Homofobia – A história caminha

Fernando Lima, também colaborador do MVG, parafraseou o post “Os males de uma sociedade homofóbica” escrita por Enzo, outro correspondente do Blog e enviou-me esse vídeo “#homofobiaNÃO”, breve documentário realizado pela MTV.

Segue aqui um pouco mais dos por quês da homofobia, em que situações ela se desperta e quais as tendências de mudanças desse cenário nacional ainda predominantemente homofóbico. Palavras de intelectuais e gente que se sensibiliza com os movimentos sociais:

3 comentários Adicione o seu

  1. Pedro disse:

    MTV não entrevistou o outro lado.
    Muito satanizador dos evangélicos esse vídeo, né?
    Bem, MTV vai virar rede gospel mesmo … tá quebrada e só quem compra mídia no Brasil são eles. Espere o troco deste vídeo daqui um tempo.

    O problema de tudo é que responsabilizam os evangélicos por uma carga que é histórica e difusa onde todos são culpados, até mesmo os gays.

    Uma coisa nada a ver é dizer que todo mundo que é contra é enrustido. Dizer isso é comprar briga com a pessoa pq ela vê isso como ofensa. Você vê os gays lutando contra a ofensa, mas usando a mesma carga pejorativa pra ofender quem não aceita. Ou seja, não fura o ciclo. E nunca vai mudar nada. Acho mais fácil mudar na lei do que no social, pq os próprios gays têm vergonha do que são … se não, pq xingariam os outros de enrustidos? Pejorativamente? Já viu um evangélico falar que vc é um crente enrustido e não sabe?

    E eu perdendo o meu tema com esse tema que nunca vai sair da mesma.

  2. “O problema deles é que eles estão vivendo no passado! A história caminha!”

    Cara… Falou tudo!
    Não tenho o que comentar sobre o vídeo, ótimo!

  3. Pedro disse:

    Quem vive na antiguidade pra mim é quem é conivente com um SISTEMA DE CASTAS, quiném no oriente, onde o seu destino é traçado por causa do seu DNA, sexualidade, etnia, cor e seja lá o que for. No ocidente, era até então diferente. Toda essa campanha do gene gay só esconde o retrocesso na civilização ocidental de criar um quadro de sistemas de castas: trans num sei o quê, enrustidos num sei onde, bi, pan, meta, uber, super, homo, plurissexual ….. isso é que é querer voltar ao passado pra mim.
    Diga não ao sistemas de castas no ocidente.

Deixe uma resposta