Está tudo é muito esquisito!


Acompanho eleições no Brasil, com a consciência que me cabe como cidadão, desde o fim das Diretas Já, assunto que é quase escasso para a maioria dos leitores do Blog MVG. Tenho alguma consciência de contextos políticos dos quais presenciei.

Com um Blog com um mínimo de reputação (o que são 30 mil pageviews por mês, a se comparar aos Blogs populares, de humor ou de moda?), me sinto no direito de me posicionar diante tanto ódio, e que fica claro, de todas as partes, partidos e fragmentos, que se iniciaram até mesmo antes da decisão eleitoral à Presidência da República.

Por aqui, apresentei meu ponto de vista algumas vezes, descrevendo minhas críticas sobre a ampla corrupção sob as barbas (no caso as saias) do governo vigente, mas nem por isso apresentei meu voto ou uma preferência que, a mim, segue a regra do secreto. Mas tudo isso perdeu relevância diante tantos ataques de baixo nível nas últimas semanas, anteriomente ao domingo, e que reverberam na timeline dos brasileiros até hoje.

O Blog MVG, diante desse “conflito civil moral”, que apresenta uma sociedade brasileira partida ao meio, assume um posicionamento que é esse:

27-10-2014-mais-amor

Ser por um lado, os tucanos frustrados e sentimentalmente abalados espumam a xenofobia, por outro, vemos petistas fanáticos de narizes empinados ostentando uma vitória sobre o outro que, a mim, é tudo em vão. E sei que se fosse ao contrário – caso o tucano tivesse ganhado nesses tempos -, seria a mesma coisa.

Toda essa energia depositada me parece mesquinha, pois estamos endeusando políticos e lançando reputação e frustração num outro brasileiro. Não ofereço simpatia nem entusiasmo por nenhuma das partes e toda essa situação, antes e pós vitória (e consequentemente derrota), mostra que o nosso povo, dito acolhedor, simpático e amoroso, de fato, vem potencializando uma raiva, um pelo outro, diretamente proporcional a um descontrole emocional e de um autoritarismo que, sabe-se lá de onde vem.

Tem parecido, as vezes, que a felicidade de um depende da tristeza do outro. A cultura de classes, outrora comentada aqui por diversas vezes, tem se manifestado de forma bastante esquisita.

Que tempos bizarros são esses? Provavelmente, muito em breve, terei meus insights. Mas não entendo direito agora.

3 comentários Adicione o seu

  1. Rafa disse:

    Tempos de ódio !
    nem mesmo importa o “lado” certo ou errado desde que se tenha um lado para odiar.

    Petistas odeiam tucanos, heteros odeiam gays, tucanos odeiam petistas, gay odeiam heteros, classe media odeia os mais ricos, ricos odeiam a plebe … enfim ÓDIO! … puro e desnecessário

    1. minhavidagay disse:

      Olha Rafa,
      não sei se desnecessário, viu? Sei que viver nesses tempos é ruim, principalmente para aqueles que entendem que a união e a convergência é a solução.

      Mas, para tanto, para se chegar nesse senso coletivo, acredito que conflitos sejam necessários.

      Replico aqui uma frase do Jean Wyllys, extraído de um texto hoje mesmo:

      “Precisamos unir o Brasil, sim. Mas essa união não se fará com retóricas hipócritas, muito menos evitando os conflitos que muitas vezes são necessários para acabar com a própria divisão”.

      Em que níveis esses conflitos se darão para que cheguemos à lucidez, é a questão…

  2. André Coach4G disse:

    Realmente…também me lembro da época da ditadura, das diretas já, Sarney, Plano Cruzado, Real… Mas nunca vi tanta segregação como nesta ultima eleição. O povo do certo e o povo do errado, os pobres e os ricos, os nordestinos e os sulistas, os LGBTs….como se não fossemos todos BRASILEIROS e qualquer ataque é um tiro no pé. Não adianta fugir para Miami. Obrigado MVG pela reflexão sensata, isso sim precisa ser propagado. Bom senso, não insultos.

    [image: photo] *André Kummer* Executive & Life Coach, Diretor Presidente Coach4G m:+55 54 9615 8721 | e:contato@andrekummer.com.br | w:andrekummer.com.br | a: Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s