As partes de mim em outra pessoa

Reflexões sobre relacionamentos É muito comum vivermos boa parte de nossas vidas – e arrisco a dizer para lá dos 40 anos – em fases autoafirmativas. Como gays, normalmente reprimimos muitos desejos que ficam potencializados na adolescência, dando um início para a vazão depois dos 20. Costumo dizer e a reafirmar que os heterossexuais tem…

Sexta-feira

Devaneios de um gay para o final de semana Se aproxima o final de semana, clássico e querido momento para descanso e entretenimento. Desde que terminei com o Rafa – e apesar de parecer que eu vou na sauna o final de semana inteiro (rs) – tenho passado a maior parte do tempo dentro de…

Olhando para outras direções

O armário, as vezes, são vários Lançar posts polêmicos é assumir o risco de, ao mesmo tempo, atrair pessoas que se identifiquem e afugentar aqueles que não largam seus modelos (ou criam idealizações pelo Blogueiro). Mas além de um bom senso que acredito que eu tenha, parte pela formação, educação e personalidade e parte pelas…

Ele não faz meu tipo

Parece até besteira ou algo óbvio para falar, de que adultos ou jovens gays definem seus interesses a outro adulto ou jovem gay pelo tipo físico, quando não pela preferência racial, dando até certa luz ao preconceito. Em outras palavras, não é porque somos gays que não elegemos paqueras, peguetes ou namorados pela atração (inicialmente)…

Vida louca, vida

“Logo quando reinstalei os apps de pegação, o Maurício foi um dos primeiros que eu chamei para trocar ideia. Ele era um ‘novo cara’, segundo o Hornet e estava a 1 Km de mim. Estava aprendendo a mexer no aplicativo, dei algumas dicas e estendemos nossas conversas sobre profissão, local onde morávamos, intenções e etc….

Jedis e o lado negro da força

Mês que vem o Blog MVG completará quatro anos, período inclusive que durou meu namoro mais longo e, nem pelo efeito do tempo, me sinto desgastado ou na monotonia com esse tal de MVG, num relacionamento íntimo no qual me exponho sem medir muito o julgamento alheio, e que acabou virando um ponto de referência…

Mãos dadas ou não

O leitor Arthur me encaminhou um artigo bastante interessante sobre como a expressão de afeto, como um casal gay andar de mãos dadas em espaços públicos, ainda afeta a percepção de muita gente. O texto e a pesquisa são contextualizados nos EUA, aquele mesmo trecho de terra do qual costumo trazer referências positivas. O jornalista…

Vida Gay – A humanização de relacionamentos

Por relacionamentos gays mais humanizados. Já falei aqui sobre a vaidade, característica complicada que nos serve muitas vezes como proteção/escudo. Vaidade é algo que vai além do apreço estético e que, se for parar para entender bem tal conceito, a parte estética acaba sendo um dos menores problemas. Existem diversas formas da manifestação da vaidade,…

Relato gay – Deixar fluir

Costumo dizer que as pessoas – à medida que vão acumulando experiências, desatando seus nós, amadurecendo e evoluindo – vão se tornando a melhor versão delas mesmas. Todos. Isso quando superamos nossas questões, resolvemos nossos medos e aceitamos as mudanças inevitáveis durante toda a vida com paz de espírito. Em diversos planos da vida assumimos…

Minha Vida Gay – Momento de metamorfose ambulante

Eis que Nelson Rodrigues desce novamente no MVG para sair um pouco das caixinhas. Tudo bem, Nelson Rodrigues é um pouco pesado. Podemos falar então da comédia da vida privada… Cheguei ontem cedo do Rio e saindo do aeroporto de Congonhas, de súbito, resolvo responder uma mensagem do menino (bissexual) que foi um dos primeiros…

Relato gay – Be gay or not be gay

Em minhas poucas vivências na sauna 269, já que faz um pouco mais de um mês que baixei por lá – além da pura e simples diversão que vai de um relax a beira da piscina à participação de orgias nos ambientes escuros da casa – meu “lado MVG” fica ligado para trazer novas referências…

O sentido da promiscuidade

Até meus 30 e poucos anos a palavra “promiscuidade” era carregada de “sujeira”, doenças e um aspecto moral – inconscientemente religioso – que me mantinha bastante afastado do ato. Imaginar uma sauna gay me enchia desses sentidos: sujeira, doenças e imoralidade pelas referências cristãs. Porque a clareza é essa: a moralidade implícita foi apropriada pela…