O que pega são os detalhes


No relacionamento é assim: seja entre gays ou heterossexuais, o que pega são os detalhes.

Detalhes. São eles que farão a diferença em um relacionamento entre gays ou heterossexuais. Em meio a ideias de concessão, companheirismo, lealdade ou fidelidade, amizade, desejo, paixão ou amor, diferenças ou singularidades de idade, valores e propósitos, são os acertos nos detalhes do cotidiano que farão toda a diferença.

Detalhes relacionados a hábitos e costumes? Possivelmente. Talvez, principalmente os detalhes relacionados a diferenças. Por exemplo: Persona 1 é disciplinado, organizado e evita procrastinar, ou seja, tende a tirar qualquer pendência da frente o quanto antes. Nos finais de semana prefere acordar até às 10h da manhã – no máximo – para aproveitar o dia (e a noite também). Passa, pelo menos, meio período do sábado na rua realizando alguma atividade “ao céu aberto” ou em algum ambiente fora de casa. Pode tirar um bom cochilo a tarde, o que não é obrigatoriedade. Vai dormir, no mais tardar, às 2h da manhã para que, no domingo, consiga acordar até umas 10h novamente para sentir que aproveitou o final de semana. Em geral é assim.

Perder o horário ou chegar atrasado a compromissos, só se for propositalmente atrasado. A coisa do dia-a-dia que descobriu que odeia: toalha molhada, usada depois do banho, esquecida em cima da cama ou largada pelo quarto.

Persona 2 é diferente. Deixa roupas espalhadas em todo lugar da casa, amassadas e do avesso. Gosta de cozinhar, como a Persona 1, mas faz uma sujeira sem tamanho na cozinha. Se cozinha, quem lava a maior parte da louça é o namorado que tem um desafio “heróico” diante da bagunça. De pano de prato queimado, piso com respingo de molho de tomate e microondas sujo com sangue da carne que foi descongelada. Qualquer coisa que for cortar, ou cai no chão ou vaza para fora da tábua de corte. Em geral é assim.

A Persona 2 vai resolver determinados assuntos pessoais com certa relevância no último instante. Procrastina. Se puder dormir de sexta para sábado mais de 10 horas não vê problema. Se puder passar o dia inteiro de pijama, sábado e domingo, e no domingo almoçar apenas às 16h, estará tudo bem.

Perder o horário ou chegar atrasado a compromissos é bastante comum, principalmente nos compromissos que não interessem diretamente a ele. Coisa do dia-a-dia que descobriu que odeia: ter que lavar louça logo após a refeição.

Persona 1 e Persona 2 são gays e são namorados. Quem é que faz certo ou está certo? Ou quem faz errado ou está errado? O fato é que ambos, depois de quase 11 meses de convívio, estão começando a se estranhar. A Persona 1 não quer se tornar aquele cara neurótico que precisa dar “bronquinha” a todo momento sobre toalha molhada fora do lugar, cozinha “virada do avesso” ou bolotas de papel higiênico espalhadas por todos os cantos por causa da crise de rinite da Persona 2. A Persona 2, diante de alguns ataques, caras e críticas da Persona 1, começou a julga-la como chata, implicante ou coisas do tipo.

Estamos falando de dois gays “normais”, sem grandes conflitos psicólogicos, fora neuroses medianas, estresse comum de trabalho e algumas compulsões corriqueiras de pessoas comuns. O fato é que ambos lidam com a rotina de maneira bastante diferente, como o leitor pode ver. E ambos construíram hábitos quase que antagônicos durante a vida, no que diz respeito a maneira que aproveitam o tempo livre. O contraste é uma boa referência para o post.

Persona 1 e Persona 2, por exemplo, gostam de cozinhar; e cozinham muito bem para falar a verdade. Mas as vezes, nesta questão masculina-territorialista ou pela mania de precisar dar ordens, acabam por impor uma “maneira certa de preparar o arroz”, por exemplo. Ou se o brócolis deve ou não ser cozido antes, pois um prefere mais crocante, preservando os nutrientes do alimento e outro prefere mole, mais macio para mastigar. Fora que para a Persona 1, ter a Persona 2 cozinhando é motivo de aflição pela tendência natural, espontânea e inconsciente de deixar tudo bastante bagunçado. Talvez nem seja tão bagunçado assim, mas as vistas da Persona 1, é um terror!

Ah, os detalhes! São eles que – se superados – talvez elevassem as relações a status incríveis. Mas é possível conviver neste caso? A “briga”, muitas vezes, é sair da zona de conforto e o curioso é que este casal passa pouco pelos problemas clássicos, tais quais o ciúme, carência, sentimento de traição e etc. E mesmo não tendo grandes discussões óbvias, a diferença de hábitos – talvez – seja a grande questão desde o princípio. Nos primeiros meses de namoro, Persona 2 teve uma crise, dizendo que achava Persona 1 irritante e sem noção. Teceu alguns julgamentos sobre, mas nunca ficou muito claro os motivos dessas irritações. Recentemente, Persona 1 teve uma crise de irritação com a Persona 2, alegando estar se sentindo sufocado, da relação seguir maneiras, jeitos e hábitos predominantes de apenas um dos lados.

No final, não são alguns comportamentos de ambos que – desde o começo – tem incomodado os dois?

Persona 1 e Persona 2 sempre viveram da forma que são e nunca dependeram um do outro. Sempre se viraram de tal maneira. “Certo ou errado” são meros pontos de vista que – de fato – caem numa subjetividade muito grande, daquela necessidade inerente a se ter alguma razão para autoafirmar a si ou a um terceiro a quem se possa desabafar. Os leitores podem mentalmente opinar e tomar partido; e provavelmente o farão. Mas na prática, é um tipo de realidade que não tem certo, nem vencedor.

No final, se a necessidade é encontrar alguma razão ao caso (sob o efeito potencial do orgulho ou algum outro sentimento do gênero), talvez um deles tenha mais controle sobre o tempo. Talvez o outro seja mais refém do tempo que nunca sobra. Mas quais destas características (realmente) determinam o estado de paz e felicidade de um indivíduo? Dá para dizer que Persona 2 é mais feliz que Persona 1 e vice-versa? Dá para dizer que um está errado em relação ao outro?

De todo modo, é possível conviver assim?


coach-de-vida-gay

Flávio Yukio Motonaga
www.lifecoachmvg.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s