts para ele,e ele dormiu sem camisa,só pro meu azar kkk.
    Dai eu deitei ele deitou e eu apaguei a luz,e tipo eu sou muito friolento dai fiquei perto dele,juro que não tava aproveitando talvez só um pouco,e acabamos pegando no sono.
    No dia seguinte acordamos,e bom ele ficou encostado na cama e dai fiquei perto dele,conversando,só sei que cheguei perto dele e bom ele pegou meu braço e eu deitei no peitoral dele e ele ficou passando a boca no meu cabelo,perto da orelha,fiquei sem reação queria morrer ali,foi tão bom,mas não rolou beijo,esse foi o melhor dia,e em 2009 só rolou isso,mas ele ia dormir mas vezes em casa,eu dormia abraçado com ele,as vezes fazia carinho no cabelo dele,mas não passava disso e eu não ia forçar a barra.
    Em 2010 foi o pior ano da minha vida.
    Eu conheci uma garota e nos tornamos muito amigos,a gente se dava muito bem,e eu contei para ela que era afim dele,e ela disse que me respeitava e tal,dai eu meu amigo e elas formamos um trio e a gente era muito unidos,mas ele começou a gostar dela,e eu disse que ia ajudar ele,mas pensava que ela jamais ficaria com ele pelo fato de ela saber que amava ele.
    Um dia eles foram almoçar em casa e ele tava jogando videogame,e ela tava na sala com ele e quando fui lá peguei eles se beijando,eles não me viram,mas isso acabou comigo,eu não fiz barraco nem nada a gente almoçou e eu peguei e fingi que ia na minha vizinha e sai eles tentaram me procurar,mas só voltei a noite,eles tinham ido embora,no outro dia ela foi em casa,e disse porque tava estranho,e eu disse que ela sabia o porque.
    ela começou a chorar e disse pra mim perdoa-la e ia parar de falar com ele mas eu disse que não precisava,quando a gente tava conversando ele chegou em casa,e tipo a gente parou de conversar e ela foi falar com ele,dizendo que eles não podiam ficar,mas não dizia o porque,ele começou a chorar e eu vendo ele daquele jeito,disse para ela que se ela era minha amiga que ficasse com ele porque ver ele mal daquele jeito me matava.
    E eles começaram a namorar,a gente passou de trio de amigos para casal e a vela,fui tão idiota,na 1° vez deles,eu fui na farmácia comprar preservativo porque ele tava com vergonha,o pior que tinha que fingi que tava bem,as vezes eles iam em casa e ficavam se beijando na minha frente,chegaram até a transar comigo do lado,queria morrer nessa época tava muito mal,o pior que quando ele achou que ia ser pai ele ficou mal,e eu fiquei do lado dele,mas ela não tava grávida,e por fim eles terminaram,mas o namoro deles era meio estranho ela tinha vergonha dele,e ela morria por um outro menino,mas nunca traio ele,mas terminou com ele e eu sabia o porque,eu contei a ele e ele começou a chorar,e dai contei que gostava dele e ele disse que sabia,mas não fez nada.
    A gente continua muito amigos,a gente sabe tudo um do outro.
    Mas eu não sei oque faço.
    Tipo eu sei que se fazer carinho nele ele não vai digamos evitar,só que depois disso tudo que aconteceu sei lá não consigo mas fazer essas coisas.
    Eu sempre ajudo ele,e ele as vezes pisa na bola comigo.
    Acho que ele só me vê como amigo,mas claro que já fiquei com outros caras,mas uma vez comecei a ficar com um cara e ele,ficou com um pouco de raiva.
    As vezes a gente tá junto e ele tira a camisa e fica zoando passando a mão na barriga e eu vivo falando que ele é horrível que como fui gostar dele,e ele diz que eu sei que ele é bonito que sou afim dele mas eu sempre nego.
    Ele fica com várias meninas,e sempre me conta ,como disse a gente sabe tudo um do outro,mas eu sei que as pessoas ficam com ele por ele ser um rostinho bonito,só isso.
    Eu optei em ser só amigo dele não tentar ser mais que isso,para não estragar nossa grande amizade,e sempre ajudo ele.
    mas esses dias a gente tava discutindo e eu disse você acha que eu ainda te ajudo por gostar de você?
    e ele ficou sem graça,decepcionado.
    Me ajudem,preciso de um conselho,ele sabe oque já senti por ele,ou ainda sinto,eu vivo negando,mas eu acho que ele sabe que ainda sinto algo,não sei oque fazer:

    • Nossa, que historia! rsrsrs
      Com ctz ele é hetero, ele sente algo sim por vc, sera capaz de transar com vc, mas acho que ficará só por ai!, Não posso afirmar isto para vc com 100% de ctz, mas Julian, sempre existe algo bom nas pessoas, se valer a pena, tente!

  61. Tenho 25 anos hoje (21/02/2013) e desde 2007, ou seja, há mais de 6 anos sou apaixonado por um amigo. Eu o amo tanto, eu penso nele 24 horas por dia e o momento mais importante, especial e lindo é quando eu o vejo, quando posso conversar, perguntar coisas, saber de sua vida, olhar nos seus olhos e cumprimentar com um aperto de mãos. Amo muito e não sei mais o que fazer, já tentei me apaixonar por outras pessoas, mas não consigo. Meu coração dói tanto, eu vejo ele e dá tanta vontade de poder abraçar, beijar e dizer que eu AMOOOOO muito. Mas não posso fazer isso, pois não quero perder essa amizade. Certa vez, ele desconfiou que eu gostava dele e falou isso pra algumas pessoas, mas depois me pediu desculpas por tudo que tinha falado. Eu desculpei e continuo amando e sonhando com o dia que ele irá me amar também. Ai, gente só Deus pra me socorrer e me ajudar, mas por favor compartilhem comigo suas opiniões. Eu sei que cada caso é único, mas não aguento mais amar e não ser amado, eu não aguento mais. Já são 6 anos vivendo desse jeito.

    • Situação complicada pois parece que nem ele mesmo se entende, como uma pessoa que vc gosta tanto sai por ai falando de vc e depois vem lhe pedir desculpas? Procure ver se realmente vale a pena, eu sei que doi demais estas situações da vida, mas uma hora vc vai acabar conhecendo outra pessoa!
      Convivi 14 anos com um homem totalmente heterossexual e digo a vc, uma hora ele vai perceber o que esta perdendo e so ai se dara conta!

  62. Tenho 22 anos, me apaixonei por uma garto de 16; ele aparenta ter mais idade, todos dão 18/19, nós começamos a sair smepre para pegar mulheres, até que um dia ele posou em minha casa e transamos, essa situação se repetiu por varias vezes, até que ele começou a namorar uma garota, eu fiquei cego de ciumes, quase entrei em depressão, fui conversar com ele a respeito dos meus sentimentos. Ele declarou que era coisa da minha cabeça, que isso não existe, que nunca quis fazer sexo comigo e ia apenas pelo momento, detalhe que algumas vezes era ele quem procurava, e não existia passivo ou ativo, era sempre o “troca-troca”..
    Quando ele disse isso, propus que nos afastássemos, no entanto ele nao quer de forma alguma; agora eu continuo apaixonado por ele ainda nos vemos com uma certa frequencia, mas sofro de mais pois sempre sei quando ele sai com a namorada.. ta muito foda ;/
    Quero me afastar mas não consigo .. Detalhe que ele foi o primeiro homem da minha vida :@

  63. Não se fico contente por saber que tantas pessoas passaram por isto, ou chateado por ler tantas histórias tristes.
    No ensino médio eu acabei me apaixonado por um colega da classe, erámos muito próximos, ele me contava muitas coisas da vida dele e tals. Só que eu era meio grudento sabe? Eu não sabia lidar com aquilo, queria ficar conversando pra saber se eu tinha feito algo errado – quando ele parecia estar estranho (hoje eu sei que DR com amigo é uma coisa insuportável). Um tempo depois (creio que 2 anos sentindo isto) eu contei, pouca coisa mudou. Quando acabamos o colegial eu liguei e ele foi super grosso, pediu pra eu sumir da vida dele e não procurá-lo mais. Nos encontramos em outras ocasiões, mas um ignorando o outro. Hoje, cerca de sete anos depois, não posso dizer que superei isto. Sei que não estou mais apaixonado, mas a mágoa está aí e ficou difícil de confiar nas pessoas depois disto.
    Eu nunca imaginei que aquela pessoa tão bacana pudesse ter dispensado de maneira tão ríspida, foi muito doloroso. Hoje tenho a impressão (e o conhecimento) de que ele já falou disto pra outras pessoas, já chacotou e fez pouco caso.
    Não sei se é válido, mas pros que passam isto agora – a gente fica insuportavelmente triste de não pode falar o que sente, mas lembrem-se, pode ser horrível. Nestas situações – quando revelamos coisas importantes – que as pessoas mostram quem são. Ás vezes aquele amigo maravilhoso e carinhoso com você quando sabe vira um homofóbico e chacota dos seus sentimentos – vira um Deus nos acuda. Só que sei que não sou um grande exemplo pra ninguém porque eu era chato (parecia aqueles gurias que ficam cobrando mais e mais do namorado, hoje acho isto ridículo). E hoje, em consequência disto tudo, estou cada dia mais isolado. Sem amigos porque não consigo confiar (não sou assumido, nem acho que devo sair falando por aí, mas terei que tomar uma postura, mas como nunca me relacionei com absolutamente ninguém, parece meio besta!) e muito menos engajei qualquer relacionamento. Por enquanto estou contentado com a minha solidão porque faço faculdade e me ocupo de todas as formas.
    Bom, façam o que é disponível – alguns amigos aceitam numa boa – mas tendo em mente que, na maioria das vezes, ele é só um amigo gentil e carinhoso – não significa que ele queira alguma coisa com você. Os rapazes tem esta necessidade de demonstrar afeto – embora isto seja reprimido socialmente – fica chato ao invés de ser retribuído com amizade e afeto, ganhar desejos sexuais (afinal, todos acham que ser homo e só isto). Fiquem bem.

  64. To passando por isso atualmente, não tenho sofrido, só não sei ainda o que como fazer pra contar pra ele.:\\ meu maior medo é ele se afastar de mim. e não quero isso.

  65. Olá MVG, eu sou bissexual e tenho 14 anos, estou loucamente apaixonado por meu melhor amigo (que provavelmente é hétero), eu não sei o que fazer!E se eu contar pra ele e além de perder a amizade ele espalhar ? E se ele for gay ou bi e não quiser mesmo assim ? Eu tenho muito medo de arriscar estragar minha vida! Aguardo a resposta!

  66. è EXATAMENTE isso , eu n queria estar sentindo esse sentimento taum intenso …. Mais foi um sentimento que surgiu sem querer , isso ja vai fazer 1 ano , peensei que iria durar so umas semanas , uns meses ….afe! Dooi muuito gostar tanto assim de um amigo, e que seii que n ira me corresponder ! eu seii que oque eu sinto è puro , sei/Acho que Isso vai passar siim … Mas se passar vai demorar MUUUUITO aiinda. è uma coisa muito complexa. Quanto mais escrevo mais me vem coisa na cabeca pra escreever …. SÒ QUEM PASSA POR ISSO SABE OQUE È ! Impossivel saber sem passar , è um sentimento puro, forte talvez ate inacreditavel …. Mais ja aceitei os fatos . Se ele comecar a namorar vai doer Siiim. Vai doer DEMAIIIS ! Mais naum posso atrapalhar ou desejar mal a uma pessoa que amo tanto .. Ele sabe que sou gay , nao quero conversar com ele , pq sei que vai acabar mudando minha relacao com ele .. Ele pode se afastar ou nao fazer Tudo que nos fazemos #Seila . Mais a mesmo coisa naum iria ser ! Ele è bem desconfiado das coisas , eu nao demostro que gosto dele , isso tenho certeza que ele nao desconfia ! Mais è Isso ae ne …. Vamos vivendo e aprendendo as trancos e barracos ! Ainda Tenho muita coisa à aprender nessa vida …. #EntrarAkiMeAjudouAteMeConfortouUmPouco . Obg #

  67. Olá me chamo Daniel, sou gay mas não assumido, faz 2 anos que me apaixonei pelo meu melhor amigo, sempre trocamos olhares, sempre o procuro ficar olhando para ele e ele o mesmo por mim, trabalhamos juntos,
    não sei se ele é gay ou não, mas quando toco no assunto de mulher ele sempre me diz que não gosta de nenhuma e que irá ficar pra sempre solteiro. Com isso minha fantasia foi se alimentando, pois até ai ele não sabia sobre mim (eu acho), mas na última sexta feira depois de pensar muito me abri pra ele, deixei claro sobre meus sentimentos por ele, e para minha surpresa ele disse que isso não importava e que “por favor não se afaste de mim, irei sentir sua falta e que gostava de mim”, mas decidi me afastar dele. Deitado para dormir, pensei no acontecido, será que o gostar dele é como amigo ou algo mais? Se for, porque ele não disse que me amava também quando eu disse a ele que eu o amava? Pedi para que ele deletasse meu número de celular e que nunca mais me ligasse ou enviasse mensagem, e assim ele o fez. Já se passou 2 dias e ele ainda não ligou ou mandou mensagem, morro de saudade dele, quero ligar pra ele e dizer por favor fique comigo, mas tenho medo não sei explicar. Alguém tem um conselho?

  68. Perfeitas colocações! Gostei das palavras!
    Namorava um menina e o meu melhor amigo do passado a amiga dela. O tempo foi passando e eu fui percebendo que eu estava mais encantado com ele do que com ela. Falei a verdade…foi um choque pra ele, mas ele tbm terminou se encantando por mim. Ficamos juntos por um tempo, mas depois que o relacionamento acabou…a amizade foi junto.

  69. Meu caso é o seguinte, tudo começou no colégio eu estava no ultimo ano do ensino médio e ele no segundo, ele entro no meio do ano e logo chamo a atenção por ser muito bonito, na hora do recreio a gente se encarava mas nunca chegamos a se falar, ai minha amiga se interesso por ele e começaram a trocar sms, mas até ai tudo bem eu nem ligava pra ele só achava bonito e tals, depois disso ele sumiu paro de estudar e nunca mais o vi, até que um dia na academia eu dei de cara com ele mas continuou na mesma, foi ai que um dia ele começou a ir na igreja que eu vou, ele tava ficando com uma outra amiga minha que tbm era da igreja, até que chegou um dia que ele saiu com a gente e pegamos um pouco de amizade mas nem nos falamos muito, ai não sei como ele conseguiu meu numero e começamos a trocar sms, era todo dia, não tinha uma dia que ele não me mandava “bom dia” e foi indo que eu me acostumei todos os dias ele me mandando bom dia boa tarde e boa noite, viramos melhores amigos tudo que íamos fazer era junto, a gente não se desgrudava mais, na verdade eu e ele somos muito parecidos em tudo, sonhamos e sair de casa e morar juntos até já fizemos planos sobres isso, conversávamos muito e sobre tudo na verdade os assuntos era muito nada a haver não eram assuntos heteros só as vezes quando ele começava a falar da paixão que ele tava vivendo porque ele sofria muito por ela e tals e eu tentava ajudar, isso tudo aconteceu em cerca de um mês e meio, e acabou que ela terminou com ele, depois disso a gente foi viajar eu ele e mais quatro amigos, duas meninas e dois meninos, fomos pra um acampamento e la dormimos juntos na mesma barraca eu ele e mais um amigo nosso, dentro da barra começamos a ter umas brincadeiras besta e eu vi que ele gostava, eram brincadeiras de passar a mão na bunda um do outro conversa sobre sexo e masturbação e ele adorava, toda hora falava que tava de pau duro, ficamos quatro dias nesse acampamento e depois voltamos pra casa de um amigo nosso e la ficamos uma semana, na casa desse amigo as brincadeiras continuaram só que eram piores já, bem mais liberais, na ora de dormir eu ele dormíamos juntos no mesmo coxão, teve um dia que a gente tinha q dar o coxão para o outro amigo nosso ai nem eu e nem ele queria ir porque a gente ia ter que dormir em quartos separados, enquanto a gente tava discutindo quem ia ele pego e deito em cima de mim e fico falando: af eu não quero ir vai vc!!!…ai acabo que ele foi e eu fiquei, toda noite eu pensanva em falar tudo pra ele, que eu era gay e que gostava dele, até que eu criei coragem e faltando uma noite pra gente ir embora quando a gente foi dormir eu comecei a dar em cima dele mas não falei nada, só tava dando em cima mesmo, passei a mão nele, fiquei acariciando, mas quando eu exagerava ele mandava eu parar, até que ele se irritou e foi pro outro quarto mas ai eu pedi pra ele voltar se não eu ia ficar de cara e ele voltou, no outro dia quando estávamos deitados eu resolvi falar tudo pra ele, ai ele fico sem reação e disse que me entendia, mas ai ele fico muito assustado e saiu do quarto, ai eu fiquei muito mal, pra mim a viagem tinha acabado ali não queria mais olhar pra cara dele, fiquei mal pra caramba, depois disso a gente fico bem distante, mesmo ele falando que ia continuar a mesma coisa. Quando chegamos de viagem a gente fico uns 2 dias sem se falar, ai ele veio falar comigo no face de boa ai eu resolvi desmentir disse que era uma fase que não sei o que tinha me dado aquele dia acabei que desmenti tudo o que tinha feito, por que eu queria que tudo voltasse a ser como antes, e volto mas eu ainda continuo desconfiado, por que ele tem muito jeito de gay, nunca namoro serio, adora fala de masturbação, fica bravo quando alguém desconfia da masculinidade del, sofro intensamente por amor, vive triste, mas ao mesmo tempo já ta feliz de novo, quando eu e ele fica sozinho parece que ele tenta me provocar de alguma maneira, fica um clima tenso quando estamos sozinhos, parece que somo estranhos mas um gosta de ta perto do outro, as vezes eu acho que to confundindo tudo, porque ele fala que gosta de mulher que o negocio dele é mulher mas o problema é que eu acho ele muito parecido comigo em tudo, e ele não tem muitos amigos heteros a maioria é gay e menina, e desconfio muito dele, as únicas horas que eu acredito que ele seja homem é quando ele fala de mulher que é bem raro, na verdade ele que muito namorar porque ele nunca namoro essa é a vontade dele, ele fala que ama a minha amiga e q que namorar ela, mas por enquanto estão só ficando, eu já disse pra ele que ele só ta curioso pra saber como é esse lance de namorar e que quando acontecer com um tempo ele vai enjoar, mas ele disse que não faria isso com alguém iludir uma pessoa só pra saber como é namorar, mas enfim na minha opinião ele não se aceita e pelo jeito vai morrer com esse segredo.

  70. Estou apaixonado pelo meu amigo de trabalho…ja bebemos juntos e nessa quase contei tudo,ele disse que não é gay. é uma sensação muito boa as vezes…

  71. ola pessoal , tenho 23 anos e estou apaixonado por um amigo hetero da faculdade o problema que ele é muito hetero , srs, e tipo ele gosta da minha melhor amiga , mais minha amiga não gosta dele ela gostou no inicio eles ficaram, mais depois ela começou a não ter mais interesse nele , o pior é que eu e ele conversamos muito pelo FB é praticamente todos os dias e ainda nos vemos na facul , estudamos na mesma sala e tipo eu não sou gay assumido ele pensa que sou um amigão dele fiel , me apaixonei por ele em duas semanas de conversa no FB , ele só sabe falar dela , claro , conversamos sobre tudo mais sempre falamos dela e tipo , eu acordo pensando nele durmo pensando ,é uma saudade uma carência um vazio insuportável que sinto por ele um dia ele me disse que ia sair da faculdade , eu chorei no telefone pedindo pela amor de DEUS que ele não fizesse isso, ele ficou meio assim estranho comigo meu medo que ele tenha desconfiado de algo e também quando ele me conta dos casos dele meu comportamento muda fico agressivo com ele digo que não quero ouvir , ele me pergunta porque fico agindo assim com ele , é claro do mil desculpas ,
    gente, parece que nada na vida não tem graça se ele não estiver ali , fico triste choro , mais quando ele aparece na porta da sala parece que tudo se colore de novo , srsr, tudo vai embora dor, carência,o vazio me contento só de vê-lo , ele nem se quer imagina isso , eu também acho que ele desconfia , mais de qualquer forma dane-se se ele desconfia ou não , quando ele fala fico olhando pra ele com aquela cara de bobo , fico vermelho, uma vez ele perguntou pq olhava pra ele com cara de choro , kkkkkkkk , eu dei uma desculpa e pronto , isso está uma loucura todas as vesses digo pra mim mesmo que ele é meu amigooooo e que é impossível isso que sinto por ele , gente me dar uma dica uma opinião por favor ,pra quer que a gente tem que passar por issoooooo ?

    • Olha Julio, eu diria que é uma situação complicada, mas se vc quer uma dica, assuma-se e diga para ele o vc sente pois so assim vc saberá ou não o que ele quer, se não quiser, bola para frente existem muitos homens no mundo, se quiser, seja feliz com ele!

  72. Alisson amigo , ele 100%hetero ,nem passa na mente dele ficar com outros caras , nesse meu amor platônico é impossível nos ficarmos, tipo , não tem chance , só que amo e sofro calado , estou teclando com ele nesse exato momento, e tipo não quero perder a amizade dele é muito importante pra mim. É uma situação difícil mais temos que passar né ?.

    • Julio, primeiramente saiba que eu era um gay totalmente afeminado, hoje devido terapias e tudo, descobri que na realidade sou transexual feminina
      e estou fazendo tratamento para mudar de sexo no SUS, faço com isso hormonização também, o que lhe digo, os heterossexuais a maior parte deles só sentem-se atraídos por mulheres e gays afeminados, muito afeminados, vc sabe que um gay afeminado tem de ser assumido pois todo mundo sabe dele, o mesmo diria sobre vc!, Se vc não é afeminado e por isso não se assumiu então esqueça dele para vc não sofrer no futuro.
      Olhe a minha vida toda eu sempre sai com homens heteros de tudo, sempre, e detalhe, só consigo sentir atração por homens assim, eu já sofri muito por diversas vezes, saiba que um homem hetero vai procurar a feminilidade nos gays e é exatamente isso que os afeminados tem, enquanto que um gay masculino vai ficar sempre sofrendo numa situação destas, em todo caso, eu tentei lhe ajudar!
      E quanto a situação de vc se assumir ou não, pense nisso, pois ficar no armário a vida toda pode lhe trazer uma grande frustração no futuro!
      Beijos

      • OBRIGADÃO Alisson pelos conselhos e dicas valew mesmo , e tipo de qualquer forma estou tentando acabar com essa paixão , pois como vc falou eu irei sofrer no futuro , então , por conta disso mesmo pra evitar é que estou lutando contra isso , mais valeu mesmo pelas dicas e pelos conselhos .

  73. Pessoal o que tem acontecido comigo eo seguinte: eu to afim de um cara na minha rua ele tem 23 anos e toda vez que ele me olha passando na rua ele entra pra dentro da casa dele de um jeito estranho parecendo que tem vergonha de mim e outra coisa :( esses dias eu entrei no local aonde ele trabalha assim que ele viu eu entrando ele saiu foi pra outro canto.
    Mais depois ele saiu de onde tava e começou a olhar pra mim.
    este cara que eu to gostando é gay assumido so que eu queria saber o porque do motivo dele ficar me evitando toda vez que ele me ve.
    tem outra coisa eu não sou gay assumido :(
    o que vocês acham que eu devo fazer?

    • Bem, provavelmente ele pensa que vc vai agarrar ele na frente dos outros, e por isso ele faz isso! Pode ser isso ou pode ele não gostar de vc e já saber que vc tem uma queda por ele. Gabriel, gays são complicados e ainda mais os assumidos que pensam que são o centro do universo e todo mundo quer eles, imagina…! Eu sou uma pessoa tão direta em tudo que faço, se eu vejo um cara que gosta de mim ou tem uma forte atração, eu já paro e converso com ele como fiz sempre, a questão é que muitas e muitos, não tem maturidade para fazer isso, mas é uma coisa que só a vida vai ensinar…tenha paciência e se não for esta, tenho certeza que vai aparecer coisas muito boas para vc!
      Beijão

      • Vlw pelo conselho.
        ja to com desgosto da vida.
        acho que meu destino é ficar sozinho :S
        você não sabe o vaziu que eu tenho dentro de mim.
        eu ja pensei em me assumir mais meu pai falou que preferia ter um filho morto do que ter um filho homossexual. e ja chegou a falar que iria me expulsar de casa se soubesse que tinha um filho gay. por isso optei por não me assumir.
        Seila meus relacionamentos nunca dão certo.
        As vezes eu me odeio por ser gay e me iludir tanto com os outros cara.
        as vezes eu pergunto pra Deus porque eu nasci desse jeito.
        eu cansei de falar pra Deus que eu não queria ser assim.
        Acho que a unica solução pra mim ea morte.

      • Gabriel pelo amor de Deus, jamais diga isto que vc falou, a família é o primeiro passo na sua vida, jamais pense em morte, não pense vc que minha vida foi fácil com minha família pq não foi, ainda hoje, minha mãe tem um grande preconceito comigo, agente não se entende, eu cansei de ouvir isto de me expulsarem, de me tirarem tudo, sabe o que eu disse para todos? Danen-se todos, não estou nem ai para nenhum de vcs, e com isso eu segui em frente a minha vida, já passei o Diabo por eu ter sido um gay afeminado, sofri muito preconceito de todos, vc não imagina a humilhação que tive de passar em minha adolescência, nunca arrumava ou parava em emprego por causa disto, todos tem preconceito com gays afeminados, TODOS! Agora pq isso é assim? Pq a TV só mostra as caricaturas de gays afeminados, somos uma palhaçada para a TV isso sim, e não deveria ser assim, eu pelo menos sou prova disto, eu lutei a minha vida toda e continuo lutando pelo bem estar de todos em minha vida, não baixe a cabeça nunca para os preconceitos vindos de sua família e nem de ninguém, enfrente a todos como eu enfrentei e hoje estou aqui!

      • Alisson preciso de 1 conselho seu tipo vc acha que eu devo chegar nele e falar o que eu to sentindo?
        mesmo eu recebendo um não vc acha que ia ser bom pra mim pra parar de ficar criando ilusão?
        Ultimas coisas que fiquei sabendo dele é que ele é bipolar e tbm muito timido :s

        Olha a frase que ele postou no Facebook dele:

        (resolvi dar um passo pra traz daquilo que já nao estava ao meu alcance. pq o silêncio . me traz insegurança. total.)

        pior de tudo é que ele é lindo. ele é muito Paparicado

        eu vi uma frase que me fez refletir :É melhor tentar e nao conseguir do que se arrepender de nao ter tentado, concoorda ?

        na opinião sua devo correr este risco?

      • Bom dia!
        Olha, sinceramente acho sim Gabriel, até porque vc tem ctz do que sente por ele, se fosse eu, nem ia esperar nada, já estaria lá conversando com o cara pode ter ctz.
        Se por ventura vc ouvir um “não”, provavelmente isto seja consequência da imaturidade dele para a vida, lembre-se que os gays querem ser sempre o centro do universo e não são, e com ctz lá na frente ele vai perceber o grande erro que cometeu se não ficar com uma pessoa como vc.
        Não conheço vc pessoalmente, mas tenho ctz que é o homem que todo gay gostaria se abrindo tão positivamente para a vida, acredito que seja uma chance única na vida deste “gay”, tomara que ele seja adulto e tenha maturidade para saber a chance que a vida esta dando para ele e não deixando vc partir.
        Mas se vc partir, sei que existiram outras pessoas neste mundo que com ctz vão adorar lhe conhecer e ter seu amor tão verdadeiro em suas vidas.
        Gabriel eu desejo toda sorte do mundo em sua vida, que vc consiga tudo que deseja pq o mais importante nesta vida é sermos felizes sempre!
        Um grande beijo a vc!

    • Nesse caso tu tá é perdendo tempo mesmo,tu já sabe que o cara é gay assumido,eu já teria achado uma forma de no mínimo trocar uma ideia com ele e em seguida já teria investido…se ele não quiser nada ele vai dizer pra ti,dai resta vc partir pra outra,mas pelo que vc descreveu….ele parece que alguma cosia quer,só não tem certeza de sua parte.

  74. Nossa já passei por isso,mas no meu caso eu era apaixonado por um amigo hetero,mas que eu tinha uma forte desconfiança que ele não era hetero,mas eu por puro medo e por ser enrustido mesmo,na época, acabei ficando em pânico de todas as vezes que ele chegou a me perguntar abertamente se eu sentia algo por ele.passou o tempo,ele foi morar na França,eu ainda tenho algum contato via internet,mas muito pouco,e é aqui que entra aquela coisa,as vezes a gente se arrepende de certas coisas que faz,mas é muito pior se arrepender do que não fez,foi esse o caso,e até hj fico pensando de como poderia ter sido,mas felizmente já não tenho ele mais na cabeça,mas demorou a passar.

      • bem nessa época eu ainda tava naquele processo de lutar contra o que eu sentia,e minha amizade com ele era muito forte,eu já tive vários amigos heteros,e tenho ainda,mas especificamente com ele era diferente,principalmente pq qnd a gente tava sozinho,ele me mandava umas indiretas que chegava a me constranger,ele mesmo chegou a me perguntar diretamente se eu sentia algo mais que amizade por ele,mas até hoje não sei se isso era em função de que el queria ter certeza de que eu era gay,ou se era ele mesmo querendo dizer alguma coisa pra mim,mas felizmente isso é água passada,mas não se repetirá nunca mais,melhor se arrepender de algo que vc fez,do que de algo que não fez.

  75. Sou bi e estou passando por essa situação. Tentei ficar sem falar c/ ele, mas ele me pergunta pq eu me afastei. Não sei se conto ou não, estou muito na duvida!

    • bem é só não confundir as coisas e deixar se encantar e ficar criando coisas que não existem em sua cabeça,eu na época não tomei uma atitude mais agressiva pq era burro mesmo,enrustido e achava que dar uma satisfação pra sociedade valia mais do que minha felicidade,perdi a chance de tá com um cara lindo,inteligente e talvez estivesse morando na França hj kkkkkk
      Comigo a situação era bem clara,ele fazia questão de tá comigo o tempo inteiro,tinha ciúmes de mim com outros caras e mulheres,e fazia várias insinuações que eu simplesmente me fazia de besta,fingia que não tinha entendido,isso tudo em prol de ficar mentindo pra mim mesmo.
      Comentei que ele teve ereção qnd me viu tomando banho? que terminou com a namorada por minha causa? rsrs pois é,não era coisa da minha cabeça.e era bem diferente de uma amizade com outros heteros que tive e tenho até hoje,até pq por eu ser gay masculinizado,eu consigo ficar de boa entre homens heteros,claro mas sempre respeito e nunca fico criando fantasias com heteros,pq sei que é perda de tempo,exceto qnd sinto algo diferente no ar.

  76. Meu nome é Rafael, tenho 15 anos. Sou um cara não assumido, jeitão de hétero, e ja tenho consciência do que eu gosto, porém não consigo aceitar isso. Já tive relações com garotas, e sempre fui feliz com elas. Namorei por um certo tempo. Gostava de estar com ela, desejava ficar com ela, mas não sentia aquela vontade constante de transar com garotas o tempo inteiro. Me apaixonei pela primeira vez por um cara há uns 3 anos atrás. Eu era novo, e ele tinha uns 17 anos. O cara era lindo, jeitão de hétero, malhava e era um dos caras mais simpáticos que eu já conheci. Conheci ele na casa da minha tia, e dormimos la, em cômodos diferentes. Ficamos até tarde conversando, ele me olhava o tempo inteiro nos meus olhos, sorria, e ficávamos ali um bom tempo, sem falar nada, só olhando um pro outro e ignorando tudo. Era de de arrepiar, me tremia todo. No dia seguinte ele foi embora, e nos vimos pouquíssimas vezes depois. Já estava louco, e isso me tomou 3 anos. Procurei ele, como amigo apenas, mas ele não fazia tanta questão. Porém não é aí que eu quero chegar. Hoje ele está casado com uma garota linda, e eu olho para trás e penso que homens como ele, com esse jeito, e que curtem outros homens não existem. Isso me traz um sentimento horrível, não sei o futuro que me espera e tenho medo, pois não consigo me interessar por garotos afeminados, pelo contrário, tenho um certo receio de chegar perto, e isso me deixa mais triste ainda, pois eu não conseguir aceitar o que eu sou e não consigo me ver em garotos homossexuais. Após um tempo, me apaixonei mais uma vez, por outro cara hétero. Vi ele em angras dos reis, e resolvi procurá-lo por procurar. Me aproximei bastante, e ele olhava dentro dos olhos, e isso é o que fode com tudo. Voltava tudo aquilo de novo. Só que a impressão que eu tive é que havia um trauma em mim, eu não conseguia olhar pra ele por muito tempo, eu queria, mas tinha medo. Medo de alimentar aquele homossexualismo, e de ele desconfiar daquilo, e explanar pra todo mundo. Acho que meu maior medo é a reação de todos. Uma vez eu cheguei até a procurá-lo, e falei que ia falar algo, só que deu pane, me deu um desespero. E não falei, ele ficou questionando, só que como sempre, ele era um cara seco, eu que procurava sempre. Logo depois ele começou a namorar, ja sabia que ele era hetero, não consigo tirar da minha cabeça que caras com este jeito e heteros não existem, e eu não tenho culpa de pensar assim, eu juro. Vivo em um mundo preconceituoso, meus amigos são preconceituosos, e a cada palavra que eles falam sobre gays, esses apelidos ofensivos, essas coisas, parece que é uma facada. E eu por pressão, entro na pilha, e acabo zuando tudo isso também. Aquela velha história de gays homofóbicos encubados. De repente mudou todo, e entrei em uma éspecie de depressão. Acabo ficando vários dias triste, pensando nisso. Sou um garoto popular até, graças a Deus. Tenho muitos amigos. Como eu mencionei, não tenho nenhum jeito afeminado, e isso tudo me da medo, pela reações dos outros. Minha familia não aceitaria, meu irmão é meio que homofóbico e minha mãe, ja disse, que unica coisa que não aceitaria aqui em casa, seria as drogas. Porém, as vezes, ouço comentários desagradáveis sobre gays aqui. Estou meio tremulo agora, tenho medo de falar isso pra qualquer pessoa. Realmente não tem como. Não consigo. Em fim, só me apaixono por caras heteros, porem não consigo me ver em um corpo de um homossexual. Meus amigos são todos homofóbicos, tenho medo. E minha familia também tem um certo receio. Estou aqui, pedindo uma ajuda, para que eu possa principalmente, acabar com esse desespero e medo que eu tenho por dentro, e pelo menos arrumar um jeito de amenizar tudo isso, sem perder as pessoas que eu amo. Abraço !

    • Rafael, em primeiro lugar!
      Porque vc tem este pensamento de medo de chegar perto de afeminados?
      Rafael são sentimentos como estes seus que instigam o grande preconceito na comunidade gay sabia? Não pode existir este tipo de pensamento nunca, uma coisa é vc dizer que só sente atração por heteros outra é vc dizer que não sente nada por afeminados, coisas bem diferentes mesmo!
      Mas Rafael, vou lhe dar uma noticia que vc não vai gostar!
      Se vc pretende se aproximar de algum hetero de verdade, então é obvio que vc precisa ser afeminado para que ele o hetero aceite vc!
      Estou lhe falando isto pois sou afeminada e a grande maioria dos gays tem este mesmo problema que vc., já no caso das afeminadas todos os heteros sentem atração, pois temos um lado feminino muito forte, coisa que os gays masculinos ou do armário não tem!
      Não adianta vc querer mudar a lei da natureza, os homens heteros sempre sentem tesão pelo lado feminino, sempre! E neste caso valem as mulheres, gays afeminadas passivas, travestis passivos e cds passivos e transexuais como eu, saiba disso!
      Eu não tenho problema com isso nunca, os heteros sempre me cantam na rua, numa loja em qualquer lugar por eu ser feminina!
      Mas, lhe digo com plena ctz, acabe com este sentimento seu de “medo” de afeminados pois isto não deve existir nunca, acredito que vc vai encontrar por ai muitos gays masculinos que vc pode gostar deles tanto quanto como se fosse um hetero, tenha ctz disso!
      }Boa sorte

    • Outra coisa que andei lendo em seu comentário!
      Rafael, não alimente nunca estes sentimentos movidos por terceiros em sua cabeça!
      Infelizmente neste mundo a hipocrisia existe, e em todo lugar tem, não será diferente nunca, mas saiba que qualquer um de seus amigos homo fóbicos quando estiver sozinho com uma pessoa como eu e tiver oportunidade vai me cantar, saiba disso, sempre vai existir hipocrisia neste mundo, eles são deste jeito por estarem em grupo, mas sozinhos todos eles se entregam, lhe dou plena ctz disso. Isto vale para qualquer homem hetero, seja pastor, padre ou qualquer coisa que seja!
      Por isso que vc precisa saber enfrentar esta situação e assumir o que vc é, não tenha medo, para que no futuro vc seja feliz

    • Bem primeira coisa que percebo é que em seu subconsciente,vc tem guardado todo o esteriótipo e preconceito intro-injetado da sociedade por gays efeminados e estereotipados,eu me vejo na sua situação pq já passei por essa fase,de achar que gay era aquele esteriótipo pregado pelas novelas e programas de humor,eu até meus 23 anos lutei muito contra o que eu sentia,pq simplesmente não me via introduzido naquele contexto do “universo gay”,minha gama de interesses eram bem diferentes daquilo tudo,mas ainda sim,eu continuava olhando pra outros caras e fingindo ser o que eu não era.
      Com minha família no começo foi meio difícil,mas depois com o tempo eles se acostumaram com a ideia e hoje nem ligam mais,mas se tu não se sente seguro pra assumir isso pra sua família por medo da reação,melhor tu adquirir sua independência antes,dai tu decide se sua família merece ou não sua confiança.
      Agora em relação a seus amigos heteros,tem que se ter muito cuidado,as vezes vc está confundindo as coisas e tratando amizade como sendo sinal de interesse e nem sempre é assim,já tive interesse por alguns amigos,e qnd isso acontece,e a pessoa é realmente meu amigo,eu abro o jogo e falo,até pq minhas amizades são pessoas muito bem selecionadas,eu não estabeleço vinculo de amizade com gente machista por exemplo,ou homofóbico que fica fazendo piadinha maldosas com homossexuais,então qnd eu chego ao ponto de falar,eu fico tranquilo qnt a isso,sei bem que as coisas podem continuar do jeito que estão ou evoluir pra algo mais qm sabe?! agora ficar cultivando amor platônico sem nunca saber que tem chance ou não,dai é sofrimento demais,dai cabe a vc decidir…se tu quer ser feliz ou viver uma vida fingindo ser o que não é por causa da opinião da sociedade..sinceramente a vida é muito curta pra isso,pra ficar encenando papeis.e outra tem muito cara gay bacana,basta procurar e quebrar certos preconceitos seus,vc pode não se sentir atraído por gays efeminado,assim como eu tbm não sinto,mas eles podem muito bem te ajudar a conhecer alguém bacana.

  77. gente estou gostando de um garoto hetero da faculdade, ele gosta de mim como amigo mais conversamos no celular pela madrugada até quase o dia raiar , nos conversamos sobre tudo , então o problema é que estou gostando muitoooo dele e não sei oq fazer pra me afastar dessa situação afinal estudamos juntos , ele está gostando de uma garota não vi e nem quero ver os dois juntos pois sei que vou sofrer e não vou conseguir conter as lagrimas , gosto dele em segredo ,somos amigos muito íntimos, da sala toda ele é o único que tenho mais contato e mais intimidade , ele é uma pessoa maravilhosa , muito especial , não posso mais viver assim ,dormir falando com ele e pensando nele acordar com uma saudade fudida dele,passar o dia sem fome só pensando nele e ir pra faculdade e não conseguir me concentrar pq fico olhando pra ele , e gravo todas as nossas conversas ,srsr :) AMIGOS PRECISO TANTO DO CONSELHOS DE VCS!!!

    • No seu caso só há uma solução esfrie a relação,não precisa cortar relação,mas se afastar um pouco,se chegar um dia que o sujeito fizer a crucial pergunta “pq vc tá diferente comigo?” dai cabe vc decidir se quer revelar ou não….esse joguinho de ficar comendo pelas beiradas sem nunca dizer o que sente só vai trazer sofrimento pra vc.

  78. bom um aluno novo chegou na escola onde eu estudo e minha amiga que é bi ja o conhecia eu disse a ela que eu o achei bonito
    mais nunca falei com ele mais ja me senti atraido por ele
    e esses dia na hora do intervalo da escola ele tava abraçando uma
    outra miga minha que se chama izabelle ai eu a puxei pela camisa e disse a ele que eu tinha ciumes dela
    então ele olhou pra mim e disse que eu ñ precisava ter ciumes ñ ele pegou o celular dele e guardou no bolso e abriu os braços e me pediu para abraça lo de um lado e minha amiga do outro e ele olhou pra uma outra garota que é da minha classe e disse que aquilo era abraço em grupo depois desse abraço ele levantou minha amiga no colo!!!
    e olhou pra mim e perguntou se eu queria tbm então eu disse que ele iria me derrubar mais do mesmo jeito ele fez questão de me levantar!!!!
    voltando a sala de aula minha amiga izabelle mandou uma mensagem pra ele dizendo que eu avia gostado do abraço e ele respondeu uma careinha de risada ela perguntou se ele tava solteiro ai ele disse que sim ai ela perguntou oq ele achou de mim então ele respondeu onde vc quer chegar com isso???
    ai ele respondeu que estava brincando com ele e que ñ era pra ele me contar pq se ñ eu iria ficar bravo com ela!!!!!
    depois desse dia ele ñ sai da minha cabeça!!!!!
    queria tentar saber se ele curte ou ñ homem ?????
    pois ele fez questão de me abraçar e me levantar!!!!!

    ah! ele se chama guilherme mais conhecido como japa e ele é lindo!!!!

    • Amigo , vc poder ter se apaixonado porque vc deve está carente ,pra saber se ele é gay , tenta puxar assunto da atualidade , pergunta dele se ele assiste jornal , então vc diz ” que está maior coisa esse assunto de “casamento gay” e pergunta oq ele acha sobre isso aos poucos vc vai soltando sua opinião,sobre oq vc acha ,joga no meio o assunto da homofobia e dependendo da resposta dele vc vai contando a sua opinião oq vc acha , então depois vc brinca diz que se ele tivesse um amigo gay e esse “amigo” gostasse dele oq ele faria nessa situação , ai depois mano dependendo da resposta vc vai saber oq fazer ai ,corre pro abraço , kkkkkk.

      • muitissimo obrigado ju eu conversei com ele e disse que sou gay ai ele disse que pra ele ñ haveria problema nenhum
        disse que sabe oq eu estou sentindo ate mesmo pq ele disse que só me abraçou e me pegou no colo pq tbm se sentiu atraido por mim
        mais tem medo de assumir pra todos ele fala comigo no face sempre e tbm me da conselhos mais ñ rolou nada ainda!!!!!
        agora corro pro abraço dele todos os dias kkkkkkk
        muito obrigado se ñ fosse vc ñ sei oq eu faria
        renanzin_lokinho@hotmail.com
        meu face e meu msn se quiser manter contato mais uma vez obrigado!!!!
        :D

  79. Esse site realmente me vai ser útil, e preciso da opinião de quem puder. ^^’ Bem, basicamente, tenho 15 anos e esse ano mudei de escola pelo o fato da minha antiga não possuir Ensino Médio. Pois bem, a escola é cheia de regras e coisa e tal, mas nada diferente ao que eu já estava acostumado. No primeiro dia de aula fiz uma brincadeira pessoal minha de “classificar os pegáveis”, que no caso, seria aqueles que se eu descobrisse que também é gay, eu ficaria. Inicialmente, um dos garotos me chamou a atenção, mas depois de várias pesquisas no facebook e outras informações discretas que peguei com outras pessoas, descobri que não tinha chance de ter um caso com ele, totalmente hétero. Como eu ainda não tinha me aproximado, foi fácil esquecer qualquer coisa que sentia por ele (nos falávamos, e ele era até legalzinho).

    Deixando de perder meu tempo (rs) com ele, consegui firmar novas amizades, no caso, fiz amizade com três pessoas inicialmente e então fui me enturmando com o povo, e foi então que fiquei amigo daquele que chamarei de Ay. Ay é super afetivo, segundo o mesmo, valoriza a amizade mais que tudo e eu o achava meio suspeito porque tinha um negócio de ficar apertando o braço e talz de outros garotos (mas depois percebi que isso é normal na sala inteira entre os garotos que vão para a academia [70%]), depois descobri que o mesmo ficava com várias garotas, mas como ele agia de uma forma super carinhosa, eu acabei por começar a gostar do mesmo, a nutrir um amor secreto pelo mesmo, e agora sinto que a única razão que me faz ir para a escola é vê-lo, poder tocá-lo, falar com o mesmo, rir com ele. Eu já tentei algumas vezes contar para ele o que sinto, mas por medo de que ele se afastasse acabai desistindo e mudando de assunto.

    O meu maior medo de contar para o mesmo é que ele é meio fanático religioso (e é evangélico) e eu conheço o preconceito que os evangélicos mais que as outras religiões têm contras os homossexuais, por isso não tenho coragem para ao menos contar que sou gay. Se alguém puder me ajudar nisso, me dar alguma sugestão, eu ficaria muito agradecido. ^^

    • mike me chamo Renan e eu tive um relacionamento ingual mais no lugar desse carrinha ai bom eu fui obrigado a ser evangelico e foi dentro da igreja que descobri varios gays meu conselho é que vc faça a mesma coisa que um amigo me disse começa a falar dos assuntos dos jornais sobre casamentos gays coisa e tal ai dependendo das respostas vc descobre se ele ja ficou com algum garoto ou ate mesmo pq com todo respeito os evangelicos são os mais safados falo isso pq tive ñ só um como três relacionamentos que envolviam evangelicos e esse preconceitos dele na boa ñ tão com nada a cada dia que passa o mundo se renova cada vez mais então uma boa conversa pode ajudar bastante!!!!
      detalhe pegue uma boa amizade primeiro tipo aquelas que vcs contam assuntos sobre sexo e coisa e tal acredite quem é evangelico adora esses assuntos!!!!
      mais tenha cuidado com as perguntas para ñ perder o foco!!!!!!

  80. Eu passo por essa situação tenho 16 anos e sou apaixonado pelo meu melhor amigo 3 a nossa relação é muito boa eu acho.
    Eu ja contei pra ele que eu gosto dele, li num comentario acima que vc disse que os homens heteros sempre sentem tesão pelo lado afeminado eu fiquei meio triste pois eu não sou afeminado nem tenho tendencia a ser eu me visto como homem falo como homem ando como tal e tdo mais não consigo ser afeminado e sempre quis ter uma relação com isso é como vc disse eu acho q me apaixonei tbm pelo seu jeito masculo, forte, protetor, ao mesmo tempo ele é muito fofo e romantico, ele diz que me ama quer dizer depois que eu contei pra ele nunca mais falou que me ama antes ele falava que me amava muito as vezes eu acho que tenho uma chance e as vezes não estou completamente confuso. ah sim eu so ele e uma amiga minha sabe disso ninguem mais sabe pois a minha familia é completamente homofóbica se eu falasse pra minha mãe provavelmente ela ia me por pra fora de casa, mas voltando eu tenho medo de uma hora ele se sentir ameaçado e se afastar de mim nunca dei em cima dele pois se fizesse algo do tipo acho q eu receberia um soco bem no meio da cara.
    Eu ja percebi que o amo demais eu não penso em outra coisa a não se estar ao lado dele, eu nunca vi ele namorar talvez pq ele é um dos poucos amigos que eu tenho e por consequencia dos poucos amigos a minha vida é casa escola escola casa sou mto antissocial não saio pra praticamente nada, mas ele sempre vem aki ele gosta de brigadeiro então a gente sempre faz e comemos juntos em quanto fazemos atividades da escola ou assistimos algo é basicamente isso eu não sei oq fazer sempre chega um momento em que vc não se satisfaz apenas com a amizade eu desejo algo mais.
    Me ajudaa!!!!

    • Shirou-chan eu acho que vc deveria conversar com ele sobre oq vc sente ate mesmo pq eu nunca vi um hétero dize que ama outro homem se ele fazia isso é pq tem carosso nesse angu então ñ áh nada que uma boa conversa resolva e se ele ñ te deu um soco no meio da cara quando vc disse que gostava dele ñ é agora que ele vai fazer isso né!!! ate mesmo pq depois que vc contou pra ele sua opção sexual vcs continuaram amigos só diz oq vc sente se ele te ama coo amigo ou de outra forma ele ñ vai se afastar de vc!!!!

  81. Bom, minha estória é parecida, eu sou chefe de uma empresa de Call Center e tenho em torno de 40 funcionário sobre a minha gestão no meu primeiro mês conheci um menino novinho tinha 17 anos, branquinho, magro nem era bonito mas tinha um charme e eu gostei dele de cara e nem nós falamos ou fizemos amizade no período de treinamento quando ele desceu para operação fiz amizade com ele e nos tornamos grandes amigos tanto que hoje ele é um dos melhores funcionários que tenho e é muito carinhoso comigo sempre me abraça, faz massagem fica brincando de pegar nos meus braços e no meus mamilos e sempre que me abraça me aperta forte e tem um detalhe eu trabalho sempre de social ele sempre que minha camisa fica de fora tá solta ele puxa e passa a mão nas minhas costas e faz carinho e todo mundo sabe que ele é meu protegido tanto que ele sai para comer comigo, fica até depois do horário e sempre que apertamos as mãos ele puxa e me segura por muito tempo.
    Detalhes ele é evangélico e namora uma menina de quinze anos a três anos e ele não fala da namorada e nem sobre como é a relação dos dois.
    Eu sei que ele gosta muito de mim mas nem sei se é atração porque eu sinto que é atração a dois meses atrás ele fez 18 anos nos abraçamos perto de todos os funcionários e ele chorou e me apertou muito forte porque fizemos um festa para ele e todas essas brincadeiras continuaram até que ontem ele me abraçou forte novamente e fez cafuné e deu quase um beijo no meu pescoço eu até arrepiei e ele falou falou arrepiou né e eu disse sim.
    Não sei o que pensar porque tenho 28 anos sou chefe dele tenho que manter minha imagem na empresa mas sinto que sonho com ele eroticamente e sinto falta dos seus abraços nos finais de semanas, acho que estou me apaixonando!
    Será que estou vendo da forma certa , ou pode ser só amizade mesmo?

  82. Aff eu sou gay mim apaixonei por um amigo de sala de aula e ele fica olhando pra mim quando estou distraido, quando olho pra ele, altomaticamente desvia o olhar ele pressebe quando estou olhando pra ele entao fica meio sem geito e sai pra passear na sala depois ele vouta no comesso da aula nao conseguimos se falar pois tenho vergonha e ele tambem eu acho! ele nao tem preconceito é educado simpatico e muito gato eu nao tenho coragen de conversar sobre este assunto pois tenho medo de saber a reação dele e não querer o nesso restinho de amizade

  83. pow n sou gay sou bissexual faz pouco tem estou gostando de um colega meu tenho 13 anos e ele tbm ele tem jeitos de aqueles machistas e aqueles bi hoje ele pediu para a minha amiga (gaby) passar brilho nos labios dele dae eu tbm pedi blz mas ele tbm faz aquelas piadas de machista que zoa os outros tipo vou te comer chupa meu **** e td mais dae a hora que acabou a aula eu ando de skate né dae a gente fica la fazendo manobras de skate dae eu confessei para ele que sou bi e ele falou para min n estragar a minha vida mas amanha vau conversar com ele ja que ja começei issu :
    OBS: N SOU GAY SOU BISSEXUAL E PERCEBI ISSU A POUCO TEMPO
    ESTOU NA 7 SERIE ESTUDO EM ESCOLA DE NOIAS FUNKEIROS E BANDIDINHOS :( MAS N TENHO NDS CONTRA FUNKEIROS SÓ TENHO Ó DO POSSIVEL FUTURO DESSAS PESSOAS.

  84. Ola, no inicio do ano letivo, me apaixonei por um menino da minha sala, ele é 1 ano mais novo que eu e é Hetero. Uns 5 meses depois ele descobriu atraves de uma ”amiga” minha que eu gosto dele, mas ele continuou conversando normalmente comigo, apos eu ficar sabendo que ele ja sabia que eu gostava dele, nos praticamente nos distanciamos, apesar de estarmos sempre no mesmo grupo social da sala não trocamos nenhuma virgula e quanto conversamos ele simplesmente fala sem me olhar. Realmente estou transtornado é a primeira vez que me apaixono por um menino… Ate fiquei um bom tempo refletindo se era paixão ou não, mas cheguei a conclusao que era paixão sim, mas agora não sei o que eu faço…

  85. Bom, não diferente de ninguém aqui, eu sou completamente apaixonado pelo meu melhor amigo, hétero. Ele já sabe disso, pois em 2011 eu enviei pra ele uma carta, que apesar de anônima ele já sabia que era eu, porem, ficamos por 9 meses sem nos falarmos, pois ele não aceitou bem o fato da carta ser anônima e principalmente por eu ter negado a autoria em um primeiro momento. Precisei de dois dias para chama-lo e contar toda verdade. Depois desse tempo ele me procurou e nossa amizade continuou. Ele sabe que sou apaixonado por ele, e mantemos uma amizade muito forte, porém, de irmãos. Faço tudo por ele e para ele, até mesmo recusar uma promoção da minha empresa que me forçaria mudar de cidade. Apesar de estar sempre com ele, e ser muito feliz nestes momentos, sou tomado por uma tristeza profunda pois apesar de ter ciência que algo com ele é completamente inviável, sinto de mais sua ausência. Como todos aqui, eu também sonho com ele quase todos os dias, e nestes sonhos sempre estamos juntos seja nos beijando ou até mesmo transando. De dia vejo seu rosto em tudo o que faço, e sempre que ele me liga ainda sinto aquele arrepio na espinha ao atender. Deixo de ter as coisas para mim para comprar pra ele, e o ajudo em tudo o que ele precisa. Recentemente tenho ido parar no hospital com pressão alta, tontura, falta de ar e com um nó na garganta do tamanho do mundo. Gosto muito da amizade eu tenho com ele, e não consigo mais ser feliz se eu não estiver perto dele. Sempre neguei a ele querer ter algo com ele, e sempre disse que é pelo respeito que tenho por ele e pela amizade que tenho com ele, pois a amizade é muito mais importante. Como amigos estamos sempre juntos, fazendo coisas juntos, nos divertindo e tudo mais. Mas o fato de eu não querer nada com ele, não significa que não tenho sentimentos por ele. Vivo esta intensa luta da razão versos coração. E como é dolorido no coração quando o vejo com uma garota. Só eu sei o esforço que tenho que fazer para que apesar de tudo ainda ser simpático, engraçado para não me tornar o amigo gay chato e inconveniente. Não posso culpar elas, e muito menos ele, pois toda essa situação foi criada e sustentada por mim. Não consigo ficar com outro cara sem pensar nele. Por fim só posso dizer que estou a beira de um colapso com tudo isso. Agora me vejo obrigado a trocar de empreso, ganhar menos, mudar meu padrão de vida para não me afastar dele. Gosto muito dele, Amo muito ele., e sou completamente apaixonado por ele. Hoje eu digo que a minha felicidade é a que mais de deixa triste.

  86. Me apaixonei por um garoto da minha sala ai fiz amizade com ele e ele é o mais bonito da sala as garotas todas gostam dele e hj eu sou o melhor amigo dele e ele é meu melhor amigo,só que não consigo parar de pensar nele só que ele é hétero e até de vez em quando brinca cmg falando que n faz amizade com gay e eu sou exceção (ele acha que eu tbm sou hetero),me trata mt bem , uma vez em uma palestra no colégio era para entregar uma fita para a pessoa que mais achava especial no colégio e ele me deu a fita, e nessas atitudes dele eu fico cada vez mais apaixonado mas tenho muito medo de eu contar o que sinto e ele se afastar de mim ..

    • Anonimo, eu já passei por isso e fiz da maneira mais errada que alguém poderia ter feito. Se você quer mesmo contar o que sente por ele, o melhor mesmo é você contar pra ele pessoalmente, em uma conversa calma. Vou te repetir o muitos me disseram depois do meu erro, “Se ele realmente for seu amigo, e gostar de você, a amizade de vocês não será abalada.” Mas saiba que num primeiro momento, se ele for surpreendido pela noticia, é natural que apenas no inicio ele possa ficar assustado, surpreso e até mesmo evita-lo, ou então pode ser que ele já saiba e apenas falta você confirmar pessoalmente pra ele. Seja sincero, verdadeiro e acima de tudo, coloque o respeito a amizade de vocês em primeiro lugar. Hoje eu sei disso por que o meu medo me fez errar com o único que eu não poderia ter errado jamais. Te desejo sorte, e principalmente felicidade. Pode ser que ele aceite muito bem o seus sentimentos por ele, mas jamais acontecerá nada entre vocês, porém, sermos o melhor amigo do nosso melhor amigo e estar presente em sua vida já é um honra muito grande, apesar de tudo. :-)

  87. ola gente vim aqui deixar minha historia, sofro muito por
    causa disso gostar de héteros não é fácil, quando eu percebi que eu
    era gay eu nunca me importava em ter alguém sempre tentei ser forte
    passando por preconceito mesmo eu não assumindo para as pessoas que
    sou gay estou sempre sozinho já pensei em acabar com este
    sofrimento se é que vocês me entendem, mais uma das coisas que eu
    nunca vou ter coragem de fazer é isso, fico olhando filmes, series,
    novelas com temática gay e fico me perguntando será que um dia eu
    vou ter um namorado como eles tem atualmente estou num estado
    depressivo não muito forte por que eu tenho vontade de viver mais
    eu não tenho com quem viver tento ficar perto dos meus amigos, cair
    de cara nos estudos para ver se eu esqueço mais é só chegar a noite
    e botar minha cabeça no travesseiro que a tristeza me consome, uma
    dor muito forte no meu peito começa principalmente por que eu não
    tenho lágrimas para botar para fora, já gostei de 3 garotos héteros
    o ultimo me deu falsas esperanças, falei para ele tudo o que eu
    sentia e ele nunca mais falou comigo, cada vez que começo a gostar
    de um cara a tristeza aumenta mais ainda, por saber que nunca vai
    acontecer nada entre eu e o tal amado será que tem alguma coisa
    errada comigo, será que eu nunca vou conseguir ser feliz ao lado de
    alguém, as vezes me pergunto qual meu propósito aqui, qual minha
    missão nascer, estudar, trabalhar, sofrer e morrer sozinho. Espero
    que alguém possa me dar uma força aqui por que não sei mais o que
    fazer, acho que meu coração não mais capas de amar mais alguém nem
    de sofrer tudo o que já sofri.

    • ola nico , meu no é ju , cara nos temos muitas coisas em comum, pois passo pelas mesmas coisas que vc igualzinho tomei até um susto nossa cara vc descreveu minha vida, eu sou assim eu penso assim e estou triste exatamente como vc descreveu , fiquei feliz por um lado e triste por outro pq pensei que estava sozinho nessa e que nenhuma pessoa na face da terra sofria assim apenas eu ,e feliz por saber que não estou só nesse barco que tem uma pessoa na mesma vibe que eu , kkkkkk , bom amigo , também gostei de três garotos heteros mais pra nenhum deles eu me declarei , atualmente estou sofrendo muito por um, que também me deu falsas esperanças e depois um pé na bunda quando agente brigou por besteiras , e ele é da mesma faculdade que eu e estudamos na mesma sala , tenho 23 anos e também penso se há algo de errado comigo se eu nunca vou conseguir ser feliz e se eu nunca vou conseguir um namorado como qualquer outro gay normal, eu também não aguento mais sofrer estou com uma leve depressão pelo fato de pensar em quem não pensa e não se importar e nem quer saber de mim , tento viver fazendo de conta que essa pessoa não existe na minha vida , mais mês que vem caio na realidade pq acaba as ferias e vamos nos encontrar novamente ai tudo vai começar outra vez , as agonias noites sem dorme, saudades , sofrimentos , ciumes , é horrível isso , mais amigo um dia , eu sei que um dia nossa sorte muda e esse pesadelo vai acabar pq encontraremos um cara que nos ame muitooo pq eu já estou cansado de amar muitooo quem não merece . então é isso , você não está só !!!!!!!!!!!!

  88. Ola Gente eu me Chamo Bruno, tenho 17 anos e estou muito apaixonado pelo meu primo eu nao conhecia ela faz apenas 2 semanas que agente se conheceu ! tudo começou muito estranho no dia que eu vi ele agente nei conversou pois ele e meio calado depois fiz amizade com o irmao dele e ai cheguei ate ele . passado um tempo ele dormil na minha casa nois nos tornamos muito proximos e quando vi eu ja estava completamente apaixonado por ele e i pior de tudo ele te so 14 anos mas tem corpo de 18 , nao sei mais oque fazer nao to conseguindo disfarçar mais pois tudo que faço e so para ele agente fika com brincadeiras de hetero e tal eu olho para ele e dou aquele sorrizo nao sei se ele ja percebeu mas ta muito dificio nao sou assumido e tenho medo da reaçao dele sei e que pouco o tempo que agente se conhece mais isso nunca aconteceu antes ! sou super machinho saio com os amigos e pego meninas mais depois disso so quero sair com ele e tudo que eu quero e so ele oque faço to perdido….

  89. Adorei tudo que li neste site, pude encontrar aqui perguntas que já procuro á muito tempo. É difícil viver sabendo que ama alguém que provavelmente nunca irá sentir qualquer sentimento além da amizade por você. Isso nos faz sofrer até ao ponto de criar chances imaginárias em nossas cabeças. Infelizmente não sou do tipo assumido e nem pretendo ser. Pode-se dizer que minha vida é dividida em duas partes, 1ª) Amo um homem, 2ª) Quero ter filhos e uma mulher, uma família como a dos livros que sempre li. A parte complicada é que quero filhos sanguíneos, tanto meu quanto do meu par, e isso exclui completamente a possibilidade de ter uma família com outro homem, a menos que a ciência evolua como um milagre kk” sabendo tudo isso fica a pergunta ( Como posso ter uma família do jeito que sonho se quem amo tem o mesmo sexo que eu?) Essa pergunta infelizmente não tem resposta para mim, pelo menos não de um jeito que me faria suprir o motivo dela em minha cabeça!

    • Guilherme,tudo bem?
      Olha te digo uma coisa,a vida nunca acontece como a gente sonha ou planeja,eu costumo dizer que a vida te entrega o desenho pronto e você somente tem o trabalho de colorir com suas próprias cores.

      Ora,saiba que a ciência já “evoluiu como um milagre” Guilherme,hoje já existem métodos científicos para ser ter filhos sanguíneos sem precisar estar casado ou envolvido afetivamente com uma parceira ou parceiro.
      Existe a inseminação artificial,a barriga de aluguel etc…

      Se você quer ter uma família dos seus sonhos,faça isso somente se você realmente quiser e se realmente amar sua esposa,caso contrário,poupe sua futura esposa de sofrer por sua causa,certamente ela não merece isso.

      Te digo mais uma coisa,não transforme isso em uma grande coisa ou um grande problema pra você Guilherme,existem muitos homens e mulheres heterossexuais que são estéreis e que também não podem ter filhos e a família que sonharam,mas recorrem a métodos e tratamentos científicos para poderem fazer isso.

      Você como um gay já deveria ter encarado os fatos Guilherme,que a natureza nos faz assim porque há uma certa finalidade para isso acontecer,ou você acha que nós sentimos atração por homens e nos casaremos com outros homens por acaso?! Você acha que dois homens ou duas mulheres não podem ter filhos por um simples capricho da natureza??

      Pense bem!!
      Abraços!

  90. Poxa gente , estou sofrendo de mais, eu me odeio muitooooo por ser assim (gay) eu queria ser como os garotos héteros sempre conseguem amar e ser amado com facilidade, eu me odeio eu queria morrer, drogaaaaa , é chorando que escrevo isso, não desejo a ninguém que nasça gay , eu só desejo uma coisa , morre, morre e morrer !!

    • Bem, pq vc diz isso ? Bom, não acho que vc vai resolver seus problemas com esta aflição que vc passa, os garotos heteros também vão crescer, e ai é que vc se engana, todos nesta vida passam por problemas, problemas acho que bem piores do que os seus, saiba disto!
      Erga sua cabeça e não fique ai se entristecendo, com ctz vc ainda vai arrumar alguém, seja agora ou no futuro!
      Beijos e reflita melhor nos seus pensamentos…!

  91. E moro nos EUA, sou apaixonado por um colega de trabalho/amigo chinês hétero que tem namorada. Ele é muito diferente de qualquer brasileiro, pois é bastante frio, e só conversa basicamente sobre o necessário. No entanto já fizemos muitas coisas juntos. Como não tive coragem de falar cara a cara, mandei-lhe uma mensagem de dois parágrafos, contando tudo. No momento, ele parece ter me bloqueado para conversas no facebook. Acredito que não falará nunca mais comigo, mas me sinto aliviado por contar.

    • Pois é Lucas,
      como narro no post, as vezes é melhor assim. É melhor colocar uma definição nessas histórias pois não vivemos fantasias e nem criamos falsas expectativas.

      Talvez seu amigo chinês seja um pouco tradicional, a ponto de te bloquear no FB. Ou talvez ele tenha se assustado. Vai saber…

      Mas como você bem disse, existe esse alívio em ter contado. Agora, aparentemente a situação está resolvida e – assim – ele vindo conversar ou não, você toca sua vida sem sonhar com algo impossível.

      O importante foi desmistificar! ;)

      Abs,
      MVG

      • Obrigado por responder! Pois é. Ele é de uma cultura bem diferente da nossa, mas acho que eles são bem tolerantes à diversidade. No entanto, ele é uma pessoa muito reservada e tímida. Sei que muitos que já passaram por isso também recomendam nunca contar nada ao amigo hetero, mas contei porque ele está indo embora e nunca mais o verei. Como não tinha muito o que perder resolvi contar, mas não recomendaria, parece que quase nunca dá certo.

  92. estou assim tambem , conheci um amigo no quartel fiz uma grande amizade com ele fuii um dia na casa dele conheci sua familia e seu irmao fizemos amizades muito bacanas conheci todos os amigos dele , saia com ele para todo lugar, quando entao eu começo a conversar com o irmao dele o ”nando’ depois de alguns dias eu começo a me apegar pelo irmao desse soldado dormiamos juntos falavamos coisas bonitas uns para o outro , tomavamos cafe juntos , e as brincadeiras excitantes que ele me fazia me deixava muito louco kkkk, e ele se apegava muito facil com outras pessoas o que me deixava irritado as veses , tive varias crises de ciumes ele queria ficar com minha irma e eu me acidentei de moto quebrei o tonozelo voltando da balada e quem e eu estava mais preocupado com ele do que comigo , depois quando estava em casa ele quem cuidava do meu pe , fui para uma clinica psiquiatrica por motivo de crises bipolares de amor , mais ele nao sabia que era por ele que eu estava la , rezava todos os dias para que ele viesse me ver somente ele , depois disso passei ano novo e natal com ele e depois do ano novo ele começou a namorar com uma menina o que me deixou furioso mais eu ainda nao tinha me confessado a ele entao eu tinha que disfarcar e fiquei afastado dele por um bom tempo arranjei um emprego depois dissso bem perto da casa dele em uma pizzaria e depois de tres meses ele termina com a namorada dele eu fiquei super contente e fui mais uma vez atras do que eu queria ate que antes de ontem dia 30)07)2013 eu falei para ele que o amava e ele me disse que nao gosta de homem mais ainda ha uma esperança eu espero que seja dessa vezz que eu fique com ele e hoje estou do lado dele so que ele esta dormindo escrevendo minha historia para vcs espero que tenham gostado um abraço !!!!

    em breve tera a segunda parte

  93. Estou passando por isso, a unica diferença é que ele sabe que eu sou gay, e ja fizemos bastante coisa (preliminares) mas tive a infelicidade de contar pra uma amiga que não exitou em perguntar pra ele se ele era gay… Ele descobriu que eu contei pra ela e nunca mais falou cmg, voltamos a noa falar no começo no ano, agora ele namora uma meninA e se diz estar apaixonado, mas sei que ele ja sentiu algo por mim… Sofro mt com isso até hoje, nunca mais sai com ele, fiquei horas no celular e etccc, meu peito doi tanto… Estou pensando em ir ao psicologo pois ja gosto dele a 3 anos e nada desse amor passar….

  94. Assim, eu gosto de um garoto da escola e ele é do primeiro ano do ensino médio e sou do terceiro. Ele é meio tímido e quando dá a hora do recreio. ele não sai da sala. Pra variar, ele também não tem Facebook. Não tenho amigos em comum com ele e eu não consigo pegar amizade com uma pessoa que nem sai da sala direito. Mas ele tem um jeitinho desengonçado que me deixou louco. Não consigo falar com ele porque ninguém sabe que eu sou…sabe… quero bastante conversar com ele e quem sabe talvez até namorar. Eu sofro com isso há bastante tempo, mas com ele é diferente, é uma coisa sentimental e não erótica. Ele parece meio nerd, e acreditem: eu não sei o nome dele. Preciso de ajuda urgente, pois vou sair do colégio e não sei onde ele mora.

  95. Estou nessa enrascada ja vai fazer um ano [...]
    foi tudo uma fase de grandes processos

    nos conhecemos em 2009 e ja não fui com sua cara. Eu passava na rua e ele me jogava piadinhas homofobicas todas as vezes em que estava la reunido com seus amigos… aquilo me deixava visivelmente constrangido. Um tempo depois, ele se interessou por uma amiga minha e veio falar comigo pra armar pra eles [...] e assim nos Ntornamos “COHECIDOS” porém, permanecemos nos estranhando, uma vez ele veio me zoar e eu espontaneamente falei o que REALMENTE se passava pela minha cabeça “Você é um baita de um gay encubado” (meu gaydar DISPARAVA pra ele)

    e assim prosseguiu, até que em 2010, começamos a nos simpatizar mais e nos tornamos “COLEGAS”… rolávamos pelo chão, brincando de luta, e eu agia na maior inocência diante daquilo… o tempo passou, chegou 2011, ele estudou numa sala ao lado da minha e por fim nos tornamos “AMIGOS”

    EIS ENTÃO O ANO DE 2012
    Ele arranjou namorada, passou a morar com a garota e se afastou de mim e dos demais amigos…. porém o relacionamento deu errado, ele voltou a frequentar minha casa e eu fui a luz no fim do túnel pra fase terrível que ele andava passando que é essa pós fim de relacionamento… nos tornamos “MELHORES AMIGOS”

    Nossa relação a cada dia ficava melhor, mais próxima, mais intima… ele passou a dormir na minha casa. E a cada dia nos aproximávamos mais… eu inevitavelmente me apeguei a ele, mas guardava por ele um sentimento sem maldades, uma coisa de irmão….

    porém…. ele começou a alimentar meus desejos numa madrugada em que eu estava bêbado. E ai que começou….. (…)

    (vou continuar isso num outro post, a galera deve estar com preguiça de ler, então melhor eu concluir logo ele de forma resumida, pra alguém que não tenha paciência pra ler tudo isso)

  96. Toda minha paixão por ele começou quando ele deu um “pézinho” pra mim, ao pedir pra que eu fizesse sexo oral nele. Eu resisti a primeira vez… mesmo bebado, resisti. Teve a segunda, eu mais uma vez resisti, até que chegou a terceira…. AI NÃO DEU.

    Eu fiz sexo oral nele por cerca de 1 hora… e aquilo não foi nada baixo, nem obsceno nem promiscuo pra mim, por que pela primeira vez eu fiz um sexo real… fiz um sexo sentido, resumindo tudo, fiz AMOR. Mesmo com uma pratica quase não considerada sexo, apelidade de “boquete” eu pela primeira vez me senti uma pessoa realizada, embora ja tivesse feito isso outras vezes.

    Aquela foi a primeira vez que eu senti que estava fazendo de verdade…. e desde aquele dia, se despejou em mim um litro de gasolina, espalhando aquele fogo que já surgia dentro de mim por ele… eu gostava dele. Foi o primeiro cara que eu gostei e tive praticas sexuais

    Mas aquilo (como ja era de se esperar) não foi nada. Eu até fiquei de boa, pois fiz tudo aquilo ciente de que não daria em nada… mas a coisa ficou realmente muito ruim quando ele começou a falar de mulher e de namoro, pós aquilo que fizemos. Eu saia do meu quarto pra não chorar na frente dele, vendo toda aquela cena: ele mexendo no facebook, conversando com várias garotas e opinando sobre elas comigo. Aquilo me era DEVASTADOR.

    Um tempo passou e nossa relação amigavel continuou normal, como se nada tivesse acontecido, pra falar a verdade, nem tocamos no assunto daquela noite por muito tempo [...]

    Até que chegou seu aniversário, eu fiz uma festinha simples pra ele, demonstrei todo meu carinho por ele, e deixei cada vez mais visivel que estava gostando dele

    Porém depois, tivemos um grande desentendimento, via facebook… ele veio tirar piadinha sobre um dos meus inumeros discursos em defesa da homossexualidade, que eu sempre faço perto dele e de todos os meus amigos, e eu me irritei…. me irritei e o respondi acidamente

    E FOI AI QUE COEMÇOU O MAIOR DESMORONAMENTO QUE JA TIVE NA VIDA, POR GOSTAR DE UMA PESSOA HETEROSSEXUAL (OU GAY, OU BI, NÃO SEI)
    PS: Vou fazer outro texto pra resumir a conclusão e a moral da historia, pra quem não vai ter paciencia pra ler tudo isso (que provavelmente serão todos. rs)

  97. (….)
    Fui alvo do maior ataque homofobico que ja recebi em toda minha vida dele: a pessoa que mais eu ajudei, mais eu apoiei e mais eu fui fiel como um amigo gay, ombro direito pra uma pessoa que acabou de sair de um relacionamento complicado…

    ele me disse coisas horrorosas sobre minha sexualidade, o que me deixou sem chão e inacreditado de estar ouvindo tantas atrocidades de um alguém que eu NUNCA fiz por onde receber tais humilhações… PORÉM, também me deixou ainda com MAIS duvidas sobre sua sexualidade, pois pessoas que costumam rebaixar muito a condição sexual diferente da sua, consiste e fazer aquilo apenas para mascaras sua homossexualidade.

    Pós isso, vendo que eu estava estranho com ele, ele me pediu desculpas… BÊBADO, mas pediu. Eu aceitei, porém continuei estranho com ele, até que ele se irritou com meu comportamento atual com ele, me excluiu do facebook e pegou um ódio gratuito de mim.
    Eu passei noites sem dormir… minha vida parecia ter perdido a motivação, parecia ter perdido o sentido
    eu não comia mais, não me divertia mais, não vivia mais… e tudo isso numa época proxima ao natal. Vulgo minha época preferida do ano
    eu passei o mês de dezembro praticamente inteiro no fundo do poço
    até que chegou o natal e…. NÃO. Ele não falou comigo. Nem se quer olhou pra mim… eu meio bêbado e completamente idiota, liguei pra ele. Ele bateu o telefone na minha cara, eu liguei em seguida, ele bateu de novo. Deixei recado pra ele no facebook, ele visualizou e ignorou

    aquilo me deixou tão mal…. mas também ciente de que as coisas seriam assim e eu não deveria mais ter esperanças de voltar a falar com ele, receber uma ligação dele, conviver diariamente com ele novamente….
    e assim se sucedeu. Passou o ano novo, nos vimos e não nos falamos. Eu o ignorei por completo (ele estava com uma garota, inclusive)

    EIS QUE CHEGA O DIA 2 DE JANEIRO [....]

    (CONTINUO NO OUTRO POST, ME EMPOLGUEI E VOU FALAR A HISTORIA INTEIRA, MESMO QUE NINGUÉM VÁ LER, SERVE PELO MENOS COMO UM DESABAFO)

  98. Ele me ligou dia 2 de janeiro…. me ligou pós ter me feito passar um inferno inimaginável pra mente pequena dele. Me ligou como se nada tivesse acontecido, me falando sarcasticamente um “feliz ano novo pra você também” tendo como resposta de mim, com um tom meio que de sem reação: “OBRIGADO.”
    A ligação foi limitada… logo depois ele me adicionou novamente no facebook, me ligou, tentou puxar assunto comigo, tendou pular a parte que ele me deixou numa profunda depressão por ter me evitado por um mês inteiro, em pleno natal e ano novo e por ter feito tanta sacanagem comigo [...]
    eu falei com ele, da mesma forma que estava quando nos afastamos, de forma totalmente estranha, limitada e nada empolgante
    e assim se sucedeu, até eu falar pra ele: PORRA….. as coisas não são assim né, você me deve MUITO esclarecimento por tudo o que houve nesse meio período em que você me tratou feito um ser inexistente, que não fez nada de bom pra você durante essa fase ruim da sua vida… demorou um pouco, até que conversamos

    e falei pra ele TUDO o que ele me fez passar durante esse tempo que se afastou de mim e me ignorou a troco de nada, pós ter feito parte de uma historia onde eu fazia de TUDO por ele…. cozinhava pra ele de madrugada, enquanto ele ficava acessando internet no meu computador, no meu quarto, presenteava ele frequentemente, elogiava muito, dava os mais criativos e construtivos conselhos, o ajudava em toda dificuldade que ele se encontrava, era realmente um grande amigo, um parceiro de verdade dele. Pra no fim das contas ele me dar isso, como troco de todas as coisas boas que eu fiz ao decorrer do ano de 2012.

    Ele foi bastante limitado na conversa, chorou, falou que ele realmente era o culpado, mas não passou muito disso, apenas ouviu meu grande desabafo baseado no inferno que ele transformou minha vida, ao brincar tanto com os sentimentos dela. Como conclusão dessa conversa, ele decidiu que deveríamos nos afastar… disse que se ele tinha causado tudo isso a mim, devia mesmo se afastar de mim. E assim aconteceu…. nos afastamos de vez. Mas apesar da conclusão e da resolução que teve nossa conversa, não consegui ficar bem…. e meus momentos ruins, com direito a pressão alta, insonia e falta de apetite só aumentaram [...]

    (ACHO QUE ESSE É O ANTIPENULTIMO POST. rs)

  99. Meu mês de janeiro e Fevereiro se resume em tristeza, paranioa e pavor. Sim, pavor… pavor de todo o destino que aquilo tinha tomado e o quanto irônico era.
    Chegou meu aniversário… e eu mesmo desesperançoso, esperei por um toque dele e adivinha?? NÃO…. Ele se quer lembrou. Mas eu no fundo esperava.
    Então, comecei a me acostumar com aquela realidade, não me sentindo bem, mas sim aceitando aquilo
    Mal sabia eu que não tinha acabado…. Encontrei com ele em março, numa festinha do conjunto, como temos vários amigos em comum, ficamos na mesma rodinha…. eu o ignorei COMPLETAMENTE. O tratei como um ninguém. um nada… da mesma forma que ele me tratou nos momentos que mais eu queria estar com ele. E quanto a ele? Não tirou o olho de mim a festa inteira. E todo mundo reparou isso…
    Por mais que estivesse ignorando completamente sua presença, aquilo obviamente mexeu comigo…. mas de tão fudido que eu estava, não fiquei pior do que me encontrava, por conta daquela ocasião que me deparei na festa.
    E tudo estava normal…. tragicamente normal, até eu ter uma queda imensa de apetite, por conta da minha rotina depressiva daqueles meses. Fui parar no hospital. Me vi literalmente no fundo do poço… mas minha doença por falta de apetite não era nem comparada ao incomodo que era a dor que eu sentia no coração. Tanto é que pedia a Deus mentalmente mais pra acalmar meu coração do que me recuperar da doença que estava. Que no fim das contas, felizmente não deu tanto prejuízo. Voltei pra casa bem recuperado e com o coração meio que com a ferida coberta… coberta por minha recuperação ter me trago de brinde uma paz na alma. Presente de Deus.
    E assim as coisas prosseguiram, eu ja tinha em mente seguir em frente, embora a historia não fizesse nenhum sentido. Pessoas com uma relação tão forte como eu e ele termos realmente nos afastado, eu só ter feito plantado coisas boas e ter colhido péssimas, nós estarmos assim, pós ter passado um ano inteiro juntos, vivendo coisas incriveis… nada, nada NADA fazia sentido. Mas eu, pós voltar do hospital ja estava um pouco acostumado com essa falta de sentido, essa loucura. E já estava pelo menos 40% preparado pra seguir em frente

    Até que um dia meu amigo (que ele tem em comum) me veio fazer uma visita, pós sair de escola, numa quinta… e de brinde…. olha só… ele estava junto. Eu fiquei sem reação [...]

    (ok, ja estou chegando no fim, sem mentira agora)

  100. E mais uma vez ignorei a presença dele…. falei só com meu amigo, pela janela de minha casa. Até que tocamos num assunto em que ele constava, e ele se meteu na conversa…. meio sem jeito e sem olhar pra mim nem eu pra ele. Eu respondi. Como sempre, fui um idiota e respondi… como se nada nos tivesse acontecido.
    A conversa foi se prolongando, meu amigo foi nos aproximando até que por fim, conversamos cara a cara. Foi um dos momentos mais marcantes da minha vida. Lembro da cena perfeitamente bem até hoje. Eu senti ali, todas as minhas mágoas fugindo de mim. Todas as minhas tristezas indo embora. Todo aquele sangue preto que corria em mim, representando minha tristeza sem limites, estava se desfazendo de mim… se desabrigando do meu peito. Nós conversamos e nos demos a entender que voltariamos a ser tão proximos quanto antes…. e SIM. Deu certo. Deu mega certo… desde aquele dia, ele e eu voltamos com TUDO. Talvez até mais próximos que ja eramos antes… apesar de todas as barbaridades que ele me fez, foi ele mesmo quem me curou do inferno que eu estava vivendo.
    (CONCLUI O CASO, AGORA NO PROXIMO E ULTIMO POST, IREI CONCLUIR A HISTORIA QUE ESTOU VIVENDO E A DIFICULDADE QUE ESTOU PASSANDO AINDA NESSE CASO)

  101. Mantemos uma relação forte e muitíssimo intima até hoje. Qualquer pessoa vê nossa relação que na maioria das vezes parece ser mais séria do que uma simples amizade.
    E adivinha? Eu até hoje não contei pra ele que o amo. Mas demonstrar? Ah, isso eu faço de todas as formas possíveis. É muito notavel que eu o amo. Não acredito que ele não saiba disso… saiba, mas tente abafar. Tente esconder… sei lá. Pós voltarmos a nos falar, depois de todo esse vendaval que relatei mais acima, ja rolou sexo entre nós outras vezes… e eu me sinto realizado como nunca. Os sons dos gemidos dele, ecoam pela minha cabeça quase todos os dias. O problema é a coisa não andar… não passar disso… eu não poder ter meus desejos supridos a não ser quando ele dá uma escapada marota da “heterossexualidade” dele. Eu não poder demonstrar afeto por ele, por conta de sua sexualidade ser careta a isso, ainda mais vindo de um homem. O problema é a coisa nunca caminhar… eu sempre ser o brinquedinho dele e ele ser o primeiro homem que me marcou.. que me fez sentir o que é sexo com afeto. ser um homem que inevitavelmente se fez importante pra mim. O problema é ele ignorar toda e qualquer forma de demonstração que eu faça, desmascarando meu afeto por ele. O problema é nem eu, e talvez nem ele saber sobre sua sexualidade.. se é gay, bi, encubado. Eu não aguento mais isso….
    e estou prestes a me declarar pra ele, pois só isso seria capaz de mudar esse cd arranhado. Mudar pra bem, ou pra mal. O necessário é mudar

    UFA
    ACABEI….
    Espero que alguém leia pelo menos esse… é uma coisa que guardo em mim e pela primeira vez estou compartilhando… muito obrigado pela oportunidade e agradeço a todos que também postaram aqui, dividindo comigo e outros suas dificuldades nessa questão tão complicada que é o amor por uma pessoa com outra condição sexual. Boa sorte a todos vocês.

  102. ai gente só entrei aqui pra dizer que amo vocês vocês me ajudam sem saber com essas historias maravilhosas e doidas já contei a minha e tudo , mais hoje estou entrando aqui pra dizer que amo cada um que posta sua historia torço pra que todo se der bem no seus relacionamentos , vcs me ajudam a me aceitar mais e ver que o que sinto por outro homem não é errado não é feio e nem anormal , que simplesmente faz parte de mim , valeu e obrigado a todo , beijooooooooooooossss !!!

  103. Ola meu nome é carlos e tenho 24 anos. No meu último ano de faculdade conheci um cara 6 anos mais velho, ou seja ele tinha 30 anos. Fomos apresentados por meio de uma amiga e até ai tudo bem! Posteriormente um dia na faculdade vi ele e minha colega na faculdade.O mesmo mostrou-me muito interessado em me ajudar com trabalhos e e pediu até para enviar por e-mail. Passaram-se alguns dias e eu não enviei, não queria incomodar e minha colega falou que ele estava esperando o meu contato e que tinha umas propostas para me ajudar. Decidi então encaminhar um e-mail que não precisava mais e que não havia mais tempo para correções. Ele respondeu o e-mail dizendo que tudo bem e que precisava ter um particular comigo sobre a tal proposta de cunho profissional e bem atencioso e me oferecendo carona para e levar a um evento, este no qual iríamos participar.
    No dia do evento conversamos e mostrou-me muito interessado em me ajudar, e que fez várias propostas de cunho profissional achei tudo estranho pois não me conhecia e nunca tinha aparecido alguém tão atencioso e disposto a me ajudar. Ao passar alguns dias começamos a conversar via e-mail e por meio de redes sociais e começamos a ficar muito próximos. Isso para mim tornou-se uma armadinha, pois quando percebi estava literalmente apaixonado por ele!! Eu queria me matar, pois não sou assumido e não queria voltar a sentir este sentimento novamente por alguém e muito menos hétero. E na sequencia começamos a nos encontrar diariamente quase todos os dias. E quando não o via eu encontrava motivos para vê-lo e chamar a atenção. Falávamos muito ao telefone ! E quando terminávamos de falar ele dizia, bjus thau, tipo assim..rs. Comecei então a desconfiar que ele poderia ser gay, sei lá mas dae ele falava em mulheres e já faz uns 2 meses que convivemos e nunca vi ele com mulheres. Uma amiga me comentava que ele olha muito para mim de uma forma diferente e que acha estranho toda dedicação comigo. Todos os seus planos eu sempre estou meio seja fora ou dentro do pais! A verdade é que estou apaixonado e não se o que fazer e não sei se ele sente algo que talvez esteja reprimido, Procuro retribuir da mesma forma, sempre sendo atencioso ajudando em tudo que é necessário e fico preocupado ate as vezes em pensar que eu esteja o sufocando! Mas ele não liga me chama de irmão. Enfim faz pouco tempo em nos conhecemos e penso em analisar melhor antes tomar uma atitude, tenho medo de perder a amizade e me expor, mas tbm não quero ficar esperando muito tempo. O que faço?

    • 2° Parte:

      O temo passou, eu estava quase todos os dias na casa dele, ele me liga e me passa mensagem todos os dias e quando isso não acontece, eu tento ficar perto. Em meioa esta situação convidei ele para um churrasco de amigos da faculdade, ele foi comigo me busco em casa e pessoa que mora comigo ressaltou o quanto ele me olhava. Quando chegamos no currasco ele ficou com uma amiga minha e eu disfarcei para nunguem perceber e estava com ciumes. Ap´so este dias e como éramos muito próximos, sairam boatos que eu e ele éramos namorados,e ele fuicou preocupado comigo e disse que sabia que isso ia acontecer, e me confessou que era gay e me pediu desculpas pelos boatos e não pediu para nascer assim. e eu fiquei feliz davida em saber disso, queria me declarar, mas deixei passa alguns dias e absorver melhor o que eu iria fazer. Nisso, ele começou a sair com um cara d amesma idade que ele 30 anos, e eu resolvi me declarar, porém de forma bem sucinta, não disse que eu amava e que era o homem da minha vida…rsrsr isso podia assustar, aproveitei que estávamos no facebook e ele me disse que eu era um irmão e que me amava, dae eu falei que também o amava e que por ele eu teria coragem de me assumir e ter algo com ele (Ps: não sou assumido e so ele sabe que tenho interese por homens). Porém ele veio com um papo assim: Se fosse da miha vontade você teria meus beijos, abraços, carinho, meu corpo, mas so posso te oferecer a minha amizade, isso me quebrou as pernas..rsrsrs mas entendi o recado. Hoje ele esta morando com o tal cara que estava saindo e foi algo muito rápido, e mesmo assim nos falamos diariamente, não nos vemos com tanta frequencia, mas nos falamos todos os dias por telefone. O ajudo em tudo que posso. Já tentei me afastar mas ele não dar oportunidade. Eu o amo muito! mas não sei o que fazer!!!! me ajudemmmmmmm

  104. oi me chamo Lucas tenho 19 anos.tenho um amigo no meu serviço o T***** e ele me diz ate assim:se um dia um gay me der uma cantada vou socar a cara dele,nao suporto gay.ele zoa de gay quando ver no nosso serviço.
    so que comigo ele parece desconfiar,por eu ser meio afeminado,minhas brincadeiras.e ainda ele e eu brincamos muito.eu o chamo de feio,fico pegando nos músculos dele e apesar ele gosta muito de me pegar por tras nossa quando ele faz isso eu piro da vontade de pegar no pau dele kkk.eu sinto aquele pau atrás de mim e fico ate exitado.muito bom!

  105. outro tbm é o amigo meu hetero o M****.hj ele é casado,mas quando ele so namorava eu e ele tínhamos um caso.hoje ele tem uma filha,nao toca nesse assunto de termos transados.na época ele adorava,me ligava e marcava.certo dia estávamos em uma festa,eu ele a namorada que hj é esposa e minha sobrinha e eu tinha tomadas umas vi que minha sobrinha estava com um amigo dela gay e eu tava querendo ficar com ele.ai o M*****
    e eu começamos a brigar na frente da mulher dele.ele me disse assim:
    -pra que vc quer ir atrás dele,melhora lucas,correr atrás de gay.
    eu disse:-vou e dai?
    e sai de perto dele.acho que ele tava com ciúmes.o que vcs acham?

    • Eu amo meu melhor amigo , amo muito passo o dia inteiro pensando nele , mas ele se diz hétero e esta quase namorando , não aguento a hipótese de ele namorar ,de perder ele , quando fico perto dele ficou muito feliz e querendo me declarar mas tenho medo de ele espalhar ou desmerecer meus sentimentos , estou amando mais não posso amar e isso me mata por dentro ,me deixa mal e muito triste , ele é a pessoa com que quero passar o resto da minha vida , não me vejo sem ele…
      Somos melhores amigos (ou eramos),mas ele meio que se afasta de mim , não é muito afetivo , acho que ele desconfia da minha opção sexual (por eu ser muito feliz ,conversar MT com mulheres , o povo de vez em quando me zuar …) mas tem duvidas pois ele fez eu perder meu BV com uma garota e fiquei com ela e com outras varias vezes…
      ele não curti minhas fotos no Face mas dois amigos(conhecidos) sim,Acho que tem medo de eu me declarar pra ele … Mas o amo muito e sou o melhor amigo dele…
      Não aguento mais !

  106. oi sou hétero e meu amigo não sei acho que ele ta dando em cima de mim e não sei como dizer´pra ele que eu não quero que dizer eu sou homem e não quero comer outro isso e estranho as vezes da vontade de falr tudo pra ele so que não quero magoa-lo por que mesmo se for ou não ggay ele e meu amigo o que posso fazer

  107. Olá, eu sou gay, e o texto fala basicamente tudo que eu “sinto”, e muitas resposta falam as características dele, ele estuda comigo faz uns 4 anos, no começo era meu inimigo, só que com o tempo ele foi me elogiando, dizendo que eu era mais bonito que minhas irmãs na frente dos amigos dele, quando brigamos na escola eu não falo cm ele, e ele fica fazendo com que meus amigos em comun cm ele,façam uma armadilha pra pedir desculpa pra min, ele diz que é hétero, mais eu amo ele, e não consigo ficar sem pensar nele, sonho cm ele, só que ele namora cm uma menina, ele sabe que eu gosto dele pq ele já desconfia de tudo, maus nunca diz nada, acho que ele tem medo, pois ele é muito masculo, e ele faz de tudo para que eu me irrite, mais depois ele diz que gosta de me ver irritado. Só que ele diz que é hetero, mais eu tenho de todas essas caracteristicas que achon que ficam a favor de min, tenho medo de conversar cm ele e ele espalhar pro mundo e fundo, ele tem um conportamento infantil, e ai eu tenho medo ! fica a duvida! ele é o não gay? eu vou conversar cm ele sobre esse sentimento ou não? e se ele se afastar de min dói, e o que eu vou fazer depois disso? são muitas as duvidas existente!! espero que me responda…
    Bjs..

    • Eu acho que você deve falar com ele sim , poruqe acho que ele deve ser bi ou então ele não parece ter preconceitos e isso pode aumentar o nivel de intimidade que vcs têm ..
      bjs

  108. Oi , sou gay só que não pareço muito pois já fiquei com meninas e não sou do tipo de ficar falando fino e talz…
    Ano passado entrei em um novo colégio e vi um garoto muito lindo e como na maioria dos anos eu procuro ser amigo (MELHOR AMIGO) do garoto mais bonito da sala e que tem as qualidades que eu gosto e queria ter se fosse hétero , porque se eu não posso ter eles pra mim (RELAÇÕES AMOROSAS) eu quero ter o máximo que eu posso ter que é ser o melhor amigo.
    Tudo começou muito legal , eu tinha acabado de entrar e fiquei uns 2 dias andando sozinho e sentando na cadeira ao lado da dele nas aulas ai começamos a conversar e uma dia eu ia ficar a tarde no colégio sozinho e pedi que ele ficasse comigo e depois eu deixava ele em casa , ficamos a tarde no colégio e depois fui deixar ele em casa e quando fui ver a casa dele é ao lado da casa da minha tia que sempre ia para lá passar uns dias , assim ficamos cada vez mais e mais amigos…
    Por ser apaixonado por ele eu sentia muito ciúmes dele com outros amigOs e ele percebia , falávamos todo dia por sms (MUITO) e quando ficava de noite ele me mandava um “boa noite” (eu ficava muito feliz ), tudo que acontecia nas nossas vidas o outro sabia assim nos tornamos melhores amigos e eu falava coisas bonitas para ele tipo:”Você é o Irmão que eu sempre quis ter” mas na verdade eu queria mesmo era dizer: “Cara eu te amo muito , você é uma pessoa muito especial para mim e nunca amei ninguém assim antes … Penso em você o dia todo…”
    Mas como ele se diz hétero eu tenho medo de ele me expor e me rejeitar oque seria muito triste para mim.. :(
    Nesse ano eu fui mudado de sala por conversar muito com ele e só nos vemos no intervalo e isso fez com que nossa “Melhores Amigos” virasse “Amigos” e isso me machuca por dentro pois eu quero ser alguém muito especia para ele e agora isso estava mas longe de acontecer…
    Minhas conversas com ele começaram a diminuir pois eu não consigo aguentar ficar perto dele e não poder contar o que eu sou e sinto verdadeiramente , não consigo mais esconder isso , não aguento mais não poder ter o amor dele, não consigo mais ter amigos pois não quero mais ser esse “excelente ator” quero que as pessoas gostem de mim pelo que realmente sou…
    Desde quando conheci ele eu olho para ele com os olhos brilhando , rindo só de um jeito que uma pessoa apaixonada uma pessoa que está amando olharia e isso não têm como ele não ter percebido… (até porque quando o conheci eu era BV e nunca tinha me relacionado com nenhuma menina e não ficava falando com ele sobre mulheres tipo:”olha que gostosa” e nem olhava quando uma gostosa passava, tanto que esses assuntos ele não comenta comigo só com outros amigos) e hoje não fico mais me controlando em olhar com esse olhar para ele porque o que eu mais quero que ele saiba é que o amo…
    No final do ano vou morar com minha vó e ela comprou a casa da minha tia ao lado da casa dele e um dia ainda vou conquistar-lo e ele vai saber que o que eu sinto é muito real e verdadeiro :)

  109. Primeiramente seu blog é muio bom gostei e to divulgando .
    Axo que minhas experiencias nem cabem em um unico comentario então vamos aos autos . Me chamo Emanuel Santos e tenho dezoito anos , aos treze anos de idade quando fui a casa de uma amiga da minha irmã e a mesma tinha dois filhos resumindo um me atraiu .
    Vindo de uma familia desestruturada e xucra , cresci e amadureci sofrendo e me descepicionando . Gabriel é o nome que me atormentava e machucava sem motivos , com meus quinze anos entendi que ali havia um sentimento e me encontrei confuzo : – me afastar ou me declarar ?
    Ate meus desseis anos vivi uma louca paixão platonica e depois de muita reflexição me declarei , me recordo que da atitude dele mais ate hoje não sei dizer se foi positiva , ressaltando sou assumido .
    A vida me levou por vairios caminhos ao sair da casa de meus pais e amadureci , hoje em dia não sinto mais nada , aquele sentimento inesplicavel acabou , temos poquissimo contato até porque fisicamente ele mudou e não me agrada o ESTILO atual dele . Depois dessa experiencia infeliz resolvi não me enteressar por ninguem .
    Me formei e construi minha vida . Tenho minha casa propria , meu carro e um bom emprego MAS RECENTEMENTE esse mesmo sentimento vem me agoniando só que mais forte e eu sei obviamente por quem , ele mora enfrente a loja que eu trabalho e conversamos raramente mais algo alem da atração fisica me chama atenção nele e ele é totalmente hetero ( sou assumido mas me porto como um homem normal perante a sociedade ) não sei o que fazer e isso ta me deixando louco , estive seguro de mim por muito tempo e acreditava plenamente que isso nunca me ocorreria de novo o que mudou depois que o vi a pimeira vez . enfim a historia é longa e complexa não tenho uma vida facil e não quero sofrer mais ainda .
    PRECISO DE UMAS DICAS DE COMO CHEGAR PERTO DELE E TIRAR AS DUVIDAS SEM TER QUE FALAR DO ASSUNTO DIRETAMENTE . POR FAVOR ME AJUDE SEREI GRATO A VC .
    ABRAÇÃO SEU BLOG É DE MAIS …

  110. Boa noite, encontrei esse texto outro dia e várias partes, inclusive no início, mostram muito bem o que passo atualmente, e me ajudaram a esclarecer algumas coisas. Bom, tenho 25 meu caso começou já faz 3 anos e vou tentar resumir um pouco. Em março 2010, logo que eu entrei na universidade, era minha segunda semana de aula ainda e no prédio em que estudo vi um garoto que de primeira o achei muito lindo e fiquei encantado, na hora não foi aquela coisa realmente marcante, mas com o passar do tempo, e voltando a ver ele pelo prédio, a curiosidade foi só aumentando, e a vontade de conhecer ele também. Passou esse primeiro semestre e logo já estava começando a suspeitar que estaria afim dele, pois estava começando a olhar ele com uma certa alegria, e foi logo no início do semestre seguinte que eu confirmei que estava realmente muito afim dele, praticamente apaixonado. No início fiquei um pouco chateado, quase entrei em depressão, pois se tratava de alguém que nem conhecia e logo nem sabia se era gay, bi, ou hétero mesmo, até que apareceu uma festa do curso dele e resolvi tentar me aproximar dele aí, e deu certo, tanto que ele se mostrou ser bem simpático e bastante atencioso, de uma forma que se fosse uma balada gls eu poderia pensar que ele estivesse afim de mim também. Após essa festa nos falamos outras vezes, ele sempre me cumprimentava bem sorridente e sempre sendo bem simpático comigo, isso até alimentava alguma esperança de que eu conseguisse ficar com ele. Mas um dia ele parou de ir a aula e descubro que ele queria desistir do curso para tentar outro que ele realmente gostasse, foi uma frustração pra mim no início e com o tempo não conseguia esquecer ele, e o pior foi depois, quando ele me falou que não conseguiu passar pro curso que queria e foi para a cidade dos pais dele, longe daqui, isso pra mim foi muito ruim, eu senti como se tivesse perdido algo, queria muito mesmo ficar com ele, ainda mais pelo caráter que ele demonstrava. Isso foi tão ruim que me levou a querer me abrir para dois amigos meus do curso, que são héteros, e acabaram entendendo. Passou um tempo e logo descobri que ele é hétero mesmo e que começara a namorar, e isso acabou me ajudando a tirar esse sofrimento todo, e então veio a notícia que ele foi chamado para outro curso e para entrar em agosto de 2011, eu até fiquei feliz com isso, mas ao mesmo tempo fiquei com receio de voltar a sofrer, caso o reencontrasse. Chegou agosto de 2011, eu já não pensava mais nele, até que inesperadamente ele aparece pra mim no mesmo lugar que eu o vi pela primeira vez, na hora não senti nada, não me assustei, nem fiquei nervoso ou com o coração acelerado, o vi como se fosse uma pessoa qualquer que eu conhecesse, ele falou comigo rapidamente e foi embora. Até que dias depois voltaríamos a nos encontrar por acaso, ou no ônibus ou na universidade, e foi em um desses dias que, ao observar ele de cima abaixo, e também com ele demonstrando querer ser meu amigo, querendo me dar atenção e me ajudar caso eu precisasse, pois na época eu estava passando por outros problemas pessoais, e eu tenho histórico com ansiedade e depressão, além de é claro ele estar sempre sorrindo pra mim enquanto conversava comigo. Com isso aquele sentimento que achava ter sumido, acabou voltando, mas de forma bem leve, o que com o tempo acabou se tornando uma paixão platônica, e com um certo tesão por ele também. Com o passar do tempo isso acabou sendo persistente, eu não costumo o procurar, mas sempre acabamos nos encontrando pela universidade, principalmente no restaurante na hora do almoço ou da janta, e ele sempre sendo muito querido comigo, quando vê que estou com algum problema ele quer me ajudar mesmo apenas falando algo, e quando já estou bem, mostra muito bem que está contente com isso. Ele até hoje namora com a mesma menina, que mora na cidade dos pais dele, e hoje eu penso que esse amor por ele, mesmo que seja platônico, está sendo um pouco ruim pra mim, até gostaria mesmo de acabar com essa paixão, mas esquecer ele não gostaria, pois eu valorizo bastante as minhas amizades. Já me apaixonei por dois héteros antes dele, consegui esquecer os dois, pra um deles falei que era apaixonado, e por sorte minha ele entendeu, mas na situação atual eu não estou preparado para esse risco.

  111. eu gosto muito de um amigo e ele namora,fico pensando nele toda hora e durmo sonhando com ele e queria que ele fizese sexo comigo como pedir(ele brinca muito e na escola fika dizendo que me ama e sou sua mina)

  112. Olá,
    Gente estou me sentindo muito mal.. :/
    eu tenho um Amigo que se diz Hétero e que já foi meu Melhor Amigo (eu acho) e acabou que eu agora estou amando ele mas nos distanciamos (não somos mais melhores amigos e sim amigos) e isso me mata por dentro , perceber que tudo que eu já fiz por ele acabou sendo em vão e que todas as vezes que eu fazia algo por ele podem ter sido esquecidas de uma hora para outra…. Isso acaba comigo pois eu plantei AMOR mas não colhi ainda … :'(
    E por ter tido essa desilusão eu finjo que ele não é importante para mim e que não faz falta, no intervalo andamos juntos com mais dois amigos e eu não converso com ele e nos dias que ele tá com raiva de alguma coisa eu finjo que nem ligo…
    assim como ele fazia comigo mesmo não sendo de propósito , mas mesmo assim ele nunca veio perguntar para mim oque tinha acontecido ou o porque de eu estar mal … tudo isso eu tenho que guardar só para mim , mas tem uma hora que não dá para aguentar mais o mundo desmorona e você só quer desaparecer , parar com o sofrimento de não poder ser você mesmo (Homossexual) por causa da reação de sua mãe religiosa , seu pai preconceituoso, seus “Grandes” amigos que poderiam te tratar com indiferença …
    O nome desse meu amigo é Gabriel e eu não consigo mais viver essa falsa indiferença por ele,porque mesmo eu sem conversar com ele no intervalo quando vou dormir acabo sonhando com a melhor coisa da minha vida que é: Eu sendo correspondido , nos beijando,abraçando e deitados de conchinha, enfim passando todos os meus mais fundos desejos no sonho e tudo que eu mais quero é não acordar mais … Mas ai eu acordo e percebo que tudo aquilo não aconteceu e pode nunca acontecer…
    ME AJUDEM PORFAVORR !! NÃO AGUENTO MAIS .. :'( !!

    • Oi Marcus. Sei oque você está passando por que já passei exatamente pelo mesmo. Somos apaixonados, o que nos faz fazer tudo por eles.., e fizemos, tudo o que pudiamos, e muito o que nem podíamos, para vê-los felizes, e perceberem o quanto foi bom e importante nós na vida deles. E assim como eu, acredito que vc nunca pediu nada em troca. No meu caso, ainda fizemos viagens juntos, ficamos no mesmo quarto, e tals,, e nada, nem da minha parte, e muito menos é claro, da parte dele. Porém, ele conseguiu desligar a minha tomada da paixão. E como ele fez isso? Simples, ele sabe do que sinto por ele, e pelo respeito que tenho por ele, porem em uma das viagens, digamos que ele faltou com o respeito pelo meu sentimento quando debochou de forma irônica de quando eu ficava meio desconfortável quando ele tava com alguma garota na minha frente. Isso me fez com que o meu coração ficasse calado.., e nisso a minha razão aproveito a ocasião para retomar as redias do controle. NA mesma semana em que ele me pediu mais algumas coisas, consegui finalmente me controlar e não fazer mais nada pra ele. Resultado, é que devido a pequena infantilidade de criança mimada, que recebe um não e faz bico, estamos quase que sem nos falar a 2 meses.., e Apesar de eu pensar muito nele ainda.., posso dizer que não está me fazendo falta nem um pouco. Assim que percebi que ele já não me fazia tanta falta assim, minhas primeiras providencias foi tirar ele do meu in box do facebook, bem como desmarcar dos melhores amigos, e também inibir que qualquer publicação dele apareça em meu feed de noticias. Assim isso contribuira para que cada vez mais eu pense menos nele.., e retome minha vida pra frente. Se ele ta bravo comigo, emburrado, chateado, birrato ou rancoroso.., problema é dele.., até agora não veio me perguntar nada, e e perguntar também, não direi nada.., Não to brigado com ele, apenas o destituí do trono em que ele ocupava em minha vida, e agora, vejo ele apenas como um amigo comum, e nada mais. Quanto a você, tenho a certeza que assim que o Gabriel em algum momento fizer o mesmo em puxar a sua tomada, você se libertará desta prisão sem perder a amizade com ele.

    • Marcus ,
      E ai ? Então , tenho 14/15 anos e estou numa situação parecida com a sua , o meu suposto “melhor amigo” (que ainda sou apaixonado) sempre foi meio seco comigo , sempre tratei ele como um rei e ele me tratou como um plebeu , sempre tentei ignorar este fato pensando que um dia eu teria minha chance com ele , mas adivinha o que aconteceu?Sim , nós brigamos e nos distanciamos pra caramba , mas continuei em “love” com ele , sempre via se ele estava online , sempre imaginava o que ele estava fazendo e continuou assim…
      Há uns dias atrás nós voltamos a nos falar por acaso do destino , mas nada está como antes , que sempre me sentava bem do lado dele e conversava com ele , que eu me abria pra ele…Não.Agora sou autônomo , não preciso dele , quando penso nele , falo pra mim mesmo : Você não precisa dele.
      Então , se convença que você não precisa dele , vai ser difícil , pra mim foi horrível , porém é necessário para não ficarmos na mão dos “boy magia”(Uma palavrinha gay só pra animar) , faça como o Sandro disse , destrone o Rei.
      Abraços , se quiser responda como que está indo!

      • Olá gente , Vlw msm :))
        Estou muito melhor, coloquei na cabeça que não preciso dele para ser feliz, parei de ficar esperando algo que nunca ia acontecer , ficar me iludindo e pensando nele. E advinha?! Tá muito melhor :D , agora sei quem era mesmo meu amigo e quem não é , não me importando com comentários maldosos nem nada , sendo eu mesmo sem medos ;)
        Destronei o Rei de pau oco rs
        bjs , mtttt obrigado mesmo pelos conselhos !!!

    • Aeeeee , parabéns cara , fico feliz em saber que está melhor e que destronou o “rei de pau oco”(adorei essa expressão hahah) to sempre ativo no blog pra qualquer coisa , abraços :-)

  113. oi, eu queria saber se meu melhor amigo “hétero” têm meio que uma curiosidade com o homossexualismo …
    –>Ele não têm certeza que sou gay,mas desconfia … (uma vez ele me “arranjou” uma garota(minha melhor amiga) ai eu fiquei com ela,depois de eu ter beijado ela ele começou com uma assunto: Ele:sei pai sabe que você é gay?((ele falou meio que zuando)) Eu: Eu não sou gay. Eu:Você me acha gay? Ele: Eu acho que você finge ser Hétero…((e ele falou isso com uma grande naturalidade mesmo ele sendo meio “preconceituoso”))
    –>Ele fica zuando os gays afeminados do colégio. (e isso pode ser uma forma de ele rejeitar os sentimentos que ele sente ou porque ele tenta disfarçar seu “desejo” mesmo se for pequeno..)
    –>Ele já me viu olhando para ele enquanto ele saia do banheiro só de toalha,sabe que tenho ciumes dele,olho diferente para ele , sorrio diferente e ele deve perceber isso , ai ele não têm o mesmo tipo de brincadeiras que com outros homens( Tipo:Bater na bunda,abraçar,colocar foto no face/instagram de nós dois,andar com os braços no ombro …/mas ele quase não faz isso com os outros amigos…) parecendo que tem meio que um receio…
    –>No dia que ele falou que achava que eu fingia ser hétero , ficou de noite e fomos pra frente do condomínio dele para esperar meu pai me buscar, ai ficamos conversando sobre eu não querer nenhum relacionamento com a garota(minha melhor amiga)que tinha ficado… ai eu fiquei olhando pra ele meio que admirando o rosto dele e ele olhava para minha boca e olhos quando eu falava…
    ****Eu tô em uma situação muito delicada porque eu não consigo beijar bem ela,ela vai querer um relacionamento mais sério pq já ficamos várias vezes… e isso e algo que eu não conseguiria manter. E por eu ficar me fingindo de inocente quando ela ou outra mulher quer ficar cmg meus amigos ficam desconfiando cada vez mais … tanto que no mesmo dia que meu melhor amigo falou que parecia que eu fingia os meus outros amigos perguntaram se eu era gay… (mas perguntaram sem pressão nenhuma tipo que pra eles é normal..)
    Ai eu quero saber se ele meio que curti mesmo que um pouquinhooo,se eu devo contar para meus amigos ou não (pq tenho medo de como eles ou ele pode reajir…)

  114. Estou vivendo essa realidade, fiz exatamente essas coisas. Tentei me afastar sem sucesso. Meu amigo gostava tanto de mim que sempre me procurava. Saia pra beber com outros amigos tentando esquecer mas depois sofria em dobro, é muito complicado isso. Uma vez resolvi contar, dai ele se assustou mas já fazia ideia disso. Me disse que isso não era problema e pediu pra eu não me afastar por conta disso, fiquei feliz e triste ao mesmo tempo, continuei ao lado dele sabendo que logo ele ia encontrar uma garota. Isso realmente aconteceu mas fez de tudo pra eu não descobrir, mas descobri. Hoje em dia me trata com mais frieza mas faz de tudo pra continuar ao lado dele, isso machuca pois sei que gosta muito de mim mas sofro muito em saber que um dia vou ter que dividi-lo com uma mulher. O que faço?

  115. Vou contar melhor minha historia.
    Tenho 21 anos e passo por essa situação há quase dois anos. Conheci esse meu amigo por acaso, ele tem 18 anos era meu vizinho marava na rua de trás. Nos aproximamos por meio de sua mãe que já me conhecia de vista, ela me pediu para que eu o orientasse em algumas matérias escolares, ele tava cursando o ensino médio e eu já estava no pré vestibular. Com isso ficamos muito próximos quando me dei conta já estava próximo da família toda. Ao fim dos estudos sua mãe me incentivando para que eu ficasse sempre perto dele, dizia que confiava muito em mim e que seu pai tinha muito respeito por mim, pedia pra que eu não me afastasse, daí tudo bem. O meses foram passando e eu fui ficando cada vez mais próximo de todos, já frequentava a casa de seus tios e tias, confraternizações em família eu participava de quase todas. O tempo foi passando e percebi que não tinha encontrado um simples amigo tinha encontrado um grande companheiro, ate certo dia que estávamos em um clube, de repente chega a mãe dele com uma menina muito linda por sinal, ele rapidamente saiu da piscina e saiu andando sem me dizer nada logo depois fui atrás pra saber o que tava acontecendo (o clube ficava perto de nossas casas). Ele chegou a casa dele e foi logo tomar banho e a garota la conversando com sua mãe e seu pai, fui a casa também e retornei logo a casa dele, tava tudo muito suspeito. Quando percebi que essa menina era a suposta namorada dele, fiquei um pouco sem graça ele disse pra eu ficar la junto deles mas não consegui dei uma desculpa e fui pra casa. Fiquei duas semanas sem aparecer e sem telefonar (nesse período estava viajando), aquilo mexeu muito comigo não sabia o que tava acontecendo era um ciúme estranho nunca tinha sentido aquilo antes, quando voltei de viagem estava no facebook e ele logo aparece me chamando e perguntando porque eu havia sumido, dei uma desculpa qualquer disse que precisei visitar minha vó que não tava bem de saúde. Pessoalmente logo perguntei sobre a menina e ele sem graça começou a dizer que ela não prestava que era isso e tals… Ffiquei meio confuso mas passou. Depois disso ele sempre cortava assunto de garotas perto de mim, proibia a mãe dele de me falar sobre as antigas namoradas, não entendia porque, dai passei a desconfiar. Depois de alguns meses ele começa a me provocar com insinuações de garotas, meio que eu ficava muito irritado mas não demonstrava, e quando fazia tipo que não tava ligando ele era quem se aborrecia, era engraçado. Uma vez uma garota se aproximou de mim através dele, dizia que queria muito me conhecer, nesse período não só eu como sua mãe também percebeu seu desconforto e passou a tentar atrapalhar essa menina de se comunicar comigo. No fundo isso me ajudou a entender o que tava acontecendo. Meses depois já éramos muito íntimos e no dia do teu aniversário já não me aguentava mais de curiosidade pois já havia quase 1 ano e meio naquele chove e não molha. Depois de sua festa de aniversário ele me levou ate em casa fomos caminhando e conversando, eu tava muito nervoso quase sem voz, quando em frente minha casa resolvi contar que gostava dele, ele perguntou:” como amigo, né?”. e eu disse que era mais que amigo. Com um sorriso discreto disse que não tinha problema que isso acontece e tals. Fiquei muito sem graça e aliviado ao mesmo tempo, pediu pra eu não me afastar por conta disso, disse que se eu resolvesse sumir ele viria atrás de mim. De lá pra cá ele me trata com mais cuidado evitando despertar alguma coisa a mais, mas ao mesmo tempo é muito carinhoso e atencioso, bem diferente de como é com seus colegas. Já tentei me afastar muitas vezes mas a família dele não deixa, sempre me procuram e tals. Não sei o que faço a mãe dele diz que quando eu me afasto ele fica muito agressivo e desiludido com as coisas, não da atenção a ninguém etc. Eu tenho medo de machuca-lo mas também tenho medo de sofrer assim como sofro, pois sei que logo ele aparecera com alguma garota (tem algumas na escola, mas nunca me deixa saber), isso já me atrapalha penso nele o tempo todo, minha notas andam despencando não consigo me concentrar na aulas, sei que isto já me atrapalha bastante. O que faço?

  116. Bem, eu li tudo e resolvi tentar me declarar para aquele cara do colégio, que meio que paquerávamos na sala.
    O que ele me contou foi que ele já namorava, e eu meio perdi a esperança, porque era com uma menina. A gente ficou muito amigo e tal, e depois de um tempo ele caiu na depressão porque ela havia terminado com ele. Eu fui na casa dele para consolá-lo e aconteceu de nos beijarmos inumeras vezes. E eu tive um pequeno e fino fio de esperança, mas ele disse para “guardar segredo” E saíamos, fazíamos cotadasuper

  117. ola pessoal , me declarei para um garoto que gostava já um tempo escrevi minha historia sobre nos aqui , então, sofri muitos meses calado, quando voltamos das ferias para faculdade, eu e ele ainda nos falavamos ,mais ou menos pq ele ficou praticamente as férias toda sem falar comigo por uma outra briga que tivemos , uma briga boba, então eu e ele e um grupo lá da sala fomos beber e eu bebi muito ao ponto de me declarar pra ele na frente de todo mundo, o pior que não lembro disso, ele deixou de falar comigo definitivamente , no inicio sofri muito, mais depois de tanta dor tento querer tanto sofrer não sofro mais, é claro que ele ainda me incomoda, a rejeição a frieza o modo como me tratava e trata até hoje tudo isso ainda mexe um pouco comigo mais dia após dia tento superar .
    então gente , oq vocês acham , será que ele um dia vai voltar a falar comigo ? .

  118. Boa Tarde, estou passando por uma fase de tristeza, eu sem querer adicionei um rapaz no meu face, amigo em comum de outros colegas, já tem um bom tempo. No dia do meu aniversário ele me mandou uma mensagem no face achei normal, pois várias pessoas mandam msg, no entanto, passando um bom tempo ele curtiu uma foto minha que eu tinha postado já fazia bastante tempo, fiquei sem entende. Eu não sei se ele é gay, nós nos conhecemos só pelo facebook. Eu sei que ele é professor de redação e tirei uma dúvida que tinha, foi normal ele respondeu etc. Comecei a gostar dele do nada, foi em dia pela manha entrei no face e vi que ele estava online pensei em puxar papo, mas não tive coragem, entretanto, ele puxou fiquei super feliz e entusiasmado, ele perguntou o que eu fazia tão cedo no face, reponde e só conversamos o necessário, fiquei alegre. Não conseguia tira-lo da cabeça comecei a postar mensagens de alguém que estava apaixonado e ele curtia, só que eu pensava que ele poderia puxar mais conversa só que não aconteceu mais. Resolvi ficar uns dias sem entrar no face para ver o que acontece, eu quero me declarar só que tenho medo dele não ser gay e eu estiver fantasiando as coisas, me ajudem?

  119. oi sou André tenho 23 anos, bom moro com um amigo de faculdade ele tem 20 anos me atrai muito a todo momento fico pensando nele em quase tudo que faço e isso as vezes me atrapalha nos estudos. Então agente conversou e ele me desse que não curte! mas acho é que ele já teve algum contato com um outro gay na cidade dele, pois sempre é le que vem com conversas sobre o assunto e parece me testar e ver se realmente gosto dele e eu já desse que gosto. Ele vai para meu quarto e fica brincado tipo :> apertando minha colha, me fazendo cocegas e as vezes pega no meu quadril, me olha com fundidade…. Não sei o que fazer já que ele diz ser hétero e gosta de mulheres que nuca vai ficar com outro homem… Uma certa vez ele me disse que tinha muito tempo que não transava com ninguém e me perguntou se eu estava com alguém, mas depois ele muda o contexto e não termina o que realmente ele quer dizer de verdade.Outra estava sentado perto dele e começamos a fazer cocegas depois vi que ele tinha tido um ereção e assim quando ficamos sozinhos ele fica com olhares e coçando suas partes, já observei muitas vezes ele me vendo dormir e começa a mexer na suas partes. Então conversamos esclarecemos, sempre ele é que me coloca em duvidas. Oque devo fazer para que possa esquece-lo? me responda o mais rápido possível obrigado!

    • Bem se ele tiver alguma características que lhe interesse, eu acho que você deveria investir num relacionamento com esse cara. Mas a resposta que você queria está aqui: Você vai ter que se mudar para esquece-lo se não ira continuar em duvida.

  120. ola, tudo bem?
    to passando por uma fase meio assim que difícil…. eu me apaixonei pelo meu amigo ( no que ele diz eu sou o melhor amigo dele) ah e ele sabe que sou gay. Bom a gente trabalhamos juntos a alguns anos atras só que nos nunca sequer trocamos uma palavra alem de bom dia ou boa tarde…. So que de nos reencontramos a uns 3 a 4 meses e por incrível que pareca foi ele que lembrou de mim, eu ate então nao tava lembrando quem era ele, só que depois que conseguir lembrar dele!!!! Trocamos telefone e desde então nao paramos de nos falar, nos falamos todo dia, ate de madrugada ele me liga!!!! Ele tem um filho de 1 ano e 8 meses, inclusive ele fala que eu sou tio do filho dele. As vezes saímos eu e ele as vezes eu, ele e o filho dele então só que assim eu sinto uma grande atração por ele e ele nada ou apenas finge. Bem ele é motorista de táxi e as vezes chega alguns “passageiros gays” e se oferecem pra ele, e ele diz que logo corta, mais quando ele me fala isso eu nao sei disfarçar o ciume o sangue me ferve e deixo tudo transparecer… Bom, teve uma acontecimento recente que eu vi no Facebook dele que ele tava conversando com um gay e teve uma coisa que me deixou fora do serio tava assim: ( gay: ou foi bom aquele dia?) ele apenas respondeu sim (gay: precisamos repetir né) ele disse ahan… Depois disso fui tirar satisfação com ele ele me disse que nao era nada, mais tenho certeza que pelo jeito eles devem ter feito alguma coisa!!!!!
    Bom eu faço de tudo, mais de tudo pra ele…..
    Ele ja chegou a falar pra mim que independente de tudo ele nao quer perder minha amizade pq me adora q eu sou um amigo que ele nunca teve, que eu nunca cantei ele e sempre o respeitei e que ele me admira muito. Ele já me falou que deixou um gay fazer oral nele pq ele queria ficar com uma menina que estava com o gay só que ou ia os dois ou nada…. E então, o que sera que eu devo fazer? Nao quero perder a amizade dele tbm nao!!!!

    • Oii Claudio, realmente é bem complicado, as vezes os héteros só querem amizades conosco mesmo, que sabemos ouvir e falar as palavras certas quando eles precisam, mas infelizmente acabamos nos apaixonando. Mas acho que seu caso é bem direto, uma questão de conversa que pode te alegrar muito ou te deixar triste, mas que pelo menos sera definitiva. Acho que você poderia chegar numa boa e dizer que precisa conversar, comece falando que você não gosta de confundir as coisas, que você sente um carinho muito grande por ele, e que gostaria o que ele realmente sente por você, porque você não gosta de confundir as coisas e dependendo da resposta, você seguirá sua vida! Pronto, é uma maneira de você ser direto, vai estar falando que quer saber o que ele sente, mas ao mesmo tempo vai estar se resguardando dizendo “não quero confundir as coisas”, mostrando que você quer resolver tudo numa boa, esclarecer uma duvida. Se ele falar que são só amigos, no começo vai doer bastante isso, mas vai passar, e é melhor que doa agora, do que você deixar de viver sua vida por uma ilusão. Agora se ele falar que sente algo a mais por ti, deixe tudo fluir no tempo dele, porque deve ser difícil pra ele também. Boaaaa Sorte ^^ Qualquer coisa me manda e-mail contando o que houve: fernandorodrigoduarte@hotmail.com . Beijaum ^^ Fefe Duarte

  121. Ola meu nome é carlos e tenho 24 anos. No meu último ano de faculdade conheci um cara 6 anos mais velho, ou seja ele tinha 30 anos. Fomos apresentados por meio de uma amiga e até ai tudo bem! Posteriormente um dia na faculdade vi ele e minha colega na faculdade.O mesmo mostrou-me muito interessado em me ajudar com trabalhos e e pediu até para enviar por e-mail. Passaram-se alguns dias e eu não enviei, não queria incomodar e minha colega falou que ele estava esperando o meu contato e que tinha umas propostas para me ajudar. Decidi então encaminhar um e-mail que não precisava mais e que não havia mais tempo para correções. Ele respondeu o e-mail dizendo que tudo bem e que precisava ter um particular comigo sobre a tal proposta de cunho profissional e bem atencioso e me oferecendo carona para e levar a um evento, este no qual iríamos participar.
    No dia do evento conversamos e mostrou-me muito interessado em me ajudar, e que fez várias propostas de cunho profissional achei tudo estranho pois não me conhecia e nunca tinha aparecido alguém tão atencioso e disposto a me ajudar. Ao passar alguns dias começamos a conversar via e-mail e por meio de redes sociais e começamos a ficar muito próximos. Isso para mim tornou-se uma armadinha, pois quando percebi estava literalmente apaixonado por ele!! Eu queria me matar, pois não sou assumido e não queria voltar a sentir este sentimento novamente por alguém e muito menos hétero. E na sequencia começamos a nos encontrar diariamente quase todos os dias. E quando não o via eu encontrava motivos para vê-lo e chamar a atenção. Falávamos muito ao telefone ! E quando terminávamos de falar ele dizia, bjus thau, tipo assim..rs. Comecei então a desconfiar que ele poderia ser gay, sei lá mas dae ele falava em mulheres e já faz uns 2 meses que convivemos e nunca vi ele com mulheres. Uma amiga me comentava que ele olha muito para mim de uma forma diferente e que acha estranho toda dedicação comigo. Todos os seus planos eu sempre estou meio seja fora ou dentro do pais! A verdade é que estou apaixonado e não se o que fazer e não sei se ele sente algo que talvez esteja reprimido, Procuro retribuir da mesma forma, sempre sendo atencioso ajudando em tudo que é necessário e fico preocupado ate as vezes em pensar que eu esteja o sufocando! Mas ele não liga me chama de irmão. Enfim faz pouco tempo em nos conhecemos e penso em analisar melhor antes tomar uma atitude, tenho medo de perder a amizade e me expor, mas tbm não quero ficar esperando muito tempo.

    2° Parte:

    O temo passou, eu estava quase todos os dias na casa dele, ele me liga e me passa mensagem todos os dias e quando isso não acontece, eu tento ficar perto. Em meioa esta situação convidei ele para um churrasco de amigos da faculdade, ele foi comigo me busco em casa e pessoa que mora comigo ressaltou o quanto ele me olhava. Quando chegamos no currasco ele ficou com uma amiga minha e eu disfarcei para nunguem perceber e estava com ciumes. Ap´so este dias e como éramos muito próximos, sairam boatos que eu e ele éramos namorados,e ele fuicou preocupado comigo e disse que sabia que isso ia acontecer, e me confessou que era gay e me pediu desculpas pelos boatos e não pediu para nascer assim. e eu fiquei feliz davida em saber disso, queria me declarar, mas deixei passa alguns dias e absorver melhor o que eu iria fazer. Nisso, ele começou a sair com um cara d amesma idade que ele 30 anos, e eu resolvi me declarar, porém de forma bem sucinta, não disse que eu amava e que era o homem da minha vida…rsrsr isso podia assustar, aproveitei que estávamos no facebook e ele me disse que eu era um irmão e que me amava, dae eu falei que também o amava e que por ele eu teria coragem de me assumir e ter algo com ele (Ps: não sou assumido e so ele sabe que tenho interese por homens). Porém ele veio com um papo assim: Se fosse da miha vontade você teria meus beijos, abraços, carinho, meu corpo, mas so posso te oferecer a minha amizade, isso me quebrou as pernas..rsrsrs mas entendi o recado. Hoje ele esta morando com o tal cara que estava saindo e foi algo muito rápido, e mesmo assim nos falamos diariamente, não nos vemos com tanta frequencia, mas nos falamos todos os dias por telefone. O ajudo em tudo que posso. Já tentei me afastar mas ele não dar oportunidade. Eu o amo muito! mas não sei o que fazer!!!! me ajudemmmmmmm

  122. Olá, sou Adriel tenho 21 anos.
    No meu caso amo um hetero que convive comigo ou seja moramos juntos, eu gosto muito dele, ele sabe d mim, Pq quase trasamos agente bebia perto d casa e quando saímos fomos pra casa.
    Aí ele foi se deitar eu comcei a mexer com ele mas ele falou q queria dormi, então envez deu bater eu comecei a carícia o pescoço dele fui acariciando e ele fingindo estar dormindo, então chegamos bem longe quando começamos a tranzar, aquele líquido do pênis dele sai com muiya frequência na hr, …quando começamos a tranzar ele finge acorda e fala o q eu estou fazendo e manda eu sair.
    Eu sai sem falar nada, quando foi no outro dia ele ficou com raiva d mim, pedi desculpas e falei q aqullo não aconteceria mas. Então ficamos assim eu Morro d amores por ele mas nunca falei o quanto amava. Nunca vi ele namorando, fala em mulher com os amigos e conversas bastante com elas no whatsapp mas nunca saiu disso. O q eu devo fazer tentar d novo me declaro pra ele. Pq ele me trata bacana tem hrs q eu acho q ele gostou mas não quer assumir. O q eu devo fazer? Me ajudem por favor.

    • Oi Ariel, por mais que o resultado não seja o esperado por você, o mais correto é que você converse com ele, e declare o que você realmente sente em seu coração. Você o ama de verdade, ou está apenas atraído pelo sexo com ele? Isso é você quem tem que se responder, e ser o mais sincero possível com seu amigo. Pode ser que ele o aceite, como também pode ser que ele o repudie. Esteja preparado para receber a resposta. Saiba que o não você já tem^, por isso trabalhe para que você conquiste o Sim. Muito erram em esperar um Sim do amado, e se frustram muito quando recebem o não. É o máximo que eu posso lhe ajudar meu amigo, espero que você consiga conquistar o Sim do seu amado.

    • Olá Adriel, assim como o Sandra falou vc tem que ver se oq vc quer com seu amigo é só sexo ou seu você realmente ama ele, se responda a essa pergunta e arrisque nao importando a resposta dele, se sim Ok seja feliz! Mas se não a vida continua e segue e uma hora vc vai gostar de alguém que goste realmente de vc!
      Lembre-se arrisque, a vida passa rápido e não deixe que a oportunidade passe e vc se arrependa por não ter aproveitado a oportunidade, e se der errado não fique triste, não deixe de perder seu tempo de vida por tristeza e sim aproveite cada momento!
      Igual a música do Renato Russo Pais e Filhos que ele fala:”(…) como se não houvesse amanhã, porque se vc parar pra pensar naverdad não há (…) ”
      Enfim boa sorte! ;))

  123. bom vamos do começo
    eu estava no primeiro ano quando conheci. um rapaz que de certo ponto foi tirado dos meus sonhos, alto moreno e simpatico. me apaixonei logo de cara. me segurei por um ano. olhava pra ele o tempo todo, frequentava os mesmos lugares. as vezes ele me olhava e sorria isso fazia do meu dia o mais perfeito. sou bem linguarudo e acabei falando pra ele o que eu sentia numa conversa bem franca. ele disse que me respeitava mas não ia rolar. chorei muito. mas desde daquele momento ele sempre fazia o possível pra não me magoar. foi um fofo comigo. ate que ficaram sabendo e começaram espalhar pra todo mundo. ele ficou chateado e quando fui conversar com ele a respeito ele me xingou e brigou comigo. isso aconteceu ja no segundo ano. desde então não conversamos mais. me formei no ensino medio ainda gostando dele. ainda gosto. so que recentemente ele começou a namorar uma garota. acho que nunca me senti tão mal. mas enfim desejo tudo de bom pra ele. gostaria que esse sentimento passasse pra eu seguir minha vida. ah e tem uma amigo gay meu que uma vez disse que se aplica muito bem nisso : Quando um gay diz que gosta ele não menti, é maior que tudo. so estou dividindo pra ver se passa. se eu ver ele na rua eu quase morro.

    • Olha.. Acho que vc deve se afastar,esquecer, seguir em frente…
      Agora vc sente que só consegue viver com ele do seu lado e fica criando expectativas mas sério ao meu ver o pq Tbm já passei por isso a melhor coisa a se fazer é deixar de lado, viver sua vida sem depender dele, sair ir pra festas e conhecer pessoas novas que podem fazer melhor pra vc e até encontrar O CARA dos seus sonhos, que te de amor e tudo que vc preza em uma relação! :)
      Como já disse Tbm já passei por isso, eu amo meu ex melhor amigo mas deixei isso de lado e hj vejo que foi a melhor coisa que fiz e isso me libertou, eu ainda sinto algo por ele claro mas não fico mais colocando expectativas…
      Viva a vida aproveitando cada minuto e sem se colocar pra baixo por que não te merece ou não foi feito pra vc, a vida passa muito rápido e não queira perder tempo com pessoas erradas! ;) aproveite cada segundo conhecendo quem te merece verdadeiramente! Bjs e te desejo força e coragem!

  124. Olá, sou Gilberto e tenho 17 anos. Estou apaixonado por um garoto que estuda na minha antiga escola, ele vai pro 3º ano e eu já saí. Ele não falava comigo porque o círculo social dele também não, então iria ficar uma coisa chata falar com ele. Mas eu o adicionei no Facebook, e curto as fotos dele e outras coisas. Ele me parece hétero, mas conversei com um amigo e ele disse que parece que é o contrário. Então eu tomei coragem e chamei ele no chat, coisa que eu nunca tinha feito. Eu não sabia nem como começar, mas eu deixei rolar. Ele também não puxava nenhum assunto, mas quero conquistar a atenção dele.

    Eu não sou gay assumido, e alguns da minha escola suspeitam muito disso. Preciso de ajuda com isso… o que devo fazer pra conquistar a amizade dele e assim revelar que eu gosto dele? Como devo falar com ele? Me ajudem!!!

    • Oi Gilberto. Nossa que complicado essa situação. Já passei por isso no meu tempo de escola e as coisas não saíram muito bem. Enfim, ter adicionado ele no Facebook, já foi um grande começo. Sei que é meio difícil, mas você não pode se afobar, não saia curtindo tudo que ele posta feito “Bixa Atrevida” que isso ele nao vai gostar, porque os amigos vão acabar vendo e zoando ele, dai esquece, se isso acontecer ele cai fora de vez. O que você pode fazer é se inteirar de coisas que ele goste e puxar esse tipo de assunto nas conversas, até serem “amigos”, sempre peça a opinião sobre alguma coisa que ele saiba, os héteros adoram se sentir importante, muitas vezes estarão errados, mas você sempre concorde com tudo. É um processo meio longo, terás que conseguir primeiro a confiança dele, como disse, fazer uma amizade, dai sim você começa a entrar em assunto sexuais, uma ótima maneria e começar a falar de mulher, inventa uma historia, que uma amiga gata sua é afim dele e quer fazer sexo a 3, pra saber se ele toparia, é um ótimo começo, porque ele não estará se comprometendo, mas também não descartará a possibilidade de sair com uma mulher tendo um homem junto. Se ele falar que topa numa boa, haha, amigo, o peixo esta mordendo o anzol. Qualquer coisa manda e-mail: fernandorodrigoduarte@hotmail.com . Boa Sorte. Beijos Fefe

  125. ola me chamo Oliver tenho 20 nos e estou passando por tudo isso que vcs descreveram acima no post mais só q eu decidi abrir o jogo com meu amigo hétero e conversar só q ele e muito cabeça dura e não foi nada legal j faz mais de 3 anos que ainda sou apaixonado por ele ja aconteceram muitas coisas q não sei se foi platonismo ou realidade e ate um tao sonhado beijo (só q ele estava bêbado e falou não lembrava de nada) mais estou super triste em um momento solitário p falei pra ele que era apaixonado por ele que amava ele muito não só como grande amigo mais ele não me compreendeu ate nossa amizade de infância se desfez ele hj penas me cumprimenta friamente quando é necessário gostaria de ao menos ter de volta o meu velho amigo que conversava comigo sobre seus problema dividia tudo comigo de sua vida.
    Sem falar que antes de falar pra ele tudo isso eu tinha um pensamento que me falaram que era errado eu pensava da seguinte forma:
    “Melhor sofrer sem falar pra ele e te-lo perto de mim e cuidar dele quando ele precisar do que falar pra ele dar tudo errado e se afastar”
    hj me sinto muito triste por ter acontecido tudo isso queria pedir o vcs pra me ajudarem a ter ao menos a amizade dele de volta isso já seria o bastante pra mim :'(
    ME AJUDEM POR FAVOR

    • Luciano, por mais que possa doer a verdade, ela tem que ser contada, senão você vai ficar sofrendo por muito tempo. Fez certo em falar. Eu não sei se você consegue a amizade dele de volta, mas acho que sim porque, afinal de contas, vocês eram amigos e ele vai entender você. Amigos são pra essas coisas.

      • pois é o que ainda me parte o coração e nao saber como conseguir voltar a chegar perto dele tentar algum contato pra poder aos poucos tentar me reaproximar pesar de que eu inda sofro muito por causa das palavras que ele me falou nao sei o que fazer

      • Se você tiver o número dele, você pode chamá-lo para conversar em algum lugar, pode chamar por SMS ou ligue pra ele. Nada melhor do que uma boa conversa. Diga que quer voltar a ser amigo dele, eu tenho certeza que ele vai entender.

      • eu tentei falar com ele hj mandei uma mensagem de no novo pra ele mais so que ele nao respondeu

        0 que eu nao consigo entender e minha cabeça nesse momento eu estou vendo que nao vai ter volta nao vai dar certo entre eu e ele mais nada e tbm sei que devo esquecer o que ja passou mais so que nao sei por qual motivo eu nao consigo, minha mente sabe mais meu corpo deseja e quer que por algum milagre algo aconteça do nada me vem a imagem do sorriso dele na minha cabeça uma vontade incontrolavel de ficar perto dele nao sei explicar o que e isso e tbm nao sei como me livrar desses pensamentos que so me deixam triste e com vontade de chorar….

  126. Olá , não sei nem por onde começar. Bem eu tenho 20 anos e também sou apaixonado pelo meu melhor amigo. Se conhecemos desde os 13 anos de idade,desde a 7°série. Nesta época era só amizade via ele como um amigo quando acabou o ensino fundamenta, fiquei triste porque pensei que não veria mais ninguém. Eu iria fazer o ensino médio em outra escola no mesmo bairro,as aulas já haviam começado porém eu não fui pra escola porque não tinha ainda comprado uniforme(minha família era bem humilde), nisso não tinha mais contato com ninguém, quando num dia eu estou na minha casa e recebo uma ligação deste amigo, fiquei surpreso e feliz , ele me perguntou se eu estava também matriculado nesta escola, eu disse que sim, dai ela falou que eu poderia ir porque nos primeiros dias eles deixavam ir sem uniforme ,ok comecei a ir. Estudamos juntos na 7°,8°,1°e 2°colegial juntos , só o 3° que não porque os professores nos separaram porque a gente conversava demais e suava demais na sala rsrsr. Sempre nos dermos muito bem apesar das brigas bestas, mas quando foi no 2° ano começamos a brigar constantemente motivo: Eu nunca gostei de pessoas que gostam de chamar atenção e querer sempre se amostrar, nesta época ele começou a ficar muito vaidoso, comprar roupas, pintar cabelo ,cuidar da pele e etc. Nunca tinha olhado ele com outros olhos ,ficava com raiva porque ele começou a chamar atenção de meninas que ficavam olhando pra ele todo instante e mandando sempre alguém perguntar o nome dele ,aquilo me deixava com “ciúmes” e raiva dele porque ele sabia que minha família era simples e começou a me humilhar falando do meu cabelo, das minhas roupas e isso me deixava com mais raiva ainda. Por mais que brigávamos gostava muito dele (como amigo) e ir pra escola era muito bom , gostava de passar o tempo com ele e minha outra amiga, eu tinha muitos problemas em casa com o alcoolismo do meu pai e um milhão de problemas , ir pra escola era como fugir disso tudo. Quando fomos para o 3° ano , eu estava muito mal , 1° porque tinha separado os meus dois amigos de mim, 2° ele estava ainda mais vaidoso ,se amostrando ainda mais porque tinha começado a trabalhar, 3° caí numa sala aonde não conhecia ninguém , como era tímido sofri bullying o ano inteiro de 2010. Em relação a homossexualidade, desde criança eu sabia que era uma pessoa diferente, mas não sabia oque era ser gay, durante toda minha vida escolar sofri com as pessoas me xingando de viado e me batendo , me senti acolhido de um certo modo por ele já que até hoje somos próximos ainda. Ele é de família católica ,ia na igreja e tudo ,mas como ficou muito vaidoso, eu e minha amiga começamos a falar que ele era gay e ele sempre negava(minha amiga era lésbica) e eu nunca assumi falava que eu era nada. Bem ele tinha se assumido pra nós e no meio do último ano mudou pra noite por causa do trabalho, fiquei mais triste ainda chorava todo dia no intervalo , ia pra casa e chorava. No ano seguinte , 2011, eu trabalhava em um mercado e minha folgas eram sempre durante a semana , e eles dois saiam bastantes de final de semana ,sempre me chamavam mas eu não podia ir, com isso fomos se afastando um pouco e eu acabava maltratando ele(me odiava por isso). Me senti seguro e confessei pra minha amiga que eu era gay também , nisso ela contou pra ele e aconteceu uma coisa que eu não esperava, ele começou a me chamar pra sair,ir no cinema , pediu pra ficar comigo, quando aconteceu isso meu mundo caiu , nunca passou na cabeça que meu melhor amigo apesar dos apesares queria ficar comigo, na época a reação foi de raiva e eu sempre negava até que ele parou. Quando foi em 2012 ele arrumou um namorado, com isso fiquei morto de ciumes e disse que era pra ele viver a vida dele e me deixar em paz,foi isso que ele fez , nisso me arrependi , me humilhei fui até o serviço dele pedir desculpa e disse que eu achava que estava doente, achava que estava com depressão.Ele me disse que me perdoava, até tentou me apresentar a pessoa mas eu sempre fugia. Sempre fui chato não nego, um dia conversando ele me falou que disse como era nossa amizade para o namorado dele , dai o namorado dele disse que quem briga muito é porque se ama, só foi ele falar isso que minha cabeça começou a doer tanto que me dei em conta porque eu sentia tanto ciúmes, eu estava gostando dele mais como um amigo e isso era desde os 15 anos. O namorado dele não gostava de mim pq tinha ciúmes também, uma vez estava na etec dai ele me mandou uma mensagem no facebook me dizendo que uma coisa que eu queria muito ia acontecer e aconteceu ele terminou tudo e disse que era pro meu amigo ficar comigo. Meu amigo ficou péssimo e ficou um ano saindo com um monte de moleke, nossa amizade tinha mudado muito , antes era eu ,ele e nossa amiga, como ele fazia etec andava com um grupo de meninas puxa-saco , começou a beber e vivia na balada. Sempre nos víamos com frequência já que eu tinha mudado de emprego ,mas isso desde este ano tinha mudado, ele ficou muito ignorante comigo ,passávamos dias ou meses sem se ver, havia se tornando um galinha. Podia ficar com quem ele quisesse, cheguei em um estado que não aguentava mais ficar calado aguentando guardar esse sentimento e confessei. Ele perguntou porque eu não quis ficar com ele quando ele queria, eu disse que tinha medo , nunca tinha ficado com ninguém, e como ele era muito bonito achava muito pra mim. Ele riu e disse pra mim fazer de tudo pra esquecer isso, que ele me considerava como um irmão. Eu juro que tentei, baixei um aplicativo gay e comecei a conversar com umas pessoas, um inclusive que ia ficar , meu amigo adicionou ele no facebook,marcaram e ficaram, depois veio me pedir desculpa. Algumas vezes, quando nós íamos em algum encontro da minha amiga ele ficava me apalpando , dando iteção que queria ,mas era sempre em lugares públicos, como sou tímido ficava sem graça. Bem em 2013, começamos a ir em baladas , em uma dessas que fomos até tentei ficar com ele , mas ele não quis. Ano passado ele tinha namorado um menino bem rodado e me falou que numa transa a camisinha estorou mas continuaram ok , quando foi em 2013 ele percebeu que estava fazendo urina com cor diferente e sentiu um caroço no ânus, foi no médico e descobriu que estava com uma DTS, com isso ficou transtornado , se afastou de mim e da minha amiga, voltou pra igreja e um dia contou pra mim o que se tratava , disse que Deus começou a dar sinais pra ele que esse não era o destino que ele havia preparado para meu amigo e que ele não queria ser gay. Chorei porque nunca tinha ele daquele jeito e isso tudo aconteceu numa fase que ele estava desempregado e ele é muito supersticioso,pegou um empréstimo pra pagar a cirurgia. E ele me fez um pedido , queria que eu fosse com ele no dia da cirurgia, fui dormi com ele no hospital,após a cirurgia fiquei sabendo pela minha amiga que ele queria ficar com uma menina. Nossa quis morrer e fiquei puto , mas não deu certo ,saíram mas ele vomitou na frente dela. Ontem passamos o reivellon na avenida paulista e minha amiga levou uma amiga lésbica durante a conversa a menina perguntou oq ele curtia ele disse que gostava de mulher gaguejando,depois mudou de assunto por causa da igreja, a mnina se espantou e disse jura? tipo ele tem trijeitos homossexuais ,se veste com um, e tem bricandeiras de um , não aceito isso ,nem minha amiga. Bem é isso estou apaixonado pelo meu melhor amigo faz 4 anos e não é correspondido , durante a virada pedi pra Deus me ajudar a tirar ele na cabeça porque não aguento mas sofrer por isso, todo dia eu penso nele , não aguento, até bloqueei os feed de noticias dele no Facebook por causa de ciúmes.

  127. Olá amigos, procurando na net, acabei encontrando esta página e resolvi contar a minha história. Me chamo Jonas/41 anos. Não sou assumido, poucas pessoas sabem e vivo a vida escondido por assim dizer, passando a imagem de hétero e tal. Bem, em março de 2012, a empresa abriu vaga para contração de uma pessoa e meu chefe como se faz, me chamou na hora da entrevista pra conhecer o pretendente a vaga e lá fui eu dar o meu aval. Lembro como se fosse hoje! Entrei na sala, olhei o currículo, fiz algumas perguntas e não prestei muita atenção “nele”. Foi como se fosse mais uma pessoa qualquer tentando uma vaga de emprego. Falei pro meu chefe, que ele me parecia um excelente profissional e o mesmo acabou sendo contratado. Bem, começamos a ficar cada vez mais próximos e acabou que hoje nos tornamos grandes amigos. Somos muito parecidos quanto aos nossos gostos e já fizemos muitas coisas juntos. Ele tem namorada, um filho, não é casado (já foi) e é hétero convicto, não pode ver um “rabo de saia” que já sai falando e comentando. Sempre que na empresa o assunto é “mulher” eu não entro nas discussões e me mantenho reservado como sempre o fiz. No começo ele me perguntava se eu tinha uma namorada, se eu era casado, essas coisas que a maioria quer saber. Até aqui tudo bem, quando em Março/2013, conversei com outro amigo meu (gay) e ele na hora me disse: Você está apaixonado por esse cara! Eu disse, não, não é paixão, eu apenas acho ele um cara legal, é um grande amigo, uma grande pessoa. Bem, dai começou o meu calvário, estava em negação e realmente eu estava/estou apaixonado por ele. Ele disse que gosta demais de mim, que eu sou um amigo muito especial, que sou único e muito importante na vida dele. Estou resumindo, pois muita coisa aconteceu, situações que ele passou, já ajudei ele tanto emocionalmente como financeiramente. Conversamos muito pelo chat do Face e lá já deixei algumas coisas meio que “declaradas” a ele. Não sei se ele já percebeu/entendeu ou se percebeu, não tocou no assunto.Nos últimos dois meses minha vida tem sido um inferno literalmente, não tiro ele da cabeça, na hora de dormir, na hora de levantar, penso nele o tempo todo. Me sinto perdido, não sei o que fazer, não sei se tenho coragem de me declarar pra ele, já pensei nisso muitas vezes e já até cogitei isso. Passei por isso outras vezes, mas é a primeira vez que vejo a pessoa todo dia. Tenho vontade de pedir as contas, mudar de cidade, manter distancia, mas no momento, não tenho condições. Isto está me consumindo de uma forma horrível, estou sem rumo, não sei o que fazer! Amo demais esse cara!

  128. Olá, estou passando por uma situação bem complicada. Tenho 16 anos, e não sou assumido. Na verdade, ninguém sabe que sou gay. Meu melhor amigo tem 17 anos, e de um tempo para cá eu tenho me sentido muita atraído por ele. Nós dois somos amigos muito íntimos, falamos que amamos um ao outro, já nos masturbamos juntos, cada um com o seu… Mas ele já deixou bem claro uma vez, que odeia gays, e ainda tem namorada… o que eu devo fazer ?

    • ola meninos, poxa faz um tempinho que não entro mais aqui, mais é sempre bom ler esses textos maravilhosos e poder ajudar quando posso .
      josé, meninos eu acho que sou o “Rei de amores platônicos” por que já me apaixonei umas quatro vezes kkkkk
      amigo, por experiência própria é sempre “ajeita ” o cara pra falar a verdade, MENINOS não é legal guardar, esse é o erro de todos nós, epor que passamos a pensar como seria se tivéssemos falado, e se nunca falamos como vamos saber se daria certo ou não. é difícil falar, mais temos que dizer, mesmo correndo risco, pq depois que falamos todas as duvidas e medo vão embora, por ter passado por muitos amores platônicos por nunca ter falado e sempre ter sofrido com isso me arrependo de muitas coisas que podiam ter me feito FELIZ, então, fale antes que aconteca algo que te exponha a vergonha ou te prejudique, no meu ultimo amor platônico não faz muito tempo no fim do ano passado, eu não falei que eu amava ele sóbrio, quando bebi falei que o amava de com todas as minhas forças kkkkk, imagina a cena na frente de alguns amigos da faculdade, hoje não nos falamos mais, sofri, paguei por um erro muito grande, e hoje só ficou na imaginação como seria deferente se eu tivesse tido a iniciativa de ter falado, teria evitado grandes sofrimento pra mim.
      mais se vc não falar, eu já até sei o fim da historia, a amizade vai acabar, e vcs nunca mais vão se falar, pq ele não quer falar, ou se continuarem se falando serão apenas como dois desconhecidos, ou quando termina de nunca se verem . triste :( então é isso beijossss !!!

  129. Oi, adoro seu site, já leio algumas páginas a um ano (só quando dá, e logo deleto do histórico pra não deixar rastros!), e eu cai nessa de me apaixonar por um amigo hétero, gostava dele desde que ele tinha 15 anos e eu 14, agente se falava todo dia, e tinha vezes que ele fazia umas brincadeiras ‘provocadoras’ comigo, mas eu sabia que era brincadeira (mesmo assim subia aquela frio na barriga!!! u.u), e ele era mais amigo do meu irmão e agente se conhecia desde pequeninos :), só que teve uma época que ele começou a namorar uma menina, ai você cria um ódio mortal daquela sortuda, nessa época fiquei tão nervoso e ao mesmo tempo magoado que, acredite se quiser fiquei com uma garota, só de raiva!!, mas foi só isso, ele logo depois terminou o namoro, e agente volto a se falar mais um pouco, ele fazia umas brincadeira comigo, batia nas minhas partes intimas as vezes, quando ninguém olhava, sempre sonhei que ele fosse gay, e teve uma vez que ele passou o ano novo com a minha família, foi a melhor coisa que me aconteceu, ele me deu um abraço, claro eu fiquei meio acanhado >.<, mas por um momento parecia que eu era assumido e namorava quem eu amava :DDDDD, só falto sai fogos (pensando bem saiu, mas não de mim) mas depois as coisas foram piorando, ele começou a fazer umas amizades 'suspeitas', repetiu o ultimo ano na escola, repetiu de novo, eu tava feliz com isso (mesmo sendo ruim pra ele) por que agente podia voltas a se falar por que ele ia ser da mesma sala que eu, só que ele acabou saindo da escola pra fazer supletivo. depois eu soube pelo meu irmão que continuou amigo dele que ele estava usando drogas, fiquei triste por ele :/, ai agente já não se falava mais, então percebi o quanto idiota ele virou, toda vez que eu passava (é que ele mora na mesma rua que a minha, em frente a minha casa) eu ouvia umas zoações e pensava que não era comigo, mas depois ficou bem claro isso, agora quase nunca vejo ele, e é melhor assim, não tem remédio melhor que a própria distancia, passou pela minha cabeça falar que eu gostava dele, mas tinha medo da reação, então guardei isso, hoje não sou mais como antes, antigamente eu via ele, ficava todo arrepiado, com frio na barriga, não parava de olhar, e o pior, ficava estabanado demais e acabava pagando algum mico, e ele via ( ai, que vergonha!), o pior era quando ele me notava eu gelava dos pés a cabeça. Mas hoje não sinto mais nada, estou com 17 e ele 18, ele está trabalhando, eu no ultimo ano da escola ( esperava que ele ficasse :/) e vou ficar na minha faculdade, não sou assumido, e pretendo ir morar em outro estado pra esquecer isso tudo e mudar de vida!!! Aliás, desculpa pelo mega texto rs, mas é que não tenho com quem desabafar, sou daqueles tímidos, que só anda com meninas (e a maioria são homofóbicas, ou dão risada da minha cara fazendo insinuações que eu sou gay..), ouço pitacos sobre minha possível homossexualidade daqui e dali, mas isso agente releva não é não?
    bom só tenho a agradecer ao seu site, ele é uma inspiração para muitos meninos como eu, e desculpa mais uma vez pela dissertação! kkk, xau

    • Realmente, distância é o melhor remédio pra isso, ainda mais quando o assunto vai entrando em drogas e essas paradas aí, uma pena que acabou assim, mas sempre que sai um “boy magia” entra outro, quem sabe você não encontra um lá no outro estado hehe?Tudo de bom e adorei a historinha do ano novo porque comigo foi meio parecido e me fez lembrar aquele momento histórico hahaha, tudo de bom.

  130. Jonas eu gostei muito da sua história e me identifiquei bastante, pois já passei por coisas semelhantes e de fato a vontade de sumir é constante nesses casos. Não sei se vele a pena viu, pois se não superamos as coisas elas voltam depois com outros nomes , outras paisagens, mas sempre a mesma essência. Já um afastamento discreto da amizade, evitar certas proximidades podem ajudar bastante msmo. Espero que leia o meu comentário

    • Oi Bart, tudo bem amigo? Obrigado pelas palavras e conselhos…Realmente seria muito mais fácil falar abertamente com ele, tanto que amanhã marcamos uma saída pra bater pernas e estou decidido a contar sobre minha sexualidade. Durante algum tempo em nossas conversas, eu meio que disse algumas coisas e acredito que ele no fundo já saiba e eu só vou confirmar o fato, pra deixar claro mesmo….Ainda acho cedo, mesmo sofrendo em silêncio, dizer a ele o quanto o amo…mas também tomei a decisão de contar a ele mais pra frente….Quanto ao afastamento da nossa amizade, seria a melhor escolha, mas a nossa amizade cresceu tanto que hoje é impossível. Nós praticamente nos tornamos melhores amigos. Ele me confidenciou praticamente tudo o que aconteceu com ele nesses 36 anos de vida!!! Ele vai se casar em Setembro/2014 com a namorada que é mãe do filho dele e vendo de fora o relacionamento dos dois, meu Deus, que mulherzinha horrível como pessoa. Acredito que ele está fazendo isso apenas pra ficar ao lado do filho, já que eles não moram juntos. Deixo claro aqui que isso não é ciúmes da minha parte, mas sim o que eu já presenciei entre os dois. Tenho vontade de bater nela, kkkk….sério….ela se acha mais que todo mundo, que é perfeita e ele mesmo já me disse que ela é fria, que não era como no início do relacionamento, que trata ele mal. Como pode isso? Portanto, minha tese continua a mesma, ele vai fazer isso pelo filho que ama tanto, Dai, eu penso, meu Deus,e eu aqui, com meu coração aberto, cheio de amor pra fazer esse cara o cara mais feliz do mundo kkkk….como a vida brinca com a gente, rs……Falando em vida, ela meio que me deu um “click” se posso usar essa expressão e eu dei uma acordada sobre a situação toda…Não que eu não o ame mais, o amor continua lá (IMENSO) e seria perfeito se ficássemos juntos, mas hoje estou bem melhor, claro que existem as recaídas uma vez ou outra, mas acredito que em breve estarei livre completamente desse pesadelo…

      • nossa, é horrível quando há esse amor não correspondido, sei disso, mesmo que só com 17 anos, o que o Bart disse é mesmo verdade, se afastar, distanciar da pessoa amada é o melhor remédio, comigo resolveu, não 100%, mas eu diria uns 85%, o ruim é que você convive com ele =/, isso não melhora em nada, mas acredito que seja bom pra você viajar, ou sair, ir pra um lugar onde as pessoas não saibam o seu nome, ou quem você é, pois ai você vai poder ser você mesmo, conhecer novas pessoas também ajuda e muito, quem sabe você não acha alguém legal.

        se não for pedir muito, queria saber por que você não se assumiu? você, pelo visto é independente, dono da sua própria vida, tem o direito e dever de ser feliz do seu jeito, no meu caso ainda não sou assumido, por que dependo financeiramente ainda dos meus pais, mas assim que tiver uma oportunidade “arrombo a porta do armário” kkkk, e acho que você devia fazer o mesmo!!

        boa sorte com o seu amado, que ele ao menos entenda e respeite sua situação!

  131. Jonas e Jorge e tantos outros Jotas e letras, para sermos amigos de alguém temos de ter sentimentos compatíveis a uma amizade. Não estou propondo inimizade, podemos deixar o status de amigo seguir, mas nosso momento apaixonado nos impede de ser esse amigo especial que tanto ficamos teimando em ser. É como se disséssemos: ” Tenho de ter algum espaço em sua vida e esse espaço não pode ser comum, já que você me invade inteiro”. Mas o outro não está na mesma vibe….e quer sim nossa amizade, mas a quer nos limites de uma amizade que sempre nos inquieta. Você pode dar uma mão caso seja necessário, isso é diferente de viver procurando brexas para ser marcante. Você pode ser amigo, sem ser a sombra e se permitir amar sem se perder de si. Não é o amor que se deve matar e sim o vício de viver a vida do outro. Não precisamos ir a extremos, o desafio é tentar ser razoável e ir criando a própria força para depois decidir o que irá fazer com a amizade e em que moldes ela será conduzida, pois não se pode agasalhar emoções tao enfermiças !!! Tudo isso eu digo a mim mesmo, pois venho tentando. As recaídas são naturais no aprendizado e cada vez que levantamos é com mais facilidade. Vamos aprendendo amar com independência emocional para quando o amor chegar termos condições de vivê-lo em sua plenitude e não com angústias. Cada escolha implica em um sofrimento, mas temos de ver qual sofriemento nos levará ao equilíbrio. Só faremos bem a alguém quando estivermos emanando bem estar. Torço por todos nós. Vamos conversando. Beijão !!!

  132. Uma frase para nossa reflexão: Quando você desrespeita o direito dos outros, está negando a própria dignidade e não se respeita mais. Para enganar a
    consciência, passa a cultuar
    valores permissivos e falsos.

    • Me identifiquei com isso de querer ter um espaço especial na vida da pessoa amada, era o que eu realmente queria (talvez ainda queira, mas não é um desejo tão intenso quanto antes), hoje em dia, amizade ou proximidade eu não quero mais, não ache que é por que eu odeio o garoto, mas é por que é melhor manter distancia pois tenho receio de que tal sentimento possa voltar, e é chato essa situação de amor não correspondido. Obrigado pelo toque, estava mesmo precisando!

  133. Bart, você disse tudo e muito mais. Tanto no texto anterior como na frase para reflexão…Confesso a vocês que eu me encontro nesse círculo vicioso de querer sempre estar “presente”, sempre ser o “melhor amigo” e esperando que um dia que ele me “olhe” com outros olhos, correspondendo a minha paixão, mas hoje tenho a certeza que isso nunca vai acontecer, devido aos últimos acontecimentos na minha vida. Em resposta a pergunta do Jorge, eis o que aconteceu no dia 22/02/2014. Sexta-feira, combinei com ele de ir até a casa da minha irmã com a sua “noiva” pois minha irmã é artesã e ela ia mostrar os trabalhos que ela faz pro casal escolher o que será dado aos padrinhos e madrinhas no dia do casamento. Bem amigos, tinha tomado minha decisão! Sábado era o dia que eu ia contar pra ele sobre minha sexualidade, Como comentei anteriormente, não sou assumido, e poucas pessoas sabem a respeito, somente três, minha Mãe, meu melhor amigo e minha amiga. Bem, acordei e rezei e pedi um sinal pra Deus me dar a coragem de encarar o desafio e fui atendido, ele me passou uma msg no celular dizendo que tinha se acertado com a mãe dele (ele tem um problema de relacionamento com ela) e que estava super feliz….era o que eu precisava, era o meu sinal. Nos encontramos no metro, ele, a noiva e filho deles e fomos até a casa da minha irmã. Chegando lá foi uma festa pois meu cunhado é gente finíssima, assim como meu sobrinho e minhas duas sobrinhas, sem esquecer da minha irmã claro, rs….Receberam eles super bem e foram horas de conversas, risadas, foi perfeito. Pensei, olha outro sinal ai, É HOJE!!! Quando a reunião deles terminaram pra decidir sobre o presente, minha irmã me chamou no atelier dela pra conversar um pouco e ficamos lá, só nos dois. No começo do ano, meu emocional estava super abalado e eu mal conseguia ficar sem segurar o choro, aliás, nunca fiquei desse jeito antes, e durante uma conversa no telefone, eu disse pra minha irmã que eu tinha “coisas” que eu gostaria de compartilhar com ela e que já era hora disso acontecer. Pessoas, minha irmã me perguntou se eu estava bem e eu respondi exatamente assim: Sandra, confesso que não estou bem, pois meu amor platônico está sentado neste exato momento na sua sala de estar e eu não sei o que fazer a respeito….Amigos, os olhos dela brilharam e ela abriu um sorriso imenso e me pediu que eu tivesse paciência, que se não fosse “Ele” que um dia eu iria encontrar alguém pra me fazer feliz, pois “Você” merece ser feliz….Chorei gente! Ela também…Contei pra minha irmã assim, sem pestanejar e eu recebi de volta um carinho e compreensão que só quem te ama de verdade, te compreende. Estou resumindo pra não ficar tão grande, mas foi uma sensação de alívio imenso. Bem, fomos interrompidos pelo meu cunhado (ele sempre faz isso), nos recompomos e fomos pra sala, pois eles já iam embora. Foi quando ele disse pra ela que iria sair comigo e ela dizendo que “não”, você não vai, você vai voltar pra casa comigo e seu filho…ele disse novamente, Não, eu vou sair com o meu amigo e ponto. Ok, eu já tinha combinado isso com ele na sexta-feira, de bater perna, pra conversar, mas não imaginava que ele não tinha dito nada pra ela, kkkk…Lá fomos nós dois. Ele me falando de novo que estava super feliz, pela conversa com a mãe, pela hospitalidade da família da minha irmã, tudo perfeito. Chegando no nosso destino, Av.Paulista, meu estômago estava gelando de tanta ansiedade e tensão, rs…mas sempre no pensamento, é hoje, é agora…Saímos do metro e alguns metros depois eu disse pra ele que tinha tido uma conversa com minha irmã minutos antes que me deixou muito feliz como não ficava ha muito tempo. Ele disse: Nossa, que legal, fico muito feliz com isso, por você, pela sua irmã, é sempre bom contar com alguém, principalmente se for alguém na nossa família, que demais. Dai eu emendei: vou contar pra você também, só que não sei qual será a sua reação. Ele disse que se eu estivesse afim de contar que ele estaria lá pra me ouvir, me apoiar, sempre…Bem, falei que era sobre minha sexualidade, que eu já tinha dados uns “toques” pra ele e que talvez ele já soubesse, que eu estaria só confirmando o fato. Me disse quem nem fazia ideia do que eu estava falando, quando eu soltei em bom alto som: EU SOU GAY!!! Olha, na hora eu nem sei como saiu isso, foi do mesmo jeito que contei pra minha irmã, no impulso, num estalo…A reação dele? “Era isso? Sério mesmo? Amigo, não vai mudar em nada o quanto eu gosto de você, da nossa amizade”. Ele disse que nem desconfiava de nada, rs….Eu parecia que estava fora de mim, não acreditava o quanto foi fácil dizer aquilo e o retorno que tive dele, nossa, eu fiquei tão feliz…Andamos a avenida Paulista toda, conversamos muito, trocamos experiências de vida, ele me contou tudo sobre a vida dele, Fiz o mesmo e também confidenciei tudo o que me aconteceu durante esses 40 anos de vida, Demos muitas risadas, foi um dos melhores dias da minha vida! Por fim, quando nos despedimos ele me disse: “Cara, você não sabe a alegria que eu estou por você ter compartilhado seus segredos comigo, isso só demonstra o quanto a nossa amizade cresceu nestes últimos tempos e pode ter a certeza de que tudo o que foi dito hoje, vai ficar guardado dentro de mim, pois te considero demais e você é um cara extraordinário, uma pessoa incrível e de um coração imenso”. Virei pra ele e disse o quanto ele era importante pra mim (não me declarei ok) e era exatamente pela pessoa que ele é (sem preconceitos) que eu queria contar, dividir isso, pra eu poder crescer como pessoa também!!! Ele novamente me agradeceu. Ai ele olhou pra mim e soltou uma risada! Perguntei do que ele estava rindo e ele me disse: Olha, tenho que te dizer, jamais desconfiaria de você, pois você é tão sério, na sua, não dá pinta nenhuma. Ri também e disse pra ele que eu sempre fui e serei assim, é o meu jeito e cada um tem o seu. Nos despedimos e fomos embora…Foi o dia mais feliz da minha vida….Nem preciso dizer o quanto a nossa amizade cresceu…Hoje eu finalmente posso ser eu mesmo diante dele, sem temer nada. Como falei, existem sim as recaídas, mas estou superando cada vez mais. Espero e acredito que em breve, vai prevalecer a nossa amizade e que ela seja eterna como já falamos entre nós dois. “até os últimos dias das nossas vidas” ….BÔNUS: não podia deixar de citar que no mesmo dia que revelei pra minha irmã e pra ele, minha irmã chamou todos na sala da casa dela, meu cunhado, meu sobrinho e minhas duas sobrinhas e contou tudo pra eles também. A reação de todos? Eles me apoiaram e disseram que me amam, seja do jeito que for…A vida as vezes age de forma engraçada!!! Beijo a todos!!! =]

    • Pararbéns!!! ainda bem que, no final, ocorreu tudo bem, boa sorte pra você e que encontre alguém especial e que te mereça. que bom que sua família levou numa boa, bom, mesmo que esse seu amigo não seja o príncipe da sua vida, ao menos é alguém com quem você pode realmente contar, tá difícil achar gente assim viu!

      Parabéns, novamente, pela coragem eu não teria a mesma. =D seja feliz!

  134. Ai que legal, parabéns Jonas, fico feliz também que você fez isso. Você pode ter ele não como namorado, mas como amigo, e isso eu acho muito legal porque eu nunca tive essa experiência de amizade. E eu acho que deve ser ótimo ter alguém que você pode contar. Parabéns mesmo! :)

    ps. Eu venho acompanhando a história de vocês há um tempo haha.

  135. Sou apaixonado por um amigo desde dos meus 14 anos, e na época eu nem sonhava em ser gay. Ao logo dos anos eu fui me afastando desse amigo por não saber realmente o que eu estava sentindo por ele, mas no ano passado ele me chamou pra desenvolver um projeto com ele, ele sabe que eu sou gay e já dei algumas investidas nele e ele sempre esquivava do assunto. Hoje eu me sinto mal nesse projeto, pois sei que só pra estar perto dele e cada dia que eu chego perto eu tenho que ficar me segurando pra não falar. Ele só namorou uma menina e faz anos que não aparece com alguém, ele é um enigma e eu sou muito apaixonado por ele e já se passaram sete anos que eu guardo esse segredo.

    • ACHO QUE VOCE DEVERIA FALAR ISSO TÁ ACONTECENDO COMIGO NESSE EXATO MOMENTO . EU FAÇO CURSO E FIZ AMIZADE COM UM RAPAZ QUE É NOIVO TOTALMENTE HETERO .. AGENTE FICA DOIDO NÃO CONSEGUE TIRAR DA CABEÇA E NÃO DIZ A VERDADE COM MEDO DE PERDER A AMIZADE……. E EU E ELE SOMOS MUITO COLADOS UM NO OUTRO COMO AMIGOS E UM DIA EU RESOLVI CONTAR A VERDADE E ELE ME FALOU QUE JA SABIA JA TINHA NOTADO ISSO EM MIM E QUE NÃO IRIA MUDAR NADA E NÃO MUDOU MESMO CONTINUAMOS NOS FALANDO DIRETO PELO TELEFONE E TAL………. EU FICO COM MEDO DE IR MAIS FUNDO COM ELE NÃO SEI ESTOU MUITO CONFUSO TENHO MEDO DE PERDER ELE ……… SINTO CIUMES DELE NOSSA É MUITO RUIM

  136. Que bom, Jonas, que vc está dando um bom rumo a amizade e sublimando tudo para aceitar o sentimento de amizade. Muito nobre….compensa quando é sincero.
    Ao rapaz que curte um piá e não sabe como chegar….talvez chegar não seja o caso, mas tem de ver as chances por lá e se está seguro quantos aos rumos que pode tomar…
    Uma coisa que faz bem mesmo é quando podemos tirar férias e ficar naturalmente ausente…fiz isso e ao voltar nos sentimos mais leve. Claro que o tal amigo sempre fala das saudades que sentiu da gente e isso ao passo que nos agrada, pode nos confundir, mas para quem já está mais de posse da realidade acaba sentindo que apesar de tudo, ficou algo bom e leva tudo a termos mais coerentes. Para quem nao tem uma viagem em vista…crie afastamentos sadios..tudo quando há espaço respira bem e cria um hálito sadio….a insistência em respostas sempre leva a monoideias e a exiegências descabidas. Estamos nesta batalha amigos. Vamos nos fortalecendo e por hoje sejamos dignos da nossa própria admiração.

  137. Olá…parebéns pelo post.
    Parece que a maioria das histórias são parecidas. Sou gay não assumido.Tenho sofrido tanto por ter me apaixonado por um vigilante do meu trabalho. Desde o primeiro dia dele, há uns meses, me senti atraído sexualmente por ele. Mas com o passar dos dias, ele retribuía meu olhar. E ficamos nessa troca de olhares. Cada vez mais mexia comigo. Quanto eu entrava no meu trabalho, ele sempre abria a porta, apertava minha mão. Eu perguntava: tudo bem? Ele respondia: melhor agora, com aquela olhada, as vezes um sorrisinho meio de lado… Isso foi alimentando cada vez mais minha paixão por ele. Ele sempre tinha uma garrafa de café, e sempre levava um cafezinho no copo pra mim. Com nenhum outro colega ele era gentil assim.
    Pegamos mais amizade. Descobri que ele era casado, em fase de separação, um filho de quase 1 ano. Faço plantão noturno e tive a oportunidade de ficar sozinho com ele. Tive vontade de ser bem direto, passar a mão nele, ou roubar um beijo. Minha dúvida era se ele agia assim por carência de sexo, já que ele dizia que nem mais dormia na mesma cama dela. Ou se realmente ele sentia algo além disso. Resolvi ficar na dúvida e tentar esquecê-lo. Chorei muito em casa, na rua, pedi a Deus para me tirar esse sentimento de mim, ou então que nossa relação desse certo de vez por todas. É muito sofrido gostar assim. Umas semanas atrás, comecei a ficar mais afastado dele, mas tive mais dúvidas: eu estava indo dormir, 3 horas de descanso, pois trabalho a noite, e ele foi atrás de mim e perguntou, me encarando daquele jeito: ei…tem um lugar pra mim nessa cama? Juro que fiquei sem reação. Mas eu respondi que claro que tinha. Ele percebendo minha falta de reação, disse então: deixa quieto, e saiu.
    Já quis perguntar se ele era bissexual, não tive coragem. Não sei se por mensagem funcionaria.
    Ainda sofro com isso. Apesar de ter diminuído nossa trocas de olhares, ainda gosto dele. Daqui há dois dias, a mulher dele vai embora pra outro estado e levará o filho dele. Ele já anda muito triste. Será que é por isso que ele mudou um pouco comigo?
    Sinto muita falta dos seus olhares. Minha vontade é de vê-lo todos os dias. As vezes tenho coragem de dizer algo, mas na hora H, fico mudo. Sinto ciúmes de um cara que fica conversando com ele.
    Isso aqui foi mais um desabafo mesmo. Me dá uns conselhos vai. é Tão doído tudo isso que choro direto em casa.
    Boa noite a todos..

  138. Poxa , Luciano que história bonita e difícil amigo !
    Acho bem provável que ele goste sim de vc, mas no momento ele atravessa coisas difíceis, gostou da sua atenção e nao penso que o esteja usando, mas claro que ele não parece nada maduro para viver isso. Pois pode ser algo muito novo para ele. Sua postura diante de tudo isso , foi muito decente. Admiro a tua firmeza. Penso que sja bom continuar na tua postura de até então. Se ele preferiu “deixar quieto” como ele disse é porque ainda não tá com cabeça para a conquista e uns amassos apenas, ou transa, podem nao te fazer tão bem depois. Trate-o bem e procure mostrar o que vc tem de bom, pois eh disso que ele gosta. E se isso tiver que ser vivido com qualidade surgirão meios. Se precisar conversar , conte comigo :)

  139. Olá. Gostei muito das suas palavras.
    Hoje fez três dias que ele está sozinho. Está voltando aquela gentileza do café, um aperto de mão mais demorado e acho que até trocamos uns olhares novamente. Me convidou para ir na cidade dele para “dar um rolê”. Estou quase certo que ele está
    afim de algo. Aceitei o convite e na minha primeira oportunidade, vou até a casa dele. Amanhã vamos trabalhar juntos de novo. Enquanto isso, sigo seu conselho e continuo tratando ele bem, com muita paciência. Só gostaria de ter coragem o suficiente para abrir o jogo com ele e agir, porque acho que dele não posso esperar nenhuma atitude, seja ela ousada ou não.
    .
    Grande abraço.

  140. Esse é o nosso problema: Queremos definir as coisas e quebramos a magia com isso. Não importa quem vai agir, não tem de ser vc e nem tem de ser ele…..a ocasião dirá quem está mais apropriado a agir. Conversas sobre vcs ou discutir uma relação que está talvez começando é com grande chance acabar com a magia e o mistério que tanto encantam nessa fase. Aprenda a curtir a pessoa dele e aproveite da amizade…eu lhe asseguro que se tiver que ocorrer algo a situação virá e vc reconhecerá. Procure a leveza e precisando vamos falando :)

  141. é tão fácil chegar aqui e despejar o que vc pensa… mas na pratica isso não é assim, se o amigo é hétero, jamais quer alguma coisa com um homo… se são amigos, o homo quer continuar a ser amigo do hétero, se divulgar o seu outro lado não vai conseguir nada e perde um amigo… experiencia propria….

  142. Sim, Joca, na maioria das vezes o resultado sairá como o seu. Eu já tive a experiência de dizer tudo e abalar a amizade e depois ela voltar melhor…mas há casos em que tudo se perde mesmo. No caso em que eu discutia acima parece que o rapaz tem algum interesse…então vejo que cada caso é um caso…pois pode ocorrer de o outro ter tudo para ser hétero e não ser totalmente ou vir a ser bi depois. Mas eu sempre digo às pessoas: Na dúvida, não arrisque ! É mais seguro ir mantendo a amizade ou se afastar sem chamar atenção. De qualquer forma cada um sabe de si e como deve agir…aqui só simples sugestões ou trocas de experiências.

  143. Olá. Estou muito feliz porque tudo está começando a dar certo. Há dois dias rolou nosso primeiro beijo na casa dele. Eu puxei ele pelo braço e ele não reagiu. Ficou parado e fechou os olhos, então beijei seus lábios. O melhor da minha vida. Depois, por mensagem, ele disse que é muito estranho beijar outro homem, que é diferente, mas que gostou e vai ficar guardado como ele.
    Acredito que ele está curtindo esse momento, assim como eu.
    Antes do beijo, por uns dias me mantive mais distante dele, por achar que não poderia dar certo, Para mim, estava acabando aquele sentimento, mas acho que estava apenas adormecendo. Agora penso nele quase o dia todo, aguardo ansioso por pelo menos uma mensagem.
    Ele disse, por mensagem, que pensa em mim a cada 5 minutos, que houve “bad of roses” pensando em mim e se perguntando se isso seria certo. Amanhã ele vai retribuir a visita e vem em casa. Vamos nos ver novamente.
    Não sei no que tudo isso vai dar, só sei que estou super curtindo essa fase de sentir frio na barriga quando eu penso nele.

    Ótimo final de semana a todos.

  144. Luciano, estou super feliz por vc. Soube conduzir as coisas no momento certo, soube ter atitude quando precisou e deu sorte de conhecer um cara que embora ainda fosse hétero tinha essa abertura. Por isso que digo: cada história tem suas características e não devemos viver nada baseado em clichês…o que não funcionou para o outro pode dar certo para mim e o contrário também. Deixe rolar, aproveite. Nada é nosso e querer possuir alguém mata toda a beleza…mas podemos dar o nosso melhor e viver o que a relação tiver de bom. Sucesso, Luciano !!!

  145. Olá pessoal, espero que todos estejam bem…Bom, o motivo da minha nova postagem depois de tanto tempo em ausência, se dá pelo fato de algumas histórias que meu amigo acabou me contando ao longo desse período e que nos últimos dias, acabaram virando grandes interrogações em minha cabeça e não sei o que fazer a respeito. Antes de mais nada, tenho que dizer que a minha luta continua, afinal, mesmo dando ênfase na nossa amizade, o sentimento que tenho por ele (amor) diminuiu, mas não foi totalmente esquecido, até tive algumas recaídas, acredito que seja até normal, em vista de que todos os dias eu o vejo no trabalho. Bem, como já havia comentado, ele recebeu a notícia da minha sexualidade muito bem, muito naturalmente, pois como ele mesmo sempre diz: “Quem sou eu pra julgar o outro? “….Nossa amizade continua firme e forte, cada vez mais íntimos, pois trocamos muitas histórias de nossa vivência. Ai que a coisa tomou um rumo inesperado. Ele foi casado durante 7 anos com o “grande amor” da vida dele (Mulher, só pra confirmar, rs), o casamento acabou, se separaram, depois viveu suas aventuras com algumas mulheres, ficantes, amigas e como ele disse, o “bicho” pegava, pois ele é muito safado nesse aspecto e que gosta muito da “coisa” ou seja, sexo, sexo e sexo. Até ai tudo bem….Foi quando ele me disse que uma vez, combinou uma saída com seus amigos na época, e foram pra uma boate GLS. Sim pessoas, GLS, cito até o nome a “Blue Space”. Até ai tudo bem, somos livres pra fazer o que quiser certo? Marcaram com algumas “amigas” “mulheres” que ficaram de se encontrarem lá. Eis que as tais amigas, nunca apareceram e eles mesmo assim curtiram a noite. Ele me falou que quando os “caras” chegavam nele pra saber o que ele era, ele dizia que era apenas S, simpatizante a noite acabou e vieram embora. Tirando o fato de todos eles serem Héteros, achei estranho, combinarem pra conhecerem garotas em uma boate GLS, mas acabei não comentando nada sobre isso com ele, mesmo porque, foi bem superficial, sem muitos detalhes do que pode ter acontecido ou não naquela noite. Ele conheceu a namorada atual em 2009 e mesmo namorando, ele dava suas “saídas” sempre que podia, acompanhado do melhor amigo, que hoje é o “Compadre” dele. Eis que esse compadre, é dono de algumas casas e ele me disse que sempre faziam “Festinhas” pra chamar as garotas pra beberem, se divertirem e claro fazerem sexo depois. Foram muitas festas e algumas garotas. Rolou até sexo com uma garota e os dois ao mesmo tempo e ele disse que foi demais….Bem, é válido mencionar aqui, que perguntei quem era o “Compadre” dele e ele me mostrou no Face, quando vi, soltei: “Nossa ele é muito feio”, kkkkk….Amigos, vocês precisavam ver a cara que ele fez pra mim, tipo de reprovação e emendou: “Não, ele não é feio não, ele é muito gente boa”. Pausa, emendei: “Desculpe, ele até pode ser gente boa, mas continua sendo feio pra mim, pro meu gosto” kkkkkk e se tivesse que escolher entre você e ele, com certeza seria você (bobo eu né? kkkk)….Ele continuou lá, emburrado, juro que não entendi o porque daquilo, mas seguiu-se a conversa e reafirmou que quando estavam os dois com a garota, o sexo foi demais, foi muito bom, só elogios…Bem, muitos devem estar pensando, mas porque ele tá contando isso do “Compadre”, simples, porque ele ficou muito na defensiva do amigo, pode ser qualquer coisa, mas achei muito estranho, tanta defesa assim. Bem, continuando, eis que ele me contou que em uma noitada com esse “compadre” dele, eles foram pra uma baladinha, não sei exatamente que tipo e na volta, abordaram uma prostituta na rua, só que tem um detalhe que faz toda a diferença, não era uma prostituta, mas sim, um travesti, que segundo palavras dele, dava um “banho” em muita mina que ele já tinha pegado e que só não fizeram um programa com a tal travesti porque não tinha dinheiro…..Minha cara…. O.O…..Pois é amigos, se fizeram ou não fizeram o tal programa, nunca vou saber…Mais uma vez, relembro a todos, ele vive falando de mulher, aliás, as vezes parece que fica se “afirmando” pra mim sabe, em momentos que nem precisa. O casamento continua de pé (e mesmo ele dizendo que o casamento tem data pra acabar, sim, palavras dele), o namoro com a mãe do filho continua, entre trancos e barrancos, pois brigam mais do que ficam juntos e por ai vai….Agora vem a cereja do bolo aqui. Essa semana, eu peguei ele vendo alguns vídeos pornos no celular, eu até já sabia disso muito tempo atrás, até brincamos as vezes sobre o assunto e digo pra ele: “Eai, como estão as notícias do portal R7 hoje?” e caímos na risada. Pois então, em duas oportunidades, ele deixou o celular em cima da mesa e foi atender clientes e eu muito curioso claro e discretamente, apertei lá o play pra ver que vídeo ele assistia. Quase enfartei.Era um vídeo de sexo entre um cara e um travesti!!!!! Gelei na hora e não acreditei naquilo, fiquei sem reação e claro que nenhum momento ele sabe que eu mexi no aparelho. Pois bem, isso se repetiu uns 3 dias, inclusive ontem. E mais, não tenho dúvidas que ele já foi pro banheiro várias vezes com o celular tocar uma punheta, pois é muito nítido, ele deixa carregando o vídeo e quanto ele tá excitado, poe o aparelho no bolso e vai pro banheiro….Bom, depois de tudo isso que eu comentei aqui, pergunto a vocês…Qual é a desse meu amigo? Ele é realmente hétero? Ele gosta realmente só de mulheres? Será que ele é Bi mas não quer se assumir? Travestis? O que vocês fariam no meu lugar? A questão principal é, será que eu tenho chance com ele?

  146. Jonas, vi o que vc escreveu sobre as aventuras do seu amigo. Uma coisa é certa: Ele anda muito voltado para questões sexuais. Mas embora possa ter aberto o leque para incluir travestis ou transas com dois caras e uma mina….uma coisa ainda é forte: O visual feminino ainda é o que mexe no imaginário dele. Quando um homem se interessa por travestis..ainda que ele seja passivo com elas, não siginifica que terá atraçoes por gays. Há homens que buscam inversão…gostam de dar para um mulher…embora sintam prazer na região anal…só sentem o desejo de viver isso com uma figura que lembre uma mulher. Não fazem isso por mal, apenas é esse o conjunto de coisas que mexem com seu lado erótico. Conheço caras que admitem na boa que adoram pegar travestis que até sexo oral fazem nelas e não saem com homens porque nao sentem atração pela figura masculina. Seu amigo pode está dentro deste perfil, mas como não o conheço não posso garantir..vamos acompanhando….Quanto a defesa do amigo…isso é normal quando se tem muito carinho por alguém…

  147. Tenho 15 anos, não sou assumido , e infelizmente estou numa paixão platônica com um amigo da minha escola. Vou chamar ele de R, eu estudo com ele já faz uns 5 anos, e tipo, nunca senti nada de diferente por ele, mais no inicio desse ano ele começou a me tratar de uma forma diferente, do nada ele chega e me abraça por trás, ele está conversando muito mais comigo, e podem achar meio estranho, mais ele fica demonstrando o pau dele p mim, não sei explicar, ontem msmo ele chegou na minha frente, falou que o pau dele tava duro e ficou apertando o volume na calça. Não sei se ele desconfia que sou gay, e está zuando comigo, ou quer demonstrar algo mais.

  148. ele parece está instigando para algo mais…pode ser que recue do nada..então leva na zueira tb…se um dia acontecer uma situação onde o lugar favoreça e vc sinta vontade vai conduzindo na brincadeira e se rolar na brincadeira rolou…assim vc nao arrisca nada demais.

  149. Eu tenho absoluta certeza de que estou apaixonado por um cara e não faço a menor ideia se ele é gay ou não. Ele é uma gracinha, super gentil, fala baixo, é paulista, tem um sotaque que é uma graça, enfim… eu tenho certeza que estou gostando dele porque, tipo assim, faremos todos uma viagem a uma cidade aqui próxima e eu estou morrendo de ciúmes por ele estar fazendo amizade com os outros. É como se eu estivesse perdendo ele. Afinal, fui eu o primeiro a conversar com ele, a cuidar dele, a me preocupar com ele. Às vezes me parece que ele sabe disso e corresponde, outras horas parece que ele não saca e é só mais um idiota. Sou bissexual, mas preciso muito viver um amor com outro homem, pois tenho muito medo de chegar aos 40 e ser este tipo de gay sonhador e frustrado que você descreveu neste texto. Muito medo mesmo!!!

  150. Olá! Achei muito prematuro o texto dizer que é negativo cobiçar heterosssexuais. Como assim??? O sentimento nesse texto está muito posto de lado para todas as colocações às pessoas que estão vivendo ou já viveram experiências de gays com héteros. A conotação aqui é “pegue a sua atração, sua paixão e o seu sentimento e guarde numa caixa”. Conhece aquela famosa frase que todo o homem não trai e sim aproveita as oportunidades??? Pois são essas as oportunidades que tanto gays ou mulheres possuem, de igual para igual. O ser humano é extremamente instintivo…muito ofativo, visual e o que excita ele é uma loteria. Não existe o homem hétero, existe aquele que gosta de sexo e muito sexo…coisa que mulher faz mas sempre com segundas e terceiras intenções e que na maioria das vezes até desagradam o parceiro…seja por ladainhas e fricotes…o gay pode ter uma única chance com um hétero, mas é uma oportunidade. Nunca diga dessa água não vou beber, porque se a mulher tem uma racha no meio das pernas o homem tem algo a mais e sabem (pelo seu próprio corpo de homem) onde fazer o seu hétero ter o triplo de prazer. OBS: se for gay, seja independente, dono da sua vida, bem posicionado financeiramente, e que sua única preocupação seja de fato o prazer. A partir daí, SE JOGA!!!! uhuhuhuhuhuhuhuh

  151. Oi, então, eu venho acompanhando essa postagem há muito tempo e eu não consigo tomar alguma iniciativa pra poder começar um relacionamento pessoal, nem sequer ficar com algum garoto. Eu sei que está fora do contexto, mas eu queria colocar isso aqui porque geralmente eu fico de olho em alguns héteros. Eu não saio direito, não frequento lugares LGBT com um certo medo de algum conhecido saber e tals. Eu melhorei nos últimos meses, porque antes eu era mais tímido e agora dou tipo mais “pinta”, sabe. Já reparei vários garotos que me olham, mas eu não sei porque eu fico com tanta vergonha ou medo em retribuir o olhar, eu não consigo mudar isso. Enfim, se alguém pudesse ajudar um pouco, eu ficaria grato. :)

  152. Oi
    Bem, tenho 35 anos, sou casadocom mulher e sempre fiquei com homens e tal, moro no interior e tive medo da familia e sociedade e não assumi minha sexualidade, bem saber que sou bi, porque gosto também da minha mulher e tal, quando quero curtir sempre voua capital e lá acontece. Só que há alguns meses, um jovem de 23 ano chegou para trabalhar em minha sala, junto comigo, e me deu muita atenção, carinho e essas coisas que valem mais do que sexo, a principio pensava nele em minhas masturbações, até que comecei dar indiretas, registro que ele tb é casado com mulher tem filhos, mas ele deixou no ar que estava interessado em mim, e disse para ele que de vez em vez me sentia atraido por ele, e le disse-me a mesma coisa, até que uma semana atrás, tive ciúmes dele e o negócio esquentou por causa de um outro cara da nossa empresa que me falou que tinha tirados umas brincadeiras e que ele tinha correspondido, então fiquei puto de raiva pensando, como é que comigo ele disse que tinha que ser devagar por que o que ele estava sentindo era estranho e com aquele outro foi no vapt vupt, fiquei muito chateado a chegar discutir com ele, e nessa discurssão ele me beijou, várias vezes, foi muito bom e depois dos beijos ele me chamou para conversar, chorou e disse que agora gostava de duas pessoas da esposa e de mim, mas que não era assim que ele queria que fosse, resumo da opera, ele me deu um fora classico, só que nos dias que seguram de vez em vez ele retorna a conversar comigo por que fico caldo na sala, lógico que sofrendo, por que o quero muito e não posso por tantos motivos, nessa semana ele tem mudado o seujeito de ser, está duro, sério, me evita, ai piorou a situação em minha cabeça e fico a perguntar porque aconteceu os beijos, preferia ele do jeito que era do que os beijos que fez tudo aquilo se avabar. Estou numa situação que não sei como sair dela, quero ele, sinto que ele quis, mas está matando a vontade, pela familia dele, eu saberia conciliar a situação com a minha, até onde não sei, mas tentaria, e ele não quer tentar, já disse que se fosse haver situações constragedoras no trabalho preferia sair, fico sem saber como agir, quero tirar ele do meu coração,pensamento, sei lá, mas to apaixonado, meu coração não corresponde a razão,porque de maneira alguma quero o atrabalhar profissionalmente, nem em outro aspecto, mas também não posso deixa-lo de ver pois trabalho junto com ele, estou fudido na palavra dita. QUe devo fazer?

  153. ola, eu me apaixonei pelo meu melhor amigo, tenho 14 anos e ele so tem 12. sou gay não assumido. que falar para ele, mas nao consigo, o pior é que tenho medode falar pra ele que amo ele… e se ele nao me aceitar? prefiro morrer ao ser rejeitado por ele, me ajuda? o que devo fazer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s