Vida gay – A astrologia entre nós


Algumas pessoas associam a astrologia como “coisa de gay” por lidar com intuição, interpretações simbólicas, sensibilidade e subjetividade. E realmente, alguns gays “vendem” a sua imagem conectada também a astros, números, orixás, cartas e assim por diante. Pessoas mais racionais ou céticas tendem a não dar tanta atenção para esses tipos de assunto, sejam gays ou heterossexuais. O universo esotérico, bem ou mal, é regado de misticismo, verdadeiros estudiosos e outros nem tanto assim que buscam ganhar a vida fácil palpitando na vida dos outros.

A astrologia foi um estudo bastante difundido no Renascimento. Grandes cientistas daquele período aderiam a astrologia e associavam com as condições humanas daquela época. Os índios há milênios conhecem bem a influência das fases da lua na gestação e no nascimento de filhos e, não menos importante, já estive frente a frente com profissionais da área que apontaram por tendências em minha vida que no final se materializaram.

Susan Miller é hoje a astróloga mais badalada e, talvez, por esse badalo todo acabe perdendo um pouco de sua credibilidade. Porque o ser humano faz assim: se começa a ter visibilidade e status de estrela em determinados campos de atuação perde a credibilidade.

Mas antes desse estrelato já li alguns de seus trabalhos e realmente muito me identifiquei com características e descrições que ela já atribuiu ao meu mapa astral. Curiosamente, noto que normalmente me relaciono com homens do signo de virgem. Meu namorado é virginiano, três ex-namorados são e mais uns dois paqueras. Será então que essa tendência é mera coincidência? Busquei saber mais a respeito.

Em outras palavras, o Blog MVG é bastante pautado em pensamentos lógicos e racionais, muito fruto de mais de 8 anos acompanhando a minha terapeuta e gostando do assunto. Mas o MVG, muitas vezes, vem regado de intuição e pensamentos abstratos que se manifestam de maneira didática, ou pelo menos, me esforço para ser o mais didático possível!

Temos uma natural tendência a querer desvendar nosso amanhã no puro exercício de segurança. Gostaríamos de ter certeza, por exemplo, se sair do armário vai ser um processo penoso e se as consequências no final serão as mais positivas. Gostaríamos de ter a certeza de que fulano é gay, se é a nossa “alma gêmea” e se a gente investir teremos um “amor para sempre”. Gostaríamos de escolher determinada profissão e ter a certeza que a escolha trará satisfação, dinheiro e sucesso.

Acontece, queridos leitores, que a astrologia, a numerologia, as cartas de tarot, os jogos de búzios, as runas e todas as vertentes que buscam traduzir nosso futuro não irão trazer respostas óbvias e literais das nossas vontades e desejos. Quem pensa que astrologia é isso está enganado ou condicionado.

Como curioso e interessado sobre o assunto já tive contato com algumas dezenas de profissionais da área e, aqueles que não fizeram previsões do futuro que eu gostaria de ouvir, foram os mais certeiros até agora. Porque, de fato, a verdadeira astrologia aponta para tendências e não certezas que nos dê garantias. E a resposta disso é muito simples: os “bons” astrólogos jamais dirão que em 2013 ganharemos dinheiro ou que a pessoa esperada chegará em nossas vidas. Porque de fato, ganhar dinheiro e conquistar um relacionamento harmonioso depende prioritariamente de nossos próprios esforços e convicções. Um bom astrólogo pode ler em nosso mapa natal uma tendência de personalidade obstinada ou uma tendência de personalidade acomodada. Obstinação e comodismo realmente levam para caminhos diferentes e conquistas diferentes!

Astrologia não traz respostas objetivas e o astrólogo que o faz está normalmente equivocado. Astrologia traz sugestões e possibilidades. Traz as influências que tendem a nos aproximar de alguns caminhos, mas a realização concreta depende exclusivamente da gente.

Com esses pensamentos, deixo aqui um link para tendências e possibilidades para todos os signos em 2013. Vez ou outra, quando não tenho paciência para ler os longos textos em inglês de Susan Miller, recorro ao Personare, que já disponibilizou possibilidades para todos os signos no ano novo.

Tendências de todos os signos para 2013. Se vamos alcançar todos nossos sonhos e vontades, depende de cada um. Já parou para planejar suas realizações no ano novo ou ainda está preferindo deixar se levar pelas influências dos astros apenas?

3 comentários Adicione o seu

  1. Caio disse:

    Pois é amigo, eu também há pouco tempo venho percebendo a influência da astrologia na vida humana e do planeta em si. Ando pesquisando muito assuntos que volta e meia se interrelacionam nesse sentido.
    Não acho que a influência dos astros e esse “misticismo” todo sejam falsos e também não acho que estejam desconectados da ciência, vejo que faz parte da interpretação da vida por meios científicos sim, uma vez que alguns estudos apontam que os seres vivos inclusive os humanos temos traços do DNA contido no material que compõem os astros distribuídos no universo. Além disso, já esta comprovado o que o movimento lunar interfere nas marés, ainda que não é difícil perceber que todos estamos conectados de alguma forma entre nós mesmos e com a natureza formando um sistema.

    Bom, mesmo sem saber muito do assunto acho ele válido, e arrisco dizer ser muito mais válido do que as pregações cristãs de efeitos sobrenaturais, que para mim já não têm o mesmo impacto que tinha quando era criança e frequentava a igreja.

    Eu sou de Áries e a descrição desse signo revela muito de mim, então é mais um motivo para me aprofundar no assunto. Claro que também têm muita gente que se aproveita dessa crença para extorquir grana com suas pseudo visões do futuro e coisas do tipo rsrs. Por isso, tem que ter cuidado com os picaretas.

    PS: não sabia que astrologia e superstições em geral são conhecidas socialmente como “coisas de gays”, agora aprendi mais esse detalhe.

    Até mais.
    Caio.

    1. Lucas disse:

      Foi escrito exatamente o que tenho sentido ultimamente, especialmente na parte da igreja ser algo para crianças e também no fato de não ter percebido que a astrologia é bem difundida entre os gays, sou de sagitário e há mais ou menos 6 meses eu comecei a me aprofundar mais no assunto e com isso, fiz mapa astral e procurei entender cada aspecto do mesmo.

  2. Luis Augusto disse:

    Gostei muito do seu texto. Eu sou uma pessoa cética e normalmente não ligo muito para astrologia. Entretanto como sou uma pessoa aberta a todas as formas de pensar, refletir e viver, fui atrás de informações relacionadas ao meu signo(que no caso é câncer) e confesso que me surpreendi como as características das pessoas que são do meu signo se encaixam muito bem com a minha personalidade. Acho que estou até me tornado um adepto da astrologia.

    Concordo como você, que a astrologia não traz respostas objetivas como a grande maioria das pessoas pensam, mas sim tendências e possibilidades. MVG, qual é o seu signo? Beijos; tenha uma boa noite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s