As novas gerações gays

Mensagem as novas gerações gays e nem tão gays assim Como costumo dizer e reforçar: namorar com gays mais jovens do que eu – fora a natural atração determinada há anos – me permite ter acesso a um olhar sobre o mundo diferente, embora as emoções, a natureza de carne e osso e a nossa…

Família é o bem e o mal irremediável

Relação entre pais e filhos gays Já comentei algumas vezes que, apesar de não ser uma regra doutrinária, muitos filhos gays possuem um padrão de relação e afeto: com as mães, há uma proximidade, uma sintonia, quando não uma amizade permanente e aparentemente imbatível. Com os pais acaba acontecendo o oposto, quando se estabelece uma…

Expressão de gênero

Nós gays: reflexões sobre a expressão de gênero Minha sobrinha complentou dois anos no começo do mês e teve festinha lá no Rio de Janeiro, cidade onde meu irmão, minha “cunha” e a pequerrucha se instalaram. No primeiro ano de aniversário não pude ir, sei lá por qual situação da vida estava passando, mas fiz…

Anjos e demônios

Devaneios sobre o nosso comportamento Em 1998 eu não estava pronto para me entender como gay. Tinha 21 anos e vivia o penúltimo ano da faculdade. Qualquer afirmação a minha homossexualidade era motivo de contenção. Não era bem resolvido, não aceitava ainda a ideia de que eu era gay e preferia deixar esse assunto e…

O que a mamãe acha

“Conselho de mãe nunca é demais” Conseguiremos emendar a sexta-feira aqui na empresa. Previamente, anunciamos para a turma que não ia rolar, mas hoje ficou como o dia para verificar com meu gestor a possibilidade. A visão global dos projetos fica na mão dele e nada melhor do que o próprio para dar o aval…

Minha Vida Gay – Encontros e Despedidas

Ontem deixei Meu Japinha no aeroporto. Serão 13 meses distantes, embora já tenhamos programado dois encontros nesse período. De qualquer forma, tal vivência cai naquela situação de “relacionamento à distância” a qual estamos lidando com (incrível) tranquilidade. Agora que estou vivendo tal experiência, já me sinto capaz de me colocar no lugar de pessoas que…

Sou gay e quero assumir para minha família

Assumir ser gay para a família, para quem já fez, sabe que na maioria das vezes muda a vida. Tiramos um peso das costas bastante grande e podemos viver um contexto mais livre e aberto, sem ter que criar cisões entre família e homossexualidade. Quando deixamos de assumir para nossos pais, normalmente adotamos duas “máscaras”:…

Minha Vida Gay – O retorno à metrópole

Impossível não entrar em águas puras e não voltar energizado. Impossível não rever a vida, os últimos anos e as últimas escolhas sejam em sonhos ou insights. Estar em Carrancas foi a permissão de estar comigo mesmo e, acima de tudo, gostar do que vi, do que sou. Essa é a tarefa exaustiva, escrita de…

Gay não é um adjetivo – Ensaio sobre o companheirismo

Companheirismo. Palavra que muitos gays almejam mas passam longe de compreender de maneira mais ampla o seu significado. Não que no meio heterossexual esse sentido esteja diferente: numa sociedade cada vez mais líquida e individualizada (pelo menos nas grandes capitais), o senso de companheirismo anda sendo muito pouco praticado e, consequentemente, o próprio significado tem…

Momento de heteronormatização dos gays?

A inclusão dos gays na sociedade anda transformando nossos próprios hábitos se for comparado com a nossa realidade até as décadas de 80 e 90. Falo isso para aqueles que realmente estão metendo as caras, rompendo com o autopreconceito e se permitindo levar a realidade homossexual para si, para famílias, trabalho, relacionamento e amigos. Não…

Minha Vida Gay – A relação com os pais

Numa relação entre pais e filhos, quando todos são heterossexuais, aparentemente os problemas e os prazeres durante a vida são os “normais” e dá aquela impressão de que, quando o filho é gay, o “ser gay” é um plus que pode ser um desastre na relação familiar. Em certa medida sim: quanto mais tradicionais, moralistas…

Jovens gays e especiais querem namorar!

Esse post saiu num Blog das gringas e foi traduzido: “Porque os jovens profissionais da geração Y estão infelizes“. A ênfase é dada no âmbito profissional mas, a mim, é tranquilo fazer um paralelo quando as expectativas são relacionamentos e, mais especificamente, entre os jovens gays, respondendo um pouco mais a pergunta: “por que anda…