GDaddy: Sugar Daddy e Sugar Boy

Aplicativo para relacionamento entre gays, GDaddy: Sugar Daddy e Sugar Boy. Grindr, Hornet, Scruff e Tinder – conhecidos aplicativos de relacionamentos para o público gay – por mais que tentem novas funções, vão caindo no modo “sem graça”, pelo menos para quem carrega no bolso tais recursos há 3 ou 4 anos. Naturalmente, os usuários…

Eu, você e os aplicativos de pegação gay

Os “aplicativos de pegação gay”, tal qual Grindr e Hornet viraram hábitos de boa parte dos homossexuais. Tornaram-se parte da cultura gay há um pouco mais de uma década e o hábito já coleciona fatos curiosos…

Relações passageiras

O vai e vem de relacionamentos Zygmunt Bauman foi um dos principais críticos da maneira que a sociedade se configura atualmente, tempos que ele conceituou como “modernidade líquida”. Em linhas gerais, a modernidade líquida está estruturada na ideia de que as pessoas, hoje, estabelecem relações extremamente temporárias e voláteis; fala da ausência da criação de…

Aplicativos para gays

Estou curtindo reescrever sobre temas postados a quase 5 anos atrás com o olhar, agora, de quem está mais perto dos 40 do que dos 30 anos. Algumas percepções mudaram, outras nem tanto, mas trazer à tona assuntos de interesse do público do Minha Vida Gay tem me deixado satisfeito. Assim, dos posts mais clicados,…

Pegação no aplicativo

Aplicativos para o gay, tais quais Grindr, Hornet, Scruff e derivados se constituíram cheios de mitos e tabus, embora ainda não tenham completado uma década de existência. Não deixam de ser a versão otimizada e full time do “pai”, as tradicionais e viciantes salas de bate papo dos portais de conteúdo. Os mesmos hábitos, comportamentos…

A leviandade de Yuki

Yuki, um mestiço de 27 anos, de pai descendente de japonês e mãe descendente de alemães e negros, foi um dos primeiros que saiu de um chamado no Grindr para meu WhatsApp. Na obviedade do “modelão” do aplicativo de pegação, a intenção inicial era o sexo pelo sexo. Mas entre conversas e outras, a dança…

Depois de um “bom dia”

Encontros, sejam por baladas, bares, supermercados, na rua ou por aplicativos são sempre uma surpresa. Eu, particularmente, busco olhar para os ganhos e experiências positivas possíveis, em cima “do mundo que é cada pessoa”, como costumo dizer. Já tenho idade para saber que nem tudo que a gente busca se realiza como ideal e é…

As nossas buscas

Deu hoje uma notícia na minha timeline que 80% dos gays estabelecem namoros com pessoas que conheceram por meio dos aplicativos de pegação, Grindr, Hornet, Scruff e etc. Meu olhar crítico sobre tais meios, bem como outros mais “tradicionais” – principalmente que agora estou solteiro e me sinto totalmente desimpedido para me aventurar por aí…

Fora dos rótulos

Rotular e julgar são duas ações bastante convenientes e humanas. No ato do julgamento estamos impondo os limites da nossa “caixinha de valores”, por vezes muito limitadas. Fazemos isso a todo momento, principalmente quando determinado assunto ou contexto nos agride de alguma maneira. Quando agride, tendemos a nos apegar por uma definição rígida como justificativa….

Caixa de Pandora

Frente a todos os males do mundo que foram libertados quando Pandora, a primeira mulher criada por Zeus, abriu seu jarro, ela reservou aprisionado apenas a esperança. Esperança que aqui no MVG costumo tratar sempre como expectativa. Condizente ou não com o mito da “Caixa de Pandora”, expectativa e ansiedade são dois males do mundo…

WhatsApp!

O WhatsApp está se tornando aquela ferramenta óbvia de comunicação coletiva. Não foi à toa que o Mark comprou por alguns bilhões, com o objetivo de não perder certo monopólio das redes sociais. As vezes, nós, gays, projetamos certas responsabilidades nos meios, pela dificuldade que temos de conhecer alguém, um “projeto de par”, pelos aplicativos,…

Minha Vida Gay – De A a Z

Direto da Serra da Mantiqueira, em Carrancas – MG, vos escrevo para compartilhar um pouco desse momento de contemplação. Em contraposição às minhas vivências “carniças” detalhadas por aqui, resolvi justo na época do Carnaval partir para um momento mais espiritualizado, longe da sexualidade geral aflorada, por assim dizer. Essas fugas à natureza, cercado por 360…