Homofobia – A sociedade que impressionantemente reage

Realmente não queria mais relatar nada relacionado à homofobia esse ano, como comentei no post que deu início a essa série de textos no MVG, acompanhando o caso do André Baliera, vítima de um ataque agressivo – potencialmente homofóbico – na segunda-feira em Pinheiros.

Mas o caso do André tem repercutido e maneira interessante e talvez quase inédita: a sociedade, incluindo expressivamente os heterossexuais, está reagindo de maneira diferenciada.

Como comentei no post anterior a esse, referindo-me ao tema, a homofobia deve ser sim comunicada, divulgada e reconhecida. E porque não dizer reprimida, contida e cerceada? Agressividade física gratuita ou desmedida nos tira de um contexto de sociedade, de civilidade, educação e cultura.

Assim, o “correspondente” do Blog MVG, Fernando Lima, contribuiu mais uma vez com uma notícia (que se encontra para download abaixo) que nos deixa – no mínimo – atentos a uma sociedade mais preparada.

Todos nós precisamos disso: lucidez, esclarecimentos, respeito e compreensão, independentemente de nossas orientações.

E pelo visto esse caso, ao contrário de dezenas de relatos de homofobia que não ganham os holofotes da mídia, serve de exemplo prático e real de que existe sim um movimento de inclusão, da não agressividade e do respeito de convívio em sociedade.

Um dos agressores, o Bruno Portieri, foi expulso de sua academia. “Terá que acumular seus músculos cerebrais em outro canto”.

A reportagem termina com um depoimento de um advogado de Bruno: “(…) foi uma desinteligência que levou a uma lesão corporal”. Desinteligência = Burrice = Ignorância = Estupidez. Mas claro que, da boca do advogado o eufemismo teria que estar presente.

Uma sociedade avançada não se mantém e não se desenvolve com atitudes desinteligentes e, cada vez mais, me parece que estamos tomando consciência disso.

Para ler a reportagem na íntegra, clique aqui no link: André Baliera.

Representativa a conduta e a atitude do proprietário da academia “Peralta Fitness”, sr. Marcelo Peralta. Homofobia ou não, agressividade física dessa maneira deve ser repreendida. Boa nota para começar o final de semana! ;)

5 comentários Adicione o seu

  1. Luis Augusto disse:

    OI MVG, tudo bem?
    Obrigado por responder as minhas perguntas que fiz nos posts anteriores. Deve ser chato para você um leitor que fica fazendo inúmeras perguntas ao dono do blog. As minhas perguntas te incomodam? Se sim, vou parar de fazê-las. Entretanto te faço perguntas, porque você é uma pessoa que julgo capaz de respondê-las; e porque gosto muito de você e deu blog. Acho que faz parte da minha personalidade, sempre que me identifico e/ou e sinto a vontade com alguém quero saber de suas experiências e opiniões.

    Enfim, em relação ao texto, também fiquei impressionado com a reação da sociedade a agressão direcionada a André Baliera. Isso provavelmente demonstra que as pessoas no futuro -talvez distante – estarão mais esclarecidas e respeitarão as diferenças(afinal, se todo mundo fosse igual o mundo sério um tédio). Beijos; tenha uma noite maravilhosa(preciso variar os adjetivos,rs).

    1. minhavidagay disse:

      Oi Luís!
      Fique a vontade para fazer suas perguntas. O MVG também tem o papel de tirar dúvidas dos leitores ou pelo menos mostrar pontos de vista.

      Ok?

      Bjo,
      MVG

    2. Fabio disse:

      Muito me admira, pois frequento essa Academia Peralta (aliás pessimas instalações, ar condicionados horriveis) e nunca vi um unico gay lá dentro, já escutei inclusive que se for gay fazer matricula lá a orientaçao é subir o preço e criar dificuldades. Pior aind é a oportunidade que esse Marcelo Peralta est usando para proibir demitir esses meninos que “dizem” ter feitos atos de homofobia, talvez por ter telhado de vidro esses Marcelo simplesmente se desfez deles, em vez de dar apoio inclusive psicologico, caso terem feito algo de errado.Mas isso é tipico dos oprotunistas e aproveitadores, a qualquer problema se desfaz dos ate entao parceiros de longa data.

  2. Luis Augusto disse:

    Esqueci da palavra “seu” antes da palavra blog, na linha 6; desculpa.

  3. Ali disse:

    Oi MVG,tudo bem?

    É exatamente isso,falta CIVILIDADE para muitas pessoas ainda!!

    Alguns dize que o caso repercutiu dessa forma,porque a vítima era um gay.
    Outros,como você,e eu concordo também,ficaram indignados em virtude da imbecilidade dos agressores e do motivo totalmente torpe da agressão.

    Se o agressor tinha algum motivo para odiar gays,agora ele deve ter o dobro de motivo rsrs.

    A irmã do agressor ainda disse:

    “Mas ele(Bruno Portieri) é do bem,o menino está vivo,não está?”

    Imagina se ele fosse do mal,tinha matado o cara!!

    Vivo,mas cheio de hematomas.

    O advogado dos agressores,pra variar tentou colocar panos frios sobre a questão.

    Em todo caso,sou contra a violência gratuita e desproporcional no geral,seja contra quem for!!

    CIVILIZAÇÃO NELES!!!

    Tem que ir pra cadeia mesmo,pra aprenderem a pensar com o cérebro e menos com os músculos.

Deixe uma resposta