É tudo uma questão de oportunidades

Aqui e agora A dúvida era saber se o encontro com o “novo” Beto fecharia a conta, depois de uma semana cheia de intensidade e querer bem. Apenas uma semana de contato virtual e as expectativas estavam mais altas, como eu não sentia há anos. Seriam atendidas? Minha intuição dizia que sim, mutuamente, embora minha…

O que você entende como problema, eu entendo como vida

Pais e filhos Meu pai, a maior parte do tempo de nossa convivência, representou uma referência a mim. Embora manifestada de maneira opositiva, uma referência. Na maioria das vezes, em nossa osmose do cotidiano, temos a ideia de “referência” como algo somente positivo, aquilo que de alguma forma agrega ao nosso conhecimento, cultura ou educação….

No banquinho do Piroca’s Bar

Acabei indo a Chilli Peppers no sábado (e não na sexta, depois do encontro com o Gabriel). Pasmem, mas não fiz sexo no dia e passei a maior parte do tempo no Piroca’s Bar (nome esdrúxulo, eu sei – rs) que fica lá dentro. Tomei cervejas, vodkas e, naquelas horas, algumas pessoas vieram bater papo…

Ainda aos 40

Em continuação ao post anterior e sobre “a gente sabe o que quer, o que não quer e o que tanto faz” quando um gay se aproxima dos 40 anos, vou falar sobre os quesitos (1) relacionamentos, (2) família, (3) amizade: Um gay próximo dos 40 anos fala sobre relacionamentos Supõe-se que um gay que…

Nerds e Geeks

Havia uma época, antes de me assumir, que o meu cantinho seguro, confortável e imaginativo era o sobradinho dos fundos da casa dos meus pais. Meu avô morava por lá e, quando foi para a casa do meu tio, deixou que eu dominasse a área. Tornei aquele quarto o meu porto seguro e o esconderijo…

O radicalismo também racha

Qualquer que seja o movimento social, há sempre a tendência da vertente radical querer ter mais voz. Porque normalmente os extremistas não falam, mas “gritam”, não discutem, mas impõem e, assim, são forçadamente percebidos e, regra básica, alimentam os ânimos do outro extremo. É por esse motivo, por saber que o extremismo não me atrai…

Nos trilhos

Agora que estou voltando emocionalmente aos meus trilhos (e quem ler o post anterior vai entender os acontecimentos), começo a respirar aos poucos e retomar alguns bons hábitos que não estavam com espaço nos últimos meses. Tive um tempo de sobra hoje e pude organizar os e-mails que vem por meio do contato, aqui do…

Com passas ou sem passas

Vai se aproximando aquele momento do ano em que, para muitos gays, certo terror ou preguiça se estabelece: a reunião familiar no Natal. O terror ou a preguiça está exatamente naquela hora que a tia, a avó, o tio ou o avô chegarão com a fatídica, ensaiada e recorrente pergunta: “Cadê a sua namorada, Zezito?”…

Vai virar passado

Todo os anos faço uma retrospectiva aqui no Minha Vida Gay. Chegamos em dezembro e estamos para dobrar a esquina e entrar em 2016. É inevitável dizer que 2015 foi palco de um baque para muita gente, uma maioria. A crise, palavrinha nefasta, está impactando a vida de todo mundo de alguma forma: uma perspectiva…

O que a vida nos oferece, o que a sociedade nos cobra

Cobranças sobre um indivíduo, seja gay ou heterossexual Cobranças recebemos sempre de todos os lados, até mesmo quando somos bebês recém nascidos e nossos pais nos põem, por exemplo, a tomar banho a contra gosto. Ainda totalmente dependentes e sem consciência, aquele ato – a princípio incômodo – será uma exigência em nossos primeiros passos…

Tempos como esses

Um gay bicudo dá sugestões para o cenário político e econômico atual: pense em prevenção Ultrapassando um pouco as questões gays (algo que tenho feito bastante nas últimas publicações), como dono de empresa é inevitável um interesse sobre economia e política. Em linhas gerais, esses temas abordam fundamentos definitivos para criar estratégias e planos quando…

Estar só

Bate papo entre gays Num lapso de memória, de um domingo altamente embriagado, misturando vodca, vinho e cerveja, alguém querido me perguntou algo assim: “você que é um cara evoluído, não te incomoda o fato de estar sozinho por ser assim?”. Dentre lapsos largos de memória, alguma coisa desse tipo ficou registrada em minha mente….