Coleção de ebooks MVG

Coleção de ebooks – Minha Vida Gay (MVG)

1) MVG – Histórias para Além do Selfie – LANÇADO EM 26/10/2014

banner_full

Agora é um momento de “dar mais a cara” e apresentar meu nome. Olá, me chamo Flávio (e isso é real!) e estou muito feliz em criar esse primeiro “guia”, em um formato autobiográfico (corajoso!) e que deve inspirar e incentivar os leitores do MVG, por intermédio de referências detalhadas, minhas vivências e experiências reais. Uma visão da vida gay quase que 360 graus. O primeiro livro já está à venda na Amazon.

COM UTILIZAR O E-BOOK:

Para comprar é simples:

Passo 1: baixe em seu tablet, iPad, smartphone ou iPhone o aplicativo de leitura do Kindle, que é esse ícone azul (conforme a imagem acima) com o menino lendo o livro sob a árvore. Você poderá ler diretamente da tela do computador ou notebook também!;

Passo 2: vá até o site da Amazon, já direto no link do ebook. Clique aqui! ou na imagem acima.

Passo 3: ao comprar, você obrigatoriamente precisará criar uma conta pessoal da Amazon. É igualzinho a qualquer e-commerce. Não se esqueça de aguardar bem seu login e senha para comprar as próximas edições! :P Esse login é o mesmo para o site da Amazon e para o app do Kindle, sacou?

Passo 4: escolha para baixar o ebook no “Kindle Cloud Reader”, que é a nuvem da Amazon. Todas suas compras de livro ficam armazenadas por lá;

Passo 5: basta comprar e você pode baixar automaticamente pelo aplicativo do Kindle instalado em seu tablet ou smartphone (aquele do menino sentado sob a árvore!). Só inserir no app seu login e senha, os mesmos da conta da Amazon!

Simples, não?

Colaboraram com o ebook:

– Gustavo Nomura – Editor;

– Bruno Thofer – Capa;

O conceito de ebook está começando no Brasil. Tal formato é novo, mas os livros são mais baratos que na livraria. Fora que, para quem é gay, é muito mais privativo, particular e discreto! Ninguém vai precisar esconder um impresso num canto do quarto, para a mãe, (esposa) ou irmãos não acharem! :P

Então, para finalizar, em breve terei mais novidades! :D

Beijo para quem é do beijo, abraço para quem é do abraço,

Flávio (MVG).

 

5 comentários Adicione o seu

  1. Lucas disse:

    Flávio, gostei muito do seu livro, foram apenas 2 dias para lê-lo. Há alguns meses tenho acompanhado seu blog e me identifiquei pelo jeito sério, maduro e descontraído de falar sobre homossexualidade. Tenho 27 anos e faz um ano que decidi me auto-conhecer de verdade. Considero-me um cara interessante, porém muito tímido para encarar certos lugares “gays”. Seu livro me deu uma noção do que posso encontrar aí pelo mundo quando o assunto é diversidade sexual. Aos poucos tenho aberto a minha mente para coisas antes totalmente fora de cogitação. Pode me considerar mais um leitor assíduo do seu blog e dos seus livros também. Você tem muito talento para a comunicação e seu blog tem um papel social muito importante, por ajudar muitas pessoas a descobrir sua sexualidade, eu sou um exemplo disto. Continue fazendo este bem para a humanidade. Obrigado!

    1. minhavidagay disse:

      Oi Lucas!
      Obrigado pelos comentários. Fico bastante feliz pela receptividade e, de alguma maneira, estar te trazendo referências para você se conhecer melhor e entender um pouco mais do que rola “lá fora”.

      Se possível, de uma nota para o livro no próprio site da Amazon e deixe seu comentário. Vai ajudar a qualificar o trabalho. :)

      No mais, Lucas, fico por aqui, por e-mail ou face, caso queira compartilhar suas expectativas comigo e trocar ideias.

      Um abraço e muito obrigado! :D

  2. Thiago disse:

    Flávio, em primeiro lugar, meus parabéns pelo seu livro. Seu livro, posso dizer com segurança, foi um grande achado. Desde pequeno sempre soube que gostava de garotos, mas sempre sufoquei meios desejos e sentimentos, até mesmo chegando ao ponto de trancá-los numa caixa para sequer pensar neles. Acreditava que com o tempo as coisas iriam se resolver naturalmente, mas, óbvio que não foi assim que aconteceu. Além de ter uma família conservadora, e eu possuir raízes disso também, não conseguia imaginar uma vida que não fosse pautada pela heterossexualidade. Assim, enquanto esperava as coisas se ajeitassem, joguei todas as minhas energias nos estudos e no trabalho.

    Pensava que quando pudesse me sustentar financeiramente, sem depender dos meus pais, eu me sentiria livre para viver do jeito que eu desejava. Mas devido àquela sufocação de sentimentos fui procrastinando, até o recente momento em que parei e decidi assumir para mim mesmo: “sou gay”.

    Claro que jogar as energias no estudo e no trabalho rendeu frutos. Saí de casa aos 24 anos e com um emprego e um salário muito bons para quem começa a carreira.

    Todavia, nem isso me serviu de coragem para assumir, ainda mais devido ao meu ambiente de trabalho, totalmente conservador (sou funcionário público do Ministério Público), e assim, somente hoje, aos 26 anos, conseguir reunir a coragem para assumir para mim mesmo meus sentimentos e desejos.

    Eu estava (e ainda estou um pouco) num momento triste, acreditando que havia perdido o melhor da minha vida, da minha juventude, mesmo que isso tivesse rendido frutos no trabalho, mas que por conta disso agora minha vida se resumiria a isso.

    Quando comecei a ler o seu livro, realmente não dei muita fé, imaginava que era mais um daqueles tantos que li sobre a aceitação da homossexualidade. Todavia, ver como você se desenvolveu ao longo de sua trajetória, o início de sua vivência gay logo após o término da faculdade, e todo o desenrolar de sua história, nunca me identifiquei tanto com um personagem, que nem personagem era, mas uma pessoa de verdade, e o lendo às vésperas do ano novo de 2015, isso me deu ânimo para seguir em frente na aceitação da minha vida como ela é e, especialmente, dos meus desejos e sentimentos.

    Você é uma inspiração para mim e para tantos outros que ainda sofrem não apenas com o estigma da não aceitação pela sociedade, mas, principalmente, de nós mesmos, pois sua vivência demonstra o que todos falam e sabem, mas ninguém compreende inteiramente até o momento certo: realmente vale a pena!

    Meus parabéns pelo seu relato e pelo incrível sucesso do seu blog.

    1. minhavidagay disse:

      Oi Thiago,
      tudo bem?

      Fico muito agradecido e feliz pelas “coisas do MVG” estarem ajudando a abrir caminhos para a sua vida. Feliz também por saber que o livro superou suas expectativas! :)

      Vou depositar mais energia e criatividade para desdobrar o MVG nesse ano. Fique na torcida e, saber que o MVG atinge esse propósito de servir como um auxílio a gays, como é o seu caso, me deixa bastante satisfeito.

      Obrigado pelo super e sincero depoimento! ;D

      Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s