Dica de literatura gay

Queridos leitores do Blog MVG,

como alguns já espiaram por aqui, estou escrevendo um livro de temática homossexual que deverá ser publicado inicialmente no Kindle. O trabalho tem sido fluido e prazeroso e o objetivo, agora com um propósito claro, é ampliar o conceito do Blog para outros “produtos”.

O MVG – o Blog – jamais perderá seu aspecto clean, focado no conteúdo para referências de milhares de leitores todos os meses. Não haverá banners de marcas alheias e nem penso em fazer jabá para ganhar dinheiro por aqui, mantendo a proposta de deixá-lo sempre gratuito e de acesso aberto para todos que se identificarem com as linhas transcritas. É assim que compreendo parte do meu papel social.

Por outro lado, os três anos de Blog me trouxeram muito conhecimento, me ajudaram a quebrar paradigmas pessoais sobre a sexualidade e me aproximou de centenas de pessoas, relatos e casos que fazem a trama gay da novela “Império” ser algo batido aos meus olhos.

Os gays envolvidos com o MVG (mais de 15 mil leitores por mês) são aqueles de 14 anos, bastante jovens, a homens de 50 anos ou mais. Detalhe que muitos são brasileiros que moram fora do país ou usuários cuja língua nativa é o português.

Penso que um livro, além de trazer detalhes em profundidade, tem um formato diferente de um Blog, apresentando uma linearidade dos fatos e um tipo de envolvimento com as personagens.

O livro terá uma apresentação discreta, mas tenho certeza que levará a imaginação dos leitores para inúmeras dimensões diferentes de um mesmo contexto: a homossexualidade! :)

Para quem já me conhece um tempo por aqui, sabe que tenho uma vertente empreendedora e, além das duas empresas que ajudei a formar no passado e a que toco há 13 anos, quero fazer do MVG algo maior.

Se ensina muito pouco (ou nada) da homossexualidade nas escolas. Em casa, então, é algo quase que raro. Achei que um livro que mistura uma “semi” autobiografia e dezenas de histórias baseadas em fatos reais (das mais pueris às mais profanas) poderia ser um tipo de guia para esclarecer as dúvidas e angústias dos milhares que passam por aqui. Coisas para se enxergam além dos próprios olhos.

O livro “MVG – Histórias para Além do Selfie“, de nome ainda provisório, terá quatro momentos principais: o primeiro, narrando em detalhes as minhas principais experiências depois que me assumi; o segundo contando a história do Blog MVG (a inspiração, alguns dos casos marcantes durante os três anos do Blog e a aproximação com a vida de alguns dos leitores que se tornaram amigos); o terceiro – do desdobramento das realidades de tais amigos “pós-MVG” – e, por fim e não menos importante, uma certa “moral da história” que perpassa pelas “caixinhas” e modelos comportamentais que podem ser visíveis ou invisíveis para quem é gay.

Se assim posso dizer, fica registrado aqui um primeiro release-teaser para quem quiser. Vou divulgar o livro somente no Blog MVG após publicado, fora o próprio Kindle.

Deixo um pequeno trecho do livro (ainda sujeito a alterações – rs) como cortesia:

“O Binho era o ‘mestre dos escoteiros’ e gostava muito de viagens em meio à natureza. Prato cheio a mim que, sempre que podia, entrava em alguma aventura desse tipo para reviver minhas lembranças de infância e adolescência na casa de praia: fogueira, mergulhos com snorkel e nadadeira, cachoeiras e a sensação do mar. Foi assim que a Ponta Negra virou uma ideia dos sonhos, com acesso exclusivo por trilha ou barco e um detalhe para dar mais sabor a aventura: sem luz elétrica.

Levei o convite para o Guto que também adorou a ideia. Ele chamaria mais um amigo e assim iríamos todos para tal refúgio natural. Naquele período meu ego andava bastante em alta: estava livre de um casamento cheio de intensidades, voltava à academia com força total – o que ajudou a recuperar a forma e perder a barriga adquirida enquanto casado -, minha empresa tomava bons rumos, formava novas e boas amizades, tinha com o Guto aquele tipo de envolvimento cheio de afeto e ainda poderia despejar meus ímpetos sexuais junto com dois outros paqueras. Depois de alguns meses perambulando perdido, me sentido sem rumo e fragilizado pelas frustrações de um casamento acabado, eu finalmente estava me encontrando. Ir para Ponta Negra naquele contexto serviria para esbanjar de alto astral e um forte sentimento de potência.

Em Ponta Negra fomos agraciados por um período sem chuva. Dias quentes e ensolarados para mergulhos incríveis no mar, passeios na cachoeira, banho de ducha fresca, descanso na rede da varanda, muita cerveja e música dos anos 80 no iPod conectado a um dock à pilha. Noites quentes e estreladas para mergulhos incríveis no mar, churrascos noturnos, cervejas, MPB no iPod conectado a um dock à pilha e velas pela varanda, na sala e nos quartos que criavam um inevitável cenário intimista e romântico.

Na segunda noite, depois de uma boa aventura até a cachoeira de Ponta Negra, todos estavam cansados, bêbados e muitos felizes pela atmosfera criada. A medida que a madrugada trazia a lua, um a um foi se recolhendo aos seus respectivos quartos. O amigo do Guto havia ‘apagado’ lá mesmo, numa cama que tinha ficado na varanda e nós éramos os que não haviam se rendido ao sono, acomodados num banco no quintal, chapados, conversando sobre dezenas, centenas ou milhares de assuntos”.

Trecho extraído de “MVG – Histórias para Além do Selfie”.

Já está em pré-venda (ou reserva), para quem se interessar. Previsão de lançamento, 15/11 (ou antes!). Basta clicar no banner abaixo:

banner_half

 

 

4 comentários Adicione o seu

  1. Caio disse:

    Que bacana. Espero que no seu livro também tenha citações que não aparecem por aqui ou que apareçam, mas sejam mais detalhadas e completas. A priori, ainda bem que você não leva em consideração o conteúdo trazido pela tal novelinha. Um certo comentário de um site que acessei sobre a trama no que tange as personagens gays, concordo com o autor que disse: “aquela bixa do Agnaldo já está esclerosada”.

    Até mais…

  2. minhavidagay disse:

    Oi Caio!
    O livro, que logo menos sai do forno, vai contar as histórias que estão por aqui, mas em detalhes. O Blog é uma colcha de retalhos de pensamentos. São fragmentos. O livro será linear e bastante completo.

    Até…

  3. jorge disse:

    Adorei a proposta do livro! E o que você falou é verdade, estou me formando na escola esse ano e a única coisa que foi falada sobre o tema é que nascemos assim… Sobre o livro, há +/- uma previsão de quando será lançado??????

    1. minhavidagay disse:

      Oi Jorge,
      boa noite. Me pegou online (rs).

      O livro, que na verdade será um ebook, já está em pré-venda na Amazon.

      O lançamento será no dia 15/11 (ou antes!), mas já é possível reservar.

      Segue o link com as instruções, tudo direitinho: http://minhavidagay.wordpress.com/colecao-de-ebooks-mvg/

      Abraço,
      MVG

Deixe uma resposta