Relato Gay – Um caso em Portugal, nem tão diferente assim

O “Caio”, leitor do Blog Minha Vida Gay lá em Portugal (saudações patrícios!) enviou seu breve relato contando um pouco das questões e situações que circundam a sua vida por um ano. Por incrível que pareça, apesar da distância e de se localizar numa região dita de primeiro mundo – aparentemente de um povo mais esclarecido -, apresenta um caso bastante comum entre nós, brasileiros.

Vale o registro por aqui:

Relato de Caio

Boa noite MVG!

Chamo-me Caio, tenho 50 anos, estive casado por 27 anos, desempenhando o papel q a sociedade, pais, amigos, esperavam de mim.

Separei-me a 2 anos e resolvi começar do 0. Entrei p uma academia de ginástica próxima a minha casa, onde conheci meu instrutor Paulo. No início, uma amizade mto forte, sincera e sem explicação. Até q vi-me completamente apaixonado por esse homem 20 anos mais novo q eu.

Decidi me declarar por sms, e contar o q se passava comigo, e recebi a seguinte resposta: “se tens dúvidas do q sentes, eu não tenho do q quero p mim, não me mande mais mensagens”.

O problema é q no dia seguinte eu tinha aulas de musculação c ele, e fui. Chegando lá conversamos e pensei ter ficado tudo esclarecido, mas não. A partir desse dia comecei a sentir uma gde tensão entre nós os dois durante as 2 hs q faço os exercícios, isso já dura 1 ano, tempo demais.

Nos olhamos por entre os espelhos, olhamos um p o outro, pensando não estar-mos sendo vistos, e quando passamos um pelo outro a proximidade chega a matar-nos.

Outro dia no vestuário, enquanto tomava-mos o duche, nos vi-mos nús pela primeira vez, disfarçamos, mas foi difícil de aguentar. Isso tudo se passa dentro de uma total discrição de nossa parte, já q ele é muito fechado e eu extremamente reservado.

Já tentei um entendimento por 2 vezes, sem sucesso. Quando converso c os meninos e brinco numa boa, ele fecha a cara, demonstrando sua insatisfação. Estou muito confuso c isso tudo.

PS: Moro em Lisboa a 30 anos, sou do RJ, ele português, outra cultura, outra forma de estar na vida, entende? Eu aberto numa boa, sem me importar mto c as pessoas a minha volta, ele europeu, mto conservador e preocupado c a imagem.

Ninguém nunca notou nada, disfarçamos ao máximo, mais esse chove e não molha já esta me cansado um pouco pois os sinais q ele me manda são difíceis de serem interpretados.

PS: apesar de ter 50 anos, estou mto bem e sem modéstia pareço ter menos uns 15 anos.

Resposta do MVG

Oi Caio!

Saudações da terra de vossos patrícios! rs

Olha, pelo que você contou, seu instrutor não é gay. Mas ele cumpre suas funções profissionais e deve se sentir confuso de como lidar com a situação. Existem dois fatores que possam bater para ele: o lado pessoal (de possivelmente não ser gay) e o lado profissional que deve zelar e não se misturar com os alunos.

Se um ano se passou e nada aconteceu, acho muito difícil ele ser realmente gay. Pode ser curioso, pode estar impressionado com a maneira que você o abordou e pode ser muitas outras coisas. Importante respeitar a privacidade dele e focar em outras pessoas, amigo Caio.

Imagino que, assim como o Brasil, existam milhões de gays espalhados por aí.

Como eu sugiro para a maioria das pessoas que chegam com casos parecidos com o seu, é melhor que vire a página, parta para outra história. Se dê a oportunidade de conhecer outros homens. Acredito ser o melhor caminho!

Um abraço,
MVG

5 comentários Adicione o seu

  1. EAS disse:

    Olá Caio.
    Feliz por saber que vc está em uma situação mais avançada que a minha. Tenho 36 anos, 2 filhos e ainda casado. Preparando-me ( se isso é possível ) para uma separação . Parabéns pela coragem pois à medida que o tempo passa sei que a situação fica mais difícil . E as nossas escolhas vão se carregando de maiores responsabilidades .
    Gostaria poder entrar em contato para você me relatar sua experiência.
    Abraços

  2. claudio angelo (caio) disse:

    EAS, gostei muito q tenhas comentado a minha história, olha o melhor a fazer é. começar a viver de verdade a sua história. Pois essa na qual estas inserido no momento, não é a tua, mais sim a q todos pensam ser a melhor p ti. Prepare-se c calma, sem pressa p esse momento. O mais importante já aconteceu, q foi o se assumir p vc próprio, depois c o tempo vem a família e depois as pessoas q fazem a diferença em tua vida. ok PS. a vida é muito curta para se ser infeliz todo o tempo, mude a tua história, essa mudança esta em tuas mãos. Olha se quiseres, mande-me o teu email e entro em contacto, p conversarmos melhor . tudo de bom p ti meu querido e sucesso nessa nova empreitada.

  3. EAS disse:

    Bom dia, Cláudio. Enviei um email para o seu hotmail , ok ?
    Abraços e obrigado pela resposta : )

  4. Caio disse:

    Portugal é o país mais homofóbico da Europa Ocidental, só perde em repressão dos da Europa Centro Oriental. Não me admira que esta situação seja comum lá.

    E quanto ao caso, pode ser sim que ele não seja homo, apenas tem uma atenção em você, meu xará, devido a querer se auto policiar para evitar que você cruze a linha.
    Eu entendo sua atitude de deixar tudo aberto, no entanto nem todo mundo leva na boa a sinceridade, muito menos quando a “bomba” vem por mensagem de texto. Acho que ele só está cumprindo seu papel como instrutor. Levou tempo demais e ele não se manifestou, então acho que não vai rolar.

    Esses instrutores, é brincadeira viu rs….não foi nem um nem dois, pelos quais eu me atrai e até senti paixão. Mas aprendi bem a esquecê-los e ir atrás de quem realmente me quer. Faça o mesmo.

  5. caio disse:

    Oi Caio tudo bem, desculpe o tempo q levei p te responder, pois estive fora e só agora voltei aqui. Olha penso q estas cheio de razão, mais sabes como são essas coisas do coração né, o racional sabe exatamente o q fazer, mais o emocional insiste em te armar ciladas kkkkkkkkkkk vou tentar seguir teus conselhos e olhar p frente, pois o nó ainda não se desfez. Nas vezes em q vou a academia, os olhares ainda se intensificam, e ele ali todo atrapalhado e me deixando também atrapalhado no sentido de conseguir interpretar os sinais dados…..prometo seguir enfrente…bj no coração. gde abraçoooo e obg pelo seu tempo. claudio angelo (caio)

Deixe uma resposta