Gay! Será que ele é?


Mais de 60 mil visualizações em um pouco mais de um ano. Penso que seja um número representativo para o Blog Minha Vida Gay. Nesse tempo, troquei breves ideias por e-mail com o cartunista Laerte Coutinho, participei de um dos capítulos do programa “Sexo no Sofá“, que estreou somente agora, no dia 06/08 no Canal Glitz (segundo a produtora, o episódio com a minha participação vai para o ar em novembro) e o site Dísponivel me procurou recentemente para enviar ao MVG um artigo de seus escritores para ser publicado por aqui (vamos ver se “orna” rs).

Sinceramente não esperava essa reputação, principalmente porque o blog surgiu sem compromissos. É uma boa terapia para mim nos momentos de inspiração. Pelos depoimentos de boa parte dos leitores e usuários anda servindo para esclarecer e ser um tipo de referência sobre esse nosso mundo gay muitas vezes tão nebuloso ou esteriotipado. De certo é um tipo de luta romper com os esteriótipos pois, na maioria das vezes, nem o próprio gay percebe ou entende que está colaborando com os personagens que mistificam o nosso meio. Mas vamos lá pois esse é um exercício sem compromissos! Bota fé quem quiser. :)

Nessa toada sobre questões de sexualidade, esteriótipos gays, relacionamentos afetivos entre homens, relatos pessoais e de usuários, histórias bem contadas e outras nem tão bem assim, tenho notado uma procura mais alta nesse mês sobre o tema “Como saber se meu amigo é gay”. Essa procura pode representar dois interesses: daqueles que estão doidos para saber se o amigo que se é a fim é gay, para poder investir com todas as forças (rs), ou daqueles que desconfiam de um amigo e buscam saber quais são modelos e hábitos que poderiam caracterizar uma pessoa como gay.

Dessa vez lanço um post dedicado aos jovens gays que morrem de vontade, curiosidade e desejo de saber se “tal” amigo pode ser gay!

A realidade inicial que predomina é que não existem padrões e modelos exclusivos que caracterizem hábitos de um homem ou menino gay. Existem tendências e, como tendências, não são categóricas quando acontecem. Em outras palavras e por exemplo, nem sempre um menino que convive intimamente com amigas na escola ou na faculdade é definitivamente gay (eu mesmo sempre tive mais amigos homens). Existe uma tendência nesse caso que pode sugerir que seja, mas não é uma obrigatoriedade. Pelos relatos que passam por aqui e por e-mail sei que existem jovens gays que se “escondem” de maneiras pouco óbvias. Tive um depoimento de alguém da mídia, que não vale dizer quem é, que durante a juventude era um menino obeso. Assim, ele se “protegia”. Eu mesmo na minha adolescência fui “Hiponga”, coisa que nem faz muito sentido para quem tem 16 anos hoje, mas que para mim ajudava a evitar que meninas se aproximassem com interesses.

Há também aqueles casos de jovens gays que são os desejados pelas meninas na época da escola. Catam todas! Esses também, uma hora, podem se entender como gays depois de um tempo.

Mas nenhuma história, nem outra, garante que a pessoa desejada seja gay! Não existe um padrão. O desejo, de fato, pode ser fruto de nossas vontades e fantasias mais cobiçadas e que acabam “transformando” a pessoa desejada em gay! E, normalmente, é mais fantasia e apaixonite platônica do que realidade.

Cada um tem seu tempo para entender essas coisas de sexualidade. Tem gente que se define antes mesmo da adolescência. Tem gente que vai viver eternamente uma vida sexual dupla, aquele que assume um perfil heterossexual para a sociedade, família, filhos, amigos e colegas de trabalho mas que nas brechas que encontra na própria vida dá um escapadinha com um amante homem! Não cabe nem julgar se está certo ou errado. A verdade acima de todas as suposições é que sexualidade é um assunto complexo que, quanto mais desprendemos dos valores e julgamentos alheios, mais chances a gente tem de encontrar. Inclusive os nossos próprios julgamentos sobre os outros! ;)

Aos jovens gays com 13 ou 14 anos, dessa geração cada vez mais precoce, um recado: lembrem-se que entrar no “mundo do sexo” cedo não quer dizer que a sexualidade está bem resolvida e definida. Desejos, fantasias, curiosidades e manifestações dos hormônios, tudo junto e misturado, é normal e um olhar mais emblemático do “objeto de desejo” não quer dizer que necessariamente ele é. Pode ser apenas um reconhecimento, um interesse de aproximação misturada com timidez. Pode ser tudo ou nada. Vai depender se você tem coragem de perguntar!

Então, será que ele é gay? Bem, provavelmente você mais quer que ele seja do que ele mesmo pode saber!

6 comentários Adicione o seu

  1. luck disse:

    tenho muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita vontade de saber se meu amigo e gay e sou apaixonado por ele, muitas vezes ele manda uns graves. Já percebi que ele nem olha para as garotas e esta sempre dee olho nos amigos, até nos cabelos do saco de um amigo dele ele já reparou, já agarrou uns (inclusive eu) por tras mas nunca nada serio. Como faço?

  2. Rafael disse:

    Chama ele pra conversar, e vai aos poucos entrando no assunto, não vai direto no assunto, a não ser que você seja muito amigo dele, já que ele te agarrou por brincadeira, faz brincadeiras com ele também, se ele não demonstrar nenhuma reação de raiva, você pode ter chances com ele.

  3. Preciso de Ajuda!!! disse:

    Oi, boa tarde. Queria ajuda. Nunca fiquei com homens, mas estou muito apaixonado pelo meu melhor amigo e desconfio dele, as vezes eu tenho certeza que ele curte algo, mas as vezes acho que é só coisas da minha cabeça.
    Bom… vou falar aqui algumas coisas que ele faz que eu desconfio…
    Ele pra ficar com um garota ele tem que estar realmente a fim, tipo… ele tem que conversar com ela, ela tem que ser certinha, não pode beber já que ele não bebe e tal, tem que ser uma “Lady”. Mesmo se a menina estiver interessada nele, ele só fica se ele estiver a fim dela.
    Pra ele achar uma menina bonita ela tem que ser realmente bonita, aí ele vem me falar que viu alguma menina bonita na rua e ele fala “vi uma menina bonita na rua, ela tava com um Vans, de calça, com uma blusa de tal super herói e tal”, aí eu penso… isso é meio estranho, ele ver uma menina bonita na rua e no lugar dele falar de como ela é ele fala da roupa. E ele presta atenção em detalhes tão bestas, tipo… ele vem me falar “vi uma menina bonita na rua, mas ela tinha o pé feio” e eu penso… qual o HOMEM que presta atenção nos pés de uma menina?, Aí depois ele fala que esse comentário só foi brincando e tal, mas mesmo assim eu desconfio. Ele tem 18 anos e não fala nada de putaria nem mesmo em rodas de conversas de amigos, segundo ele, ele não assiste nada dessas coisas e também não pratica, que ele não pratica eu sei de certeza (ele é virgem). As vezes eu percebo ele dando umas “desmunhecadas”, como falam, mas nada de mais. Ele não aparenta ser para quem o vê de longe. As vezes ele demonstrar ter um certo… não sei se chega a ser preconceito com gays, mas… tem vezes ele demonstra não ver problema, que aceita normal e que respeita.
    As vezes eu fico desconfiado dele ser hétero. Ele segue 7 meninas no instagram, meninas que ele nem conhece, segue apenas por achar elas bonitas e todas elas são realmente bonitas, tem estilo e são fotogênicas, mas ele nunca curtiu nenhuma foto delas nem nada. Ele gosta muito, MUITO de futebol, fala até em tentar ser técnico de algum time no futuro. As vezes ele fala pra mim que viu alguma menina bonita na faculdade e eu pergunto logo se ele vai falar com ele pra conhecer e tal, aí as vezes ele fala “se eu sentir vontade sim, vou lá falar com ela” , daí já me vem o pensamento na cabeça “Merdaaa ele é hetero”
    Bom… por enquanto o que eu tinha pra falar era isso. Tem muito mais coisas que ele faz que me deixa intrigado, mas no momento só me veio isso na cabeça.
    POR FAVOR, ME AJUDEM!!!
    QUERO SABER A OPINIÃO DE VOCÊS!!!

  4. joao disse:

    fala pra ele se ele for ele ,vai entender,se nao for ele vai te dar um soco na cara literalmente rsrrsrs

  5. alex disse:

    eu acho q nao e bom falar assim de cara ,pq se ele nao for gay ele vai tipo acabar a amizade,mais se vc realmente tiver certesa vai emfrente e fala pra ele.espero ter ajudado<<<

  6. Carvalho disse:

    Oi meu nome é “Carvalho” e eu acho que eu preciso muito desabafar… Hoje tenho 18 anos mas me descobri desde cedo. Quando tinha uns 9 anos tive várias experiências com uns amigos e primos em viagens que eu fui e na minha cidade. De certa forma eu admirava meninos travessos como eu e sentia vontade de ficar com eles… desde então sempre vivi nesse dilema sobre a minha sexualidade. Por muito tempo achei que era gay, quando descobri que na verdade eu tinha receio de ficar com meninas com medo de broxar na hora.. coisa que eu descobri que não acontece (e agradeço a jah por isso, adoro ficar com meninas!!).. então me considerei bi aí em diante. Nunca fui afeminado e modéstia parte sou gato na moral kkkk, mas de certa forma com 13 anos percebi que como me descobri muito cedo eu já tinha ficado com uma galerona de meninos na minha cidade e vamos por assim dizer que eu andei com uma galera gay da cidade um tempo o que me deixou mal falado diga-se de passagem…. mas como eu disse nunca fui afeminado, então sempre tive amigos heteros e sempre quem ouvia os boatos sobre mim ficavam e ficam na “duvida” (isso pra mim é a melhor parte, pois me possibilita negar ou afirmar dependendo do caso).. acontece que depois que entrei numa escola de ensino federal e técnico (IFBA), conheci uma galera que eu me identificava mais, me aproximei da maconha e hoje completa 4 que eu fumo e amo um baseado… isso por assim dizer expandiu meu lado hétero de uma maneira muito boa, conheci pessoas maravilhosas e hoje agradeço a deus por ter a vida que tenho… eu mudei meio que o ciclo de amizades mas mantendo sempre um amigo de infancia que foi minha primeira paixão (e hoje é o meu MELHOR amigo de todos) que é bi também e mora sozinho com o seu namorado. Nesse ciclo de amigos novos os meninos são todos “heteros”, todos lindos e de personalidades fortes; aí que começaram os meus problemas… um dos meninos me chamou muito a atenção logo de cara: lindo de ofuscar os olhos e muito gente fina…. sempre nutri um sentimento por ele mas nada muito utópico pois como ja tinha o lado gay maduro por assim dizer eu não fantasiava namoro e casamento com ele… o tempo se passou e hoje ta todo mundo com essa faixa de idade: 18… nesse meio tempo o carinha arrumou uma namorada e eu sempre nos meus rolos, com meninas e meninos… a namorada do cara era uma das meninas mais mimadas e escrotas que eu conheci (e não é papo de “o outro”, todos nossos amigos odeiam ela por que ela roubou ele da “gente”), mas ele é um cara tão bacana, sensível, gentíl, amigo que ele aguenta todos os xiliques e delirios dela.. mas o que me fudeu mesmo que um tempo a tras ele se mudou pra mais perto da minha cara pra morar com uns amigos meus e num dia de conversa ele soltou que queria terminar com a namorada pois nao aguentava mais… aquilo foi um orgasmo pra os ouvidos…… ele me pegou numa fase carente, e ele tão lindo e sorridente, minha paixão secreta platonica ente os meninos desde os 15… desse dia em diante comecei a a dar corda pra esse sentimento… passou um tempo brotou um show do marcelo d2 pra a gente ir e mais um amigo nosso, a gente ficou sozinhos na antiga casa dos pais dele em trancoso por que era mais perto do local e dropamos um doce no show (que a proposito foi um dos melhores que eu já fui rs) e minha onda basicamente se voltava pra ele e eu cheguei a uma conclusão: de algum modo ele já sentiu algo por garotos, quem tem o lado gay mais desenvolvido sabe sacar essas coisas, eu via as vezes ele olhando caras e fora o dia dia, ele era levemente mais afeminado que os nossos amigos, porém sempre foi um hetero incontestável e pegava muitas meninas, com nipe de surfista que nem eu… depois desse show a gente ficou de certa forma mais proximo, não sei se foi por termos dormido “juntos” na mesma cama, ele me olhava e me tocava diferente, até na hora de passar o baseado pra mim ele me tocava diferete, não sei se eu fantasio isso tudo por que eu gosto dele demais…. um fator que fode também é que como eu disse, rola muitos boatos na cidade que eu sou bi pelos motivos que eu ja disse, então as vezes eu sinto que ele não se permite fica muito proximo de mim quando tem muitos amigos nossos proximos pra ninguem interpretar isso estranho se é que me entende… ontem mais uma vez ele e a namorada brigaram e eu fiquei todo animado, hoje eu chamei ele e ele já me respondeu todo monosilábico no whats o que me deixou triste. Eu sei que a possibilidade de eu nunca ter nada com ele é de 90%, mas é algumas atitudes dele me fazem implorar pra vida pelos 10% que me resta, não penso em me declarar, não quero arriscar e não quero passar por uma rejeição, cabe a mim aceitar a dor de gostar de um dos meninos mais perfeitos que eu já conheci: lindo, inteligente, amoroso, gentil, amigo…. sem brincadeiras, perfeito… top… De certa forma eu to feliz como está, tendo sua sincera amizade e aproveitando momentos sozinhos e passadas de baseado com toques especiais, pois ter sua apatia me deixaria bem pior……. só sei de uma coisa muitas meninas e muitos meninos estão por vir, ao meu garoto, minha eterna paixão platonica…. quem sabe um dia os tão sonhados 10% de ter eles nos meus braços se realize ….. minhas considerações a todos que gostam do imposível, tamo junto rapa!!!! :'(

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s