Blog Minha Vida Gay – Novos colaboradores

Além do Fernando Limma, colaborador pontual do MVG com conteúdos que pintam aqui e ali e dizem respeito a vida gay, conto agora com a participação mensal do Enzo, jovem gay de 17 anos e que passa a enviar textos uma vez por mês ao Blog para levar mais informação, referências e pontos de vista sobre os mais diversos temas da homossexualidade, da vida gay, e das questões que nos envolvem em alguma medida.

Benvindo Enzo e seguimos com sua primeira publicação!

A paixão pelo amigo hétero

Por Enzo – Colaborador do Blog Minha Vida Gay

Pode parecer totalmente clichê, porque talvez essa seja a situação mais recorrente no dia a dia gay. Quem de nós nunca se apaixonou por um amigo hétero e ficou pensando por dias e dias: será que ele é bi? Como vou chegar nele? E depois de algum tempo acabou se conformando de que ele é mesmo hétero e é melhor desistir. Pena que demore tanto para chegarmos a essa conclusão.

Pensando no motivo dessa paixão podemos incluir a convivência (na maioria das vezes é um amigo de infância), a solidão que muitos de nós enfrentamos, ou talvez o sentimento de segurança que o homem heterossexual transmite, já que nós gays podemos ser um tanto quanto ‘’instáveis’’.

Vou relatar um episódio que aconteceu comigo recentemente: depois de vários relacionamentos que não duraram mais de um dia, eu me vi apaixonado por um colega e amigo de anos, hétero mas sem namorada, o que já é uma grande notícia. Fiquei semanas tentando demonstrar o que eu queria indiretamente pois não sou assumido e muito menos estereotipado. Até que eu tive a grande oportunidade. Foi em uma festa, onde todos já estavam um pouco bêbados, incluindo ele. Então eu consegui o que queria: eu fiquei com meu amigo hétero! E no início parecia perfeito. Não conseguia esquecer aquela noite, e fiquei uma semana enviando mensagens e tentado falar com ele, mas fui completamente ignorado. Foi então que descobri que ele havia começado a namorar uma colega e antiga amiga minha. Vocês imaginam como fiquei, né?! Pensei em falar milhões de coisas a ele, em dizer como ele era um canalha sem coração, mas me dei conta que a culpa na verdade era minha, já que sabia a realidade, mas não quis enxergar.

Estou até agora me recuperando, porque pior do que nunca acontecer nada entre você e seu amigo, é acontecer e você saber que não significou nada para ele. Infelizmente foi da pior maneira que eu descobri o grande problema: você pode até conseguir alguma coisa, e com muita sorte ser correspondido, mas na maioria esmagadora das vezes sairá mais decepcionado do que entrou, porque não podemos e nem devemos mudar o que as pessoas são. Então antes de realmente investir nesse tipo de ‘’relação’’, pense o que você é capaz de suportar, que existe alguém interessante por aí que chame a sua atenção e o mais importante: é gay como você!

4 comentários Adicione o seu

  1. Carlos Rodrigues disse:

    Eu acho que nós só temos a agradecer com esse relato, pois seria uma forma de nós vermos a verdade de que: Não é possível um homo se relacionar com um hétero, mesmo que role alguma coisa.
    Ter mais um integrante no blog MVG é ótimo! Só temos a agradecer por mais contribuições ao blog!

  2. Caio disse:

    Bom, comigo na prática as 2 vezes que gostei realmente de alguém sem ser meramente atração física, ambas foram por héteros. Pelo menos a primeira eu presumo, pois na época ele tinha 8 anos e na segunda eu confirmo, porque ele já tinha 20. Então, fora os lances casuais, o sentimento verdadeiro de amor ainda não foi direcionado a nenhum homem gay. Espero que isso tenha sido somente coincidência, pois não quero ser o homem pedra que o MGV já disse em outro post que nunca namora, só fica de “galho em galho”.

    Depois de fazer exatamente o que o Enzo disse no texto acima, eu larguei mão e me afastei, nunca mais o vi e nem pretendo.

    Quando sentir vontade de namorar mais a frente quero um que seja desencado e livre, porque apesar de gays, têm alguns por aí que se escondem de tudo e todos, aí também não rola.

    Boa semana a todos!

  3. Luis Augusto disse:

    Fico muito feliz em saber que agora o MVG tem um novo colaborador. Parabéns Enzo, isso é uma novidade que acrescenta novos pontos de vista ao blog. Feliz 2013 para você e tenha uma boa tarde.

    1. Enzo disse:

      Obrigado e feliz 2013!

Deixe uma resposta