Afetividade entre nós

Não precisa ser gay para dois caras terem afetividade É possível dois amigos heterossexuais ou um gay e outro heterossexual serem homoafetivos? Levantei esse assunto há anos e segue novamente minhas reflexões. Para recordar: homos significa iguais e vem do grego. Assim, homossexual significa sexo com iguais. Homoafetivo, por analogia, significa afeto por iguais. O…

Reflexões sobre o gay enrustido

Em 24 de novembro de 2011 lancei um post dedicado ao gay enrustido, um dos textos ainda mais lidos no MVG. Revendo recentemente, notei que fiz relações e reflexões sobre ser afeminado ou ser masculinizado, rótulos sociais que a mim só tem efeito pejorativo e excludente quando usado para esses fins preconceituosos; não foi o…

Fim do egocentrismo gay

A imagem que a sociedade tem do gay normalmente está relacionada ao esteriótipo, daquele homossexual que “bota pra fora” sua sexualidade e que precisa se diferenciar esteticamente e comportamentalmente para se situar. Nós gays, costumamos pairar, durante muitos anos de nossas vidas, sobre a questão de nossa sexualidade. Mesmo depois de assumidos e convivendo com…

Mulheres que se relacionam com homens gays

Durante minhas férias e na leitura de algumas dezenas de e-mails recebidos (ainda não consegui responder todos, desculpem!) o tema “Gays em relacionamento com mulheres” veio até a mim sem fazer grande esforço. Um número grande de ocorrências desse fato me fez pensar: “será que ainda somos muitos gays que por alguns motivos particulares assumimos…

Homofobia

Mais um caso de homofobia Depois dos ataques homofóbicos ocorridos na região da Paulista, pensava em não falar mais sobre o tema da homofobia no MVG, pelo menos esse ano. Primeiramente porque medos, normalmente os gays acumulam aos montes, para assumir, para revelar para um amigo, para contar para um pretendente, família e assim vai….

Relato de um gay – Cartas de tarot

A vida é um moinho Estamos prestes a dobrar a esquina do ano de 2013 e, nesse período, como de costume há mais de 10 anos, minha mente projeta planos, ideais e objetivos. É o tempo que tenho para tentar antever ou traçar os caminhos que quero seguir no novo ano. Coisa que todos nós,…

Minha Vida Gay – Sopa de letrinhas

Por que um Blog não poderia ajudar a trazer referências para gays? Esse ano, quando conheci “P”, “Sammy” e “Fernando Lima”, leitores do Minha Vida Gay que deram alguns passos a mais em relação a suas sexualidades e valores de afetividade, consegui entender um pouco mais dos propósitos do MVG. Há um pouco mais de…

Pensamentos sobre a bissexualidade

Até hoje não conheço nenhum bissexual pessoalmente, mas conheci algumas pessoas que eram bissexuais. Ex-namorados e boa parte de amigos tiveram relações sexuais e até mesmo afetivas – com namoros heterossexuais estabelecidos – antes de encontrarem-se como gays. Muitos artistas de visibilidade local e mundial, aqueles que optam por expor a intimidade – revelam-se inicialmente…

Minha Vida Gay – Qual é o meu tipo?

Não, esse post não é dedicado as qualidades físicas e mentais do homem gay que idealizo. Mesmo porque, revendo rapidamente meus relacionamentos significantes, que passaram de no mínimo um ano e meio de intimidade, eu afirmo e meus amigos afirmam que nunca tive um tipo muito definido nem físico nem comportamental, a não ser uma…

Relato gay – Um gay que assumiu a vida heterossexual

No post anterior, o “Fernando” deixou um relato comovente e apresenta a sua realidade, de ter optado por viver uma vida heterossexual, casar com uma mulher, ter filhos e suprimir sua homossexualidade. Quantos homens gays não resolvem seguir por esse caminho para não ter que enfrentar a realidade social, a tradição da família e o…

Relato gay – Relacionamentos mal resolvidos

Dando um ponto final ao post “Gays podem ser românticos?“, me acertei com o WordPress e, agora, consigo incluir MP3 e sentir que o post teve um fim! rs Basta dar um “Play” que será possível ouvir a música que fiz para meu ex-namorado, original, cheia de sentido, entusiasmo e energia para época! :P “Tony…

Relato gay – formação livre de julgamentos

Meu segundo namorado comemora hoje 28 ou 29 anos. Entrou numa fase de carências, que percebo que vem de tempos em tempos, num ciclo, em todos esses 10 anos que o conheço. Fomos namorados quando eu tinha uns 25 anos e ele acabava de completar 17 e, hoje, mantemos um contato por GTalk, nesses períodos…