O radicalismo também racha

Qualquer que seja o movimento social, há sempre a tendência da vertente radical querer ter mais voz. Porque normalmente os extremistas não falam, mas “gritam”, não discutem, mas impõem e, assim, são forçadamente percebidos e, regra básica, alimentam os ânimos do outro extremo. É por esse motivo, por saber que o extremismo não me atrai…