GDaddy: Sugar Daddy e Sugar Boy

Aplicativo para relacionamento entre gays, GDaddy: Sugar Daddy e Sugar Boy. Grindr, Hornet, Scruff e Tinder – conhecidos aplicativos de relacionamentos para o público gay – por mais que tentem novas funções, vão caindo no modo “sem graça”, pelo menos para quem carrega no bolso tais recursos há 3 ou 4 anos. Naturalmente, os usuários…

Eu, você e os aplicativos de pegação gay

Os “aplicativos de pegação gay”, tal qual Grindr e Hornet viraram hábitos de boa parte dos homossexuais. Tornaram-se parte da cultura gay há um pouco mais de uma década e o hábito já coleciona fatos curiosos…

Relações passageiras

O vai e vem de relacionamentos Zygmunt Bauman foi um dos principais críticos da maneira que a sociedade se configura atualmente, tempos que ele conceituou como “modernidade líquida”. Em linhas gerais, a modernidade líquida está estruturada na ideia de que as pessoas, hoje, estabelecem relações extremamente temporárias e voláteis; fala da ausência da criação de…

Minha Vida Gay. 5 anos!

Quem procura acha Acordei hoje inspirado para escrever um post no Minha Vida Gay e eis que ao acessar o Blog me deparo com a lembrança: hoje são exatos 5 anos que dedico este meio à reflexões e referências para diversos leitores gays (e não gays) do Brasil e fora dele. Quem diria que meia…

São essas cores

Um gay e o olhar para a diversidade Namorados precisam ser necessariamente bonitos, quando a estética tem aquela relação midiática? Claro que não e arrisco a dizer que a beleza, quando o envolvimento afetivo (magicamente) se estabelece, não está relacionada a apenas a atração física (que sim, é fundamental), mas há outros elementos. Eu, por…

Aplicativos para gays

Estou curtindo reescrever sobre temas postados a quase 5 anos atrás com o olhar, agora, de quem está mais perto dos 40 do que dos 30 anos. Algumas percepções mudaram, outras nem tanto, mas trazer à tona assuntos de interesse do público do Minha Vida Gay tem me deixado satisfeito. Assim, dos posts mais clicados,…

Faltou um tempero

A minha vida gay vai bem e estamos fechando o ano de 2015. Faltam menos de três meses para deixar passar 365 dias que, numa média geral, foi bastante morna ou frustrante para a maioria dos brasileiros. E quando digo assim, não me vejo envolto de pessimismo, mas bastante atento aos movimentos reais, políticos e…

Sem espaço

“Estou sem tempo para namorar” – que frase estranha é essa que nesse exato momento faz todo sentido pra mim? E não é por falta de vontade de querer, hoje, formar par. Vontade eu tenho, mas parece que não está sobrando espaço. Toda a minha atenção, e faz algumas semanas isso, está voltada agora para…

Vida louca, vida

“Logo quando reinstalei os apps de pegação, o Maurício foi um dos primeiros que eu chamei para trocar ideia. Ele era um ‘novo cara’, segundo o Hornet e estava a 1 Km de mim. Estava aprendendo a mexer no aplicativo, dei algumas dicas e estendemos nossas conversas sobre profissão, local onde morávamos, intenções e etc….

Pegação no aplicativo

Aplicativos para o gay, tais quais Grindr, Hornet, Scruff e derivados se constituíram cheios de mitos e tabus, embora ainda não tenham completado uma década de existência. Não deixam de ser a versão otimizada e full time do “pai”, as tradicionais e viciantes salas de bate papo dos portais de conteúdo. Os mesmos hábitos, comportamentos…

Que emoção é essa

“É uma alegria poder sentir isso por outro ser humano. Mesmo que as vezes não seja correspondido. É algo que está dentro de você, é vibrante e tal energia não acontece a toda hora” – falava a um amigo sobre determinado sentimento diferente que desperta, de tempos em tempos, por uma pessoa. Algo juvenil e…

Depois de um “bom dia”

Encontros, sejam por baladas, bares, supermercados, na rua ou por aplicativos são sempre uma surpresa. Eu, particularmente, busco olhar para os ganhos e experiências positivas possíveis, em cima “do mundo que é cada pessoa”, como costumo dizer. Já tenho idade para saber que nem tudo que a gente busca se realiza como ideal e é…